Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 6 maio 2010

Just married: Júlia e Ricardo

06 de maio de 2010 3

A Júlia nos passou um relato tão emocionante que até dá pra imaginar como foi no dia do casamento. As lindas fotos também passam a felicidade dos noivos e dos convidados que estiveram com eles. Me arrepiei!

“Sou de Criciúma, Santa Catarina, e acompanho teu blog desde 2008, praticamente desde o começo!

Eu e o Ricardo nos conhecemos há mais de 10 anos. Fomos colegas de escola e sempre fomos muito próximos, muito amigos mesmo. Depois de muitas voltas que a vida dá, no dia 20 de julho de 2002, no Dia do Amigo (não poderia ser outro dia) nós começamos a namorar. A partir daí se passaram praticamente oito anos até a tão esperada data.

O nosso grande dia foi em 20 de março de 2010 (não foi mera coincidência a escolha do dia 20, já que esse número se tornou meio que da sorte pra gente). Te digo: o dia do casamento passa voando, mas a gente aproveitou muito, cada segundo. Almoçamos juntos e todos estavam espantados com a nossa aparente tranquilidade. Meu dia de noiva foi um luxo só! Recomendo muito, para todas as noivas, já que você fica afastada de toda a muvuca que antecede o momento e com isso evita estresses desnecessários.

Nossa cerimônia foi linda! Primeiro entraram nossos pais e depois nossos avós. Temos muita sorte de ter todos os quatro casais vivos, e fizemos questão de homenageá-los no nosso dia especial. O coração batendo acelerado, as mãos frias. Entrar de braço dado com o meu pai foi um dos momentos mais felizes da minha vida. Um outro detalhe importantíssimo e de significado mais que especial. Eu usei o mesmo véu que a minha mãe usou no dia do casamento dela há 28 anos atrás. Ele é lindo, de renda na borda. Como meus pais são um exemplo de casal batalhador e até hoje vivem o amor de um casal de namorados fiz questão de levar comigo, a história deles pela nave da Igreja!

Meu irmão mais novo foi quem levou as alianças, já que, sem idade para ser padrinho, ele merecia um lugar de destaque nessa festa. É uma coisa maravilhosa, simplesmente sem palavras. É muito amor, muita energia positiva, muita união, muita alegria em um mesmo ambiente, o que deixa o lugar com uma atmosfera indescritível!

A festa? Nossa, aproveitamos até de manhã! Foi maravilhoso, só ouvimos elogios. A minha mãe faz trufas e bem-casados para casamentos, e é óbvio que não poderiam faltar no meu, mesmo sabendo a trabalheira que isso ia dar pra ela. Ficaram lindos! Fizemos os potinhos de trufas e as embalagens de acordo com a minha paleta de cores: marrom, bege e rosa antigo.

Enfim, Gabi, quero te desejar toda a felicidade do mundo, ou melhor: te desejo a felicidade que eu senti e que eu estou sentindo nessa minha história de amor. Seja muito feliz! Continuo olhando o blog todos os dias e meu marido até brinca: “vai casar de novo é?”. Respondo como uma vez já te disse: “desculpa, mas não dá pra ser uma ex-noiva.com!”.”

Muito prazer, physalis

06 de maio de 2010 4

Ontem, durante a degustação dos doces do meu casório, tive o prazer de saber a história e o sabor dessa frutinha aí do lado, a physalis. Sou bem desconfiada para provar coisas pela primeira vez, mas dei uma chance a ela e não me arrependi.

A cada dia a physalis é mais usada para decorar doces e com um bom motivo: repare na foto de cima, que mostra bem como é a fruta quando ainda está no pé. Antes de ser colhida a physalis fica envolta nas suas folhas, que têm um tom levemente dourado. O confeiteiro abre e retira as folhas para usar na decoração dos doces. Ele também pode enrolar as folhinhas para cima fazendo uma espécie de cocar na physalis.

O gosto? A fruta é azedinha e se parece muito com butiá, que eu adoro. Se soubesse disso não teria passado tanto tempo dispensando a physalis por achar que seria ruim. É uma delícia!

Entortando o bolo do casamento

06 de maio de 2010 6

A gente está acostumada a ver bolos de casamento tão perfeitinhos que eu me surpreendi ao ver esses da americana Tammie Coe Cakes. Não parecem que foram encapados com tecido?

Fotos: Divulgação, Tammie Coe Cakes

Quer uma tiara igual à da novela?

06 de maio de 2010 1

Dando uma passadinha no Noiva.com a designer de joias Vanessa Campos levou um susto: a tiara usada por Luciana, na novela Viver a Vida, é igualzinha a uma peça feita por ela para uma noiva gaúcha de 2006.

Gostou muito da tiara, que pode ser usada de várias formas diferentes? Agora você já sabe quem faz e que essa pessoa está aqui nos pampas, pertinho da gente!

Espie as criações de Juliana Pereira

06 de maio de 2010 0

Antes de qualquer coisa: absolutamente lindinho o site da estilista Juliana Pereira. A Juliana é filha de Neuzinha Pereira, um nome mais do que conhecido no Rio Grande do Sul por quem adora moda. Quer espiar vestidos de festa e de noiva criados pela Juliana? O site dela está cheio de inspirações e é super gostoso de navegar.

Pilhas de barra de chocolate são uma lembrança deliciosa

06 de maio de 2010 0

Estava passeando pelo site da wedding planner americana Mindy Weiss quando vi esses chocolates. Repara a forma como eles foram embalados. Fica como dica para lembrancinha: várias barras de chocolate embrulhadas com embalagens personalizadas e finalizadas com uma fita bem fofa. Lovely!

Foto: Divulgação, Seattle Chocolates

Baú de inspirações: Elie Saab

06 de maio de 2010 1

Só eu amo vestidos que se mexem, que mudam conforme a forma que andamos e que são tão levinhos que parecem que a dona está flutuando? Os estruturados que me perdoem, mas tenho paixão por tecidos fininhos e soltos. Para quem é como eu, seguem muitos modelos Elie Saab, da coleção do ano passado.

Fotos: Divulgação, Elie Saab

Fileira de lembrancinhas

06 de maio de 2010 5

Lembram do post de ontem sobre mudinhas de planta como lembrancinha? Pois olha o e-mail que eu recebi da Gi Hoffmann! No casamento da mana dela as lembranças foram exatamente mudas de árvore. Os noivos escolheram eucaliptos, já que o o noivo é madeireiro. Olha aí as mudinhas enfileiradas esperando para irem para as casas novas.

Mesa de doces definida!

06 de maio de 2010 5

Faltam duas semanas para o meu casamento e a partir de agora cada dia é dedicado a resolver tarefas que faltam. Ontem tivemos o compromisso mais esperado pelo meu noivo: definir as coisinhas gostosas que irão compor a nossa mesa de doces. Escolhemos comprar todos os doces de um fornecedor só, a Madame Antonieta. O Cássio e a Vanessa Pellin, proprietários da confeitaria, são grandes amigos, profissionais incríveis e sempre tiveram muito carinho com as leitoras do blog (o que, para mim, conta muito).

Já conhecíamos o trabalho da Madame Antonieta, por isso o que rolou ontem à noite nem pode ser chamado de degustação. Nos encontramos para tomar um chá na confeitaria nova, que está em fase final de obras e ficando um doce (com o perdão do trocadilho) de tão linda. Já na chegada o Cássio me preparou uma linda surpresa: olha só como chegou a primeira bandeja de doces:

Sim, sim, o meu nome estava escrito no chocolate! A Vanessa e o Cássio costumam fazer esse mimo para as noivas que vão até lá para degustações, mas ver o meu ali me deixou super emocionada e fez cair a ficha mais um pouquinho: está chegando mesmo o dia!

Uma dica para quando chegar a sua hora de definir os doces: tem que variar bastante os sabores. Mesmo que vocês não gostem muito de nozes ou de ovos, vale reservar um pouquinho da mesa para eles. Os convidados vão adorar a variedade e vocês vão fazer todo mundo feliz. Por mais que chocolate seja o paraíso na Terra, uma mesa composta só por ele fica enjoativa. Essa regrinha básica foi um dos motivos que nos levou até a Madame Antonieta, pois os doces de lá são diferenciados e passam longe do comum. Aquele ali pertinho da minha mão é um cheesecake de framboesa de comer de joelhos. Vanessa e Cássio, adoramos a noite! Vocês são queridos demais!

Pensa que termina aí o trabalho de definir a mesa de doces? Que nada! Ainda é preciso contratar alguém para montá-la. Não é por acaso que a mesa de doce é a maior atração da festa. Existe uma infinidade de bandejas, suportes e acessórios que deixam o conjunto com a cara daquele casamento.

Saindo da degustação eu e a minha cerimonialista fomos direto para um encontro com a Neiva Buratto, que tem um trabalho fabuloso na montagem de mesas. Pausa para um papo de menina: vocês pre-ci-sam conhecer o escritório da Neiva! Sabe aquela sala dos sonhos, cheia de bonequinhos, caixinhas, fitas e outras coisinhas de menina? Complicado se concentrar na conversa com tanta distração em volta.

Ok, voltando à montagem: no papo com a Neiva definimos qual o estilo dos suportes e bandejas que serão usados na mesa do meu casamento. Também conversamos sobre a mesa em si, pois do tamanho e estilo dela vai partir boa parte do trabalho de montagem. A mesa eu defini há alguns dias, quando fiz parte das locações para a recepção. Escolhi um aparador de madeira de 2,50m de comprimento em tom dourado antigo, tudo a ver com a minha paleta de cores (loquei essa mesa na Locare). Conversamos ainda sobre o arranjo de flores que a Angélica Martins pretende usar nela. O arranjo é gigante e o vaso tem cristais aplicados. Acho que vai ficar bem lindo, não é?

Para terminar, algumas fotinhos que irão para o meu diário de preparação do casamento. Será sempre uma alegria rever esses momentos e lembrar de quando escolhemos os doces com Vanessa e com o Cássio e de quando conheci o escritório lindinho demais da querida Neiva.