Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Conheça a mudança dos padrões de beleza nos últimos 100 anos

10 de dezembro de 2014 0

YouTube, reproduçãoSabem aquelas fotos dos anos 1980, que dão até um medo de olhar? Elas são a prova de que os padrões de beleza mudam rapidamente, e aquilo que era considerado bonito por uma geração, pode não ser pela outra.

No vídeo abaixo,  a modelo Nina Carduner passeia pelos últimos 100 anos — 1910 a 2010 — mostrando quais eram tendências em maquiagem e cabelos. Com pouco mais de um minuto, dá pra relembrar e se divertir com as transformações.

Por que sempre vale a pena dar uma conferida nos mundiais de natação

09 de dezembro de 2014 1

Marwan Naamani, AFP

Taí a foto que não me deixa mentir!

Da esquerda para direita, Cesar Cielo, Felipe França, Marcos Macedo e o Mr. Tanquinho, Guilherme Guido. O quarteto conquistou o ouro no revezamento 4x50m medley no Mundial de Piscina Curta em Doha, no Catar, domingo.

 

 

É dos gordinhos que elas gostam?

08 de dezembro de 2014 1

‘Eu não sou Friboi, mas tô na moda’ diz um verso da canção Gordinho Gostoso, de Neto LX (ouça só se for forte!). Sucesso no Nordeste (são 17 shows agendados em dezembro)Site oficial, divulgação e candidato a hit do Carnaval, o cantor é um representante do arrocha ostentação — é sério.

Fiquei pensando na letra, no jeito que ele se exibe sendo gordo e como isso é quase impensável no universo feminino. Bom se a igualdade (das mais idiotas às mais importantes) aparecesse em tudo que é canto, não?

Livro aborda fascínio feminino por sapatos

06 de dezembro de 2014 0

Tiago Molinos, divulgaçãoO que uma simples sandália de salto ou uma sapatilha podem revelar sobre quem as usa?

Com olhar voltado aos pés femininos, o recém lançado Sapato de Mulher, um Passeio pelo Imaginário das Brasileiras (Ed. Livre, 212 páginas, R$ 75), oferece uma perspectiva comportamental para apresentar essa paixão.

– Não tem apenas as mulheres com um milhão de pares, não era esse o foco. Buscamos entender os sentimentos que o calçado evoca em cada mulher – explica ao blog a jornalista Eliana Castro, uma das autoras.

Ela diz que as entrevistas foram realizadas em diferentes regiões do país e, embora não haja particularizações em relação às sulinas, o livro traz desde a conexão entre o andar feminino com o ziriguidum brasileiro às correspondências entre salto e poder.

– Uma coisa curiosa é que boa parte das entrevistadas pediu para trocar seu nome no depoimento, o que mostra que várias têm um sentimento bastante íntimo, quase secreto. Porque há quem use o sapato para seduzir e há que use modelos de salto para se impor profissionalmente. Isso achei bem curioso – afirma.

Padres russos lançam calendário-delícia com fotos eróticas

05 de dezembro de 2014 1

Orthodox-Calendar, divulgação

Padres ortodoxos russos resolveram tirar a roupa e posar para uma sessão de fotos erótica para promover os direitos dos homossexuais. A polêmica é certa, já que as fotografias também foram tiradas em igrejas de Moscou.

Vale lembrar que a Rússia tem uma lei que proíbe divulgação de qualquer conteúdo homossexual na presença de menores.

As fotos estão interessantes (cheias de padres gostosões), e dá para adquirir a folhinha aqui. No site, a entidade diz que “essas imagens certamente vão levar esperança, alegria e conforto a vocês”.

Tá bom?

Orthodox-Calendar, reprodução

Todo mundo é gay

01 de dezembro de 2014 0

YouTube, reprodução

Essa é a ideia do comercial criado para divulgar o Festival Mix Brasil desse ano (realizado entre 13 e 23 de novembro, em SP), mostrando a que ponto chegou o preconceito com a questão de gênero na sociedade.

Somos todos gays ganhou destaque no Best Ads on TV, site que compila comerciais que tenham se diferenciado ao redor do mundo.

O retrato sobre a nossa percepção, muitas vezes ridícula, é bem interessante.

Monja Coen dissemina a cultura de paz

29 de novembro de 2014 0

Felipe Nyland, divulgação

Monja Coen, 67 anos, é possivelmente a budista mais pop do país. Mas ela rejeita o rótulo: simplifica dizendo que é a monja que tem mais tempo de estudo e, por isso, pode dirigir mosteiros e treinar monges e leigos. E aproveita todos os meios disponíveis para difundir a filosofia de vida que adotou há 31 anos.

Hoje se ocupa, essencialmente, da promoção da cultura de paz. Atua, também, de forma segmentada, aplicando preceitos do budismo ao mundo dos negócios, por exemplo.

Ela esteve em Caxias pela primeira vez na quinta-feira, à convite da Inovação T & D, para falar sobre como ampliar o significado dos resultados no trabalho.

Para isso, defende que as pessoas precisam ter metas e limites – o desafio é reconhecer a linha tênue que separa os interesses de cada indivíduo, e instrui os ouvintes a se auto-observarem em profundidade.

– O importante é pensar ‘como falo?’, ‘como toco nos objetos?’. Não podemos ser passivos, precisamos responder ao mundo fazendo escolhas – diz.

A delicadeza é, portanto, um treino, assim como o aprendizado para lidar com dores e frustrações.

– Cria-se uma ideia de felicidade que não é real, de que a felicidade está na casa, na roupa, no emprego, mas é mais íntimo. Aí a pessoa conquista isso tudo e percebe que, sim, são coisas boas, mas não são suficientes – explica.

A mudança proposta pela monja diz respeito a uma interação entre “você e você”. A saúde pressupõe realização de atividade física, alimentação saudável e cuidado com a mente.

– Às vezes, é preciso enterrar algum sonho e pensar: como vou seguir adiante? – explica.

Uma das possibilidades apontadas está no de “olhar mais apreciativo da realidade”:

– Temos o vício da crítica, só olhamos o que não está bom.

O segredo, segundo a monja, é perceber que não se pode mudar os outros:

– Para evitar o amargor, seja doce.

As desculpas mais comuns das brasileiras para recusar sexo com o marido

21 de novembro de 2014 0

Stockxchng, divulgação

Pode-se dar um desconto, porque o levantamento é do site Victoria Milan, especialista em promover encontros extraconjugais. Ele parte da premissa de que, sobretudo, homens descontentes com o sexo caseiro, decidem pular a cerca.

As cinco frases listadas abaixo são as que esses ‘entrevistado’s garantem ouvir com frequência das mulheres — 71,4% estão cansados de ouvir desculpas da parceira para evitar sexo.

Confere?

:: As crianças podem nos ouvir

:: Estou muito estressada, tive um dia difícil

:: Preciso levantar cedo amanhã

:: Estou com dor de cabeça

:: Estou com menstruada

Ler é tão prazeroso quanto fazer sexo. É sério?

19 de novembro de 2014 0

Mollye Chudacoff, reprodução

Acho que não há muito cabimento em comparar algumas situações, mas como se trata de uma pesquisa publicada na revista Current Biology trago a discussão para esse espaço.

Os cientistas alemães e espanhóis constataram que o prazer de descobrir novidades a cada virada de página de um livro pode ser comparado à uma noitada de sexo. Isso porque, ao aprender uma nova palavra, o cérebro desperta as mesmas áreas de prazer de um encontro.

Faz sentido? Acho que perdi alguma coisa…  ;-)

Christian Grey numa versão esportista

18 de novembro de 2014 0

The Observer, reproduçãoEis Jamie Dornan, o escolhido para dar vida à versão cinematográfica de Christian Grey, está provocando a maior curiosidade sobre o desempenho que terá nas telonas. No segundo trailer divulgado, ele até aparece um pouco mais quente, mostrando um pouquinho do universo sadomasoquista.

Enquanto o filme não estreia – a previsão é para fevereiro de 2015 -, aproveito pra mostrar umas fotos de um ensaio que ele fez para a revista The Observer.

>> O que Christian Grey pode ensinar aos homens?

Nessa versão esportista, ele parece bem sexy, não?

The Observer, reprodução