Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Virgens juramentadas decidem viver como homens

27 de agosto de 2013 0

Jill Peters, divulgação

Um grupo de mulheres albanesas (como as da foto acima, acreditem), símbolo de uma tradição centenária, decidiram viver como homens para não se submeter aos rígidos códigos sociais do país. Entre os séculos 15 e 20, as mulheres eram propriedade dos maridos,quase sem direitos. Apenas eles podiam votar, dirigir, fumar, usar relógio, usar calças, ter determinados empregos.

A elas, restava um casamento forçado e uma vida de submissão. Outras assumiam o papel masculino quando todos os homens da família morriam, usavam cabelo curto e faziam votos de celibato e castidade. O incrível é que essa prática ainda persiste.

A fotógrafa Jill Peters decidiu registrá-las e descobriu que a transição entre os gêneros é  tranquila, as mulheres são respeitadas e valorizam “a honra da família”. O projeto é intitulado Sworn Virgins of Alabania (Virgens Juramentadas da Albânia). A fotógrafa relata que “trocam suas saias por calças e camisas de manga longa, cabelos longos por uma barba rala e a vida feminina normal para fumar, trabalhar e rodar as ruas como qualquer homem. A elas se referem a eles, como ele ou como os tios. Sua transição é abertamente aceita, proposta e assumida, sem pergunta alguma pelas pessoas ao seu redor.Delas só sobra um punhado nessas terras.”

Curioso, no mínimo.

Envie seu Comentário