Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Na festa: definindo lugares por ala, não por mesa

27 de julho de 2012 2

Nesta semana rolou lá no Love Loft, da Mauren Motta, o curso para noivas contemporâneas. Eu participei como uma das palestrantes das aulas desta quinta-feira e adorei a experiência (lembrou meus tempos de professora). Antes de mim, quem falou foi a Bettina Becker, uma das organizadoras de eventos mais badaladas aqui do Rio Grande do Sul. No papo com as noivas, a Bettina comentou um assunto que sempre rende pano para manga aqui no blog e que por isso sempre é bom trazer de volta: afinal, é bacana ou não é bacana definir os lugares onde cada convidado vai sentar durante a festa?

A minha opinião vocês conhecem: sim, sim e sim por todos aqueles motivos que comentei aqui. Para quem não curte muito essa coisa de definir o número da mesa para cada pessoa, a Bettina lembrou de um formato parecido, mas menos imperativo: definir regiões do salão para os convidados, e não uma mesa específica.

Vocês já devem ter ido em festas usando este esquema. As mesas com uma determinada cor ou em um determinado ponto do salão são para os amigos do noivo. As de outra cor ou em outro canto, são da família da noiva e assim por diante. O convidado vai até seu espaço, que concentra várias mesas, e escolhe onde quer ficar. Sei o que muitas de vocês devem estar pensando: como ficam aqueles que se encaixam em mais de uma categoria (amigos da noiva e colegas de trabalho do noivo, por exemplo)? Aí vai do critério de cada um de enxergar onde estão os amigos mais próximos e ficar com eles. O organizador, nestes casos, fica sempre por perto e dá uma ajudinha.

Dica importantíssima e fundamental para quem vai adotar este esquema sem a ajuda de um organizador: não basta simplesmente dividir o salão em três ou quatro áreas. Os noivos precisam, com a lista final de convidados em mãos, fazer um exercício de futurologia e imaginar onde cada amigo ou familiar iria querer se sentar. Isso é fundamental para que o número de mesas em cada ala seja planejado. A parte ruim deste esquema (que não acontece na definição mais rígida de mesas) é que se faltarem mesas na ala dos parentes da noiva, aquele tio que chegou atrasado não terá escolha senão se sentar com colegas de faculdade do noivo, único cantinho com espaço sobrando.



Se for dividir o salão em alas, aproveite para fazer uma brincadeirinha com elas. Batize cada uma com o nome de algo relacionado a ela. Exemplo: a área dos amigos de colégio do noivo pode ser batizada com o nome da escola. A da família da noiva, com o nome da praia que todos frequentam no verão. Esses nomes podem estar em cartões sobre a mesa (ajudando a identificar cada área) e certamente arrancam sorrisos quando o convidado chega em seu lugar.

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (2)

  • Gabriela Cristina diz: 27 de julho de 2012

    Não sei se gosto desse estilo tb!!

  • Juliana diz: 27 de julho de 2012

    Olá Gabrieli, bom dia.

    Meu nome é Juliana, trabalho na Produção Online do Avesso, programa que mostra os bastidores da comunicação.

    Desenvolvemos parcerias com diversos Blogs, e gostaríamos de ter o Blog Noiva.com , como parceiro do Avesso.

    Acesse http://www.avessotv.com.br e assista aos nossos programas.

    Caso tenha interesse em conhecer mais sobre a parceria acesse
    http://www.avessotv.com.br/seja-parceiro-do-avesso.html

    Obrigada.

Envie seu Comentário