Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 9 janeiro 2012

Casando em casa: como transformar uma residência em palco de festa

09 de janeiro de 2012 4

Mais cedo eu mostrei a primeira parte do Donna especial deste fim de semana, com fotos do casamento da Elisa e do Diego. Agora eu compartilho imagens de outra das reportagens especiais, dessa vez a que deu dicas para quem casar em casa. As fotos são do casamento da Mirian e do Guilherme, que aconteceu na casa do avô da noiva, de frente para o Guaíba.

Imagens: Silva’s Fotografias – Equipe Hunter

O primeiro passo para saber se uma residência pode receber a festa de casamento é determinar quais áreas serão usadas e se elas comportam o número de convidados planejado. Depois é preciso cuidar da estrutura para recepcionar os amigos, começando pela segurança. Se não houver estacionamento próximo, considere a contratação de manobristas para que os convidados não precisem andar muito. Seguranças para vigiar os carros que ficarem na rua são indispensáveis.

Antes de passar para a decoração, pense em como acomodar os profissionais que estarão trabalhando na festa. Se a cozinha for pequena, planeje onde será montada uma extensão dela. Cheque se há tomadas para instalar os freezers das bebidas e por onde os garçons irão circular. É importante cuidar da instalação elétrica. A rede de energia da casa pode não suportar toda a iluminação e o equipamento de som programados, portanto é prudente contratar um eletricista para fazer uma avaliação.

Não esqueça de avisar seus vizinhos com antecedência. Se eles forem pegos de surpresa com toda a movimentação, podem lhe causar dores de cabeça. Informe sobre montagens e desmontagens de material, atuação de seguranças e horários. Vale o lembrete: recepções em casa costumam começar mais cedo para não avançar madrugada adentro com som alto.

Ao planejar a decoração, use o estilo da casa como ponto de partida para ganhar tempo e economizar. Se o aspecto for rústico, com muita madeira, tons terrosos e belos gramados, siga essa linha. Caso algum ponto esteja em más condições, adote truques de profissionais para disfarçá-los, como folhagens altas para esconder uma parede descascada ou uma tapadeira de madeira forrada com tecido para bloquear um cômodo. Se o imóvel não for seu, peça um cronograma de horários e rotinas dos moradores. Será mais fácil pregar, cortar e serrar quando estiverem fora, em horário de trabalho.

Quem sonha com não só a festa, mas também com a cerimônia religiosa em casa, precisa checar se a igreja dá permissão. Nem todas as arquidioceses liberam padres para realizar casamentos fora de igrejas, por exemplo. Nesse caso, os noivos podem contratar um celebrante ou realizar apenas a cerimônia civil no local. Uma dica fundamental para quem vai usar a residência da família é não envolver demais os moradores na organização. Pais e irmãos devem aproveitar o dia sem se preocupar se as bebidas já gelaram ou se os doces chegaram. Também deixe-os de fora das tarefas de limpeza no dia seguinte. Conte com a ajuda de todos, mas permita que fiquem livres para curtir o casamento sem preocupações de profissional.

Dicas de especialista

A organizadora de eventos Xuxa Pires, que tem na bagagem dezenas de eventos realizados na casa dos clientes, dá dicas para tornar a festa em casa um sucesso.

- Ao definir o cardápio da noite, dê preferência a pratos que não exijam o uso de faca. Dependendo do tamanho do ambiente, nem sempre o jantar será servido à mesa.

- Quando definir as flores para a decoração, tome cuidado com aquelas que têm aroma muito forte. Em ambientes pequenos, o cheiro fica ainda mais forte, o que pode desencadear reações alérgicas. As rosas são perfeitas porque têm um perfume muito suave.

- Use móveis da casa para a mesa de doces ou de café. É uma forma de valorizar a decoração original da propriedade. Se for um móvel antigo, de família, fica ainda mais bonito.

-  Os convidados precisam estar confortáveis. É crucial não ter na festa mais pessoas do que a casa comporta.

- Várias famílias têm bares na sala de estar, sacada ou varanda. Use esse espaço para instalar uma ilha de caipirinhas ou de drinques internacionais. É fundamental que o lugar tenha boa circulação, pois certamente os convidados ficarão por ali, conversando, enquanto esperam a bebida ficar pronta.

- Não guarde porta-retratos nem quadros com fotos da família. São muito charmosos.

- Já que a festa está sendo realizada na casa da família, por que não incorporar receitas tradicionais ao cardápio da noite? Pense naquele famoso doce da avó e sirva como sobremesa. O mimo também pode ser a lembrancinha da comemoração. Não esqueça de incluir um cartão explicando por que o doce é tão especial e foi escolhido pelos noivos.

Casando em casa: festa em apartamento

09 de janeiro de 2012 2

Viram o caderno Donna, da Zero Hora, neste fim de semana? Ele foi especial sobre casamentos e uma delícia de fazer. O tema central que escolhemos é a tendência americana que cada vez mais agrada as noivas brasileiras: casar usando a residência de familiares como cenário. Nós mostramos dois casos bem legais: o da Mirian e do Guilherme, que casaram na casa do avô da noiva, e o da Elisa e do Diego, que trocaram alianças no apartamento da mãe do noivo em Uruguaiana. O caderno foi ilustrado com fotos lindas e provas de que é possível, sim, transformar uma casa em palco de uma festa linda.

Para as leitoras que moram fora do Rio Grande do Sul eu trago o texto da matéria principal na íntegra. Neste post também mostro mais fotos do casamento da Elisa e do Diego. Ainda hoje prometo uma galeria de imagens da festa da Mirian e do Guilherme. Fiquem ligadas!

Imagens: Reinaldo Alves

A festa de casamento está ficando cada vez mais familiar. Depois dos eventos com estrutura de fazer inveja a shows de rock, os noivos começam a aderir ao estilo americano de casar: lista com poucos convidados, cerimônias que começam ainda com a luz do dia e lugares alternativos para a festa. Entre esses ambientes, a casa dos pais ou avós como cenário para a troca de alianças é o que faz mais sucesso. A tendência vem ganhando o coração das noivas gaúchas, que consideram que casar em um lugar que desperta boas lembranças agrega ainda mais alegrias à nova vida.

Foram justamente as boas memórias vividas na casa do avô, o ex-governador José Augusto Amaral de Souza, que fizeram com que a advogada Mirian de Souza Ribeiro viesse do Canadá para casar no Brasil. A residência, localizada na Ilha da Pintada, de frente para o Guaíba, faz parte da vida da noiva desde seus cinco anos. Mesmo depois de se mudar para o Rio de Janeiro e mais tarde para o Exterior, Mirian seguiu expressando o desejo de voltar ao Rio Grande do Sul para fazer do sobrado o cenário para o casamento com o administrador de empresas Guilherme Cadar Lopes. A transformação da residência em um ambiente que comportasse 150 convidados exigiu uma semana de trabalho e cuidados especiais. Os donos da casa foram consultados sobre os espaços que poderiam ser usados.

- Montar uma recepção em uma casa demanda um esforço maior, pois ao contrário de um salão vazio e pronto para receber um evento, temos que aliar a organização com os moradores, que seguem vivendo por lá e tendo suas rotinas normais –  afirma Neca Esbroglio, que, com Anna Medeiros, recebeu a tarefa de criar a festa.

- Começamos na terça-feira e fomos fazendo alterações ao longo de toda a semana. Deixamos para o grande dia apenas os retoques finais.

Para o casamento de Mirian, a área interna da casa foi transformada em salão de jantar. Ali foram montadas mesas para cerca de 40 pessoas. A área externa foi a que exigiu mais trabalho. Próximo à piscina, foi montado o altar da cerimônia, de frente para o rio, e um grande lounge com bistrôs e namoradeiras para os convidados mais jovens.

Engana-se quem pensa que apenas grandes casas podem comportar uma festa de casamento. Até mesmo um apartamento pode ser transformado em local de festas, como provou o casal de advogados Elisa e Diego Marty. Eles tiveram uma cerimônia realizada na sala do apartamento da mãe de Diego, em Uruguaiana, na fronteira oeste do Estado. O casamento teve 80 convidados e tudo que uma festa tem direito, incluindo pista de dança com DJ.

- Transformamos a sala de estar e TV em pista de dança. Minha sogra foi incrivelmente gentil e nos permitiu inclusive furar o teto para pendurar globos de luz. A sacada, com vista para o Rio Uruguai, foi coberta, e lá tocava um outro tipo de música. Servimos um coquetel e depois o jantar em miniporções para que não fossem necessárias mesas e cadeiras, num estilo mais formal. Como tínhamos uma lista restrita de convidados, formadas por amigos próximos e familiares, seguimos comemorando no fim de semana com uma reunião no sítio da família, onde fizemos fotos lindas – conta a noiva.

Ter um casamento íntimo e diferente do usual foi o que empolgou Elisa e Diego a fazerem da casa da família o salão de festas. É também o que motiva uma série de casais a adotarem casas não só na cidade, mas também em praias e no campo, como cenário.

- Entendemos esse movimento das noivas. As pessoas querem que seus casamentos sejam diferentes, e não que seus convidados entrem um mesmo salão aonde já foram em outras dezenas de festas. Quem opta por um casamento em casa tem um lado intimista e pessoal bem fortalecido. Não é por economia, por às vezes não ter a estrutura de um salão próprio para eventos torna tudo mais caro- afirma Neca Esbroglio.

Um casamento em casa pode mesmo não sair mais em conta do que uma festa tradicional. Tudo vai depender do número de modificações que a residência precisará receber para acomodar os convidados e a decoração. O aluguel do salão de festas de um clube pode passar de R$ 10 mil, mas nivelar o piso de uma casa, instalar toldos na área externa e locar todos os objetos de cozinha para o serviço podem resultar numa conta superior a R$ 50 mil. Usar a casa para a festa visando à economia só é um bom negócio caso as alterações sejam mínimas. Quem pensa em utilizar uma área externa para ampliar o espaço da festa precisa ter cuidado extra. É prudente cobrir os espaços com toldos para se precaver de chuva, sereno e sol forte, no caso de uma comemoração à luz do dia. Com antecedência, os noivos também podem encomendar um projeto para revitalizar o jardim e a pintura de muros e paredes.  As reformas já ficam como um presente para os donos da casa pelo empréstimo da propriedade.

Antes de começar a planejar, também é preciso considerar se há espaço para o serviço, já que uma casa não tem uma cozinha grande o suficiente para preparar mais de cem jantares ao mesmo tempo. Normalmente, os organizadores constroem toda uma nova estrutura locando fogões, fornos e freezers para as bebidas. O orçamento também terá de incluir o aluguel de itens de que os salões de eventos tradicionais normalmente dispõem, como mesas, cadeiras, toalhas, pratos, taças e guardanapos. Um casamento em casa pede ainda uma decoração diferente. Os organizadores de eventos primam por não esconder o local. A casa precisa continuar tendo cara de casa. Usar móveis antigos é uma dica. Vasos que já fazem parte da ambientação original podem receber arranjos de flores, e objetos de família vão para o altar da cerimônia. No casamento de Mirian e Guilherme, a mesa de jantar da família se transformou em mesa de doces, os sofás foram para os lounges e a cristaleira da avó recebeu os doces. Na festa de Elisa e Diego, os docinhos foram acomodados em armários e aparadores decorados com objetos de prata presenteados nas bodas dos pais da noiva.

Apesar da lista de transformações, os noivos garantem que o resultado e a repercussão entre os convidados compensam. Elisa, que casou no apartamento dos sogros, garante:

- Faria tudo de novo. Só recebemos elogios e sentimos que foi uma festa diferente e do nosso jeito. Era o que queríamos!

Just married: Tati e Fernando

09 de janeiro de 2012 11

Que coisa boa ver o Just Married da Tati! Vocês certamente lembram da nossa noivinha “importada”, que durante meses dividiu com a gente o planejamento do seu casamento. Ela mora nos Estados Unidos e casou aqui em Porto Alegre numa festa super divertida. Agora ela nos conta como foi e mostra dezenas de fotos.

“Demorou, mas finalmente estou aqui compartilhando com vocês meu tão sonhado Just Married!

Nosso casamento aconteceu dia 22/10/11, um sábado de “céu de brigadeiro”, com uma temperatura perfeita: nem calor nem frio! Nosso dia já começou super movimentado, pois tínhamos ensaio da nossa dança com os padrinhos no salão. Depois de lá eu já fui para o meu dia de noiva no Hugo Beauty e meu noivo para o hotel Sheraton para sua tarde com amigos e padrinhos.

A nossa cerimônia foi maravilhosa, a igreja estava linda. Eu estava super calma, pude ver do carro ainda os padrinhos entrando na igreja, consegui reparar em toda decoração, ver as pessoas e até prestar atenção em todas as músicas. O Fernando estava mais nervoso que eu, mas ao decorrer da cerimônia ele acalmou. Ver tantas pessoas queridas no mesmo lugar, felizes, sorrindo para nós, nossos padrinhos a nossa volta no altar e Padre Leandro com suas palavras emocionantes foi muito gratificante. Gabi, umas das pessoas que mais me lembro de ver sorrindo muito para mim quando eu caminhava até o altar foi você, é engraçado, mas para a noiva a primeira impressão que temos de como está tudo, de como está o vestido, a maquiagem, é ver a reacão nos olhares, sorrisos e expressão dos seus convidados, pois quando a igreja é grande a noiva não consegue ver logo a reação do noivo. E ver todas as pessoas sorrindo para você é ótimo sinal!!

A festa foi E-S-P-E-T-A-C-U-L-A-R! A decoração ficou linda! Enquanto tirávamos fotos dentro do salão, passava um vídeo com “Nossa História”. Nós entramos no salão dançando junto com nossos padrinhos a música “Forever” do Chris Brown, ficou muito legal! A comida estava ótima e com um serviço impecável. A mesa de doces uma atração a parte, com doces maravilhosos. Depois abrimos a pista com outra dança que ensaiamos junto com os padrinhos que foi um mix com várias partes de músicas diferentes, o que foi muito divertido de fazer, ensaiar e apresentar no dia. Logo mais tivemos a “nossa” dança, onde dançamos a música e coreografia do filme Dirty Dancing. Todos convidados elogiaram!  Tivemos também mais um clipe de música que gravamos com alguns padrinhos e amigos com a música I Gotta Felling do Black Eyed Peas, brinde, depoimentos emocionantes de padrinhos e familiares e claro a banda “Vinny Lacerda & Banda” que nos deixou até o amanhecer na pista com os convidados. A festa foi um sucesso!!!

Meninas, sei que isto já está meio batido e a maioria das noivas falam, mas é verdade: passa tudo muiiito rápido! Nós tentamos aproveitar muito bem todos momentos, mas quando você vê já é o outro dia, já passou a lua de mel e você se pega tentando lembrar cada momento não só desta noite tão especial, mas todas as celebrações, ensaios, jantas que antecedem este dia. Portanto, aproveitem mesmo cada segundo, e não percam tempo com algo que não saiu como previsto, afinal ninguém sabe a não ser você.

Foi um prazer enorme poder dividir com vocês cada momento da preparação para o casamento aqui no blog Noiva.com, afinal foram 2 anos de preparações e milhões de acessos diários no blog para nunca perder uma novidade, uma idéia, sorteios, encontros… esta fase de preparação é muito legal, talvez um pouco estressante no final (mais para mim, pois eu sou a noivinha que preparou tudo à distância), mas no geral é muito gostosa!

A maior gratificação para mim foi ver, além de todos meus familiares e amigos de todas as turmas reunidos num mesmo local, meu noivo no final da festa dizendo que queria fazer outra festa! Pois nós sabemos que nós, noivas, vamos sempre além querendo tudo que sonhamos e os noivos são mais pés no chão e ficam enlouquecidos com as contas de muitas coisas que ele acham desnecessárias, então no final foi muito legal ver que o meu noivo amou tudo e queria fazer outra festa novamente!

Nossa lua de mel foi fantástica! Fomos para Itália e saiu tudo como planejado também. Com tudo isto, só tenho a agradecer por tudo ter saído como sonhamos, pelo super apoio de nossas famílias em todo processo e no dia do casamento e pelo marido maravilhoso que tenho hoje!

Indicamos muito, muito, e agradecemos cada pessoa envolvida no nosso dia  especial.”

Clique aqui para ver a ficha técnica do casamento da Tati e do Fernando