Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Como é mesmo essa história de salão + economato?

06 de fevereiro de 2012 2

Algo me diz que o pessoal que ficou noivo nas festas de fim de ano tirou o mês de janeiro para já começar a procura por igreja e salão para o casamento. Por que eu acho isso? Nunca recebi tantos e-mails juntos sobre um mesmo assunto. Neste caso as dúvidas são sobre o famoso e tão falado “alugue o salão e leve o buffet junto”. Já que tem muita gente encucado com isso, que tal um ponto a ponto sobre o tema?

Para começar: como é essa história de ter que contratar os dois juntos?

Vários espaços para eventos (sejam clubes ou casas de festa) adotam a seguinte prática: você aluga o espaço, mas precisa, obrigatoriamente, contratar também o buffet com o qual trabalham. Nem todos os espaços atuam assim, por isso é preciso perguntar.

Qual a parte ruim deste combo?

A parte ruim é que se você perde possibilidades quando já tem um serviço atrelado a outro. Se você adora um economato específico (talvez aquele que contratou para sua formatura ou para o aniversário de casamento dos pais) e faz questão de tê-lo na sua festa, terá que procurar um salão que permita a contratação em separado. Para quem se preocupa muito com orçamento outro ponto ruim é não poder pesquisar vários e contratar o que oferecer o melhor preço.

E qual a parte boa?

Com certeza, ver suas preocupações bem reduzidas. Os clubes normalmente trabalham com bons economatos, empresas de renome. Por estarem bem acostumadas a trabalhar naquele local específico os buffets conhecem bem a cozinha, as entradas e saídas de serviço, os horários impostos pelo clube.

Então estou de mãos atadas? Não poderei escolher nada?

Sim e não. Caso seu clube imponha a contratação de um economato específico, isso não significa que você não poderá escolher nada. A montagem do cardápio será feita em conjunto com os noivos e você poderá, sim, barganhar um bom preço. Vale a ressalva: vários economatos trabalham com valor mínimo por pessoa.

E no que isso influencia em valores?

Atenção total aqui, srta. noiva. Quando pesquisar um clube para casar, pergunte se você precisa contratar o economato. Um local pode ter um valor de locação baixinho e muito atrativo, mas um economato que não cobra bem caro. No fim das contas o que pareceria bom se tornará bem caro.


Antes de pegar o telefone e começar a ligar para seus clubes preferidos para pedir um orçamento, anote o checklist abaixo. Faça todas as perguntas abaixo para ter informações mínimas para tomar uma boa decisão.

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (2)

  • José Luiz Kavalinho diz: 11 de março de 2013

    Boas as suas dicas, parabéns pelo trabalho.
    Trabalho com filmagem de eventos de forma geral faz 30 anos em Porto Alegre. Sou do tempo em que os noivos escolhiam tudo e assim, tinham bem mais liberdade de escolha. De 15 anos para cá, criou-se a cerimonialista, uma pessoa ou empresa que escolhe quase tudo para os noivos e ainda cobra BV, o que encarece muito o valor pago no final além de tirar a liberdade de escolha dos noivos. Atenciosamente por ler este, José Luiz Kavalinho.

  • Monique diz: 6 de agosto de 2013

    Boas as dicas! Estava pesquisando os clubes e me deparei com esta situação do economato. Teu post foi esclarecedor, obrigada!

Envie seu Comentário