Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Casando no Cais do Porto

11 de julho de 2011 3

O Cais do Porto, no Centro de Porto Alegre, pode não parecer o local mais apropriado para fazer um casamento, mas muitos casais optam pelo espaço para montar recepções super elaboradas naquele estilo de transformação total, afinal de contas os armazéns são antigos e cheios de avarias que precisam ser escondidas dos convidados. Deu vontade? Então é bom saber que para conseguir agendar o Cais para festas é preciso dar telefonemas, atender a exigências de alguns órgãos e fazer várias mudanças. A repórter Morgana Laux, da equipe Noiva.com, foi atrás de quem passou pela experiência para nos contar como é o processo. A cerimonialista Renata Hoff, além de trabalhar com festas lindas, fez o seu próprio casamento no Cais.

Para casar no Cais do Porto é necessário ter uma licença? Como tu fizestes para utilizar o local para a cerimônia e como se reserva a data do casamento?

Eu casei no dia 03 de outubro de 2009 e naquele ano o contrato foi firmado com o Governo do Estado (contatos no final desta matéria). Na época eu liguei para lá, consegui o contato da pessoa responsável pelos eventos e agendei para conversar. Posteriormente, me foram passadas as datas viáveis, dentre as quais tive a sorte da minha se encaixar. Como eles tinham várias restrições, precisei apresentar o projeto da festa e esperar que fosse autorizado para então confirmar a data.

Quais as principais mudanças que tiveram que ser feitas no local? Como a noiva pode esconder tetos e paredes que se encontram em deterioração ou o chão que está desnivelado?

Na verdade esta questão é uma composição de várias situações: primeiro, as adequações físicas necessárias como banheiros (tinham apenas dois femininos e um masculino). A estrutura da cozinha, desde elétrica, hidráulica e até espacial devem ser feitas mediante as regras e supervisão da Anvisa e Secretaria do Meio Ambiente. A estrutura para armazenamento de lixo também deve ser feita mediante as regras e supervisão desses órgãos. A previsão de geradores para fornecimento de energia elétrica e outros aspectos também precisam ser feitas conforme normas.

Segundo, é preciso fazer adequações e organização referente ao operacional do evento. Foi realizada limpeza do local antes da montagem, durante o evento e pós-evento, contratação de seguranças tanto para finalidade da segurança em si dos convidados, como também para cumprimento de regras de circulação.

Terceiro, a decoração. Na verdade, alguns espaços precisam sim do que chamamos de maquiagem de salão, mas é pouco. Na época o espaço precisava mesmo de uma boa limpeza. O local em si é lindo e se o estilo dos noivos for ao encontro do estilo do armazém, na verdade se pode decorar justamente valorizando um espaço histórico. Ou então, sim, forrar paredes, teto, e até mesmo o piso cimentício, ou seja, tudo que for permitido e que vá ser importante para realizar o sonho de quem está casando, pois o prédio é tombado pelo patrimônio histórico.

No meu caso e do Giovanni, nós queríamos uma festa colorida, então forrei todas as paredes, pendurei lustres e arandelas e, até mesmo, uns pergolados com flores suspensas.

Para os convidados, há serviço de estacionamento?

Não tinha serviço de estacionamento, eu contratei. Mas era permitido utilizar o espaço interno.

Como é a experiência de casar no Cais do Porto? Valeu a pena alterar o local?

Nossa, foi um sonho. Com certeza valeu muito a pena, cada dia de envolvimento, trabalho, todo o custo. Eu não consigo nem pensar em outro local para ter vivido o dia mais incrível, emocionante, feliz, mágico da nossa vida, pelo menos até agora, uma vez que estou esperando a chegada do nosso primeiro bebê para outubro deste ano.

Para os noivos que querem casar lá, que sugestões tu darias?

Conhecer o local, saber das necessidades que ele demanda (todas listadas no contrato de locação) para que não se tornem incômodos ou problemas, dimensionar bem o custo dessas necessidades, formalizar tudo certinho em contratos. O resto tem demandas que são iguais a qualquer outro local.

Imagens: Everton Rosa

Para saber um pouco mais sobre o que é necessário fazer para casar no Cais do Porto (incluindo os valores), o Noiva.com procurou a Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH).  Eles explicam que a locação do espaço é feita da seguinte forma: por armazém, por anexo (espaço complementar existente em um dos armazéns) e por pórtico. O custo da locação apenas do armazém, pelo prazo de um a três dias, é de R$ 7 mil, sendo esse o valor mínimo que uma noiva pode gastar com a  locação lá. No entanto, se ela desejar alugar o armazém e o anexo, o acréscimo é de mais R$ 3 mil. O pórtico custa R$ 2 mil. Os valores são de julho de 2011 e os 3 dias disponibilizados são justamente para que os noivos possam trabalhar na montagem e desmontagem da festa.

Segundo a assessoria do SPH, os gastos extras que o casal precisa ter em mente são com a infra-estrutura, relacionados à água e à energia elétrica utilizada. Além disso, eles alertam para o fato de que, se houver a necessidade de alguma reforma, fica por conta do locatário.

Imagens: Emilio Pedroso/ZH

Além desses detalhes, de acordo com o diretor superintendente do órgão, Vanderlan Vasconselos, o principal alerta é com relação à data escolhida. O Cais é uma área que está em processo de revitalização, portanto, qualquer locação precisa ser precedida de interação das áreas de governo. A área, por já ter sido licitada, está na iminência de ser entregue aos licitantes vencedores.

Agora me contem: dá um trabalho enorme, mas o resultado não compensa? Para quem ficou morrendo de vontade de casar no Cais do Porto, segue o telefone para entrar em contato com a responsável pela comissão de Eventos, Maria do Carmo Dornelles Cruz: (51) 3211-5022.

As fotos deste post são justamente do casamento da Renata no Cais do Porto. Não ficou tudo de lindo?

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (3)

  • Bia diz: 11 de julho de 2011

    Ficou lindíssimo, mas eu JAMAIS pagaria esse preço e teria toda essa trabalheira. A não ser que o cais fosse algo muito sentimental para um dos noivos…

  • Juliana diz: 11 de julho de 2011

    O casamento foi lindo e emocionante!! Foi incrível acompanhar e ajudar em todo o processo! Realmente não é fácil… Mas foi gratificante ver transformação daquele espaço!! Desde o envolvimento e comprometimento de toda a equipe até a alegria contagiante dos noivos e convidados!!

  • Gabriela Lorenzet diz: 11 de julho de 2011

    Eu fui num casamento no Cais do Porto e estava tao lindo, mas tao lindo, que olhando essas fotos do “antes” nao parece ser o mesmo local. A festa estava divina e o local maravilhoso.

Envie seu Comentário