Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Como saber se uma mulher está a fim de fazer sexo com você

07 de agosto de 2014 3

Stock.xchng, divulgação

(A inspiração pra essa postagem vem de um material publicado no jornal Huffington Post)

Baseada em listas do tipo “10 sinais que as mulheres estão a fim de transar com você”, o referido jornal decidiu tornar essa impressão mais simples e clara para os homens. Uau! Amei o que eles ‘fizeram’.

A dica é beeeem precisa. Quer saber se vai rolar? Não precisa ficar observando como a mulher se comporta, quais roupas veste, o jeito que dança ou caminha, muito menos a forma como conversa.

Só há UMA maneira de saber se a garota quer: PERGUNTANDO A ELA!

Entendido?

Frase do dia

07 de agosto de 2014 0

“Não é que tenhamos pouco tempo, nós é que o desperdiçamos.”

Sêneca

Escola japonesa dá lição de educação sexual de forma lúdica

06 de agosto de 2014 1

Reprodução

O Japão é conhecido pela ordem, respeito e manutenção das tradições. Em Tóquio, as pessoas caminham pelas calçadas de maneira organizada e mantêm a disciplina ao entrar e sair de elevadores, ao usar o metrô, a oferecer ajuda. No meio do caos, os japoneses conseguem parar para olhar para o lado e valorizar os outros.

Não surpreende, então, que uma escola da cidade de Saitama (na região metropolitana de Tóquio) tenha se preocupado em produzir um cartaz com as possibilidades afetivas e sexuais dos alunos — contradizendo o que se vê nas ruas, a medida é um antídoto ao aumento de casos de bullying de estudantes LGBTs.

Com o título “De quem você vai gostar?”, o material apresenta diferentes possibilidades de relações: heterossexuais, homossexuais, bissexuais e assexuados, explicando que são inatas e não podem ser modificadas.

É muito legal ver essa ideia sendo disseminada desde cedo, para que as pessoas cresçam longe de preconceitos (ou pelo menos tenham vergonha de discriminar alguém!).

Frase do dia

06 de agosto de 2014 0

“Refresca teu coração. Sofre, sofre, depressa, que é para as alegrias novas poderem vir.”

João Guimarães Rosa

Dá pra ser feliz sozinha depois dos 30?

05 de agosto de 2014 6

Stock.xchng, divulgação

Embora eu ache que dê para ser feliz em qualquer idade e condição (suuuper otimista, claro), tenho observado uma série de amigas solteiras que, volta e meia, aparecem com essa dúvida.

E há um padrão nelas: são bonitas, independentes, têm sucesso profissional, viajam, se divertem e sabem como curtir a vida. Paralelamente, experimentam amores efêmeros em sequência e comprovam a fragilidade dos laços citada por Bauman. E, como diz Xico Sá, “a única vacina para um amor perdido é um novo amor achado”. Elas tentam e tentam, mas são menos tolerantes aos defeitos dos pretendentes e percebem que não precisam ficar com ninguém por conveniência. Frequentam a ‘prateleira amorosa’ do Tinder, marcam e desmarcam encontros, não recusam sexo e aprenderam a dizer não muito rápido.

Só que, às vezes, toda essa segurança vai por água abaixo e elas sentem falta de um colo, da cumplicidade, de alguém para dividir e potencializar o sentido da vida. Sabe aquela sensação boa que um encontro com amigos nos proporciona? É isso, só que de mãos dadas, passeando para ver o pôr do sol.

Isso sem falar na expectativa dos outros, de que a vida deve ser vivida a dois. Por mais bem-sucedida e faceira que a mulher esteja, sempre alguém olha com desconfiança e questiona sobre a falta de um par. Bobagem, né?

Que é bom demais ter alguém ao lado é, mas também é legal desfrutar da liberdade. O ideal é que exista um equilíbrio, que não se perca a esperança nem a joie de vivre porque, quando menos se espera, alguma surpresa aparece e pode mudar a vida em segundos. Só não dá para parar de observar os encantos do dia a dia, sozinha ou acompanhada, pois são esses pequenos momentos que, somados, tornam a vida mais leve e feliz. Dividir isso tudo é consequência…

Necessariamente, não precisamos encontrar “nossa metade”. Afinal, somos inteiros.

Cristiano Ronaldo lança nova coleção de cuecas

04 de agosto de 2014 0

Instagram, reprodução

Se você é daquelas que torce o nariz pro gostosão português, é melhor parar a leitura por aqui.

Caso contrário, já deve estar sabendo que Cristiano Ronaldo desfilou (jogou, ok…) um novo corte de cabelo, com fios mais douradinhos, no amistoso entre o Manchester United e o Real Madrid no final de semana e que (u-hu) lançou uma nova linha de cucas da própria grife. A empolgação não é para o design das peças, mas para o shape do modelo. A maioria das cuecas é até um pouco extravagante, dá para conferir aqui.

O jogador disse que ter a própria linha de underwear é “a realização de um sonho” e que uma cueca precisa ser estilosa, confortável e de boa qualidade.

Olhando para a imagem, nem dá para discordar!

 

Artista cria versões profanas de princesas da Disney

01 de agosto de 2014 0

LJose Rodolfo Loaiza Ontiveros, reprodução

Personagens da Disney em situações mundanas são o mote da criação Profanity Pop do artista Jose Rodolfo Loaiza Ontiveros, em exposição numa galeria em Los Angeles.

Dá para ver uma Cinderela vingativa, uma Branca de Neve plus size e sexy, Jessica Rabbit comungando e anões se beijando.

Ao descrever a mostra, a galeria explica que o artista faz um tributo a trabalhos históricos que têm inspirado diversas gerações, narrando temas universais por diferentes vieses. No caso, a vulnerabilidade exposta está mais próxima à realidade que aos finais felizes.

Jose Rodolfo Loaiza Ontiveros, reprodução

Atletas gatos de remo posam sem roupa (de novo!) contra a homofobia

31 de julho de 2014 0

Warwick Rowers, divulgação

Qualquer ação que pregue a igualdade entre os seres já tem seu valor, mas essa ganha um atrativo a mais. Atletas britânicos do Warwick Rowers preparam, pela sexta vez consecutiva, um calendário temático e sexy.

Lançado pela primeira vez em 2009, a folhinha de 2015 surge com a promessa de ser a “mais quente de todas”. Os esportistas foram fotografados nus, para protestar contra o preconceito aos gays, especialmente nos esportes.

Quem quiser entrar na campanha e adquirir o calendário, deve acessar o site.

Bela (!!!) iniciativa.

O que acontece aos homens quando eles são maquiados pela primeira vez

29 de julho de 2014 0

YouTube/Buzzfeed, reproduçãoSempre tem uma primeira vez para tudo, né? Não consigo lembrar a primeira vez que usei maquiagem e, embora não tenha problemas em sair de cara lavada, estou acostumada com truques e pincéis. E, quando era criança, sempre queria maquiar meu pai, o único homem da casa, coitado.

Poucos homens sentiram na pele o que é ser maquiado e as transformações que corretivo, base, sombra, lápis e batom podem provocar. Cinco rapazes toparam o desafio do site BuzzFeed e se submeteram a uma sessão de “embelezamento”. A atração do vídeo é a reação deles, como o estranhamento provocado pelo curvex. Um deles disse que maquiagem parecia “uma massagem”, outro disse que instintivamente fugia do pincel de sombras.

A maquiagem foi aplicada apenas em um lado do rosto dos homens, para realçar as diferenças. No final, até eles se impressionam: “meu Deus, eu pareço a minha tia”, disse um deles. Vale a pena assistir.

Inspiração x cópia

28 de julho de 2014 0

Divulgação

A interseção entre o direito na moda é recente, mas a advogada Simone Villaça reúne uma série de casos para explicar como criações e criadores podem se proteger das cópias. Mestre em Políticas Públicas na área de Propriedade Intelectual, pela Universidade de Harvard, ela estará em Caxias do Sul na quarta-feira, palestrando sobre Moda, Comportamento e Design: inspiração x imitação, durante o 16ª Integramoda RS.

— Pode ser uma fibra nova, um móvel de design ou a forma como alguém exterioriza um conceito. A gente busca soluções dentro do que se tem, adequando cada caso à legislação — explica.

É justamente essa salvaguarda que permite a exclusividade das solas de sapatos vermelhas à Louboutin. Se houver contraste entre a cor do calçado e a sola, a marca só pode ser aquela. Explica, também, que existe uma linha tênue entre inspiração e cópia.

— Se o produto é copiado, significa que ele é bom, bacana e está vendendo bem. Existe um designer que diz ‘a imitação é uma forma baixa de elogio’. Ao criador, vale se perguntar se a cópia rouba a clientela e faz o produto perder valor — pondera, lembrando de falsificações de bolsas da Louis Vuitton e como isso impactou na grife.

Outras informações sobre o encontro podem ser onbtidas pelo site polodemoda.com.br ou pelo telefone (54) 3027.4422.