Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Meus pais vão pagar pelo casamento e querem decidir tudo. O que eu faço?

17 de setembro de 2010 28

A Marcela, de Cuiabá, Mato Grosso, está passando por um dilema e mandou um e-mail fofo pedindo que eu dividisse com vocês. Ela diz que todo depoimento de quem também está por casar será útil para ajudar a afastar a nuvem negra que parou sobre a casa dela desde que começaram os preparativos.

Os pais e sogros da Marcela vão pagar por todo o casamento. Eles chamaram os noivos e anunciaram que fazem questão de dar este presente para os dois. Se no começo o casal comemorou, hoje estão até se arrependendo de terem aceito a gentileza. O problema é que os pais estão querendo decidir como será o casamento, desde a decoração até o DJ. Como não estão pagando por nada, os noivos ficam constrangidos de dizer não. O que acontece? A festa está indo por um rumo que não agrada justamente quem vai casar, o que está causando briguinhas entre a Marcela e o noivo.

E então, meninas? Mais alguém passou ou conhece alguém que tenha passado por uma situação parecida com a da Marcela? O depoimento das casadas também seria ótimo para entendermos como conseguiram lidar com isso.

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (28)

  • Jac Michels diz: 17 de setembro de 2010

    Quase aconteceu comigo…

    A princípio os pais do meu noivo iriam ajudar a pagar a festa, mas depois decidimos que nós dois iriamos bancar, exatamente pq eu ví que iria me encomodar com as decisões.

    Não me arrependo de ter feito isso, pq estou organizando como sonhei e não preciso mais ouvir comentários do tipo "contrata o buffet tal" "coloca flores baratas pq ninguem nota" "diz pros garçons controlar as bebidas" etc…

    Tadinha da Marcela…
    Acho que vocês devem conversar com eles e explicar o tipo de festa que vcs sonham, pra ver se eles se dispõem a pagar e tals..

    BJinho

  • Juliana Wecki diz: 17 de setembro de 2010

    Hum, que situação complicada! Meus pais estão nos ajudando a pagar o casamento, mas temos total liberdade de decidir as coisas, apenas tendo o bom senso do orçamento! hehehe

    Às vezes, a gente não concorda com algumas coisas, então eu os lembro que esta é a minha vez, eles já tiveram o momento deles e tudo acaba se acertando. Mas no mais, acho que meus pais, eu e meu noivo estamos em sintonia nos objetivos e gostos! hehehe

  • fernanda diz: 17 de setembro de 2010

    Meu pai esta pagando o meu casamento, mas sempre deixei claro que iria ser do meu jeito. Acho que uma boa conversa tanto com os pais, quanto com os sogros, resolveria.

  • Taila diz: 17 de setembro de 2010

    Olá Marcela,
    q situação chata hein?
    minha flor o melhor é vc e seu noivinho tentarem conversar individualmente com seus pais, tenho certeza q eles iram entender, q agora é a vez de vcs se realizarem!
    Tatá
    São Paulo

  • Laura diz: 17 de setembro de 2010

    Que complicado isso!! Mas acredito que o melhor a se fazer nessa situação é ser franca, muito franca!! Se foram eles que fizeram questão de pagar, sem o seu pedido, conversa e coloca que pra vc esta situação não esta legal! O casamento é teu e precisa ter a tua cara e do teu noivo!! Uma dica um pouquinho má: faz drama, chora, que eles acabam aceitando!!

    Beijos e boa sorte!

  • Maiara Dall Agnol diz: 17 de setembro de 2010

    Olá Marcela, Olá Gabi!

    Eu e meu noivo também não vamos pagar o casamento (só algumas coisas, fotos, mimos…) mas quem decidiu quase tudo foi nós dois, sempre conversamos antes com as familias, e não houve constrangimento nenhum à respeito, tudo vai ser do nosso jeito.

    Acho que eles podem ajudar a decidir, mas tem detalhes que os noivos precisam se envolver, até para se sentir parte de todo aquele momento. Tentem colocar o sentimento de vocês e eles vão compreender.

    Um abraço.

    Maiara, Sertão, RGS, Casarei com Sidimar em 02/10/2010.

  • Aline Sch diz: 17 de setembro de 2010

    Ai Marcela, situação complicada, viu? Olha, mesmo pagando pela minha festa, tive que ceder em alguns pontos, pois os familiares tem hábitos diferentes e todo mundo quer que a festa agrade a todos, certo? Como por exemplo, buffet, tem a questão de quem não come carne ter uma alternativa, etc… Agora, nesse ponto, acho que você e seu noivo tem que chamar seus pais e terem uma conversa bem franca, de filha pra mãe e pai e de filho pra mãe e pai, se me entende. Expor que eles já casaram, tiveram a chance deles de fazer a festa como gostariam na época, e que você não poderá fazer isso de novo. De como ficou feliz com a vontade deles de ajudar num momento tão importante, mas que você sonha com detalhes que gostaria que eles aceitassem, enfim, abrir o coração, como você já deve ter feito com sua mãe e pai algumas vezes, em outras situações. Acho difícil eles não entenderem, pois casamento é único, então é complicado você casar e não poder escolher esses detalhes.

    Um beijo e boa sorte!

    E depois nos conte como foi, claro!

  • Paloma diz: 17 de setembro de 2010

    Mas que absurdo isso!!!Mas o casamento éde quem afinal???? Não é de vcs….se imponha antes que seja tarde.
    Nessas horas que a gente para pra refletir até que ponto os pais hj em dia querem tomar decisoes pelos filhos….e por isso que filhos hj saem cada vem mais tarde de casa, por insegurança, acomodação e medo.
    Boa sorte querida no seu casamento…estou torcendo que ele seja como vc sempre sonhou.

  • lucia diz: 17 de setembro de 2010

    Oi Gabi,
    Eu moro nos EUA , nosso casamento vai ser dia 10 de Outubro, meus sogros estao pagando pelo nosso casamento e a minha sogra ta escolhendo tudo. Eu estou adorando, pois eu nao me estresso com nada, so apareco no dia linda e maravilhosa, sem gastar nada. E se nao gostar, nao faz mal, podemos fazer um renew the vows em alguns anos.
    Fala pra Marcela relaxar!!
    Beijos
    Lucia Metzger

  • Patrícia diz: 17 de setembro de 2010

    Pois é Gabi e Marcela, esse é um grande dilema pelo quel eu e meu noivo estamos passando também.

    Infelizmente o meu pai não tem condições de ajudar, então ficou decidido que eu e o Bruno pagaríamos todos os custos do casamento, por isso optamos por fazer um casamento mais simples e para poucos convidados (160).

    Mas o meu sogro se ofereceu e insistiu para pagar o buffet e o salão da festa, como o que tinhamos combinado em gastar com o casamento já passou do orçamento… Ufa, casar custa caro demais…rs, aceitamos a ajuda.

    Aí é que o dilema começou, pois como ele pagou o buffet e o salão ele quer convidar os clientes dele, como já fechamos para poucos convidados e eu e o Bruno combinamos que além das famílias iríamos convidar somente os amigos mais intimos e especiais, dissemos não à ele.

    E ele disse para nós que como ele pagou ele vai convidar quem ele quiser… Opa! Espera aí… As coisas não são bem assim…

    Olha meninas, sinto muito, sou muito educada e respeito muito as pessoas, ainda mais o meu sogro, mas as coisas não podem ser como ele quer, só porque ele pagou e se acha no direito.

    Com toda educação do mundo eu simplesmente virei pra ele e disse: “Olha, já estamos deixando de convidar algumas pessoas queridas, pois só podemos convidar 160 pessoas e se o Senhor convidar os seus clientes que são pessoas que eu e o Bruno não conhecemos, teremos que cortar mais pessoas queridas de nossa lista. Agredecemos muito o Senhor ter “oferecido ajuda”, mas o casamento é nosso e acredito que quando o Senhor casou, só convidou pessoas que eram especiais a você, não é mesmo?”

    Ele não gostou muito, mas entendeu e não tocou mais no assunto.

    Então Marcela, eu acho que você e seu noivo deveriam reunir os seus pais e com jeitinho mostrar para eles que este é um momento único e muito especial para vocês e que o deles já aconteceu e que eles fizeram tudo do jeitinho que queriam. E que vocês agradecem muito o presentão, mas que gostariam que o casamento tivesse a carinha e o toque de vocês… Pense nisso e boa sorte!!!

    Beijinhos da Paty

  • Fernanda Correia diz: 17 de setembro de 2010

    Meus pais estão pagando o buffet e meu vestido, ou seja, quase metade do casamento! rs!
    Nesse caso, acho que é justo eles incluírem alguns convidados que eles querem! Mas decoração, DJ e vários outros detalhes foram decididos por mim e pelo noivo!
    Acho que mesmo se eles tivessem pagando tudo, eu teria liberdade p/ escolher as coisas, desde que estivesse dentro do orçamento!

  • Isis diz: 17 de setembro de 2010

    Quando casei, meu pai ajudou a pagar algumas coisas (buffet, salão, decoração e DJ), mas sempre deixei claro que ia ser do nosso jeito. Até ouvimos as opiniões deles, mas sempre deixamos claro que a escolha era nossa. Tanto meus pais quanto meus sogros puderam convidar pessoas que não estavam na nossa lista original, mas foram no máximo 6 pessoas.

    Acho que tens que desde agora impor teus limites. Se não daqui a pouco vão querer mandar na tua casa e depois nos teus filhos. Tua vida, tuas decisões.

  • Patrícia Santos diz: 17 de setembro de 2010

    Marcela,

    Lendo a sua história, primeiro quero te dizer que vcs são um casal privilegiado! Sim, muito privilegiado, porque os pais de vcs tem condições financeiras de pagar o casamento de vocês. Diferente do meu caso, eu e meu noivo pagaremos tudinho do nosso bolso.

    No entanto, eu jamais aceitaria que outras pessoas decidissem como seria o MEU casamento. Acho que idéias, dicas, conselhos sempre são bem vindos, porque agente nunca sabe tudo ou as vezes não enxerga as coisas de fora. Porém, sem dúvida nenhuma, vocês tem que conversar com seus pais e serem francos que agradecem do fundo do coração pelo presente, mas que para vocês é muito especial escolher, decidir e deixar do jeitinho de vcs tudo, mesmo que seja diferente do que eles imaginavam.

    Não deixe o dia mais feliz da tua vida, se tornar um dia triste. Ainda dá tempo querida! Vá lá, te impõe, agora vc é quase uma menina casada, independente e dona de um lar! hehehe

    Beijão, e espero que conte tudo pra nós todas como procedeu a história.

    Sorte, sucesso, estamos trocendo pra vcs!

  • LILIANE D’AVILA diz: 17 de setembro de 2010

    Marcela..CALMA!!muita calma nessa hora!!

    Conversar é a melhor forma de resolução!!por estrategia chame sua mãe para uma conversa..e fale para ela como voce sonha com este casamento!!e pergunte se estão querendo lhe dar o mesmo como presente..que talvez estejam querendo te ajudar para deixa la mais tranquila!!!ai voce aproveita para tomar partido e pedir da forma mais serena possivel como gostaria SUA festa de casamento!!afinal dado não é cobrado..do contrario peça uma viajem..e cuida da festa com todo carinho que gostaria que fosse..tente aproveitar o momento mais feliz para voce..e não faça que isso a deixe cansada…pois este dia deve ficar linda e feliz..isso que importa!!FELICIDADES AO CASAL!!

  • @LucianaOliva diz: 17 de setembro de 2010

    Olá Marcela,

    Isso é algo muito complicado, mas acredito que é possível de ser resolvido. É o que muitas meninas estão dizendo, conversem individualmente com seus pais, tenho certeza de que eles vão entender. E tem outra coisa, eu e meu noivo estamos arcando com 99% das despesas e mesmo assim nossos pais querem dar dicas e até mesmo impor algumas coisas. Esse tipo de situação acontece, o que é preciso é seguir firme naquilo que se deseja e mostrar quais são nossas opiniões.

    Desejo muito que consigas resolver essa questão de maneira tranquila e que vocês sejam muito felizes!

    Abraço!

  • Carol K diz: 17 de setembro de 2010

    Poxa, acabou sendo o verdadeiro presente de grego…

    Mas eles não fazem por mal, certamente.

    Não deixem isso abalar a felicidade de vocês, nem a paz que é necessária nesse período.

    Boa sorte!

  • alice diz: 17 de setembro de 2010

    quando casei, eu e meu entao noivo pagamos por quase tudo, só deixamos para meus pais e sogros as bebidas (que no fim por eles não terem gasto com mais nada resolveram colocar chopp que é um pouquinho mais caro, e todo mundo amou a ideia)

    mai conversa com seus pais e sogros, seja franca, com uma boa conversa tudo se resolve.

  • Celina diz: 17 de setembro de 2010

    Marcela querida, ando super ocupada no trabalho ultimamente, mas sempre que posso dou um pulinho aqui no noiva.com. Quando li este post tive que parar tudo que estava fazendo para escrever.

    Imagino como deve ser delicado lidar com tudo isso, pois além de tudo mexe com as emoções de muita gente. É um momoneto único e especial nas nossas vidas e sempre acredito que uma boa conversa, de coração aberto, tente a ajudar muito.

    É difícil te dar conselhos estando tão de fora da situação. Acho que se olhares para teu coração terás as respostas que tanto procuraras. Tenta chegar em um meio termo, algo que não seja só como tu e teu noivo querem, nem como teu pais e sogros exigem.

    Sou da máxima que conversando a gente se entende, mesmo que às vezes esta teoria cai um pouco por terra.

    Meu conselho definitivo seria: seja como for será uma noite inesquecivel e especial de mais para vocês. Curtam, aproveitem e guardem apenas boas recordações.

    Estarei aqui na torcida para que tudo de certo. E depois nos conta tá??

    Um beijo afetuoso. Tudo de bom e que Deus te ilumine.

  • Clarissa diz: 17 de setembro de 2010

    Nossos pais nos ajudaram em muito no casamento.

    POrém, a unica coisa que intereriram foi nos convidados , onde convidaram seus amigos!

    Tudo é uma questão de conversar, afinal a festa tem que ser a cara dos noivos.

    Em homenagem a eles tentamos colocar musicas de sua época e fotos de seu casamento na entrada do salão.

  • Camila Borges diz: 17 de setembro de 2010

    Oi flor…

    Minha mãe está dando a festa e a mãe dele ajudou em outras coisas, mas elas não interferem nas nossas decisões.

    Minha mãe me ajuda muito, mas quando ela começa a palpitar demais eu falo que a festa é minha…rs

    Não é porque ela está pagando que vai ser tudo do jeito dela. Acho uma atitude egoista.

    Um conselho? Abre o jogo! Diz que vc sonhou com outro tipo de festa, que aprecia a dedicação deles, mas vc gostaria de escolher os detalhes do SEU casamento.

    Com jeitinho vc consegue.

  • Camila diz: 17 de setembro de 2010

    Uma menina disse para a Marcela relaxar… Hehehehe Nesta situação é impossível relaxar. O casamento povoa os nossos pensamentos o tempo todo. Existe um sonho muito grande que envolve tudo isso e não é justo que o teu sonho tenha a cara do sonho de outra pessoa. Eu fiz uma planilha com todos os itens e gastos que terei com o casamento, com os fornecedores que eu escolhi e mostrei para os meus pais. Eles disseram que pagarão alguns itens e eu apenas informei o valor. Quero a opinião da minha mãe, porque gosto de dividir as coisas com ela, de saber o que ela pensa. Mas não aceitaria que ela decidisse as coisas por mim só por que vai pagar. Dar opinião é uma coisa, impor opinião é outra bem diferente. Marcela, conversa com eles e diz o que pensas sem dedos. Se não aceitarem, de repente pensa em formas de tu e o teu noivo arcarem com os custos das coisas que consideras importante que tenham a cara dos noivos, como a decoração, por exemplo. :))) Boa sorte e um beijão

  • Elvis diz: 17 de setembro de 2010

    Acho festa de casamento um desperdício. Tanta coisa melhor pra fazer do que ficar passando calor numa roupa desconfortável, forçar-se a ser todo sorrisos enquanto os outros se divertem. Coisa anacrônica e de quem gosta de explodir grana.

  • Fabiana diz: 18 de setembro de 2010

    Vamos casar apenas no civil em cerimônia íntima (pais, irmãos e padrinhos), mas meus pais querem convidar a parentada. Ou seja, pessoas que não temos afinidade. Dizem que pagam a festa. Mas nós não queremos isso. então, ou pagamos a festa ou casaremos apenas no civil no cartório e vamos direto pra lua de mel. Ainda não chegamos a conclusão. E o casamento deve ser em Dezembro.

  • Gabriela Peck diz: 18 de setembro de 2010

    Minha irmã se casa em abril do ano que vem e os sogros dela tbm vão pagar o casamento e o grande dilema é que a sogra não quer criança na festa e nossa família (os bem íntimos) tem filhos pequenos, ela tá bem chateada com isso mas não fala nada, acho que ela deveria se impor mais.

  • Vanessa diz: 20 de setembro de 2010

    Meus pais estão pagando pelo meu casamento e fazem o máximo para que eu me sinta bem com tudo, eu escolhi tudinho, desde a cor da decoração até a banda… Mas lógico que me foi dado um valor de orçamento ao qual tive que me adequar e fui avisada quando o dinheiro acabou! rsrsrs É eu tenho sorte! =D
    Meu conselho é: fale com seus pais e sogros, diga que ter ganho o presente deles foi maravilhoso mas que o casamento tem que ter a sua cara, afinal é o seu dia. Sei que é difícil falar sobre essas coisas mas, existem maneiras e maneiras de dizer algo, faça isso com amor, carinho e gratidão, faz toda diferença!

  • Mariana diz: 20 de setembro de 2010

    Oi Marcela…imagino como deve ser difíci passar por isso…meus sogros estão pagando toda minha festa, mas me deram total liberdade para escolher tudo conforme meu gosto…aliás é o nosso grande dia..eles já tiveram o deles então acho que vc e seu noivo devem chamar todos para conversar, para que o seu dia seja do jeito que vc sempre sonhou..pois qual noiva não sonha desde pequena com seu grande dia…

    Bjos Mari

  • Aline diz: 21 de setembro de 2010

    Olha, esse post foi de grande valia! hehehehe No meu caso, minha sogra não tem nenhuma condição de nos ajudar financeiramente, mas meus pais vão fazer um esforço para ajudar a gente com as despesas. Porém, logo no começo, quando comunicamos que queríamos nos casar, meus pais (principalmente minha mãe) queriam dar palpite em tudo. Não queriam o salão que eu tinha escolhido, não queriam a igreja que escolhemos e assim por diante… Mas depois de muuuuuuita conversa, eu consegui fazer eles entenderem que o casamento é ENTRE DUAS PESSOAS e que as vontades não podem ser só minhas ou da minha família. Apesar de eles não terem aceitado muito bem isso, resolveram ficar mais na deles e tal.

    Não tenho conselho nenhum pra te dar… mas acho que CONVERSANDO, por mais que não cheguem à uma conclusão aceitável pra todos, é a melhor forma pra chegar a uma solução mais ou menos compatível com a expectativas de todas as partes.

    Boa sorte! hehehehe

  • paula diz: 12 de setembro de 2011

    Não sei o que é isso pois , so os meus pais estao pagando, compraram apartamento mobiliaram compraram eletrodomesticos, eu vejo que so eles tem interesse na felicidade minha e do meu noivo , meus sogros nao estao ajudando com nada, estou bem desanimada , é triste isso, pois meu noivo tem mais um irmao e o mesmo é o mais velho e nem tem namorada e a mae do meu noivo ta com raiva q o mais novo vai casar e o mais velho nao, e por isso ela nem quer saber de casamento ela axa q meu pai deve banca com tudo. Eu nao sei aonde isso vai dar , mas eu estou desanimadissima , meu noivo nao quer força pois nao quer pedir favor a uma pessoa q so tem olhos ruins para o nosso lado, mais ai q ta td parada nao marcamos data de nada , e tambem nao temos condiçoes de bancar a festa eu e ele .

Envie seu Comentário