Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Definir ou não a mesa de cada convidado?

04 de janeiro de 2010 16

Está aí uma das dúvidas mais frequentes que chegam na caixa postal do Noiva.com. Vários casais perguntam se devem definir ou não a mesa a qual os convidados vão se dirigir. Alguns têm medo que a atitude pareça indelicada, uma imposição, já que toda pessoa deveria escolher junto de quem quer sentar-se. Quando perguntam a minha opinião eu digo sem medo: sou totalmente a favor da marcação de mesas e vou explicar porque essa prática é boa, faz com que a sua festa flua muito melhor e pode até economizar um dinheirinho do seu orçamento.

Para começar esqueça a ideia de que as pessoas podem se sentir constrangidas por não escolherem seus assentos. Eles serão definidos pelos noivos, os donos da festa, que sabem muito bem quem é amigo de quem e que lugar aquele convidado escolheria caso a mesa não fosse previamente demarcada. Os noivos vão formar mesas de acordo com afinidades: o grupo de amigos do trabalho, o grupo dos tempos de colégio, as amigas da faculdade. Ninguém vai ser obrigado a ficar em uma mesa onde não conhece ninguém.

Outro argumento: imagine que um convidado se perdeu no caminho da igreja para a recepção ou que só vai poder ir na festa. Essa pessoa vai chegar atrasada e encontrar todos já sentados. Se a mesa não tiver sido definida ela vai acabar dirigindo-se àquela que tiver um espaço sobrando. De repente só tem assento junto com os tios do noivo que moram em outra cidade, com os quais seu convidado nunca conversou na vida. Agora, se as mesas forem numeradas, esse atrasado vai chegar e encontrar seu lugar reservado junto com seu grupo de amigos.

E aquele papo de que demarcar mesas economiza dinheiro? Vamos voltar ao seu amigo atrasado. Se na tal mesa dos tios do noivo só tiver um espaço sobrando e o amigo estiver acompanhado você tem um problema. Não vai fazer pessoas casadas sentarem em mesas diferentes, não é? A solução seria destinar uma mesa vazia para o casal que acabou de chegar. Sem problemas, você pode estar pensando, mas lembre-se que uma mesa extra requer providenciar mais um arranjo, mais uma toalha, mais cadeiras, mais sousplats, mais pratos, mais talheres, mais guardanapos, mais taças, mais menus. Ufa! O custo final de uma mesa a mais não é barato, sem contar que mesas com pouca gente dão um visual estranho ao salão.

É por essas e outras que eu sou a maior defensora das mesas demarcadas. Elas poupam os noivos de muitos possíveis problemas. Decidiu por definir as mesas de cada convidado? Então preste atenção em alguns detalhes para que tudo saia perfeito:

- Faça um esquema prévio de demarcação de lugares depois de entregar os convites. Ele será revisado assim que chegarem as confirmações de presença. Com a lista de quem vai e de quem não vai comparecer você cria o esquema final.

- Se contratou uma cerimonialista ela certamente irá disponibilizar recepcionistas que vão ficar com a lista de convidados em mãos na entrada da festa. O convidado chega, diz seu nome e a recepcionista indica a qual mesa ele deve se dirigir.

- Não terá cerimonialista e não tem como contratar recepcionista? Sem problemas! Você pode fazer o mesmo que as noivas americanas. Na entrada da festa coloque uma mesa com cartões (como o do modelo abaixo) dispostos em ordem alfabética. Seu convidado vai chegar, encontrar seu nome e descobrir qual a mesa que os noivos escolheram para ele.

Viu como é simples? Abaixo você vê uma sugestão para a mesa que vai concentrar os cartões com os nomes dos seus convidados. Fica a dica, noivos: definir os lugares poupa vocês de complicações desnecessárias.

Foto: Stock Images

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (16)

  • Natalia diz: 4 de janeiro de 2010

    Gabiii… parece que adivinhas né? Ontem eu e meu noivo estávamos discutindo esse assunto e tentando decidir se marcaríamos ou não os lugares dos convidados. Depois deste post não tenho mais dúvidas, vamos fazer sim! Mais uma vez obrigada!
    Beijos e ótimo 2010!!

  • Bianca diz: 4 de janeiro de 2010

    Oi Gabi! Entendo e respeito sua opinião quanto a marcação de mesa, mas já fui em vários casamentos e para nós que estamos envolvidas com o assunto é claro que passamos a reparar um pouco mais do que os convidados em geral. Venho notando que já na igreja, é comum as pessoas puxarem assunto com pessoas desconhecidas, criam uma certa afinidade e quando chegam na recepção querem continuar a conversa iniciada na igreja. Prefiro deixar livre e criar um clima de confraternização. Afinal todos estão alí com o mesmo objetivo. Falo isso no meu caso que serão apenas 150 convidados (familiares e amigos próximos). Acho válido as pessoas pensarem em cada caso! Beijos

  • Juli Fischer diz: 4 de janeiro de 2010

    Eu concordo em gênero, número e grau!! hehehehehe
    Mesas marcadas!!!
    E penso justamente nos argumentos citados no post… imagina a minha avó… sentada com o pessoal do trabalho??
    Não dá…
    O meu noivo era um pouco relutante com isso, ma já convenci!!
    Assim que entregar os convites, vou fazer um esboço do salão com as mesas…
    Obrigada Gabi, pela dica da mesa… pedi para duas amigas me ajudarem, mas sempre é bom ter uma idéia reserva!!
    beijos

  • Rosana diz: 4 de janeiro de 2010

    Eu sou completamente a favor…. em compensação o meu noivo…
    Enfim, já estou utilizando desses argumentos para convencê-lo. Outro dia, teve um casamento em Santa Maria, e foi dividido em setores:ex. X mesas para a familia da noiva, X mesas p/ a familia do noivo, X para amigos, X para amigos dos pais, etc. Gostaria de receber alguma dica de como poderia identificar essas mesas.
    Obrigada

  • Mariana diz: 4 de janeiro de 2010

    Adorei! Também sou super a favor
    Inclusive no último casamento que fui (com mesas marcadas) caí numa mesa só de recém-casados e todos muito divertídos, se eu tivesse escolhido meu lugar provavelmente não teria tido tanta sorte!!!

  • Manu Damasceno diz: 5 de janeiro de 2010

    Desde que soube disto, pensei em adotar….

  • Bethiele diz: 5 de janeiro de 2010

    Meninas, eu aprovo e recomendo a ideia. Utilizei mesas marcadas no meu casamento, q ocorreu em 12/12/09 e deu super certo!! Fiz marcadores com número em cada mesa, os quais foram colocados no arranjo do centro. Daí passei uma relação dos convidados e respectivas mesas para a cerimonialista e na medida q o pessoal ia chegando ela e sua equipe encaminhavam para os lugares corretos, com a ajuda de um mapinha e dos marcadores! Todos elogiaram o sistema… No meu “just married” conto (e mostro) maiores detalhes… bjos.

  • Tania diz: 6 de janeiro de 2010

    Oi gurias, oi Gabi, tudo bom?
    Gabi, até eu tinha te enviado essa dúvida por email e tu me respondeste. Desculpa não ter te agradecido na oportunidade, mas agora vai: obrigada, guria!
    No meu casamento, não vou marcar lugares, devido ao clima mais descontraído que optamos, com bares e lounges, além das mesas de jantar. O negócio vai ser interação e movimentação de gente pelo salão! Heheheh.
    Já fui em festas com lugares marcados e gostei, mas passei por uma experiência que me deixou magoada: fui ao casamento de uma amiga no qual eu e meu noivo fomos colocados do lado totalmente oposto das pessoas que conhecíamos, em uma mesa com os convidados que "sobraram" e não tinham nada a ver uns com os outros. Todos na mesa ficavam se entreolhando e se sentindo desconfortáveis, por terem ficado deslocados. Outra coisa que me chateou foram as recepcionistas do salão, pois os noivos haviam convidado uma celebridade para o casamento e as recepcionistas ficavam cercando os convidados para não se aproximarem da celebridade, até mesmo para ir ao toalete. Ficou muito chato, pois tirou o propósito do casamento de celebração, e voltei pra casa antes mesmo do jantar, de tão magoada.
    Mas claro, com organização e bom senso, as marcações de lugares são ótimas.
    Beijos a todas.

  • ander diz: 25 de janeiro de 2010

    sou totalmente contra pelo exposto pela Tania.
    Por mais que você tente ajustar da melhor maneira possível, isso sempre vai ocorrer, alguém ficara chateado por estar nas mesas mais a frente ou mais atrás ou mais d um lado ou de outro e saberá que isso foi VOCÊ quem decidiu que o fulano vai ficar mais longe ou mais perto, ao contrário do cara do post que chegou ATRASADOR POR CULPA DELE MESMO …
    entendeu meu raciocínio?
    o momento é de descontração e alegria, engessando dessa maneira não será uma festa, fica parecendo uma sala de aula da 5º série…

  • Nivea Moura diz: 30 de junho de 2010

    Gabi eu tbm sou super a favor dessa idéia, mas tenho uma dúvida…
    Para marcar as mesas você precisa ter a confirmação de absolutamente todos os convidados certo??? Mas como fazer isso se sempre tem aqueles que não confirmam presença, mas que aparecem na festa???
    Bjos

  • gabichanas diz: 30 de junho de 2010

    Nívea, isso requer uma certa ginástica. Vou te responder em um post! Beijos!

  • gabichanas diz: 30 de junho de 2010

    Tania, não entrou comment teu neste post! Bjos!

  • Tania diz: 30 de junho de 2010

    Por que meu comentário foi apagado?

  • Roberta diz: 5 de novembro de 2010

    Adorei a idéia e quanto ao local das mesas longe, perto….. vou mapear o salão de acordo com o número e o perfil dos convidados de cada mesa… Por exemplo não vou colocar a mesa de tios-avós ao lado da banda e por aí vai…

    Bjos a todas

  • Rosana diz: 20 de junho de 2011

    Noivas
    Casei em maio e separei as mesas por setores. Assim, coloquei os meus tios no setor 1 e disponibilizei 10 mesas no setor 1 por exemplo, assim as pessoas sentavam conforme suas afinidades. Setor 2, parentes do noivo, setor 3 amigos do noivo… etc. Alem de rápido as pessoas se sentiram a vontade e dentro do grupo encontravam as afinidades. Bjs

  • Tatiane diz: 27 de julho de 2012

    Gabi! Adorei a ideia dos cartõezinhos… Vou pensar no caso para o meu casório!

Envie seu Comentário