Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Tenista Stanislas Wawrinka faz ensaio sem roupa

04 de julho de 2015 0
Foto: ESPN, The Body Issue, reprodução

Foto: ESPN, The Body Issue, reprodução

O tenista suíço Stanislas Wawrinka ganhou destaque nesta semana – e não por causa do torneiro de Wimbledon ou pelos shorts coloridos.

Ele foi anunciado como um dos participantes da ‘edição do corpo’ 2015 da ESPN Magazine, depois de três tentativas da publicação de fotografá-lo sem roupa.

— O meu corpo é para o meu tênis, para o meu esporte. Não sou modelo. Não treino para ir à praia, treino para jogar bem — disse.

Felizmente, ele consegue as duas coisas ao mesmo tempo!  :-P

A feirante do Largo da Estação que parou no casting da Victoria’s Secret em NY

29 de junho de 2015 0
Foto: Juan Barbosa, BD

Foto: Juan Barbosa, BD

A história lembra um conto de fadas. Descoberta numa feira de agricultores no Largo da Estação, em Caxias, há seis anos, a modelo felizense Bruna Pellenz, 18 anos, acaba de participar de um casting para integrar o time de angels da Victoria’s Secret, em Nova York. Ela ainda não sabe do resultado.

— Semana passada eu recebi um e-mail da minha agência ( Ford Models) falando sobre o casting da Victoria’s Secret.
Eles enviam um dia antes. Só tinha eu lá, acredita? — conta.

O trabalho consistiu em vestir uma lingerie e posar para fotografias. Segundo ela, foram 20 minutos.

— Estava bem ansiosa. Eles tiraram algumas fotos, olharam meu book, perguntaram minhas medidas, minha nacionalidade e foi isso. Quem diria, não é? A menina da feira para o mundo. Realmente aconteceu, está acontecendo — comemora.

Bruna perdeu o pai aos 10 anos e, aos 13, acordava às 5h para trabalhar na feira. Certo dia, estava na banca com o primo e o pessoal do Clube do Fotógrafo estava fotografando por lá ( uma caminhada pela feira para registrar imagens de inverno), quando um deles a viu e pediu para tirar uma foto. Uns dois meses depois, ela fez um pré-book de modelo e chegou a visitar uma agência em Caxias, mas foi desencorajada e desistiu.

— Lembro como se fosse ontem. Eles me disseram que eu nunca seria modelo, por causa da minha altura — conta.

Nessa mesma época, Bruna passou a contar com a supervisão do scouter Edson Ferreira, que acreditou inclusive que ela iria ficar mais alta – dos 1m71cm ela passou a 1m77cm. Foi ele que a levou para a Ford, onde ela venceu o Super Model of The World. Morou três anos em São Paulo e, no ano passado, fez uma temporada de quatro meses na Europa — passando pela Holanda, Alemanha, Inglaterra e Itália – e no final de setembro foi para Nova York, para onde voltou em fevereiro e está instalada.

Foto: Charles Warren, divulgação

Foto: Charles Warren, divulgação

Bruna acaba de assinar o aluguel de um apartamento no 48º andar de um prédio na Times Square. Já fotografou com o francês Patrick Demarchelier, um dos expoentes da fotografia de moda contemporânea, acabou de participar de um clipe do astro colombiano Matt Hunter, fez trabalhos para a Macy’s e atua para marcas fixas como Dzarm, Colcci, Farm e Shopping Iguatemi (no Brasil):

— Em agosto, estarei no Brasil por 20 dias para fotografar uma campanha mundial, tão secreta que nem eu sei o nome da marca. Por isso prefiro estar acordada a sonhar — completa.

100 anos de moda em dois minutos e meio

19 de junho de 2015 0
YouTube, reprodução

YouTube, reprodução

Adoro esses vídeos rápidos, que mostram alguma transformação importante em poucos minutos. Já mostrei aqui os padrões de beleza dos últimos 100 anos, bem como 100 anos de exercícios em 100 segundos.

Agora, um tutorial produzido pela companhia norte-americana Media Mode mostra as principais tendências de moda, penteado e maquiagem das últimas décadas.

Bem legal.

 

Como descartar corretamente os esmaltes velhos

17 de junho de 2015 0
Foto: Júlio Cordeiro, BD

Foto: Júlio Cordeiro, BD

Vocês sabiam que os esmaltes velhos não podem ser jogados no lixo, porque têm uma série de compostos químicos que podem causar danos ao meio ambiente?

O consultor ambiental Alessandro Azzoni explica o passo a passo para higienizá-los e descartá-los de forma correta:

:: Não jogue o vidro de esmalte no lixo comum

:: Se houver esmalte dentro, utilize-o para pintar algo (salto de sapato, copos, vasos, esculturas), senão derrame o esmalte sobre uma folha de papel, e espere alguns minutos até que a química evapore

:: Coloque um pouco de removedor de esmalte dentro do vidro seco e mexa até dissolver o restante do produto. Faça isso duas vezes

:: Com o vidro limpo poderá descartar junto com os demais vidros para reciclagem

:: É importante separar o vidro do plástico da tampa, cada um no respectivo lugar

:: O papel usado poderá ser descartado no lixo comum, porque o esmalte já secou e a química evaporou

Anotado?

O amor tem idade? Para Odair José, não

16 de junho de 2015 1
Foto: José Amarilio Jr., divulgação

Foto: José Amarilio Jr., divulgação

Já faz um tempinho que Odair José adquiriu status de cult, e o 35º disco de inéditas do cantor goiano, Dia 16, foi bem recebido pela crítica e pelo público. Com uma levada pop roqueira, ele escolheu justamente uma da vibe mais “brega” para lançar o primeiro clipe.

No melhor estilo música-crônica, A Moça e o Velho faz uma leitura crítica sobre a relação afetiva entre pessoas de gerações diferentes, ainda severamente crucificada pelo juízo de valor da sociedade conservadora.

— A Moça e o Velho é uma reportagem musical, crônica daquilo que vejo nas minhas leituras do cotidiano. Mas é também a minha vontade, como compositor, de chamar atenção das pessoas pra uma discussão sobre o olhar preconceituoso da sociedade, que teima em existir em pleno século 21″ — aponta Odair José.

A canção é, no mínimo, divertida, com versos como “A verdade se esconde no beijo, que ela dá tão gostoso, que todo homem almeja”, “pergunta qual é o mistério dessa moça com esse velho”.

Pra quem defende toda a forma de amor!

Sapatos: prazer e dor em exposição

15 de junho de 2015 0
Foto: Niklas Halle'n/AFP

Foto: Niklas Halle’n/AFP

Quem nunca usou um sapato quem nem era dos mais confortáveis só porque ele era lindo ou fazia você se sentir assim?

A mostra Sapatos: prazer e dor, inaugurada sábado passado, no Museu Victoria and Albert, de Londres traz uma série de exemplares curiosos. Há desde um par de sandálias de ouro egípcias de 2 mil anos até sapatos de salto agulha de Christian Louboutin. São 250 objetos no total.

Se as mulheres de hoje têm pares Manolo Blahnik ou Jimmy Choo, as damas venezianas do século 17 precisavam ser ajudadas pelas empregadas para manter o equilíbrio nos imponentes sapatos plataforma.

A exposição, claro, começa com o sapato mais emblemático de todos, o de Cinderela (fabricado pela Swarovski para o filme mais recente da Disney), acompanhado pela chuteira do muso David Beckham, menino de classe operária que se transformou em uma estrela mundial.

Pelas imagens, parece incrível. A mostra segue até 31 de janeiro de 2016.

Como conquistar uma mulher em 15 minutos

13 de junho de 2015 0
Foto: Stock.xchng, divulgação

Foto: Stock.xchng, divulgação

O título acima é homônimo ao do último livro de Eduardo Santorini, um especialista na arte da conquista – ao menos na teoria, Como Conquistar Uma Mulher Em 15 Minutos (Ed. Alto Astral, 160 págs., R$ 39,90).

Segundo ele, bastam alguns minutos para ter alguma impressão (boa ou ruim) sobre alguém.

– A conquista, desde o primeiro olhar até pegar o número de telefone ou, dependendo da situação, até mesmo um beijo, não precisa levar mais que 15 minutos – afirma Santorini.

Para Santorini, o livro tem um propósito quase nobre: ajudar os solteiros a encontrarem uma pessoa especial.

– Geralmente o jogo da conquista costuma ser cruel para homens tímidos ou bonzinhos demais – explica.

A premissa da obra é explicar como o homem pode se tornar mais atraente e interessante para uma mulher.

– Neste aspecto, o livro é um aliado das mulheres, já que as ajudará a encontrar homens mais interessantes e que não vão puxá-las pelo cabelo nem usar cantadas prontas quando iniciarem uma conversa – completa Santorini.

Como o julgamento é feito em uma pequena fração de tempo, o autor acredita que, para a conquista funcionar, é preciso prestar atenção a cada uma das cinco etapas: preparação, abordagem, atração, conexão e intimidade.

Ei-las (as explicações foram escritas para o blog pelo próprio autor):

1. Preparação: toda preparação que ocorre antes mesmo do primeiro ‘oi’. Engloba desde a escolha das roupas adequadas, escolha do lugar para sair, aumento da confiança.

Sugestão prática: a partir do levantamento de informações do homem e do tipo de namorada que ele busca, é preciso fazer três coisas. Primeiro, fortalecer a confiança, destruir crenças limitantes que a pessoa pode ter com relação às mulheres. Segundo, decidir qual o melhor lugar para conhecer a pessoa certa. Terceiro, decidir qual a roupa adequada para situação e como se vestir de forma elegante, na medida certa. Esse será um dos principais fatores que impactará a primeira impressão da mulher.

2. Abordagem: é o momento inicial de puxar assunto e quebrar o gelo. Aqui o único objetivo é despertar o interesse da mulher em continuar a conversa. A abordagem deve ser feita de forma despretensiosa,  jamais parecer que o homem está dando de cima da mulher. Nada de cantadas!

Sugestão prática: como um dos maiores desafios da maioria dos homens é vencer o medo inicial da abordagem, mesmo aqueles que não são tímidos, recomendo fazer antes o exercício de aquecimento social. Antes de puxar assunto com a garota que realmente está a fim, puxar assunto com uma garota aleatória, simplesmente fazendo um elogio e saindo. Não é uma abordagem. É somente uma forma do homem se sentir mais confiante para quando chegar a hora de, realmente, puxar assunto. Recomendo que não se use qualquer tipo de cantada ou frase pronta. Não é necessário falar nada extraordinário.

O que mais impactará aqui é o uso da linguagem não-verbal. Para causar uma boa primeira impressão, são alguns dos fatores chave: ter uma postura confiante, fazer contato visual, ter um sorriso amigável, falar de assuntos de interesse da outra pessoa.

3. Atração: este é o momento de gerar desejo. Através de alguns dos 44 gatilhos da atração, o homem deverá despertar atração na mulher. Caso contrário ele ficará apenas preso na friendzone.

Sugestão prática: exatamente o que cada homem precisa fazer para gerar tensão sexual dependerá dele, do tipo de mulher que ele está conversando e do ambiente. Existem variações muito grandes dependendo da idade e até de lugar. Uma abordagem numa balada será completamente diferente de uma abordagem na orla da praia. Mas algumas formas práticas de despertar tensão sexual incluem: uso do toque, contar histórias pessoais que comuniquem algum dos valores de atração, de forma sutil, sem parecer que está tentando impressionar. Prosseguir para próxima etapa dependerá da leitura dos ‘indicadores de interesse’ nesta etapa. Que são sinais de linguagem corporal que a mulher nos dá demonstrando se o sinal está verde para prosseguir, ou não.

4. Conexão: é o momento de prosseguir com a conversa, descobrir interesses em comum e, ao final, criar aquela sensação de que ‘ambos parecem se conhecer a muito tempo’. A história de que os opostos se atraem é bobagem. Nós nos interessamos por pessoas parecidas conosco.

Sugestão prática: para gerar conexão é preciso ter um momento de privacidade com a mulher. Se estiverem com amigos numa mesa de bar ou numa balada, por exemplo, chamar a mulher para um lugar mais calmo e se afastar do grupo. Neste momento o desafio é buscar interesses mútuos, saber conduzir conversas interessantes e, principalmente, saber ouvir. Existem alguns tópicos muito bons para ajudar a conhecer outra pessoa e que, geralmente são divertidos. Por exemplo, perguntar, ‘Se você ganhasse na loteria, o que você faria com o dinheiro?’. Há uma lista com perguntas que podem ser usadas. Durante a conexão, deve-se pedir pelo contato ou, muitas vezes, até mesmo partir para o beijo. Se o ambiente permitir essa segunda opção, deve-se usar a escalada física que levará até o beijo.

5. Intimidade: tudo que acontece posteriormente ao primeiro encontro, desde as mensagens de texto, ligações, primeiro encontro. O objetivo aqui é fortalecer a conexão inicial criada e, após algum tempo, decidir se aquela mulher é a pessoa certa para continuar um relacionamento. Ao final o homem pode optar por continuar num relacionamento de longo prazo ou não.

Sugestão prática: aprender quanto tempo esperar antes de ligar ou enviar mensagem, o que dizer e como manter o interesse aceso até o primeiro encontro.

 

Conversei com Santorini para entender melhor esses mecanismos — ele garante que não são truques para conquistar uma mulher — e, assim, poder evitar algumas roubadas nesse approach programado. O autor discorda e diz que premissa da obra é explicar como o homem pode se tornar mais atraente e interessante para uma mulher.

— Neste aspecto, o livro é um aliado das mulheres, já que as ajudará a encontrar homens mais interessantes e que não vão puxá-las pelo cabelo nem usar cantadas prontas quando iniciarem uma conversa — completa.

O que seu jeans diz sobre você

12 de junho de 2015 0
Foto: Stock.xchng, divulgação

Foto: Stock.xchng, divulgação

Nunca tinha pensado nisso, mas parece fazer um certo sentido.

Uma pesquisa realizada pela Qualtrics garante que o jeans que escolhemos para vestir pode ter influência na nossa confiança, humor e até hábitos de reciclagem.

Quem usa calças skinny, por exemplo, é considerado mais feliz e confiante do que aquelas que preferem calças mais folgadas, como boyfriend ou boot cut.

 

Celebridade mais desejada, valor do presente, destino de lua de mel: essas e outras pesquisas sobre relacionamentos

11 de junho de 2015 0
Foto: Stock.xchng, divulgação

Foto: Stock.xchng, divulgação

Na semana que antecede o Dia dos Namorados aparecem uma série de pesquisas sobre relacionamentos. Os dados publicados aqui são de levantamentos realizados pelos sites C-date, Coroa Metade e MeSeems.

Sobre qual celebridade eles gostariam de ver saindo de uma caixinha de surpresa para uma noite de loucuras na cama, Thiago Lacerda (pasmem!) ficou em primeiro lugar, seguida por Alexandre Nero e Alexandre Pato — para mim, nenhum dos três, obrigada. Os homens escolheram Anitta, Paloma Bernardi e Claudia Leitte, de acordo com o C-date.

Em relação ao quanto pretendem gastar no presente, 29% dos entrevistados pelo MeSeems responderam entre R$ 51 e R$ 100; 16% entre R$ 101 e R$ 150; 12% entre R$ 151 e R$ 200; 6% entre R$ 201 a R$ 250; e 6% entre R$ 251 a R$ 300. Cerca de 11% pretendem gastar acima de R$ 300 e 20% abaixo de R$ 50.

Dentre os presentes mais citados em uma questão de respostas múltiplas, estão roupas (27,7%), chocolates (22,9%), perfumes (17%), flores (12,7%), sapatos/tênis (9,6%), jóias (7,7%) e eletrônicos / eletrodomésticos (6%). E 20,5%  não pretendem comprar presentes.

Sobre um destino paradisíaco para a lua de mel, homens escolheriam, entre os cinco mais, França, Estados Unidos, México, Rio Grande do Sul e Fernando de Noronha. Mulheres prefeririam França, Itália, Fernando de Noronha, Bahia e Argentina.

E qual é o maior problema do sexo oposto (essas duas últimas, realizadas pelo Coroa Metade)?

Dos homens, segundo as mulheres:

:: São imaturos – 17%

:: São infiéis – 16%

:: Não ajudam em casa – 16%

:: Só pensam em sexo – 13%

 

Das mulheres, segundo os homens:

:: Cobram/Reclamam demais – 23%

:: Vivem de mau humor – 15%

:: Só pensam em dinheiro – 14%

:: Não sabem o que querem – 6%

Documentário mostra que a vida por começar aos 60 (ou recomeçar a todo momento)

10 de junho de 2015 0
Foto: Vimeo, reproduçãp

Foto: Vimeo, reprodução

— Por que ninguém me critica? Porque meu sorriso vai na frente — afirma uma senhora cheia de tatuagens espalhadas pelo corpo, que fez a primeira aos 72 anos.

Relatos deliciosos como o dela aparecem no documentário Envelhescência, dirigido por Gabriel Martinez e com argumento de Ruggero Fiandanese. O filme mostra a história de seis pessoas que vivem a vida intensamente, tendo começado a experimentar alguma sensação nova depois de adultos — uma delas começou a surfar aos 58 anos!

O documentário é complementado por falar de especialistas como Alexandre Kalache, Mirian Goldenberg e Mário Sergio Cortella. Além de apresentar uma nova perspectiva, mostra como a gente é ridículo quando pensa que não tem mais idade pra fazer alguma coisa!