Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Frase do dia

12 de fevereiro de 2010 1

“O que fizemos apenas por nós mesmos morre conosco, o que fizemos pelos outros e pelo mundo é imortal.“

Albert Pike

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul

O que é mais fácil: encontrar um amor ou um ET?

11 de fevereiro de 2010 12

Universal Pictures, divulgação

O que é mais fácil hoje em dia: encontrar um amor ou um ET? A pergunta parece descabida, mas não aparece aqui por acaso. Quem não tem um ou outro amigo solteiro que sempre acabam reclamando sobre a dificuldade em se achar um bom parceiro? E o resmungo vem de gente de ambos os sexos, e os argumentos são sempre parecidos: “homens não querem compromisso“, “as mulheres não estão mais querendo se envolver com ninguém“. Embora estejam todos procurando e querendo se encontrar, parecem que vivem em outro planeta.

Se as dimensões espaciais parecem assim tão grandes, já em grandes cidades essa dificuldade se manifesta com uma certa intensidade. Achar um par em São Paulo, Nova York, Londres, por exemplo, torna-se uma tarefa bem complicada. (É difícil, mas não impossível: também tenho amigos casadinhos que moram nessas cidades e estão felizes e enamorados).

Mas voltando à dificuldade:  baseado nessa observação, um professor de economia da Universidade de Warwick, resolveu usar uma fórmula para testar suas probabilidades de encontrar um amor na capital inglesa. Peter Backus, então, usou a equação Drake, que é aplicada por cientistas para determinar o número potencial de extraterrestres na nossa galáxia, e descobriu que um romance é quase tão difícil de acontecer em Londres como encontrar um ET: 0,00034% para mulheres contra 0,00000003% para aliens.

Mas antes que vocês pensem que tal professor estava idealizando uma mulher muito difícil de se achar, segue o dado impressionante: ele só queria garotas com idades entre 24 e 34 anos, que morassem em Londres e tivessem formação universitária. Ok, elas precisavam ser um pouco atraentes.

Ao final da pesquisa, o professor confessou-se chateado ao constatar que há uma em 285 mil chances de ser bem-sucedido no amor. É minúscula, mas é uma chance. Não dá pra desistir dela.

Essa é a mesma impressão que tenho sobre a dificuldade de se encontrar um amor legal para compartilhar a vida. Às vezes, a pessoa certa está bem ao nosso lado, mas só conseguimos olhar para ela como se fosse um ET. Enquanto isso, a oportunidade nos acena e a gente não a vê — e ela vai embora, de mansinho. Mas volta! Basta prestar atenção aos sinais.

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul

Frase do dia

11 de fevereiro de 2010 0

“Não existe grandeza onde não há simplicidade, bondade e verdade.“

Leon Tolstoi

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul

Mulher dos EUA tem apartamento cheio de Playboys

10 de fevereiro de 2010 2

Chicago Reader/Reprodução

Lloyd DeGrane, Chicago Reader/Reprodução

A norte-americana Peggy Wilkins (foto) era ainda uma guriazinha de 13 anos quando roubou sua primeira edição da Playboy americana. Ela até tentou comprá-la, mas era menor de idade. Esse é o início da história curiosa que o Chicago Reader traz em matéria que li recentemente.

- Ter uma colecionadora de Playboys como namorada é fanstástico - declarou o namorado dela.

Atualmente, Peggy vive com o namorado num apartamento em Chicago e aluga um outro imóvel só pra guardar sua coleção. Entre as edições preciosas, está uma das 53.991 revistas impressas da Playboy número 1, com Marilyn Monroe na capa.

Vai entender as preferências de cada um, né?

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul

Frase do dia

10 de fevereiro de 2010 0

“Busque oportunidade e não segurança. Um barco no porto está seguro, mas com o tempo o fundo vai apodrecer.“

S. Brown

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul

Pequeno dossiê sobre o ciúme feminino

09 de fevereiro de 2010 1

Em `Viver a Vida`, Suzana morre de ciúmes de Paixão, por causa de Jorge/Renato Rocha Miranda/TV Globo

Dizem que o ciúme faz bem a um relacionamento. Acho que só funciona se ele for bem levinho, sem paranoia. Caso contrário, acaba desgastando a relação. Afinal, por mais que a gente goste de alguém – e o sentimento seja recíproco – é bom saber que ninguém nos pertence.

Mas um estudo divulgado recentemente mostrou que o cúme está bastante presente no cotidiano feminino. Vejam os números relacionados às mulheres:

1 em cada 2 mulheres se acha ciumenta

53% telefonam para o marido ou namorado de surpresa, só para ver se ele atende

42% ficam preocupadas quando os parceiros viajam a negócios

67% ficariam chateadas se o namorado saísse para beber com uma amiga

3 em cada 10 já deixaram de falar com uma amiga por causa do ciúme

62% delas tentam não demonstrar ciúme

8% diz nunca demonstrar ciúme

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul

Frase do dia

09 de fevereiro de 2010 0

“Todo homem é culpado por todo bem que ele não fez.“

Voltaire

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul

Livro recria contos de fadas, tornando-os `reais`

08 de fevereiro de 2010 1

Myriam Cameros Sierra, reprodução

Coisa mais fofa o livro espanhol La Cenicienta que no quería comer perdices (A cinderela que não queria comer perdizes, na tradução), de Nunilla Salamero com ilustrações lindinhas de Myriam Cameros Sierra, ainda não publicado no Brasil.

Basta folheá-lo para entender porque a obra se tornou uma das campeãs de vendas nas livrarias da Espanha. Reinventando personagens de contos de fadas e colocando-os no Século 21, as princesas aparecem bem mais reais. A Branca de Neve toma Prozac pra sair da depressão. Cinderela é rebelde, vegetariana e abandona o príncipe. Maluquice? Não, esse é o segredo do sucesso.

As mulheres retratadas são como nós, modernas, realistas e divertidas, que descobrem que a vida não é um conto de fadas mas nem por isso menos interessante. Os textos, breves, conseguem fazer uma crítica contra a sociedade e o papel oficial da mulher com uma visão positiva e holística de metamorfose.

 

 

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul

Frase do dia

08 de fevereiro de 2010 0

“Existe uma maravilhosa mítica lei da natureza que as três coisas que mais desejamos na vida - felicidade, liberdade e paz de espírito - são sempre obtidas quando as concedemos a alguém mais.“

Peyton Conway March

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul

Roberto Bolle, o bonitão de meia-calça

06 de fevereiro de 2010 2

teNeues Editora/Reprodução

O bonitão aí da foto é o italiano Roberto Bolle, primeiro bailarino do American Ballet de Nova York. E a habilidade com as sapatilhas aliada ao corpo esculpido por músculos tornou interessante a escolha dele para ilustrar o livro Roberto Bolle: An Athlete In Tights (Roberto Bolle: Um Atleta de Meia-Calça, na tradução).

O livro é fruto de três anos de trabalho com o célebre fotógrafo Bruce Weber, lançado em edição limitada de 7 mil exemplares e editado pela teNeues Editora, que conta com 150 fotos do bailarino. A obra tem introdução do fotógrafo e textos de Bolle, D.H Lawrence e Pier Paolo Passolini.

Dá pra comprar e ver mais fotos aqui

Postado por Tríssia Ordovás Sartori, Caxias do Sul