Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Casamento religioso pode ser feito fora da igreja?

29 de janeiro de 2009 121

Muitas meninas trouxeram esta questão ao blog e eu fui procurar uma resposta definitiva. Há pouco conversei com o Monsenhor Tarcísio Pedro Scherer, da Arquidiocese de Porto Alegre. Ele esclareceu que os padres só têm permissão para realizar casamentos em igrejas ou em locais onde normalmente são realizadas cerimônias religiosas, como capelas. Vale um esclarecimento: não se trata de qualquer capela, apenas aquelas onde normalmente são realizadas missas.

Os padres não podem celebrar casamentos em clubes ou fazendas, por exemplo. Também não é permitido que o padre vá ao local e dê apenas uma bênção ao casal. O Monsenhor Tarcísio explica que a orientação se deve ao fato de que algumas pessoas podem confundir a bênção com uma celebração normal.

Postado por Gabi

The following two tabs change content below.

Latest posts by (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (121)

  • Dimona diz: 30 de janeiro de 2009

    que casarao na modalidade “misto”

  • Daniele diz: 30 de janeiro de 2009

    Olá Gabi,

    Pois eh, está meio difícil no meu caso, eu ia casar na igreja e tudo mais, mas como tivemos alguns atrasos, será feito tudo no buffet, o meu problema está em encontrar um padre para realizar a cerimônia e agora eu descobri o motivo. Não sei o que fazer, porque eu realmente quero uam bênção em meu casamento, estou procurando, a senhora da secretária da igreja, me disse que até amanhã ela me dá um retorno se o padre poderá realizar ou não, eu espero muito que sim!!!
    Beijos
    Dani

  • Dimona diz: 30 de janeiro de 2009

    oi Aline,Fpolis, SC, meu noivo tb eh adventista rsrs ele resistiu mto pra casar no catolico, ate terminamos o namoro por causa disso, mas entendo o lado dele pq ele é adventista desde criança, mas como a mae tb é e eh ex-catolica, ela abrandou mais, o detalhe é q (pelo menos aqui) os adventistas nao realizam csamento de religioes diferentes, teria q a outra pessoa se batizar pra poder casar, e como nao quis mudar ele se viu meio q sem opção, ja q no catolico nao precisaria se batizar de novo

  • Cristiana diz: 1 de fevereiro de 2009

    Não sei se aqui isso é seguido a risca. Mas morava em Minas e pelo menos duas amigas casaram com padres católicos fora da igreja. Custa beeeem caro, mas….
    Parabéns pelo blog.

  • Dimona diz: 30 de janeiro de 2009

    entao depois de muitas discussoes e outras coisas, e enfim, voltamos e vamos nos casar numa capela (q eu acho super chic!) sem nenhuma imagem, bem neutra, tem so uma pintura da sagrada familia por tras do altar, e aqui tb a arquidiocese proibiu outras coisas como: padrinhos demais, entrada da imagem de nossa senhora ou da sagrada familia (ele adorou esa parte :-)) e dama surpresa, enfim, esse é um assunto delicado, mas com respeito paciencia e amor tudo se resolve bjos às noivas q casarao

  • Alice diz: 3 de fevereiro de 2009

    Para aquelas que pretendem casar fora da igreja, sugiro que procurem um pastor evangélico, pois eles celebram casamentos fora, desde que os noivos sejam casados no civil.Quanto a liturgia é a mesma de um casamento católico, não é necessário serem batizadose o melhor, não cobram nada!!.

  • Daniela Picoral diz: 2 de fevereiro de 2009

    Essa é a orientação que a Igreja dá, mas fotografo com frequência casamentos em que o padre (católico) faz apenas a benção das alianças no local da festa. Para que isso seja possível, os padres exigem que os noivos casem antes na igreja.

  • Jussimara diz: 29 de janeiro de 2009

    Ai gurias!! Agora me preocupei pois quero casar no local da festa e fiquei com medo de não conseguir um padre ou pastor para realizar a cerimonia!!!

  • Nanda diz: 30 de janeiro de 2009

    Olha Gabi…. Tenho uma prima que se casou com um judeu… O rabino dele aceitou com a maior facilidade celebrar uma cerimônia ecumênica no salão escolhido… Já o bispo ortodoxo (tenho origens árabes) se negou veementemente e ela iniciou uma batalha para encontrar álguem. Foi bem chato, mas a cerimônia foi LINDA

  • Juciane diz: 30 de janeiro de 2009

    Sou católica e meu noivo tbm, apesar da mãe dele ser evangélica, o que e bem tranquilo para nós. O padre nos explicou que o casamento é um sacramento, assim como o batismo, a comunhão, a crisma e por isso precisa ser realizado dentro da igreja pois é nela que o “santíssimo” (hostia consagraga)está e assim, os noivos podem receber a comunhão durante a celebração do casamento. Mesmo se fosse permitido, eu pessoalmente acho linda a cerimônia na igreja. Bjs a todas!

  • Rafaella diz: 30 de janeiro de 2009

    Tive uma amiga que queria realizar o religioso na festa e encontrou esse empecilho. Mas a solução foi casar ás 19h30 na igreja, com a cerimônia padrão, mas apenas padrinhos e família, que dava umas 20 pessoas. Na sequência fomos para o clube (o convite estava marcado para 20h30), e lá o padre explicou que os noivos já haviam casado na igreja antes e que ali seria uma bênção apenas e fez a benção das alianças, aí sim, com a presença de todos os convidados. Ficou lindo!!

  • Aline Faber diz: 30 de janeiro de 2009

    É verdade, sou luterana e pastores luteranos fazem cerimônia fora da Igreja. Sobre as meninas que tem dúvida por terem religiões diferentes do noivo fica a dica: para você “mudar” de religião, não precisa ser batizada de novo se já foi quando era criança. O batismo tem validade só uma vez e não importa em qual religião foi. Se você sente-se confortável na igreja do noivo, pode casar sem problemas, desde que faça um “curso” para entender a doutrina dessa religião. :) Espero ter ajudado…

  • neuza diz: 29 de janeiro de 2009

    Oi Gabi,
    eu só me lembro de quando fui pedir licença para casar em outra igreja, o padre da nossa igreja disse, que se eu pagasse a taxa podia casar na conchinchina. Casei na Igreja Mont Serrat há 32 anos e depois batizei meu filho mais moço na mesma igreja.
    Espero que meus filhos casem no religioso. Fica na lembrança. E Olha que na minha época, não tinha todas estas dicas maravilhosas. Abraço

  • Cíntia diz: 30 de janeiro de 2009

    Obrigada pelas dicas, gurias. Não quero mudar a religião e o noivo quer casar na igreja católica, então vcs imaginam. Obrigada pela atenção, Gabi, não basta o trabalhão com o teu casamento, se preocupa com nossos “dilemas”. Beijão a todas.

  • Camila diz: 29 de janeiro de 2009

    Gurias, eu tb vou casar na fazenda e agora? Outra coisa vou dar uma dica, fechei hj um contrato com essa empresa de casamentos, eventos etc… http://www.eventoslecafe.com.br e ameiii ótimo preço e muito atenciosos, cada coisa linda isso sem falar nas delicias que fazem tb, eu indico, valhe a pena conferir…bjos

  • Camila Knuth diz: 29 de janeiro de 2009

    Também tenho um problema parecido, eu sou católica e meu namorado é evangélico. Não quero ter que me batizar de novo, e ele não quer casar na católica.
    O único jeito é pedir á um juiz de paz ir no local da festa ou eu aceitar que a cerimônia seja realizada por um pastor.

  • Dimona diz: 29 de janeiro de 2009

    desde q seja realizado dentro da igreja,
    pq o padre me falou q a igreja catolica é uma igreja ecumenica e qdo Jesus voltar será um so pastor e uma so igreja, e nao igreja A, B, C….
    os pastores realizam sim casamentos em locais fora do templo e mtos sem cobrar 1 real e sao cerimonias belíssimas, emocionantes msm,
    mas em algumas igrejas eles exigem q a pessoa se batize novamente, se converta para a igreja deles, enfim, é uma situação delicada, pq as familias se envolvem

  • Dimona diz: 29 de janeiro de 2009

    amigas, sou catolica e toda minha familia e meu noivo e maioria da familia evangelicos, antes queria casar no local da festa mas a arquidiocese aqui nao permite ha uns 5 anos, tem haver pelo local ser um ambiente de festa, profano, enfim, e mtos padres estavam aceitando por questao financeira tb, enfim… mas a igreja catolica realiza o casamento misto (q sera o meu) q eh um casamento com um catolico e com qq outra religiao: judeu, evangelico, muçulmano, mormon, testemunha de jeova, enfim,

  • Cíntia diz: 29 de janeiro de 2009

    Olá, Gabi. Gostaria de esclarecer mais uma dúvida sobre casamento religioso: se o noivo é católico e a noiva não (meu caso), ela pode casar na igreja católica sem mudar de religião? Será que você pode me ajudar? Grata.

  • Maiara diz: 30 de janeiro de 2009

    gurias,vcs sabem de alguma igreja católica em Porto Alegre ou região metropolitana que faça casamento de dia???

  • Gabrieli Chanas diz: 29 de janeiro de 2009

    Vejo para ti, Cíntia. Beijos

  • Dimona diz: 29 de janeiro de 2009

    e falando por mim, é preciso muito tato, pois as vezes sao convicções mto fortes que entram em questao, mas Deus é maior que qualquer ponto de vista, opiniao, convicção, e com amor tudo se supera! e com o casamento misto realizado pela igreja catolica a outra pessoa continua na sua religiao, praticando normalmente sem precisar se batizar, so vai precisar participar do curso de noivos, o meu noivo foi todo antipatico pro curso e no final achou super legal, e é super legal msm!

  • Josue diz: 29 de janeiro de 2009

    Pastores, igreja evangélica luterana, casam fora da igreja sem problemas.

  • Michele Fernanda diz: 29 de janeiro de 2009

    Só padres e Rabinos que eu creio que não realizam fora.
    Pastores eu sei que fazem fora da igreja, com certeza.

  • Aline diz: 30 de janeiro de 2009

    Gostei da idéia da Dimona… Eu pretendo fazer o mesmo qdo me casar, pois embora eu seja espírita, fui batizada na igreja católica, enquanto meu namorado é adventista. O jeito vai ser um culto ecumênico pra agradar ambas as partes.
    Bjs! Adoro o blog! Passo por aqui várias vezes por dia!

  • Carlos Augusto Bauer diz: 29 de junho de 2009

    Nossa que ignorância. Deste modo vai convencer todos a se casarem em qualquer Igreja, menos na Católica.

  • paulo cézar dos santos diz: 8 de maio de 2009

    GOSTARIA DE DIZER PARA A SENHORA ALICE QUE NÃO CONHECE NADA DA IGREJA CATÓLICA E DIZER QUE O PASTOR NÃO COBRA NADA É UTOPIA. QUEM É
    CATÓLICO, RECEBE A BENÇÃO NA VERDADEIRA IGREJA. A IGREJA CATÓLICA. OS EVANGÉLICO, QUE É UMA IGREJA DA SEGUNDA DIVISÃO, PROCUREM O SEU PASTOR E FAÇA O SEU RITO.
    PARA NÓS CATÓLICO É UM SACRAMENTO QUE A PESSOA RECEBE.

  • fabiana diz: 19 de abril de 2009

    OI noivas, alguem sabe de um padre ou celebrante católico que faça a cerimonia no local da fetsa.
    Preciso de ajuda…
    Bj

  • fabiana diz: 19 de abril de 2009

    Olá queridas noivas…
    Gostaria de saber se alguém conhece um padre que realize a cerimonia fora da igreja,s ei qu eé dificil, mas existem casos… Meu grande dia está quse tudo organizado, mas agora não acho o padre..
    Obrigada

  • Padre Dimitrius Efraim diz: 30 de julho de 2009

    Caríssimos jovens, graça e paz! A Igreja sempre realizou o Sagrado Sacramento do Matrimônio fora da Igreja, pois até o século XVIII o Casamento era, sempre, na casa da Noiva e ali após a Celebração começava a festa (Manual de Teologia do Matrimônio, Faculdade Assunção, Unifai). Depois a Igreja resolveu centralizar tudo na Igreja Matriz (Paróquia). Atualmente alguns bispos tem dificuldads de autorizar um Casamento fora da Igreja, principalmente de for de paroquianos (pobres), pois quando se trata de um Noivo rico, tipo ronal. fenomeno, o Padre a. maria foi ao buffet(e fora do país), aliás o noivo já fora casado. Depois da mídia notificar…começaram a justificar que foi uma benção. Como benção, se ele celebrou todo o rito e estava paramentado? e se foi apenas uma benção, pq os pobres não podem receber essa benção igual e com toda a liturgia ritual? E o próprio direito canônico diz que o celebrante do Matrimônio são os próprios noivos, pois o padre é aquele que assiste em nome da Igreja, como ministro qualificado para tal ato. Na Igreja Católica apostólica Ortodoxa (em especial a Greco-Ortodoxa) o Casamento é celebrado onde for melhor para os neo-nubentes. A dica para vcs, queridos jovens, é procurar um Padre que siga a doutrina de Cristo e esteja inserido nos ensinamentos bíblicos e teologia da Igreja, sem estar preso a norma e diretórios regionais, que só atrapalham. A missão do Padre é ajudar sempre, atrapalhar jamais. Procure uma Paróquia e façam todos os papeis na Igreja,pois é preciso ficar documentados e arquivados, depois o padre vai ao Buffet, Sítio ou chácara e realiza a Celebração do Sacramento. Em alguns casos a certidão pode constar que foi Celebrado em Orátorio Particular, sob a Jurisdição da Paróquia. Quando se trata de noivos não Católicos, o direito Canônico prescreve o Casamento Misto. Queridos sejam Felizes e busquem o Sacramento do Matrimônio, onde for melhor pra vcs, parentes, amigos e convidados. Talvez, logo a Igreja percebe que deve voltar às fontes e aproximar-se mais dos fiéis, indo aos buffets, assim como alguns Padre, inteligente, já fazem.
    Paróquia Santa Mãe de Deus
    Cambuci – São Paulo
    e-mail: paroquisantamaededeus@hotmail.com; geroes@bol.com.br

  • Julia Mendes diz: 18 de agosto de 2009

    Bom meninas, gostaria de um conselho; o meu namorado é católico e toda a familia dele também, mas a minha familia é Crente, e eles não vão á Igreja Católica, e eu tenho muita vontade de me casar na Igreja, acho tudo muito bonito, só que se eu fizer isso, não irá ninguém da minha familia ao meu casamento :/ e ai, o que eu faço ? Caso na Igreja, assim como é a minha vontade, mas sem a minha familia, ou caso no Buffet, onde será a Festa, mas com a minha familia e não é a minha vontade ? Por favor meninas, me ajudem !
    Beijos á todas :D

  • Padre Dimitrius diz: 18 de agosto de 2009

    Querida Jovem, Julia Mendes, aconselho vc a realizar uma Cerimônia Mista, isto é, a Presença do Padre e do Pastor de vossa Igreja. O Casamento pode ser na Igreja e o Padre ficará feliz em ter a presença do Pastor na Benção de vosso casamento. Mas, se vossa família tem dificuldades em adentrar numa Igreja Católica, faça a cerimônia num buffets. Da mesma forma o padre vai, faz a Celebração do Sagrado Sacramento Matrimonial e o pastor compartilha desse momento, para vossa alegria e felicidade da família. O padre faz o Casamento fora, mas os documentos ficam arquivados na Paróquia. O Casamento Religios pode ser com Efeito Civil. Assim vcs terão a Benção de Deus, sem ofender a fé e opção religiosa de ambos os famíliares. O Padre Celebra de forma bonita, rápida e agradável. Escreva ao padre e agende uma conversa na Paróquia. Jesus Cristo está acima de CNPJ de Igrejas. Somos todos irmãos e devemos buscar a unidade. ” Em tudo servir e amar”, disse jesus.
    paroquiasantamaededeus@hotmail.com
    Padre Dimitrius
    Pax et bonum!!!

  • Júlia Mendes diz: 19 de agosto de 2009

    Olá Padre Dimitrius, fico muito Agradecida pelo conselho; mas assim eu vou explicar melhor, a minha familia é da Congregação Cristã no Brasil, o senhor deve conhecer, e eles nem se quer entram na Igreja Católica, não fazem nada que tenha alguma ligação com os Católicos; minha Mãe me disse que se eu me casar na Igreja Católica, ninguém da minha familia irá ao meu casamento; e lá não tem Pastor, se eu me casar no Buffet, quem irá realizar meu casamento será um Juíz. Eu acho que não tem nada demais eles irem até a Igreja, pois lá é um Lugar de Deus, assim como na Congregação. Independente da Religião, da igreja que se frequenta, o que importa que todos vão lá para estarem mais próximos de Deus, e Deus é um só em todas as Religiões ! Pena que minha Familia não pense como Eu. Acho que eu não poderei me casar do jeito que Eu sempre sonhei, acho MUITO LINDO um casamento realizado na Igreja Católica !
    Mais uma vez, muito Obrigada pelo conselho Padre !

  • Dc. Carlos Alberto M. cavalcante diz: 6 de setembro de 2009

    QUERIDOS,NASCI NO RIO DE JANEIRO,, LOGICAMENTE FILHO DE UMA FAMILIA NORDESTINA IMIGRANTE, catolica ,no entanto aos dezoito anos conheci minha esposa que pertencia a uma familia batista tradicional,namoramos por um ano e ela se batizou na minha igreja(catolica), nos casamos la e ela ficou comigo por 21 anos no catolicismo, porem retornou para igreja evangelica e eu continuei la,porem ia a missa e nao sentia nada la, voltava triste e um dia olhei para o lugar vazio ao meu lado e em casa falei para ela que o seu lugar estava la, porem uma madrugada,precisamente por volta de tres horas fui acordado por uma voz ,na epoca nao sabia quem havia falado comigo, indaguei ela,e disse que a voz precisamente era do Espirito Santode Deus a voz me disse va para onde ela esta e no meu altar de joelhos recite o Salmo 51, obedeci estou numa igreja protestante, Assembleia de Deus e sou o homem mais feliz do mundo com minha querida esposa e dois filhos, hoje sei o quantominha esposa sempre me amou e amaq antigamente perguntava, hoje nao preciso mais faze-lo que Deus vos abencoe.

  • Fernanda diz: 15 de outubro de 2009

    Sábias palavras do Padre Dimitrius! Mostra-se contemporâneo, de idéias atuais, cabeça aberta e argumenta com fundamentos sólidos.
    Gostaria de saber se somente o Padre pode celebrar casamento católico ou se o Ministro também tem autoridade para tal. Já li (ou ouvi em algum lugar) que o Ministro pode realizar batizados também.
    O sogro de meu irmão é Ministro na comunidade e tenho muito carinho por ele. Sem desvalorizar o atual padre da minha paróquia, mas desde que nasci, já passaram muitos padres pelo local e prefiro que meu casamento seja celebrado por alguém que conhece minha história, participa da minha vida e de nossa família.
    Peço desculpas caso esteja fazendo pergunta absurda ou falando bobagens, mas pesquisei sobre isso na Internet e não obtive resposta.
    Muito obrigada!!!

  • Padre Dimitrius diz: 15 de outubro de 2009

    Querida jovem Fernanda,
    Sim, existe os ministros do Matrimônio, assim com tem ministros da Comunhão, Ministros de Exéquias, do Batismo, etc. São Homens ou Mulheres que tem vida ilibada e nada que desabone sua boa fama, que recebem do Pároco a indicação para esse ministério, como leigo consagrado. Eles renovam esses compromisso a cada 2 anos diante do Pároco ou do bispo diocesano. Portanto, existe esses ministros que recebem a Provisão do bispo para assistir aos matrimonios, na ausencia ou impossibilidade do Paróco. como o próprio nome diz, eles são ministros extraordinários, isto é, em caso de necessidade eles ajudam o Padre local. Mas, eles não ministram o Sacramento. O ideal é quer vc procure o Pároco da vossa Paróquia e na impossibilidade de ele ir Celebrar o vosso Casamento, ele irá designar um ministro do Matrimonio para assistir o voso Casamento. Alguns Padre não podem Celebrar em Buffets, por determinação do bispo diocesano. Caso vc queira a presença do Padre, para ministrar o Sacramento do Matrimônio, estamos a vossa disposição. Meu e-mail é: paroquiasantamaededeus@hotmail.com Se vcs são Católicos e querem receber o Sacramento do matrimonio, é importante que seja um padre Católico, pois se vcs recebem bençãos de ‘padres’ de igrejas catolica brasileiras,terão dificuldades para Batizar os filhos na Igreja Católica Apostólica Romana. Desejo que este a encontre em perfeita saúde e sucesso profissional. Deus a abençoe, na Paz e no Bem! Padre Dimitrius, Cambuci – São Paulo.

  • Jacquelyne diz: 18 de outubro de 2009

    Ola, eu sou catolica praticante e o meu noivo é evangelico, eu queria saber se agente pode se casar na igreja catolica, se não, qual procedimento devemos tomar pra oficializar nossa relação! Obrigada

  • Claudia diz: 9 de novembro de 2009

    Julia, estou passando por uma situação parecida com a sua. Minha mãe, avó e toda a família do meu pai é da Congregação Cristã no Brasil. Meu pai não é batizado, mas foi criada nesta religião. No entanto, meu noivo é católico praticante e sonha em casar na igreja católica. Eu particularmente nunca sonhei com isso, até pq não acho certo casar em uma só pq o casamento é bonito. Porém, acabei cedendo, já que não sigo nem uma e nem outro e acho importante que nós dois estejamos juntos no mesmo caminho. Meu pai conversou comigo e sugeriu que eu fizesse cerimônias separadas, pois achava que ninguém da família iria se soubesse que casaria na igreja. O problema que para isso vou ter que fazer duas cerimônias e como meu noivo quer casar primeiro na igreja, teremos que fazer nesta com efeito civil e depois a cerimônia que antecede a festa com um cerimonialista.
    Mesmo assim, a família dele acha que devo casar na igreja no mesmo dia, depois ir para o local da festa, fazer outra cerimônia sem que meus parentes saibam que casei na católica antes. Mas tudo isso está me perturbando muito, pois não sei se minha mãe aceitaria isso e fico preocupada de como a família dele está julgando a minha. Não sei o que fazer, já pensei em não fazer nem uma coisa nemoutra, mas pra isso vou ter que abrir mão de casar de branco, véu e grinalda. Acho que temos algo em comum então podemos conversar se quiser. Meu e-mail é dalricom@gmail.com. Beijos e se alguém puder me dar uma opinião, agradeço.

  • Heloisa diz: 7 de dezembro de 2009

    Bom dia, minha situação é bem parecida com a sua Júlia Mendes. Fui batizada na Igreja Católica, pois meus pais eram catolicos, eles se converteram e hoje ainda são evangélicos, sendo que eu apesar de nunca ter me convertido, acredito e sigo a maioria dos principios da igreja evangélica. Na minha família nunca houve problemas pelo fato de alguns membros serem católicos e outros evcangélicos, todos se respeitam e até vão em algumas cerimonias especiais uns na igreja dos outros. O problema está na familia do meu noivo que é católica fervorosa, mesmo cometendo muitos pecados, eles criticam e não respeitam a religiao evangélica, sofro muito com isso. Meu casamento será daqui a seis meses e ainda estou nesse sofrimento, pois não quero casar na Igreja Católica, pelo fato de nao acreditar em imagens, não quero compartilhar um dos momentos mais especiais da minha vida, adorando e louvando uma imagem de gesso. Gostaria muito que a cerimonia fosse ecumenica, para agradar ambos os lados, mas não sei como proceder, ja que quero fazê-la em um buffett. Os pastores eu sei que vão sem problema algum, mas o padre poderá dar a benção?
    Fico grata se me ajudarem

  • andreia diz: 12 de janeiro de 2010

    olá Padre Dimitrius descupa a pergunta mas o Senhor é o unico em São Paulo que celebra casamentos fora da igreja? o senhor é da Apostolica Romana???

  • Padre Dimitrius diz: 12 de janeiro de 2010

    Sim, somos uma Paróquia católica romana e existe outros padres que fazem casamentos em Buffets, mesmos os bispos tendo dificuldade de compreender e dar a provisão. Celebro Casamento religioso com ou sem Efeito civil, na Igreja, em Buffets, Chácaras e sítios, para noivos Católicos que desejam receber o Sagrado Sacramento do matrimônio.

  • Renata diz: 20 de janeiro de 2010

    Boa noite!
    O senhor conhece algum Padre da Igreja Católica Apostolica Romana em São José do Rio Preto/SP ou cidades próximas, que celebre casamento em casa ou em buffet? Aguardo por sua resposta. Obrigada!

  • Noiva.com por Gabrieli Chanas » Blog Archive » Montando uma cerimônia alternativa diz: 15 de fevereiro de 2010

    [...] Uma cerimônia alternativa tem todo o simbolismo de uma realizada dentro da igreja: fala de amor, da união, da fidelidade, da construção de uma nova família. Há troca de alianças, o famoso beijo dos recém-casados e podem existir até os votos e o esperado sim. Tudo vai obedecer o estilo que o casal quer dar ao momento. Os ritos serão definidos junto ao celebrante, já que na maioria das cidades (entre elas Porto Alegre) os padres não são autorizados a realizar cerimônias de casamento fora da igreja. [...]

  • Luciana diz: 18 de fevereiro de 2010

    O padre me disse que fazem antes ou depois da missa na Igreja Santa Luzia em Porto Alegre. Pretendo casara as 17h.

  • Pri Prudente diz: 21 de fevereiro de 2010

    Oie Luciana, irei casa na igreja Santa Luzia tb, em Maio.

  • Paróquia diz: 22 de fevereiro de 2010

    Queridos jovem, cada um deve receber a benção Nupcial, conforme a fé que professa, na denominação que congrega. Lembrando que Deus, nosso Pai é o mesmo e age em decorrencia de nossa fidelidade a doutrina praticada. Portanto, os jovens noivos, devem buscar o ministro de sua denominação, seja ela pentecostal, neo-pentecostal, protestante, católica, ortodoxa … etc. e ali, junto aos familiares, parentes e amigos, rezar e pedir que Deus os ajude na nova etapa a ser caminhada. Existe a possibilidade de uma Celebração Mista (ecumênica) e é lindíssima, pois a presença do Padre, do Pastor, do Ancião, … os faz congregar na mesma fé, que procede do mesmo Deus, que é Pai de todos.

  • Paróquia diz: 22 de fevereiro de 2010

    Existe a possibilidade de uma Celebração Mista (ecumênica) e é lindíssima, pois a presença do Padre, do Pastor, do Ancião, … os faz congregar na mesma fé, que procede do mesmo Deus, que é Pai de todos. Aos jovens Católicos, nossa Paróquia procura ir ao encontros das famílias, por isso Celebramos o casamento no local escolhidos pelos Nubentes (Chácaras, Sítios e Buffets). Escrevam a secretária da Paróquia, pois ela vai lhes dar todas as orientações acerca do Sacramento do matrimonio, documentação e Celebração religiosa, que pode ser com Efeito Civil. E-mail da Paróquia: paroquiasantamaededeus@hotmail.com
    Fratenalmente, Padre Geraldo Dimitrius.

  • Padre Dimitrius diz: 22 de fevereiro de 2010

    Querida Jovem,
    A Paróquia santa Mãe de Deus,está a vossa disposição. Casamentos em Chácaras, Sítios e Buffets. Igreja Católica.

  • Paróquia diz: 22 de fevereiro de 2010

    Jacquelyne,
    a Paróquia esta a vossa diposição. Casamentos em Chácaras, Sítios e Buffets,
    Padre Geraldo Dimitrius.

  • Paróquia diz: 22 de fevereiro de 2010

    Querida Fabiana,
    a Paróquia esta a vossa diposição. Casamentos em Chácaras, Sítios e Buffets,
    Padre Geraldo Dimitrius.

  • Thalita diz: 24 de março de 2010

    Ola Padre!Meu nome é Thalita e estou passando por um problema quanto ao meu casamento.Meu noivo e catolico e eu evangelica, ja estamos juntos ha 5 anos e meio e ate o momento a divergencia de religioes nao foi problema, cada um frequenta a sua sem problemas e com muito respeito de ambas as partes, porem ao comecarmos a pensar no casamento surgiu da parte dele algumas duvidas que estao impedindo o andamento dos preparativos. Quanto ao casamento (cerimonia) eu sugeri o ecumenico em um local neltro , porem o padre que o aconselhou disse que ele nao faria e que seria muito dificil arrumar um padre que aceitasse, moramos em Campinas nao fazemos ideia de onde arrumar um padre que realize cerimonias ecumenicas e fora da igreja…(cont.)

  • Thalita diz: 24 de março de 2010

    …o outro problema e em relacao a criacao dos filhos, meu pastor me orietou que nesses casos o melhor e o dialogo e que teriamos de ceder um pouco de cada lado portanto fazer a consagracao da crianca qd bebe e depois apresentar as duas religioes para ela, assim ela mesma podendo escolher e se batizar onde se sentir melhor. Eu gostei muito das solucoes tanto do casamento qt do "batismo" porem meu noivo acha que nao e certo principalmente a parte do batismo, sei que e dificil mas nosso caso e fora do comum, nao sei o que eu faco. Existe outra solucao? O sr. conhece algum padre que poderia realizar o casamento nessas condiçoes aqui em Campinas-SP?
    Aguardo a resposta.

  • Padre Dimitrius diz: 25 de março de 2010

    Querida Jovem Thalita,
    Desejo que estejas em perfeita saúde e sucesso familiar e profissional. Primeiramente, quero lhe dizer que a Igreja se alegra com vossa decisão em contrair o Sagrado Matrimônio! Em teu caso é necessário que haja, além de muita oração, paciência e disponibilidade, maturidade na fé. Vosso pastor conduziu a orientação de forma singela e com sabedoria, tanto na educação dos filhos, como na recepção dos sacramentos de iniciação cristã (Batismo, {Eucarístia e Crisma, para os Cristãos Católicos}). O Casamento deve ser realizado pelo Padre e o revdo pastor, chamamos de Casamento Misto ou ecumenico.

  • Padre Dimitrius diz: 25 de março de 2010

    Já realizei muitos Casamentos Mistos (ecumenico) e seria motivo de grande alegria poder abençoar vossa União Matrimonial. Nessa região de campinas, não tenho conhecimento de padre que possa atende-los. Mas, se é do desejo de ambos noivos, vcs devem procurar a paroquia mais proxima e conversar com o padre, pois todos padres pode e deve atender ao pedido dos fiéis noivos. Pelo Direito canônico, todos os Sacedotes podem celebrar o casamento ecumenico. desejo boa sorte e estamos a vossa disposição. e-mail da Paróquia: paroquiasantamaededeus@hotmail.com
    Fratenalmente, Padre Dimitrius.

  • leidy diz: 2 de abril de 2010

    oi, vou casar em novembro. sou batizada na igreja catolica mas, meu noivo não. gostaria de ter uma benção para meu casamento. ou melhor gostaria de uma casamento religioso com efeito civil, no local da festa. porém nem eu nem meu noivo estamos dispostos a mudar de religião. e a igreja catolica impoem varias coisas. existe alguma igreja protestante que realize esse tipo de cerimonia para pessoas de religiões diferentes ?

  • Padre Dimitrius diz: 11 de abril de 2010

    Querida jovem,
    Leidy, a Paróquia Santa Mãe de Deus, realiza (ler comentários do padre dimitrius acimaO, Casamentos tanto na Igreja como em Buffets, Chácaras e Sítios … O Casamento Religioso pode ser com feito Civil. E-mail da Paróquia: paroquiasantamaededeus@hotmail.com
    Fraternalmente, Padre Geraldo Dimitrius.

  • andrea diz: 25 de julho de 2010

    oi Pe Dimitrius… gostaria de saber se o sr realizaria casamento em um buffet em Louveira e como faço para entrar em contato.

  • Luciane diz: 25 de agosto de 2010

    Boa noite,

    Nossa como estou me sentindo confortada com as palavras do Padre Dimítirius, pois meu namorado e eu somos católicos apostólicos romanos, sou batizada, fiz a primeira comunhão, fui crismada, damos toda importância do mundo aos sacramentos e só soube depois de fechar a casa de festas com cerimônia e festa no mesmo local (o que estamos fazendo já com sacrifício) de que não poderemos ter um casamento válido para Igreja Católica Apostólica Romana, por não ser realizado dentro de uma igreja. Estou arrasada e choro diariamente porque pra nós é de fundamental importância, até porque queremos ter filhos e que estes também recebam os sacramentos, assim como nós pudemos ser agraciados em receber. Se Deus é onipotente e onipresente, e estaremos reunidos em Seu nome, por que um padre de nossa Santa Igreja não pode nos abençoar? Gostaria muito de saber se no Rio de Janeiro – Capital; há algum padre que possa realizar o casamento válido para Igreja no local da festa. Agradecemos imensamente, Luciane e Frederico.

  • thais diz: 28 de outubro de 2010

    Boa noite!
    O senhor conhece algum Padre da Igreja Católica em Belo Horizonte/ MG ou cidades próximas, que celebre casamento em sítios? Aguardo respostaem meu e-mail. Obrigada!

  • Paula Sousa diz: 8 de junho de 2011

    Boa Noite,

    Vou casar em Abril/2012 e estou com um problema, eu e minha familia somos Católicos Apostolicos Romanos, meu noivo é da Batista Renovada. Eu sempre quis casar em um Jardim, arrumamos um local que me permite realizar esse desejo.
    No entanto gostaria que minha cerimonia fosse com um padre (Católica Romana) e o pastor do meu noivo.
    Minha tia conversou com um padre de uma capela em meu bairro, o mesmo disse que existe uma norma que proibe os padres de celebrarem casamentos fora da igreja e que entre religioes diferentes eles não fazem e ainda acrescentou que meu casamento poderia não dar certo por causa disso.
    Pesquisei na internet e achei a Católica Apostolica Brasileira e liguei. Um padre (ex romano, atual brasileira) me explicou que isso depende da cabeça do padre e do bispo. Porque se um padre quiser ele pode pedir autorização ao bispo e o bispo concedendo, o casamento pode ser feito do jeito que desejo, no jardim e com o celebrante da religiao do meu noivo.

    O que está correto? Os padres da Igreja Catolica Apostolica Romana podem ou não realizar casamentos fora da igreja?

    Me ajudem a saber o correto.

    Muito obrigada,
    Paula Sousa

  • Carlos P. diz: 9 de junho de 2011

    Caríssimos noivos e noivas,
    Os padre da Igreja Católica Apostólica Romana, não podem celebrar nenhum sacramentos fora do Templo (Igreja). Essa norma é válida no mundo inteiro, para os padre Católicos Romanos. Portanto, não há exceções e oficialmente nenhum padre poderia celebrar fora da Igreja. Porém, é bastante comum assistirmos pelos noticiários, que alguns famosos (atores, atrizes, jogadores de futebol, etc), sempre conseguem a presença de algum padre (tambem famoso, tipo M. rossi, Antonio m., Fabio M, etc) que celebram casamentos e batizados em buffets, chacaras e sítios. Pergunta-se: Será que, quando se trata de uma personalidade famosa, a igreja dá um jeitinho e autoriza o casamento fora do tempo, por exemplo, o casamento do jogador ronaldo, que foi celebrado num castelo, fora do País, com a presença de um padre Católico-Romano, Antonio M., além de muitos outros atores e atrizes famosos que se casaram e se casam em buffets, sendo o matrimonio oficializado por esse e/ou outros padres romanos e famosos …??? Será que, somente quando se trata de nós fiéis, “normais”, a Igreja proibe e não reconhece o casamento celebrado fora do templo? Ora, percebe-se que existe muita hipocria e farizaismos nessa postura da Igreja. Aliás, já vimos bispos Católico-Romano, celebrando casamentos de famosos em espaços buffets …! Talvez seja esse motivo de a Igreja Católica-Romana, estar perdendo tantos fiéis, pois as pessoas começam a perceber que, para a validade do Casamento não há necessidade da aprovação da nomenclatura dessa ou daquela igreja, já que a validade do matrimonio é dada por Deus, conforme a fé dos nubentes e do ministro que a oficializa, e isso independente da igreja ser católica romana ou não romana, pois Deus está onde dois ou três estiverem reunidos em nome D’ele. Percebemos que muitos jovens Cristãos, fiéis a Jesus e a doutrina Católica, começam a migrar para a Igreja Católica Apostólica Anglicana (Igreja episcopal Anglicana), aliás, o próprio Papa já começa a tomar cafezinho na mesma mesa dos Padres e bispos de Rito anglicano, haja visto que é a mesma Igreja Católica, apenas em rito diferente, devido a brigas sócio-politica-religisa do passado. Enfim, celebram validamente os sacramentos e tem o reconhecimento mútuo, entre si, a Igreja Católica de Rito Romano e a Igreja Católica de Rito Anglicano. Veja site do Conic, onde esta a relação das Igrejas que celebram validamente os sacramentos e se reconhecem entre sim, como Igrejas Cristãs. Bom, mas voltando a questão do casamento fora do Templo, nenhum padre Católico Romano, poderia oficialmente celebrar, porém, com a graça de Deus, temos alguns padres que usam do bom senso e aceita celebrar o casamento em buffet, mesmo correndo o risco de serem punido pelo bispo local. Então, queridos, se encontrares um padre Católico-Romano que aceite ir ao buffet, sejam discretos, pois podem complicar a vida do padres se ficarem espalhando a noticia,ok! Outro detalhe importante, a Igreja Católica Romana não reconhece os sacramentos ministrados pelas chamadas igrejas católicas brasileiras, sejam elas de origem vetero-catolica, missionarios, tradicionalistas, ecumenicos, renovados, anglo tradicional, episcopal anglo tradicional, nacionais, ortodoxas carismaticas, idenpendentes, etc. Não significa que essas igrejas católicas ou anglicanas nacionais,celebrem invalidamente, ao contrário, significa que celebram de forma válida para os fiíes que as frequentam. Entretanto, a Igreja Católica-Romana e a Anglicana (episcopal anglicana) não reconhecem e não aceitam nada advindo dessas igrejas nacionais. Dessa forma conclui-se que para os noivos Católicos praticantes, devem procurar a paroquia onde participam da Missa. Para os católicos não praticantes, ou seja, não fazem questão da nomenclatura ROMANA, devem procurar uma Igreja Católica de rito Anglicano, isto é, igreja Episcopal Anglicana do Brasil, cujo reitor da Catedral Anglicana, é o rev. padre Aldo Quintão, que celebra validamente os casamentos em buffets.

  • Paula Sousa diz: 20 de junho de 2011

    E Capelão? Pode realizar casamento fora da capela? Casamento feito por capelão é considerado valido para igreja católica romana?

    Grata,

  • P. Paolo Stolbrand diz: 20 de junho de 2011

    Capelão é um padre, nomeado pelo bispo diocesano, para dar assistencia a um hospital, asilo, forças armadas, etc, mas ele esta incardinado na diocese e atende a uma paroquia normalmente, apenas com a função de dar assistencia espiritual a essas instituição, por isso se diz Capelão militar, capelão do hospital tal ….! O ideal é ver se tal padre (capelão) é de fato padre Católico-Roamno ou Católico-Anglicano da Igreja Episcopal Anglicana) e em qual paroquia celebra Missa, para isso verifica-se o nome da diocese e o nome do bispo diocesano, pois alguns pastores evangélicos também podem ser capelão militar e de hospitais, sem contar os padres das igrejas católicas brasileiras ou anglicanas brasileiras,, Lembrando que a validade do Sacramento não esta no papel emitido por essa ou aquela igreja, pois de que adianta ter o papel da igreja catolica romana, se o casal não validou o próprio amor. No entanto, para aqueles que necessitam e/ou fazem tanta questão de um papel emitido pela igreja católica romana, é preciso que frequentem uma paroquia e tenham vida inserida nas pastorais, pois assim receberás os sacramentos (Batismo, Eucaristia, Crisma, Matrimonio, Unção dos enfermos,,) sem pagamento de taxas, pois pressupõe-se que ja sejam dizimistas e colaboram na manutenção da Igreja (paroquia) e suas atividades de evangelização e obras sociais. No caso de casamento, paga-se uma taxa pelo uso de energia, banheiro (água, descarga), equipamentos, papeis,, mas nada absurdamente dificil de pagar ou negociar. Há também paroquias que não cobram nada pelos sacramentos, desde que os noivos sejam fiéis participantes dominicalmente das missas e atividades pastoraias, bem como alguns pastores evangélicos não cobram nada pelas bençãos ministradas em seus fiéis participantes do culto. Portanto, diante de Deus, todas as igrejas celebram validamente os sacramentos e bençãos, mas para as instituições humanas, existe algumas normas nas quais algumas Igrejas não reconhecem as bençãos ministradas por outras igrejas, de maneira que o Sacramento do matrimonio é validamente reconhecido e aceito mutuamente entre as Igrejas: Católica apostolica romana, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (que é Católica em rito anglicano), Igreja Evangélica de confissão luterana, Igreja Sirian Ortodoxa de antioquia, Igreja Presbiteriana Unida,, Dessa forma os padres e pastores dessas igrejas ministram validamente os sacramentos com o reconhecimento mútuo entre suas Igrejas, rejeitando as bençãos das chamadas igrejas católicas brasileiras e anglicanas nacionais, ortodoxas carismaticas, missionarios, tradicionalstas militantes, vetero-católicos nacionais,ordem de santo andré, etc. Conforme o comentário acima, nenhum padre Católico-romano, celebra (oficialmente) fora da Igreja, pois a norma canonica proibe, mesmo tendo alguns que não obedecem e celebram escondidos do bispo. Dessa forma para os católicos que querem casar fora da Igreja, o ideal é procurar o padre Anglicano, que celebra e tem o reconhecimento das demais igrejas (Cf. Site do Conic).

  • Goretti diz: 20 de junho de 2011

    Queridas Noivas e queridos noivos, se fazem tanta questão de que o casamento seja validamente reconhecido pela Igreja Católica Romana, por que não se casam na paroquia onde participam da Missa, afinal se fazem tanta questão desse reconhecimento, devem participar da Missa e aceitar as normas, que dizem não autorizar e nem reconhecer o casamento realizado fora do templo. Agora, se nem a Missa vão, por que essa hipocrisia e/ou neurose compulsiva de quer uma certidão Romana? Ora se queres uma certidão (ROMANA) de casamento, precisam frequentar a Igreja, né! E se frequentam e professam a doutrina, devem acatar as normas, senão já deixam de serem católicos romanos, então busquem como já foi anunciado, uma igreja que aceite celebrar fora do tempo e começem a comungar dessa doutrina. pois o importante é praticar a fé, seja ela Católica romana, anglicana, evangélica, protestante,, Ou se casem na Igreja, onde frequentam, e depois pessam ao padre que vá ao buffet dar uma benção nas alianças, antes da festa, pois assim vcs terão a tão sonhada certidão romana e a benção no buffet, chácara ou sítios,, Tenho uma amiga que casou no buffet e o padre da paroquia dela, foi e realizou a cerimonia no espaço buffets, mas cobrou uma taxa para isso. Ele é Católico-romano (igreja.casamento@hotmail.com), mas não sei que ainda aceita ir ao buffet. Amados, placa de igreja não garante a validade de casamento, ok! O meu foi celebrado por um padre Católico não romano, embroa eu seja Católica praticante e professora de catecismo na paróquia onde participo, mas o padr enão aceitou ir ao buffet, então contratamos um padre de uma igreja católica nacional, e sou muito feliz e realizado no matrimonio, pois creio piamente na validade do amor e da benção de Deus no meu casamento.

  • Paula Sousa diz: 20 de junho de 2011

    Pois é… mas família pode ser um problema, quando falei que ia casar com um celebrante ecumenico o que era bem mais fácil… A rosto de minha mãe parecia que eu tinha enfiado uma faca nas costas dela. Eu achei um Capelão que disse que faria meu casamento no sitio e acompanhado do pastor do meu noivo. E ele afirmou que era da católica romana…

  • Gorreti diz: 20 de junho de 2011

    Então querida Paula, faça como disse o comentário acima, procure a diocese de tal padre Capelão, pergunte onde ele celebra Missa e a qual diocese pertence e se de fato for padre Católico-romano, poderá atender ao tão sonhado desejo de tua mãe, isto é que a filha tenha uma certidão de casamento emitida pela igreja católica-romana. Se descobrires que ele não pertence a uma diocese romana, então, procure um padre anglicano, que celebra em buffets e a certidão é aceita pela igreja de Roma ou simplesmente leve o pastor da igreja onde participa teu noivo e pronto, afinal quem esta para casar é vc e ele, tua mãe ja se casou e pelo jeito foi na igreja católica romana, onde ela frequenta assiduamente as Missas,, Mas a questão é: vc frequenta a Igreja? se frequenta, nem teria a intenção de casar fora do templo,pois a igreja não celebra e nem reconhece os celebrado. Uma boa católica, nem ousaria pensar no casamento fora da igreja. Por isso, muitos que se dizem católicos, na verdade não o são, pois não praticam, e a esses desejamos que possam procurar uma igreja que atenda aos desejos e anseios deles, pois sabemos que Deus não faz acepção de pessoas e acolhe a todos os católicos romanos, católicos brasileiros, evangélicos, budistas, protestantes, espiritas, etc,, Já que o importante é a fé …. Conheci dois padres que celebram em buffets: Reverendo padre Aldo http://www.catedral anglicana.com.br (Rito Anglicano), Reverendo padre igreja.casamento@hotmail.com (rito Romano).

  • Kamila diz: 6 de julho de 2011

    Bom dia…
    Estou precisando de ajuda urgente, estou pretendendo me casar no Dezembro, só que sou católica e meu noivo é evangélico, queriamos nos casar no próprio salão onde acontecerá a festa, só que já conversei com alguns padres e eles não aceitam realizar a cerimônia fora da igreja e dentro da igreja meu noivo não aceita e na religião dele meus pais não aceitam…

    Alguém conhece alguém da igreja católica que realiza cerimônia fora da igreja??

  • Paula Sousa diz: 6 de julho de 2011

    De qual estado vc é?

  • Paula Sousa diz: 6 de julho de 2011

    Pois é Goretti… se Deus não faz isso, mais um motivo para não existir esse tipo de coisa… enfim, achei o que eu queria e se não tivesse achado não ia mais fazer questão. Quem criou a religião foi o homem não Deus… todas essas proibições só fazem sentido para quem cria…

  • Kamila diz: 6 de julho de 2011

    Paula, sou da cidade de Volta Redonda /RJ…

  • bispo Rogerio diz: 28 de julho de 2011

    Paz em Jesus Cristo.
    Li atentamente as dúvidas dos casais, e concordo com o padre Dimitrius (ortodoxo-grego).
    Gostaria de salientar que somente a Igreja Católica Apostólica Romana não realiza casamentos fora do Templo, porém a denominação católica é muito grande. Eu por exemplo faço parte da Pequena Igreja da Bélgica, e realizamos casamentos no rito católico fora da Igreja.
    Para melhor interpretação dos leigos, a Igreja Roamana agrega em seu seio as chamadas Igrejas sui jurisa (23 igrejas), portanto, é uma associação de Igreja, mas não é a única, podemos citar uma infinidade de igrejas católicas, não romana com sucessão apostólica perfeita, fé, rito sacramental e muito mais amor com os pobres e com o povo de Deus.
    Em Crsito;
    bispo Rogerio

  • Paula Sousa diz: 28 de julho de 2011

    Kamila, o padre que achei que fará meu casamento é de jacarepagua. Acho que não é viavel no seu caso… Qualquer coisa me mande e_mail e eu te passo o e_mail dele.

  • Diácono Marcelo diz: 23 de agosto de 2011

    Queridos irmãos e irmãs!
    Paz e bem!
    Sou Diácono e em breve Padre de uma igreja Católica denominada Igreja Episcopal latina do Brasil de comunhão com a Igreja Católica Anglicana do Brasil. Realizamos casamentos, batizados e outros atos liturgicos católicos fora da Igreja, ou seja, em buffet, chácaras, sítios, fazendas, capelas particulares e outros lugares devidamente adequado para tais atos. Interressados poderão fazer contato pelo e-mail: marcelorafap@hotmail.com
    Com minhas bençãos,
    Diácono Marcelo.

  • Silmara diz: 23 de agosto de 2011

    Meninas, essas igrejas católicas brasileiras não tem o reconhecimento da Igreja Católica romana e nem da Igreja Anglicana, aliás tem várias igrejas católicas brasileiras que usam o nome de anglicana, mas na verdade são meras igrejas nacionais, cujas ordenações provem da igreja católica brasileiras, mesmo aqueles que se dizem vetero ou ortodoxa, ou que tem uma tal sucessão vinda de alguma igreja de fora do país, mas é tudo a mesma coisa, pois a tal igreja católica brasileira ordenou padre e bispos fora do brasil, então eles começam a usar essas nomenclaturas, tipo igreja episcopal latina, católica aglicana, anglo tradicional, etc. O ideal é que, se vcs são católicas, então busquem o padre Católico-romano ou algum padre anglicano, mas deve pertencer a Igreja Episcopal Anglicana, pois essa é a única igreja Anglicana oficial no Brasil, a mesma igreja que realizou o lindo casamento do principe na inglaterra,, as demais são todas igrejas anglicanas brasileiras,, que celebram validamente os sacramentos,somente para o fiíes que frequentam suas igrejas,, sei disso pois quem fez meu casamento foi um desses bispos anglicanos, mas o casamento que ele celebrou não tem validade nenhum para a igreja católica e nem para a igreja episcopal anglicana, por fim, cai no conto do vigário,, fiquem atentas, viu!!!

  • Vanessa Mortagua diz: 1 de setembro de 2011

    Boa Noite Pessoal,
    Estou organizando meu casamento e me deparei no mesmo problema. Gostaríamos de realizar o casamento em um sítio. Sou católica e meu noivo não segue nenhuma religião. Alguém sabe me aconselhar de como proceder. Imagino que poderia ser apenas uma benção, sem o registro oficial da igreja. É possível?

  • LAURA diz: 8 de setembro de 2011

    Goretti

    Muitas pessoas nao querem casar na igueja por nao terem condiçoes financeiras para casa visto que o casamento fica muito caro nesse caso seria justo o padre abençoar os noivos em qualquer lugar já que a bençao é de Deus e muitos nao casam na igueja por nao terem condiçoes eu acho muita injustiça isso….. se for analisar existe todo um capitalismo

  • Diácono Marcelo diz: 9 de setembro de 2011

    Vanessa, bom dia! Paz e bem! Claro que seria possível realizar seu casamento em outro local. A unica Igreja Católica que não realiza tais cerimônias é a igreja de Roma, as demais todas elas realizam. Se você tiver dúvidas e quiser me escrever fique a vontade: marcelorafap@hotmail.com
    Com minhas bençãos a todas(os),
    Diácono Marcelo.

  • Vanessa diz: 9 de setembro de 2011

    Laura, A cerimonia realizada na Igreja tem um custo de 350 reais, para aqueles noivos que não participam ativamente da Paróquia, pois aqueles que participam ativamente das Missas não pagam taxa, apenas os papeis (78,00), haja visto que já contribuem com a manutenção da paróquia com o dízimo. Por isso, o ideal é casar na paróquia onde participam da Missa, pois se vão procurar outra paróquia será cobrado a taxa, claro! E receber uma benção, como vc diz, em outro espaço, sai muito mais caro, ou vc conhece algum espaço buffet ou chácara, sítio ou salão que empresta gratuitamente o espaço? Não sai por menos de 10 mil reais só o espaço, depois vc tem que contratar um buffet para organizar os comes e bebes,, Outro detalhe interessante é que às vezes, e foi o meu caso, nunca participamos da Igreja, mas na hora de casar, queremos atendimento prioritário, às vezes achando a taxa cara, mas gastamos absurdos com a festa,,, O problemas é que a maioria de nós buscamos uma paróquia bonita, histórica, etc, é caro que a taxa será altíssima, até por que nem participamos da Missa lá… Eu, particularmente prefiro o casamento celebrado fora do templo, não pela taxa, mas pela comodidade, imagine ter que locomover os parentes e convidados da Igreja até o local da festa? Prefiro realizar tudo no mesmo local e para isso é preciso arcar com o preço da locação do espaço, dos comes e bebes, da cerimonia religiosa e civil e locomoção do ministro religioso,, e é claro que ninguém é obrigado a ir ao buffet oficializar minha cerimonia de graça, né! Então preciso arcar com essa despesa também… Portanto, quem esta com pouco dinheiro e quer uma cerimonia religiosa, procure a paróquia local, diga que esta sem dinheiro e converse diretamente com o padre, então verá que aqueles que ali participam podem ser isentos de taxas,, irá pagar, se quiser, pelos enfeites na igreja, etc. Acho que antes de sair por aí falando besteira é importante procurar a paroquia local e se informar, agora se não participa de nenhuma paroquia, por que essa neurose por casamento na igreja e com papel no qual diga que casou na igreja católica romana? será que é o papel que dará validade ao casamento? Ora, se Deus está onde dois ou três reunidos, isso independe da nomenclatura da Igreja,seja ela romana, brasileira, etc. Tipo esse diácono acima, ele não pertence a Igreja oficialmente Anglicana, a qual a Romana aceite e reconhece os sacramentos, ele pertence a uma igreja anglicana nacional, cujo bispo já passou por muitas outras igrejas e acabou fundando a própria, na qual se diz anglicano e talvez seja mesmo, mas anglicano sem comunhão com Cantuária e isso significa que não tem o reconhecimento da Igreja Católica Romana e nem da Igreja Episcopal Anglicana (oficialmente a única Igreja anglicana no Brasil, favor conferir o site do Conic onde está a relação das igrejas Cristãs que se reconhecem mutuamente). Agora se a pessoa é católica praticante, então deve procurar a paróquia onde participa, pois a igreja Católica não reconhece as benção e sacramentos ministrados pelas igrejas católicas brasileiras, sejam elas de linha anglicana nacional, vetero católica nacional, ortodoxa brasileira,enfim igrejas nacionais… Existem alguns padre Católicos Romanos que aceitam ir ao buffets, ma isso é raro e quando aceitam é de paroquianos e mesmo assim pedem discrição aos noivos.

  • Luciana diz: 1 de outubro de 2011

    Meninas,
    Deus é um só, não importa a religião que for…
    O mesmo Deus, que morreu na cruz e que no sétimo dia resusitou é extamente o mesmo Deus dos cátolicos, dos evangelicos, judeus…
    Não importa em qual igreja for o casamento Deus irá estar abençoando o casal da mesma forma!
    Espero ter ajudado!
    Boa Sorte a todas as noivas e felicidades.

  • Bispo José Moreno diz: 7 de outubro de 2011

    Entretanto, os padres anglicanos, que também celebram a cerimônia católica de casamento, podem celebrar em qualquer ambiente que possa ser adaptado dignamente para o casamento. Caso esteja no Rio de Janeiro e queira maiores informações, entre em contato comigo.

  • Grazi diz: 11 de outubro de 2011

    Olá, vou me casar no ano que vem, e pelo que já vi e ouvi, vai ser difícil encontrar um padre católico para celebrar meu casamento num sítio… vocês que estavam questionando …conseguiram algum? me ajudem!!

  • Diác. Marcelo diz: 11 de outubro de 2011

    Grazi, boa tarde!
    Se desejar maiores esclarecimentos e quiser me escrever fique a vontade. Você só não achará alguém pra celebrar seu casamento se não quiser…
    meu e-mail: marcelorafap@hotmail.com
    Diác. Marcelo

  • Judith diz: 11 de outubro de 2011

    Oi Meninas, conforme algumas informações acima, posso afirmar, pois também fiz pesquisas e descobri que de fato os padres da Igreja Católica Apostólica Romana, não podem e não fazem casamentos fora do templo, com algumas raras exceções, mas isso exige muita discrição dos noivos, para evitar complicações ao padre. Porém existe outras denominações que celebram casamentos foram do templo, por exemplo as igrejas católicas brasileiras, que são várias com nomes diferentes, porém são todas igrejas nacionais e independentes da Sé Romana. Conforme orientação diocese Católica-Romana, os fiéis Católicos devem receber os sacramentos, somente de padres Católicos-Romanos ou de algum padre de rito anglicano, mas aqui é preciso ter discernimento, pois existem muitas igrejas nacionais que se dizem anglicanas, por isso é bom saber que oficialmente a única Igreja Anglicana no Brasil é a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) que celebra validamente todos os sacramentos, inclusive aceitos pela Igreja Católica-Romana. As demais Igrejas que se dizem anglicana celebram validamente somente para os seus fiéis, então se alguém receber os sacramentos por algumas dessas igrejas católicas brasileiras, ou anglicanas nacionais, latina, episcopal tradicional carismática, tradicionalistas missionários anglicana tradicional do brasil, ortodoxa carismática católica, etc, os sacramentos e bençãos são inválidos e não tem o reconhecimentos da Igreja Católica-Romana e nem da Igreja Episcopal Anglicana. Por exemplo esse diácono Marcelo que está anunciando acima, ele pertence a uma dessas igrejas anglicanas nacional, cujo fundador já passou por várias outras igrejas, inclusive a católica brasileira, depois acabou fundando a própria igreja a qual se dizem anglicanos e pode ser que sejam, mas não pertencem a Igreja Episcopal Anglicna, (oficialmente é a única igreja anglicana no Brasil), cujos sacramentos são válidos e aceitos pela Igreja Católica. Por favor conferir o site do Conic, onde aparece a relação das igrejas Cristãs que se reconhecem mutuamente nos Sacramentos. Minha prima quando casou em um espaço Buffet, que celebrou foi um padre Católico-Romano, mas não sei se ele ainda aceita ir ao espaço buffet celebrar, o contato dele era: igreja.casamento@hotmail.com
    Mas, para quem é Católico só pela tradição, ou seja, nunca vai a Missa, então o ideal é contratar algum desses “padres” dessas igrejas católicas brasileiras e/ou anglicanas nacionais latina vetero anglo tradicional, etc, pois quem concede a validade do casamento é Deus e a fé dos noivos, afinal Deus está onde houver pessoas reunidas em nome d’Ele.

  • Bispo José Moreno diz: 11 de outubro de 2011

    Há alguns enganos aí. A Igreja romana não reconhece os sacramentos anglicanos, exceto o batismo. Para os romanos, casamento é só o que é celebrado por um padre romano dentro de um templo romano.
    A IEAB não é a única igreja “oficial”; temos também a Diocese do Recife, ligada à Igreja Anglicana do Cone Sul, com sede em Buenos Aires. E há outras igrejas anglicanas reconhecidas, por fazerem parte de organismos anglicanos legítimos, como o AAC-American Anglican Council ou a ACN-Anglican Communion Network, caso da Igreja Anglicana Reformada e da Igreja Episcopal Anglicana Livre, as quais são denominadas igrejas “continuantes” ou “confessantes”.
    O não reconhecimento por uma igreja dos sacramentos da outra igreja não tornam o sacramento inválido; apenas não é reconhecido por que se entende autoridade suficiente para julgar os atos de outra igreja legítima.
    Esse problema vem desde os primórdios do cristianismo, pois do próprio apóstolo São Paulo se dizia que ele não era um apóstolo legítimo (é só ler as cartas dele no Novo Testamento).
    Mas como se disse acima, “quem concede a validade do casamento é Deus e a fé dos noivos, afinal Deus está onde houver pessoas reunidas em nome d’Ele”. Na verdade, os ministros legítimos do casamento são os noivos; o celebrante é apenas uma testemunha privilegiada que invoca a bênção de Deus sobre os ministros (os noivos). E, em última instância, só que pode tornar válido um casamento, seja celebrado por qual padre for, é Deus, quem instituiu o casamento. Ninguém mais!
    Na fé anglicana, se diz o seguinte:

    Artigo XXVI – Da indignidade dos ministros, a qual não impede o efeito dos sacramentos

    Ainda que na Igreja visível os maus sempre estejam misturados com os bons e às vezes os maus tenham a principal autoridade na administração da Palavra e dos sacramentos, todavia, como não o fazem em seu próprio nome, mas no de Cristo, e em comissão e por autoridade dele administram, podemos usar do seu ministério, tanto em ouvir a Palavra de Deus, como em receber os sacramentos. Nem o efeito da ordenança de Cristo é tirado pela sua iniquidade, nem a graça dos dons de Deus diminui para as pessoas que com fé e devidamente recebem os sacramentos que se lhe administram, os quais são eficazes por causa da instituição e da promessa de Cristo, apesar de serem administrados por homens maus.
    Não obstante, à disciplina da Igreja pertence que se inquira acerca dos ministros maus e que sejam estes acusados por quem tenha conhecimento de seus crimes; e sendo, enfim, reconhecidos culpados, sejam depostos mediante justa sentença.
    (Os 39 Artigo de Religião da Igreja da Inglaterra).

  • Bispo José Moreno diz: 11 de outubro de 2011
  • Adriana diz: 30 de outubro de 2011

    Olá me caso dia 03 de dezembro em Sao Goncalo RJ sou catolica nao praticante necessito um padre para celebrar o casamento no salao, se alguem souber por favor me envia um e-mail, tenho muita pressa. Muito Obrigado
    dricanascimento12@hotmail.com

  • Padre Banerges W. Bueno diz: 31 de outubro de 2011

    Casamento Fora da Igreja tem Validade ??
    Escrito por Liz Ribeiro

    “E ainda que tivesse o dom da profecia e conhecesse todos os mistérios e toda ciência, e ainda que tivesse toda fé, de tal maneira que transportasse montes, e não tivesse amor, nada seria…”. (I Coríntios 13:2)
    Caríssimos! Graça e paz!
    A Igreja sempre realizou o Sagrado Sacramento do Matrimônio fora da Igreja, pois até o século XVIII o Casamento era, sempre, na casa da Noiva e ali após a Celebração começava a festa (Manual de Teologia do Matrimônio, Faculdade Assunção).
    Depois a Igreja resolveu centralizar tudo na Igreja Matriz (Paróquia).
    Bem uma questão que deixa muitos noivos confusos e cheios de duvidas, porem temos que lembrar que o Brasil é um País Laico, sendo quer cada Igreja existente no Brasil são independente do estado, ou seja, são separadas.
    Aqui no Brasil cada igreja tem suas normas e regras, porem não estão autorizadas a invalidar casamentos feito fora por outra instituição.
    E o próprio direito canônico diz que o celebrante do Matrimônio são os próprios noivos, pois o padre é aquele que assiste em nome da Igreja, como ministro qualificado para tal ato. Na Igreja Episcopal Latina do Brasil o Casamento é celebrado onde for melhor para os neonubentes.

    A dica para vocês, queridos, é procurar um Padre que siga a doutrina de Cristo e esteja inserido nos ensinamentos bíblicos e teologia da Igreja, sem estar preso a normas e diretórios regionais, que só atrapalham.

    A missão do Padre é ajudar sempre, atrapalhar jamais. Procure uma Paróquia e façam todos os papeis na Igreja, pois é preciso ficar documentados e arquivados, depois o padre vai ao Buffet, Sítio ou chácara e realiza a Celebração do Sacramento. Em alguns casos a certidão pode constar que foi Celebrado em Oratório Particular, sob a Jurisdição da Paróquia.
    Quando se trata de noivos não Católicos, o direito Canônico prescreve o Casamento Misto.
    Queridos NOIVOS sejam Felizes e busquem o Sacramento do Matrimônio, onde for melhor pra vocês, parentes, amigos e convidados. Talvez, logo a Igreja percebe que deve voltar às fontes e aproximar-se mais dos fiéis, indo aos buffets, assim como alguns Padres, inteligente, já fazem.
    Quando duas pessoas livres para se casarem são casadas por um juiz ou outro agente matrimonial autorizado, então, o casamento e válido perante Deus e para Sociedade, orientam para que dêem opção pelo casamento Religioso com efeito Civil. Pois o casamento religioso e a Igreja neste caso será averbada pelo estado através do cartório de sua região.

    Deus deseja que você seja feliz e que desfrute do vínculo mais íntimo possível com a pessoa com quem você se casa. Ele deseja ver os dois unidos a Ele e um ao outro por um vínculo
    A valida do sacramento não é o local onde é celebrado, mas sim como ele é vivido no dia a dia.
    Padre Boanerges W. Bueno http://missionarios7.no.comunidades.net Contato: 11-9763.3957 / 11-8788.3757
    E-mail: PadreBoanergesBueno@Catholic.org

  • Daniel diz: 31 de outubro de 2011

    Caríssimo Sr. padre Waldemar, o senhor faz citação de um manual de teologia do matrimonio, faculdade assunção,, Que manuel é esse? O senhor estudou no Centro Universitário Assunção? Esse centro universitário pertence a PUC/SP, e não consta que o senhor tenha sido aluno leigo e nem seminarista. Creio que, sendo o senhor um religioso de igreja católica nacional, deveria pelo menos usar do bom senso e não ficar citando documentos dos quais o senhor nunca leu,, Provavelmente a pessoa que o citou, ouviu falar e teceu tal argumento que o senhor acabou utilizando para argumentar vosso artigo, porém não é verdadeiro tal afirmação, haja visto que não existe tal manual. Peço a senhora Liz e o senhor Waldemar, bem como o senhor lucas macieira (bispo ou sacerdote anglicano nacional), que façam as devidas considerações e não fiquem a citar o nome de tal faculdade sem as devidas autorizações,,
    A Igreja Católica Apostólica Romana, não celebra casamentos fora do templo e nem autoriza tais procedimentos e, os padres Católicos-Romanos que assim procedem incorrem em indisciplina canônica. Os sacerdotes de outras denominações, ( Católicas nacionais, independentes, anglicanas), celebram livremente fora do templo, porém essas benção e sacramentos devem ser ministrado aos fiéis que frequentam tais comunidades,, isso evitará confundir os fiéis que acreditam estar diante de um padre Católico-romano e, tal atitude de informar aos fiéis irá fomenta o crescimento eclesial de tais igreja, o que deveria ser a prioridades dos referidos sacerdotes,, Portanto é importante que se digam a qual igreja pertencem, deixando claro que não pertencem a Igreja Católica-Romana, assim como tem feito as diversas igrejas anglicanas, como bem afirma, acima, o bispo Moreno de uma igreja anglicana independente. Sem mais, Daniel Goullert

  • Clara diz: 4 de novembro de 2011

    Sou de Porto Alegre RGS e estou com o mesmo problemas, meu noivo é de outra religiao e eu sou catolica ele aceita se casar no salão com a presença de um padre ou alguem responsavel pela minha religiao catolica e o pastor dele, mas quem poderia ir aqui no sul, alguem poderia me informar um padre ou ministro que poderia realizar a minha cerimonia grata aguardo ansiosa a resposta ..
    Clara

  • Diácono Marcelo diz: 4 de novembro de 2011

    Clara me manda um e-mail com mais detalhes, talvez eu possa te ajudar.
    marcelorafap@hotmail.com
    DEUS a abençoe!
    Diác. Marcelo

  • Angela diz: 5 de dezembro de 2011

    Marcamos nosso casamento para 03.11 do proximo ano, porém faremos a cerimonia e a festa no mesmo local, pela questao dos custos e também da comodidade dos convidados. Além de ser desejo de ambos casar ao ar livre.
    Porém estamos com dificuldade para a cerimonia religiosa, ambos somos católicos como nossas familias.
    Alguém conhece algum padre que celebre o casamento fora da igreja, no estado de SAnta Catarina?
    Obrigada!

  • Dom Lucas Macieira diz: 12 de dezembro de 2011

    Celebramos casamentos para pessoas de todas as igrejas, inclusive divorciados, em sítios e buffets.

  • Jonas diz: 11 de janeiro de 2012

    Ola. Minha Namorada é da Assembléia de Deus, eu católico. Ela já foi casada (por obrigação da mãe, e contra gosto dela), e logo após o casamento divorciou-se. Ela vai comigo na igreja católica. Poderiamos realizar o casamento na Católica? Ou não seria permitido?

  • Diác. Marcelo diz: 11 de janeiro de 2012

    Olá Jonas!
    Me escreva com detalhes para o e-mail marcelorafap@hotmail.com que te orientarei e te ajudarei com certeza.

  • mary diz: 29 de janeiro de 2012

    sou cristã e meu namorado é da católica renovada, minha igreja não aceita nosso relacionamento, gostaria de saber se Deus aprova esta união, perante a Sua Palavra, vamos nos casar no ano que vem, estou preocupada.

  • Patricia diz: 9 de fevereiro de 2012

    Em Belo Horizonte tem um padre, sei lá bispo que celebra mais não sei se vale. Padre Lucas é o nome dele.

  • MRROUCO MRROUCO diz: 21 de fevereiro de 2012

    JULIA MENDES, preste atenção: “AQUELE QUE DESVIA OS OUVIDOS DE OUVIR A LEI, ATÉ A SUA ORAÇÃO É ABOMINAVEL. Proverbios 28/9. entendeu? Se quem faz o seu casamento não obvedece as leis de DEUS, escritas em EXODO 20 e confirmadas em apocalipse 12/17, o seu casamento não pode ser abençoado. Porque na hora em que o pastor/padre fizer a oração, DEUS não ouvira.

  • MRROUCO MRROUCO diz: 21 de fevereiro de 2012

    DIMONA. A SUA IGREJA VALE TUDO. VOCE JA VIU O PADRE LEO FAZENDO SINAIS SATANICOS? ACESSE “PADRE SATANICO!! 4″. AGORA SE VOCE QUISER BENÇÃOS, DEVERIA TER SE CASADO NA IASD… ESTA LEVANDO O SEU MARIDO PARA O…

  • MRROUCO MRROUCO diz: 21 de fevereiro de 2012

    MARY.”…E CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS SALVARA…” CONHEÇA A VERDADE QUE SALVA…

  • MRROUCO MRROUCO diz: 21 de fevereiro de 2012

    LUCIANA, O DEUS É O MESMO, O MESMO QUE DIZ: “AQUELE QUE DESVIA OS OUVIDOS DE OUVIR A LEI, ATÉ A SUA ORAÇÃO SERÁ ABOMINAVEL.” PORTANTO, SE O SEU PASTOR OU PADRE NÃO SEGUE O QUE DEUS DIZ NA BIBLIA, EXODO 20, APOCALIPSE 12/17, ESSE PASTOR/PADRE É UM FALSO PROFETA E IRA SE QUEIMAR NA FORNALHA ARDENTE JUNTO COM O DIABO…

  • MRROUCO MRROUCO diz: 21 de fevereiro de 2012

    HELOISA. “AQUELE QUE DESVIA OS OUVIDOS DE OUVIR A LEI, ATE A SUA ORAÇÃO SERÁ ABOMINAVEL” PROVERBIOS 28/9. A LEI, EXODO 20 E APOCALIPSE 12/19… SE O PADRE NÃO OUVE A LEI DE DEUS, COMO PODE TE ABENÇOAR?

  • Daniele diz: 24 de fevereiro de 2012

    Não sei o que fazer, meu noivo é católico e eu sou evangélica, não sei como vamos resolver esse problema, alguém pode me ajudar? Ele quer que eu case na igreja dele, mas o meu coração não está “aberto” para que isso ocorra

  • Pedro Piccoli diz: 24 de maio de 2012

    Chamo-me Pedro e fui Padre da Igreja Católica por 14 anos. Continuo ligado à Igreja, mas não tenho nenhum vículo jurídico com a mesma Deixei o sacerdócio, mas continuo sendo sacerdote. Como acontece com o matrimônio, também com os padres a situação é a mesma. Deixmos a Igureja, mas a Igreja não anula o nosso Sacramento. Quando me pergunto o que sou, ou qual religião professo, costumo dizer que sou cristão católico e não católico cristão. Onde reina o amor Deus alí está. Portanto quando duas pessoas se encontram, se amam porque não abençoá-las. Muitas pessoas me pedem para abeançoá-las. Sempre o faço, apesar das críticas. Faço, pelo poder que tenho como sacerdote e faço porque não podemos negar Deus a ninguém. Quem é a Igreja para fazer isso. Abraço a todas e todas e como diz S. Paulo, no fim de tudo o que vai peramencer é o amor.

  • Livia diz: 11 de junho de 2012

    Olá, sou de Porto Alegre, e estou buscando um padre que faça uma bencao em casa. Alguem encontrou? pode me passar o contato? obrigada,

  • Cristina diz: 17 de outubro de 2012

    Boa tarde! Irei me casar em julho de 2013, já fui casada, meu noivo é católico porém nunca casou, eu não sou católica e quero muito uma benção no meu casamento, que será realizado em São Bernardo do Campo, quero alguém religioso, padre, evangélico, budista…gente tá dificil de achar…se alguém puder me ajudar…obrigada

  • bispo Rogerio SIDAOUI diz: 19 de outubro de 2012

    Faço celebrações litúrgicas, ecumênicas ou sociais . Com ou sem efeito civil. Atendo em Buffets, Sítios, Capelas e no Litoral Norte de São Paulo.
    A bênção de Deus não está vinculada a esta ou aquela Igreja ou Religião, e sim ao “Consentimento” feito pelos noivos no ato do Matrimônio.
    Como bispo galicano (Velho-Católico), estou apto a celebrar o casamento com efeito civil, e dar-lhes a bênção que estão buscando criando um clima de espiritualidade e acolhimento no ato da cerimônia.
    bispo Rogerio SIDAOUI

  • Padre Mauro diz: 2 de novembro de 2012

    Meu bispo(católico romano) me chamara para “puchar minhas orelhas” pq eu fizera casamento em sítio e , quado perguntei o porquê não poderia, ele respondeu: “Isso é modismo. É coisa de rico” Vcs concordam com ele?! Meu tel: 11 – 9 7316 4806

  • Padre Mauro diz: 2 de novembro de 2012

    Cristina, me escreva: Ou ligue: 11-97316 4806Cristina diz: 17 de outubro de 2012

    Boa tarde! Irei me casar em julho de 2013, já fui casada, meu noivo é católico porém nunca casou, eu não sou católica e quero muito uma benção no meu casamento, que será realizado em São Bernardo do Campo, quero alguém religioso, padre, evangélico, budista…gente tá dificil de achar…se alguém puder me ajudar…obrigada

  • Padre Mauro diz: 2 de novembro de 2012

    O q estão esperando, “meninas”, só acertarem comigo: 11-9 73164806<pemaurong@yahoo.om.br

    Olá Gabi,

    Pois eh, está meio difícil no meu caso, eu ia casar na igreja e tudo mais, mas como tivemos alguns atrasos, será feito tudo no buffet, o meu problema está em encontrar um padre para realizar a cerimônia e agora eu descobri o motivo. Não sei o que fazer, porque eu realmente quero uam bênção em meu casamento, estou procurando, a senhora da secretária da igreja, me disse que até amanhã ela me dá um retorno se o padre poderá realizar ou não, eu espero muito que sim!!!
    Beijos
    Dani

  • Padre Mauro diz: 2 de novembro de 2012

    DAni, p q não se casam em local neutro?! Se ele for muito egoísta… Eu caso vcs num sítio, junto com algum pastor 11-973164806

  • Selmira diz: 3 de novembro de 2012

    Padre Mauro, o senhor não é padre Católico Romano. O senhor foi, de fato, padre católico da arquidiocese, porém, deixou o ministerio sacerdotal porque queira casar e casou-se, de maneira que atualmente o senhor não pertece a Igreja católica romana. O senhor pertence a uma das diversas igrejas catolicas brasileiras, que usa a nomenclatura de igreja catolica ortodoxa carismatica (que de ortodoxa não tem nada), pois ja participei de um culto lá e o reverendo usa o foleto da igreja católica, portanto, é uma igreja católica brasileira. Eu, particularmente, acretido na benção de Deus e isso independe da nomenclatura da Igreja, seja ela catolica romana, catolica brasileira, anglicana nacional, etc, pois é Deus quem abençoa, no entanto, é preciso ser claro e não usar de mentiras ou palavras dúbias, para enganar as pessoas, tipo dizer que o termo católico não aplica-se somente ao catolicismo romano, o que de fato é verdade, mas a intenção de vcs e muitos outros padres de igrejas nacionais (anglicanas, ortodoxas, missionarios, tradicionalistas, etc) é confundir as pessoas, por isso sugiro que diga de imediato que pertence a uma igreja de seguimento catolico e que aceita realizar cerimonias em espaços fora da igreja, bem como fazem os anglicanos, luteranos e presbiterianos que não precisam ficar presos ao julgo de Roma.
    Os padres católicos romanos não podem celebrar fora da igreja e se realizam podem ser advertidos pelo bispo, embora existam muitos que não cumpram a norma e realizam, mas esse não é o caso do senhor, pois o senhor não pertence atualmente a igreja católica romana.
    E as queridas noivas sugiro que não fiquem presas as essas normas de roma, até por que se vcs são católicas de verdade, não estariam procurando fazer o casamento em espaços fora da paroquia, pois se são católicas de fato, então, casariam na igreja, conforme a norma da referida igreja. Agora se são católicas só de estatus e nunca vão a missa, então, por que essa neurose com a nomenclatura catolica romana. Deus é o mesmo em qualquer lugar onde duas ou mais pessoas rezam em nome dele. A oração e a benção não está presa a essa ou aquela nomenclatura de igrejas.

  • MRROUCO MRROUCO diz: 3 de novembro de 2012

    GABRIEL: “”AQUELE QUE DESVIA OS OUVIDOS DE OUVIR A LEI, ATÉ A SUA ORAÇAO SERA ABOMINAVEL” PROVERBIO 28/9.
    PARA SELMIRA.

  • Carolini Antunes Milani diz: 10 de maio de 2013

    Olá essa dúvida precisa ser esclarecida o mais rápido possível…
    namoro a tres anos, minha família é evangélica e meu namorado católico, por esse motivo não conseguimos ao menos falar em casamento, e a pouco tempo descobrimos que o mais correto nesse caso é o casamento Ecumenico / Misto dentro de uma igreja católica com Padre e Pastor (para não haver brigas), mas não estamos conseguindo encontrar padres que realizem essa cerimonia em Joinville-SC. se alguém puder ajudar eu agradeço!
    Abraços e a paz do Senhor!

  • Pe. JURANDIR RIBEIRO DE SOUZA diz: 10 de julho de 2013

    Paz e Bênção do Senhor.
    Quanto a validade do Sacramento Matrimonial fora dos templos Religiosos, nos locais social de eventos, gostaria de salientarque todo casamento celebrado em Buffets, sitios ou Igrejas (templos) que tenha a Bênção de Deus impetrada por um ministro cristão devidamente ordenado e ligado a uma institução Religiosa séria, é plenamente válido para Deus e para os homens, sejam Ortodoxas Orientais ou Autocefalas, Romana ou Brasileiras, Anglicanas ou protestantes evangélicas. Pelos relatos Sagrados o casamento foi estabelecido pelo próprio Deus, entre Adão e Eva, onde ele era ao mesmo tempo testemunha e celebrante, e depois foi referendado por Jesus Cristo nas Bodas de Caná. Na Teologia Biblica do Novo testamento, Igreja não se refere apenas aos templos Religiosos, e sim, onde dois, tres ou mais, estiverem reunidos em nome de CRisto. Deus está em todos os lugares, portanto, pode abençoar suas criaturas tanto em um templo quanto em um salão de festas. Salmo: 139,7-8. É lamentável que existam pessoas cegas de Fé a luz da exegese Bíblica, tecenbdo comentários de que só é válido casar-se nas paróquias. Que a Igreja Romana só reconhece sacramentos da Igreja Anglicana e outras do CONIC, COMO SE ISSO TENHA ALGUM VALOR sAGRADO. a vANESSA eu diria que deve estudar mais. Para a SILMARA, que diz tercauido na conta do vigário, eu aconselho que você devia ter se informado antes sobre a formação do Padre e sua Igreja, e não reclamar posteriormente. A JUDITH, deve saber que nem todas as dioceses e paróquias aceitam os Sacramentos da Anglicana Episcopal (Ieab), devido algumas polêmicas no presbitério de sua Hierarquia nos estados Unidos e no Brasil. Diria ao Sr. Padre Waldemar, que o conheço, que mesmo nosso País sendo laico e termos a liberdade de culto, mesmo assim, o Religioso deve ser preparado para exercer tal ministério. E ao sr. DANIEL, deve se informar melhor que os noivos quando procuram Igrejas Católicas independentes tem plena consciência de sua exclusão da Igreja Católica Romana e sabem por decisão própria e de livre vontade em que Instituição Religiosa estão se Casando. Também é verdade que existem por aí PADRES e BISPOS sem ter pelo menos uma formação básica de Teologia com ordenações duvidosas através de simonias, não tem pastoral em Paróquia e nem pertence a uma Igreja com endereço de atuação do seu Ministério, realizando Casamentos em BUFFETS, CHÁCARAS e outros locais de Eventos. Caros noivos, ao se casar ao procurar um Padre, conversem observando sua expressão, seu carisma, seu conhecimento sobre liturgia, sua espiritualidade, pois conheci muitos irmãos Padres, alguns desde o seminário, outros posteriormnente, tanto da Igreja Romana, como Anglicanas, Brasileira e outras, frios e vazios ao realizar Sacramentos. Nossos PADRES são Teólogos bem preparados com formação de espiritualidade e carismas. Suas celebrações são especiais, lindíssimas e conduzidas de forma agradável, harmoniosa, não demorada, interagida com os noivos, padrinhos e convidados, num profundo encontro de Fé, evangelização, seguido da Bênção de Deus sobre os noivos. Nosso Ministério está a serviço do Evangélho. Procure-nos para qualquer Orientação. Acesse nosso SITE: http://www.igrejacatolicaortodoxa.com.br – Você vai obter informações importantes, assistir VIDEOS de MATRIMÔNIO e BATISMO.

    Pe. Jurandir Ribeiro de Souza
    Ex. Padre da Igreja Romana
    Teólogo, Filósofo e Escritor

  • Bruna Macedo diz: 6 de setembro de 2013

    Bom Dia Pessoal!

    Bom Sou Catolica praticante e meu namorado é Testemunha de Jeová, queremos nos casar, conversei com o nosso Paroco e segundo ele podemos fazer casamento na igreja sem ele precisar se batizar na igreja Catolica, que se chama Disparidade de Culto, porém o meu namorado não quer a cerimonia seja realizada na igreja, liguei na Mitra diocesana de Joinville, conversei com a secretária e ela me disse que não é permitido o casamento catolico fora da igreja, como devo proceder??

  • Bispo José Moreno diz: 6 de setembro de 2013

    Uma opção seria conseguir um padre anglicano ou de uma igreja católica independente, pois essas igrejas autorizam a celebração fora do templo.

    Mas há algo mais profundo a ser pensado. A disparidade de culto vai produzir muitos conflitos entre o casal. A simples escolha do local da celebração já está gerando uma situação de intransigência por parte do seu noivo e você está cedendo. Tudo bem, ceder quanto ao local da cerimônia não altera muita coisa, mas saiba que se ele é intransigente assim, você terá que ceder em muitas coisas ao longo da vida, algumas das quais podem afetar a sua fé ou a sua individualidade.

    Já pensou quando nascerem os filhos? Ele vai querer que você os leve para serem batizados na igreja católica? Seus filhos serão ensinados por qual doutrina: a cristã, em que Cristo é Deus com o Pai e o Espírito Santo, ou a das TJ, na qual Jesus é um mero “deus” e o Espírito Santo é só a “força ativa” de Deus? E se, Deus não permita, um de seus filhos precisar fazer uma transfusão de sangue?

    Não quero dizer com isso que você não deva se casar com ele, mas é importante acertar todos os detalhes possíveis para reduzir os aborrecimentos futuros. Um conselheiro conjugal neutro (que não propenda para nenhuma das duas religiões em questão) seria de bom alvitre.

    Deus te abençoe e te dê muita felicidade e paz.

  • Carlos Augusto diz: 10 de dezembro de 2013

    lendo os comentários, pude perceber que a maioria das pessoas que expuseram as suas angustias estão mais preocupadas com o momento do casamento. É preciso lembrar que o Sacramento do Matrimônio é algo pra vida toda, tem que ser vivido dia a dia e não apenas um sonho de apenas um local lindo, com muito enfeite e melhor do que foi da prima ou da irmã. Em relação a alguns cometários sobre determinadas “religiões” é preciso lembrar que na verdade são apenas seitas e são totalmente radicais e já se consideram salvos não respeitando os outros. Creio que se a disputa religiosa é motivo para a celebração, fico me perguntado como será o dia a dia desse relacionamento. Esse padre que tanto falou aí deveria montar uma empresa de casamentos e sair da denominação na qual congrega, pois não é obediente aos ensinamentos de sua Igreja. Um abraço fraterno em Cristo Jesus, Autor do matrimônio Cristão que diz: o que Deus uniu, não separe o homem.

  • Augusto Carelo diz: 10 de dezembro de 2013

    lendo os comentários, pude perceber que a maioria das pessoas que expuseram as suas angustias estão mais preocupadas com o momento do casamento. É preciso lembrar que o Sacramento do Matrimônio é algo pra vida toda, tem que ser vivido dia a dia e não apenas um sonho de apenas um local lindo, com muito enfeite e melhor do que foi da prima ou da irmã. Em relação a alguns cometários sobre determinadas “religiões” é preciso lembrar que na verdade são totalmente radicais e já se consideram salvos não respeitando os outros. Creio que se a disputa religiosa é motivo para a celebração, fico me perguntado como será o dia a dia desse relacionamento. Esse padre que tanto falou aí deveria montar uma empresa de casamentos e sair da denominação na qual congrega, pois não é obediente aos ensinamentos de sua Igreja. Um abraço fraterno em Cristo Jesus, Autor do matrimônio Cristão que diz: o que Deus uniu, não separe o homem.

  • Roberto diz: 2 de janeiro de 2014

    sou juiz de paz eclesiastico pelo Código Civil artigos 1515 e 1516 sou de Belo horizonte

  • Teco diz: 8 de janeiro de 2014

    kkkkkkk Atenção!!!

    A IGREJA foi criada pelo HOMEM, Jesus não precisou construir Templos para levar a palavra, até onde meu entendimento vai, Jesus Pelegrinava para levar a palavra não importando-se se era no campo!! Na fazenda!! ou na praia!!! Ele simplesmente Leva!!!

    Casem-se onde quiserem q o amor de cristo não irá diminuir!!! O importante é a FÉ!!!

    Vão ser Felizes!!!

  • Duda Petry diz: 26 de fevereiro de 2014

    Ô! Que interessante… achei que os padres que eu via nos casamentos em sítios eram os mesmos padres da igreja.

    Duda
    http://amofestas.com

Envie seu Comentário