Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Lista de presentes: informar no convite ou não?

10 de fevereiro de 2011 38

O que diz a etiqueta: que colocar aquele pequeno cartão junto do convite informando onde está a lista de presentes não é nada recomendado. As normas de etiqueta pregam que a situação se torna constrangedora por dois motivos: o convidado entende que dar presente é uma obrigação e, caso queira presentear, sente-se limitado ao local escolhido pelos noivos.

O que dizem os convidados: geralmente os convidados gostam da praticidade da lista de presentes. Evita a angústia de ficar pensando no que dar, a cor, o estilo, se combina com a casa dos noivos. Uma listinha de várias opções ajuda bastante na tarefa. A maioria das pessoas também já é simpática à ideia de encontrar a indicação de onde está a lista no convite de casamento. Isso poupa tempo e, num mundo de agendas sempre lotadas, reduz preocupações.

O que a etiqueta diz que você deveria fazer: as normas não são contrárias à lista, mas ao cartãozinho junto do convite. Se você vai casar e quer seguir a etiqueta à risca, deixe o cartão de lado. Informe o nome da loja onde fez a lista para as pessoas mais próximas (pais, irmãos, padrinhos) e também para a cerimonialista. Se algum convidado perguntar o que dar de presente eles podem indicar o local onde vocês registraram sugestões.

Se quiser informar onde está a lista: não escreva no próprio convite o nome da loja onde deixou a lista de presentes. A maioria das empresas oferece pequenos cartões que você coloca dentro do envelope ou prende com clip ao convite.

O que você não pode esquecer: lista de presentes é uma sugestão dos noivos. O convidado, de forma alguma, é obrigado a escolher algo daquela relação ou daquela loja.

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (38)

  • Paula diz: 10 de fevereiro de 2011

    Olha, normas de etiqueta à parte, eu não vejo nenhum problema em colocar o cartãozinho junto com o convite. Inclusive, gosto muito quando informam onde está a lista. O que eu acho deselegante mesmo é dar presente fora da lista, ainda mais quando as opções são variadas e de todos os preços. Não dar presente, então, é inadmissível!

  • Fernanda Tomedi diz: 10 de fevereiro de 2011

    É um assunto bem polêmico.

    Nós optamos por receber dinheiro, pois infelizmente, aqui na Alemanha ainda não existem as cotas de lua-de-mel.
    Mas não vamos ter nenhuma informação no convite. Padrinhos e pais foram avisados, caso alguém pergunte.

    Aqui a pratica de presentear os noivos com dinheiro é muito comum, chamam de couvert (como para os músicos). Em 90% é escrito no próprio convite e o dinheiro é colocado dentro de um cartão de parabéns. Na hora dos cumprimentos os noivos recebem dos convidados o couvert. Acho essa prática horrível!!!!

  • Juliana diz: 10 de fevereiro de 2011

    Eu acho um “Oh” aquele cartãozinho de loja! Parece que a pessoa vai ter q entregar o presente p/ poder entrar na festa. Acho mto melhor fazer a lista e, se perguntarem, dizer onde está. Afinal convidamos as pessoas pq queremos q elas vejam nosso momento de felicidade e não p/ ganhar presentes. Eu não fiz lista em loja, eu fiz uma lista de itens que eu gostaria e coloquei o nome de 3 lojas com os valores correspondentes de cada loja em cada objeto. Daí coloquei tudo isso em um blog. Quando perguntavam eu dava o endereço do blog, quem comprava algo deixava um comentário e eu tirava da lista. Funcionou mto bem (ganhei quase tudo que pedi) e os convidados gostaram pq viram mtas fotos da gente e os preparativos do grande dia. Obs: tb imprimi a lista, pois tinham os vovôs e as vovós que preferem o bom e velho papel :)

  • Thanara diz: 10 de fevereiro de 2011

    Eu, quando noiva, fiquei um pouco constrangida em colocar um cartão com local onde se encontrava nossa lista de presentes. Mas ai, pensei em todas as vezes em que fui convidada para casamentos e o quanto foi prática a lista. Então pedi para a gráfica confeccionar um cartão, bem delicado, dizendo que nossas sugestões para presente estavam na loja tal, isso porque não gosto dos cartões oferecidos pelas lojas.
    Então, preferi colocar o cartão preso por um clipes, bem delicado, nas costas do convite.
    Não queria que a primeira coisa que aparecesse fosse a lista e que ninguém se sentisse obrigado a comprar um presente e naquele local.

  • camila diz: 10 de fevereiro de 2011

    Concordo com a Paula!!

    “Deselegante mesmo é dar presente fora da lista. Não dar presente, então, é inadmissível!”

  • Fabi diz: 10 de fevereiro de 2011

    Pois é, uma situação complicada…..mas eu acho bom vir no convite, sempre é difícil saber o que dar de presente, assim fica mais prático.
    Como você fez no seu casamento Gabi?

  • Marcia diz: 10 de fevereiro de 2011

    Bom, eu tentei ser fina e não deu muito certo. Os primeiros convites foram distribuídos sem o cartãozinho de sugestões de presentes, e teve gente que pegou, leu, sorriu, confirmou presença, mas nem perguntou se temos lista! Vou casar em duas semanas e adivinha se já ganhei alguma coisa dessas pessoas…
    Então resolvi colocar o tal cartãozinho, pois agora acho que é melhor passar por deselegante do que me aborrecer com a deselegância alheia.

  • Juliana Duarte diz: 10 de fevereiro de 2011

    Acho que neste caso a etiqueta não precisa ser seguida à risca. A ideia de colocar no convite um bilhetinho com nome da loja onde foi feita a lista de presentes é bem mais prática. Isso faz com que os noivos ganhem o que realmente precisam e evitam presentes repetidos. Não penso que ao colocar o bilhete os noivos estejam obrigando os convidados a nada. Até pq concordo com as outras leitoras acima e acho que não dar presente é inadmissível, é uma questão de educação e até bom senso dar presente aos noivos, mesmo que seja algo mais simples.

  • Alessandra diz: 10 de fevereiro de 2011

    Bom, não vejo problema algum em colocar os papéis. Pelo contrário, acho mais prático e entendo, sim, que é apenas uma sugestão de presente e que ninguém tem a obrigação de comprar o que está na lista ou até mesmo na loja que sugerimos.
    Já vi casos de muitos convidados reclamarem por não ter o papel no convite.
    No meu caso, meu casamento é em abril e colocamos o papel. Antes mesmo de começarmos a entregar, as pessoas já perguntavam sobre a lista. Ao entregarmos o convite ressaltamos que é apenas uma sugestão. As pessoas entenderam bem, muitos compraram os presentes em outros lugares, com valores mais acessíveis e nos informaram para que tirassemos da lista o presente escolhido.

  • Aline diz: 10 de fevereiro de 2011

    Concordo com as meninas que, mais deselegante do que colocar os cartõezinhos, são os convidados que nem se manifestam em relação aos presentes. Mas pergunto, no meu casamento vamos pedir só cotas de viagem, pois já temos casa montada, como devemos fazer então??

  • Gabriela Cristina diz: 10 de fevereiro de 2011

    Olha, uma das primeiras coisas q eu falei pro meu hoje marido, foi q eu não ia colocar o cartãozinho, e ele concordou.
    Nós levamos nosso casamento com a seguinte linha: estamos fazendo a festa pq queremos, estamos convidando as pessoas pq gostamos delas. Se elas quisessem dar presentes, ok mto obrigada. Mas se não dessem, td bem. Essa coisa de ser obrigado a dar presente eh mto chata, e acho terrivelmente deselegante colocar aquele cartão.
    Eu não coloquei o cartão, fiz uma lista (pois facilita para várias pessoas), ganhei presentes q não estavam na lista, e deu td certo.
    As pessoas perguntavam se eu tinha feito lista, e eu respondia “está em tal lugar, mas fica a vontade para escolher em outra loja tb”.
    sei lá..cada um vê o casamento de uma forma…

  • Leka diz: 10 de fevereiro de 2011

    Não vejo maiores problemas em anexar o “bilhetinho” ao convite, de preferência, nas costas dele. Mas presentear é opção do convidado. Ninguém é obrigado a dar presente, como citaram aí “é inadmissível”; para mim, inadmissível é alguém pensar deste modo. Como citado acima, quem faz festa é porque quer – e pode. Logo, quem dá presente é quem quer – e pode.

  • Mariane diz: 10 de fevereiro de 2011

    Inadmissível é uma pessoa deixar de ir em meu casamento por de repente não poder me presentear.

    Eu quero a presença das pessoas queridas que convidei, o presente é uma consequência.
    Quando resolvi casar oficialmente foi para participar com pessoas amáveis este momento lindo e nossa felicidade, e isto não está atrelado à me presentearem porisso.

    Quem resolveu casar foi eu, quem resolveu convidar estas pessoas tbm foi eu, o convidado não tem obrigação à nada.
    Só de me dar alegria de sua presença e me dar um forte abraço. ;)

  • Thalita diz: 10 de fevereiro de 2011

    Bom assim, sempre que esse assunto vem à tona é bem polemico… rsrsrs…

    Assim eu acho deselegante o cartãozinho da loja, concordo com aquela noiva que mandou fazer padrão com a papelaria do casamento… No meu convite citei o meu site, e lá tinha o link para a lista (e imprimi a lista para aqueles convidados que pedissem para ver os itens e possível comprar em outra loja), se os convidados nos perguntavam sobre a lista, deixávamos bem claro que a lista era só para que eles tivessem um caminho a seguir, não uma obrigatoriedade, que os convidamos por serem especiais em nossas vidas…

    Teve convidados que foram na loja que fizemos a lista, viram os itens e compraram o mesmo item em outra loja (suponho que uma que eles já eram clientes fiéis, conseguiram preços ou prazos melhores) e nos comunicaram que comprarão tal produto em outra loja, para que nós pudessemos dar baixa na nossa lista…

    E teve convidados que nos deram itens que constavam na lista, mas de outra loja, e não nos avisaram, acabamos ganhando 2, sem crise a loja da lista trocou o nosso pedido por créditos em outros produtos…

    Como convidada gosto da lista porque tomo conhecimento de qual será o estilo da casa dos noivos, e assim comprar um item que eles apreciem…

    Noivas e Noivos prestar atenção SEMPRE em ter presentes de valores variados para que os convidados não fiquem numa saia justa…

    Bjinhus

  • Fernanda diz: 10 de fevereiro de 2011

    Aline, quanto as cotas de viagem, também fiz o mesmo (caso dia 19/03/11). No meu caso, fizemos pela CVC. Você vai até lá, escolhe o roteiro da viagem e define as faixas de valores que os convidados poderão escolher (ex: R$50, R$100, R$150). Você recebe o cartãozinho da CVC dizendo que sua lista está lá (daí, a opção de anexá-lo ao convite ou não, é sua). Cada vez que um convidado adquire uma cota, você recebe um e-mail informando quem a presenteou e qual o valor da cota escolhida por aquele convidado.

  • Andréia diz: 10 de fevereiro de 2011

    Gostei da pessoa que disse “é melhor passar por deselegante do que me aborrecer com a deselegância alheia”. Quem dá a festa pode escolher como quer que seja! Eu nunca casei, mas na minha formatura pedi cotas (R$$), algo que é comum em casamentos também.

  • Vanessa diz: 10 de fevereiro de 2011

    Uau, tema super polêmico!!!

    Concordo que a gente passa meses e meses planejando mil detalhes do casório e tem medo de pecar com indelicadezas do tipo “pedir presente”.
    Mas como algumas meninas já disseram, para os convidados fica muito mais fácil saber desde logo como agradar os noivos..

    Não vejo mal nenhum no cartãozinho vir junto com o convite… se é da loja, da gráfica, na frente, atrás, tanto faz… frescura demais também deixa o evento metido a besta sem necessidade… e fazer os convidados ligarem pra saber como presentear acho muito mais deselegante..

    Bjs a todas e que fiquem tranquilas com suas escolhas!
    Vanessa

  • Daniela diz: 10 de fevereiro de 2011

    Não vou ter lista de presentes no meu casamento, somente cotas de lua de mel. Porém, organizamos a viagem por conta própria. Eu não queria informar através de cartão no convite, mas meu noivo quer. Assim como tem pessoas que gostam da praticidade do cartão e algumas que perguntam o que os noivos gostariam de ganhar, tem outras pessoas que entendem como exigência de dar presente aquele cartão. Acho difícil agradar 100% dos convidados, mas como já tenho a casa pronta, não gostaria de ganhar coisas de cozinha e sim as cotas de lua de mel. Nossos pais já sabem da nossa opção, mas como informar nossa escolha num cartãozinho junto ao convite sendo que não fizemos nada por uma agência?

  • Andrea diz: 10 de fevereiro de 2011

    Eta assunto complicado. Eu ainda não me decidi, como convidada sempre achei as listas muito práticas. O uso do blog eu ainda acho complexo, pois algumas das pessoas que me são queridas não chegam perto do computador, para quem tem uma turma super antenada, eu acho a melhor das soluções.

    A única certeza que eu tenho é que vou fazer a lista, mas como ela será divulgada, só vou decidir em agosto.

    Bjos

  • Silvana diz: 10 de fevereiro de 2011

    Bom gurias…eu me caso agora e abril, e vamos colocar o cartão da CVC (a través de cotas d elua de mel) junto ao convite.Acho que não fica deselegante, pois cada um vai dar a cota que o seu bolso pode.
    E se a pessoa não der, ok, cada um dá oque pode e senão pode não vamos deixar de curtir o grande dia.
    Acho que desta forma facilita, pois a CVC hoje em dia tem em tudo que é lugar e darão oque nós queremos…viajar.Já que já temos nossa casa praticamente completa.

  • Ju Sizinando Rossi diz: 10 de fevereiro de 2011

    Meninas
    O papelzinho da lista é apenas uma sugestão, para facilitar a vida dos convidados e para ajudar os noivos a começarem a montar a casa. Não acho nada deselegante, mas é claro que fica muito mais bonito quando os noivos fazem personalizado, com uma mensagem legal.
    Eu fui convidada para um casamento que não tinha o papelzinho e achei um saco… tive que telefonar para o cerimonialista para perguntar e os noivos não deixaram sugestões. Foi muito ruim, todos os convidados reclamaram.
    Não sei que mania que as pessoas tem de inventarem que as coisas são deselegantes do nada…
    É absurdo você ser convidado para um casamento e não dar um presente (seja cotas, seja dinheiro, seja o que for)… então porque não ajudar os convidados e deixar uma lista?
    Sabe o que eu acho d =eselegante? Querer “mascarar” o desejo de ganhar presentes. Se você fez lista, é porque quer presentes. Então por que fazer o convidado ter que corres atrás da informação sobre onde está a lista? Vamos ser práticas e verdadeiras, meninas!

  • Gabriela Tagliari diz: 10 de fevereiro de 2011

    Eu sou do time que acha extremamente deselegante a lista de presentes anexa ao convite!

    Acredito que o motivo de fazermos uma festa seja comemorar um dia mais do que especial junto às pessoas que amamos. A lista anexa ao convite passa uma impressão de “ok, estou te convidando, mas traga presente!”, como uma espécie de “ingresso” para participar das comemorações.

    Discordo plenamente das pessoas que acham absurdo não levar presente, acho que o convidado deve presentear os noivos se assim desejar e que deve dar o que ele puder e/ou quiser.

    Caso em abril desse ano e sequer fizemos lista de presente. Aos que questionam, estamos sugerindo uma espécie de “cotas lua de mel”, para não dificultar a vida do convidado que faz questão de dar alguma coisa. Digo “espécie de” porque vamos viajar desvinculados de agências de viagem.

  • Gabi Scharb diz: 10 de fevereiro de 2011

    Eu acho tão engraçado essa preocupação toda, a minha opinião sempre foi a seguinte:
    Se tu ta dando uma festa de casamento, é porque todas essas pessoas que estarão lá são pessoas proximas e queridas, que certemente vao querer te presentear, então por quê toda essa duvida se coloca ou não o cartãozinho da loja? Não tem motivo de deselegância!
    No meu caso, foi bem engraçado, pois o marido é do interior e batia o pé que não queria presente, porque o importante era a presença…beleza…pede a ele hoje se ele tem a mesma opinião =P
    Muitos fizeram esse estilo europeu de dar dinheiro na hora dos cumprimentos (deve ser coisa de alemão), e muitos também deram presentes por conta que não estavam na lista…pois qndo entregavamos o convite, falavamos que era apenas uma sugestão para facilitar, mas que realmente o importante era que viessem, e não precisava ser necessariamente na loja. Deu super certo!
    Minha lista de noivas foi feita no Bourbon de Canoas, mas a lista acaba sendo acessada em toda a rede Bourbon, o que ajudou muito, pois tanto o pessoal de Porto Alegre como Vale do Sinos teve a oportunidade de comprar la. Recebi tudo nos dias marcados, recomendo!

  • Aline diz: 10 de fevereiro de 2011

    Daniela, também vamos pedir cotas, mas provavelmente faremos com uma empresa…isso ainda não está decidido! Mas uma dica que te dou: fazer uma tag igual ao convite, colocando que vocês optaram por cotas de viagem e informar a conta bancária de um de vocês para que as pessoas façam o depósito (aí vcs podem optar por um mínimo ou não), pra ser sincera, não acho muito delicada essa forma, mas já vi casais que fizeram isso, ou então a outra opção seria, se vcs tem um blog ou um site, colocar no próprio convite o endereço e informar no blog (ou site) que vocês irão viajar e que optaram por fazer uma viagem particular, sem ajuda de empresa e fazer algo mais criativo para os convidados depositarem as cotas. Conheci um casal que fez dessa maneira e ficou muito legal, eles criaram umas cotas com nomes bem legais, e no final acabavam colocando o número da conta. Todo mundo adorou!

  • Leka diz: 10 de fevereiro de 2011

    Daniela, passei pela mesma situação e fizemos um desses sites de casamento exatamente por este motivo (por não termos uma agência e não queremos objetos). O resultado está sendo positivo! Aconselho!

  • Juliana diz: 10 de fevereiro de 2011

    Eu acredito que não seja deselegante anexar ao convite aquele bilhetinho que diz onde está a lista. Acho que é de grande ajuda para os convidados. Eu como convidada me sentiria meio perdida sobre o que dar de presente se não fosse a lista.

  • Marta diz: 10 de fevereiro de 2011

    Uau, polêmico!

    Eu concordo com a Gabi Scarb, tenho certeza de que meus convidados, que são familiares e amigos queridos, vão fazer questão de nos presentear. De tal forma, o cartãozinho ajuda, ao invés de ofender. Facilita as coisas.

    Uma opção que pensei, já que ainda não mandamos fazer os nossos, é colocar no cartão apenas o nosso site, e lá as pessoas encontrarão as informações. Ex: “Informações sobre o local, confirmação de presença e sugestão de presentes no site: http://www...” Algo assim…

    Como convidada, sempre penso que o presente que eu der não vai sequer cobrir os gastos que o casal terá comigo, então faço questão de retribuir a particiáção nesse momento tão especial com uma pequena contribuição para início de sua vida a dois! E fico perdida se não tem indicação de como os noivos querem…

  • Larissa Wagner diz: 10 de fevereiro de 2011

    Eu concordo com a Gabi Scharb… se estou convidando as pessoas para meu casamento é por que elas são queridas, convivem comigo e muito certamente não acharão deselegante um cartãozinho no convite. Até por que, como convidada, sempre prefiro que os noivos tenham lista, acredito que seja uma comodidade. Vou deixar a minha no site do casamento e, muito provavelmente, em um cartãozinho anexo ao convite, pois muitas pessoas, especialmente as mais idosas não têm acesso à internet…

  • Daniela diz: 10 de fevereiro de 2011

    Já vi pessoas informando o site do casamento e colocando as informações lá. E tb fazendo as cotas com nomes de passeios e/ou lugares. Acho bem divertido dessa forma. Enfim, já pensei em colocar um cartãozinho junto ao convite informando apenas o site do casamento, mas nem todo mundo usa computador. Tb não quero colocar um cartão no convite informando a conta para depósito. Pedir dinheiro é algo delicado. Ainda tem gente que acha que dinheiro não é presente. Mas comprar algo numa loja e gastar dinheiro não é a mesma coisa? Enfim, quanto ao valor quero deixar livre, afinal cada um sabe o bolso que tem. Ainda estou pensando numa maneira educada de explicar o que queremos e sem parecer que estamos exigindo. Presente dá quem quer e quem pode. Apenas estamos especificando o que gostaríamos de ganhar.

  • Dierê diz: 15 de fevereiro de 2011

    É um assunto mt delicado este… No nosso caso, colocamos no cantinho do convite a seguinte informação:

    Detalhes e R.S.V.P
    http://www.xxx.com

    E informamos o site do nosso casamento, onde os convidados podiam encontrar os mapas dos locais da cerimônia e da festa, nossas fotos, nosso Diário dos Noivos, como confirmar presença e as informações sobre a lista de presentes.

    Minhas amigas gostaram bastante deste formato, disseram q ficou discreto e ainda estimulou os convidados a curtirem os detalhes que estavam no nosso site.

    Bjs
    Dierê

  • graziela rocha diz: 11 de agosto de 2011

    Uma maneira elegante e divertida eh informar o site do casamento no convite. La tem varias informacoes uteis aos convidados, como o percurso, dicas para os padrinhos, informacoes da cerimonia e festa e as lojas sugeridas pelos noivos para presentea-los! Fica informativo e elegante!!

  • Camila Miranda diz: 11 de agosto de 2011

    Concordo com a Mariane… “Inadmissível é uma pessoa deixar de ir em meu casamento por de repente não poder me presentear.”
    Quando casei fiz uma lista de presentes, porém não fiz nenhum cartãozinho, mas me arrependo, pois todo mundo me perguntava onde estava a lista, algumas pessoas até ficaram meio perdidas com o que dar. Se tivesse colocado teria facilitado muito.
    Eu, particularmente, prefiro quando já indicam o local onde há lista de presentes.
    O que acho interessante é que os noivos façam uma lista bem diversificda, com presentes de todo preço.

    Bjos!
    Camila.

  • Claudia diz: 10 de fevereiro de 2012

    Poxa, Leka… concordo com você! Pessoa sensata e elegante. Não concordo com “inadimissivel” e muitissimo menos com ” me aborrecer com a deselegância alheia”. Que vergonha! As pessoas presenteiam quem merece ou quando podem. O mais importante é compratilhar o momento de felicidade e não se preocupar com o que ou se vai receber! Eu sempre dou mas não porque sou “socialmente” obrigada e sim porque vou ao casamento de quem gosto!

  • Thais diz: 11 de abril de 2012

    Meu casamento é no mês de julho e vou colocar o cartãozinho com a lista, eu acho que o nosso povo já tem uma tradição, geralmente quando vamos a uma festa independente do tipo sempre levamos presentes, até uma visita a um bb que acabou de nascer levamos presentes… então a lista facilita e não obriga ninguém a nada.
    Pelo menos é minha opinião…

  • Karina diz: 12 de abril de 2012

    Eu não vejo problema nenhum em colocar como sugestão de presente depósito bancário. No meu caso, por exemplo, moro numa cidade, meu noivo em outra e vamos morar numa cidade que não é a que residimos no momento. Essa situação vai permanecer ainda por mais ou menos um ano pós casamento. Eu moro num flat já mobiliado e ele mora em outra cidade com os pais. Dessa forma, fazer uma lista de presentes não caberia à nossa situação já que não teríamos onde guardar nossos presentes e ainda ficariam muito tempo sem uso e alguns, inclusive, perderiam a garantia! Por isso optamos por depósito bancário como sugestão de presente. Foi colocado no próprio convite e não em um cartão preso ao convite, como muitos estão fazendo ultimamente. É apenas uma sugestão, as pessoas não obrigadas a dar e quem quiser nos presentear com um outro presente não vejo problema nenhum. O importante mesmo é a presença das pessoas e não o dinheiro ou outra coisa.

  • Marcella diz: 29 de junho de 2012

    na verdade estou na duvida, vou morar e me casar fora do país , e infelizmente não posso levar presentes comigo na mala!!kkk então pensei de colocar o bilhetinho com o numero da minha conta pra quem gostaria de me presentear depositava a quantia que pode ser qualquer valor!não iria saber quem fez e nem a quantia … assim nao iria constranger ninguem nao vou saber quem fez!mais nao sei … o que acham?

  • Cristina diz: 25 de outubro de 2013

    Vou casar em dezembro e optei por entregar o cartãozinho anexado ao convite, pois acho que é justo sim pedir presente, já estamos fazendo uma festa tão cara! Se em outras ocasiões as pessoas costumam presentear, por que não no casamento?

  • ramayana diz: 16 de julho de 2014

    Acho hipocrisia criar toda essa situação, maratona, pra no fim das contas… existir uma lista de presentes. Se acha deselegante que nao exista nenhuma sugestão. Eu particularmente pretendo fazer minha lista com cartao presente de uma grande loja de eletrodomesticos da cidade, os cartoes variam de 20, 50 e 100. As pessoas podem comprar conforme sua condição financeira e o total eu escolho o movel, eletrodomestico etc que for do meu gosto. Alem de que essa loja esta espalhada em toda a cidade facilitando o deslocamento dos convidados.

Envie seu Comentário