Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Ah"

Como fazer o amor durar, segundo as crianças

18 de julho de 2015 0
Foto: Stockphotos, divulgação

Foto: Stockphotos, divulgação

Essa publicação perguntou para crianças com idades entre cinco e 10 anos quais eram as impressões delas sobre amor e casamento. As respostas são muito (mas muito!) fofas.

Entre as dicas para fazer um amor durar, apareceram “Não esqueça o nome de sua esposa… Isso vai atrapalhar o amor”. (Erin,oito anos) e “Não diga que você ama alguém e, em seguida, mude de ideia… O amor não é como escolher qual filme você quer assistir.” (Dave, oito).

É melhor ser solteiro ou casado?

“É melhor para as meninas ser solteiras, mas não para os meninos. Os meninos precisam de alguém para limpá-los!”. (Anita, nove)

“Me dá dor de cabeça pensar sobre essa coisa. Sou apenas uma criança. Eu não preciso desse tipo de problema”. (Will, sete)

Por que o amor acontece?

“Ninguém sabe ao certo por que isso acontece, mas ouvi dizer que tem algo a ver com cheiro… É por isso que perfume e desodorante são tão populares.” (Mae, nove)

Quando é certo beijar alguém?

“Quando eles são ricos”. (Pam, sete)

“Nunca é ok beijar um garoto. Eles sempre babam em você. Foi por isso que parei de fazer isso”. (Tammy, 10)

“Se for sua mãe, pode beijá-la qualquer hora. Mas se for uma nova pessoa, você precisa pedir permissão”. (Roger, seis)

O que é exatamente o casamento?

“É quando você fica com uma garota e não devolve mais ela para os seus pais!” (Eric, seis)

E o amor em si?

“O amor vai encontrar você, mesmo que você tente se esconder dele. Eu tento me esconder desde que eu tenho cinco anos, mas as meninas continuam me encontrando.” (Dave, oito)

Vem, verão!

05 de junho de 2015 0
H&M, divulgação

H&M, divulgação

O título é infame, eu sei, e é só para entrar naquela brincadeirinha da tal propaganda (não menos infame) de cerveja.

O friozinho até já chegou à Serra gaúcha, o início do inverno está se aproximando, mas a campanha da fast fashion sueca H&M com o todo-delícia Marlon Teixeira não nos deixa esquecer como é bom ficar lagarteando no sol (com protetor solar!).

Boa sexta-feira! :D

Tem como não amar?

10 de abril de 2015 0
Victoria Beckham, reprodução

Victoria Beckham, reprodução

A legenda da foto acima, postada no Facebook por Victoria Beckham, diz: “Coco ama seu pai”.

Fácil, né? :)

Os sapatos dançantes de Cristiano Ronaldo

07 de abril de 2015 0

reprodução

O jogador português lançou uma linha de sapatos e, para promovê-los, aparece dançando na campanha de lançamento.

A mim, ele não convence como bailarino. Nem precisa, né?

David Beckham posa de cueca. De novo

20 de janeiro de 2015 0

H&M, reprodução

Modelo nas horas de folga, David Beckham voltou a posar para mais uma campanha da rede H&M, com a underwear masculina que leva o nome dele — miau!

A linha tem curadoria de David, que elegeu peças “essenciais modernas”, que atualizam o closet dos homens.

Mas as fotos falam mais do que qualquer pretensa descrição da coleção.

Abaixo, o vídeo dos bastidores da produção.

O que acontece quando um homem solteiro arruma um par

15 de janeiro de 2015 1

ScrollDroll, reprodução

Basta olhar para o lado e perceber que as pessoas se transformam quando estão namorando/casadas. Pode ser só um pouquinho, pode ser um montão — quem nunca teve uma amiga pagodeira que começou a frequentar lugares rock’n’roll por causa do novo bofe?

Achei divertida a série desenvolvida pelos designers do ScrollDroll mostrando como essa mudança aparece no comportamento masculino. É estereotipada, lógico, mas não parece irreal. Um relacionamento sério (e bacana) tem, sim, o poder de mudar a vida de alguém — e, felizmente, para melhor. Né?

ScrollDroll, reprodução

 

Todo mundo é gay

01 de dezembro de 2014 0

YouTube, reprodução

Essa é a ideia do comercial criado para divulgar o Festival Mix Brasil desse ano (realizado entre 13 e 23 de novembro, em SP), mostrando a que ponto chegou o preconceito com a questão de gênero na sociedade.

Somos todos gays ganhou destaque no Best Ads on TV, site que compila comerciais que tenham se diferenciado ao redor do mundo.

O retrato sobre a nossa percepção, muitas vezes ridícula, é bem interessante.

George Clooney e Jean Dujardin juntos (e tomando café! Hum...)

05 de novembro de 2014 0

Nespresso, divulgação

O romântico Lago de Como, na Itália, serviu de cenário para o novo comercial da Nespresso. Nele, o embaixador da marca, George Clooney (que tem uma casa por lá), recebe o charmoso ator francês Jean Dujardin numa espécie de disputa pela cápsula da bebida. A campanha é intitulada How Far (Até onde você iria por um Nespresso?)

O comercial é divertidinho — e vale mais pela versão molhada do francês. Tem como não gostar (mais) de café?

Ah, o amor... Monja explica diferenças entre romântico e genuíno

25 de setembro de 2014 0

YouTube, reprodução

Esse videozinho de quatro minutos, com entrevista feita por Gustavo Gitti com a monja Jetsunma Tenzin Palmo, 71 anos, é lindo demais. De um jeito bastante objetivo, ela versa sobre o amor, o apego e a liberdade.

Acho que não consigo ser assim tão desprendida, mas adorei o caminho que ela aponta. Diz que as pessoas não deveriam se unir às outras para se sentirem completas — deveriam, sim, ser completas por si mesmas e aí procurar o outro para juntos apreciarem essa completude.

(A entrevista está em inglês, mas é possível ativar legendas em português)

Dá pra ser feliz sozinha depois dos 30?

05 de agosto de 2014 6

Stock.xchng, divulgação

Embora eu ache que dê para ser feliz em qualquer idade e condição (suuuper otimista, claro), tenho observado uma série de amigas solteiras que, volta e meia, aparecem com essa dúvida.

E há um padrão nelas: são bonitas, independentes, têm sucesso profissional, viajam, se divertem e sabem como curtir a vida. Paralelamente, experimentam amores efêmeros em sequência e comprovam a fragilidade dos laços citada por Bauman. E, como diz Xico Sá, “a única vacina para um amor perdido é um novo amor achado”. Elas tentam e tentam, mas são menos tolerantes aos defeitos dos pretendentes e percebem que não precisam ficar com ninguém por conveniência. Frequentam a ‘prateleira amorosa’ do Tinder, marcam e desmarcam encontros, não recusam sexo e aprenderam a dizer não muito rápido.

Só que, às vezes, toda essa segurança vai por água abaixo e elas sentem falta de um colo, da cumplicidade, de alguém para dividir e potencializar o sentido da vida. Sabe aquela sensação boa que um encontro com amigos nos proporciona? É isso, só que de mãos dadas, passeando para ver o pôr do sol.

Isso sem falar na expectativa dos outros, de que a vida deve ser vivida a dois. Por mais bem-sucedida e faceira que a mulher esteja, sempre alguém olha com desconfiança e questiona sobre a falta de um par. Bobagem, né?

Que é bom demais ter alguém ao lado é, mas também é legal desfrutar da liberdade. O ideal é que exista um equilíbrio, que não se perca a esperança nem a joie de vivre porque, quando menos se espera, alguma surpresa aparece e pode mudar a vida em segundos. Só não dá para parar de observar os encantos do dia a dia, sozinha ou acompanhada, pois são esses pequenos momentos que, somados, tornam a vida mais leve e feliz. Dividir isso tudo é consequência…

Necessariamente, não precisamos encontrar “nossa metade”. Afinal, somos inteiros.