Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Coluna da Ju Palma: a saga por uma vida mais saudável

27 de maio de 2013 22

No dia em que apresentei o novo bloguinho pra vocês, comentei que teríamos colunistas escrevendo sobre uma série de assuntos legais. A carinha da Bárbara, que com todo amor do mundo cuida das fotos enviadas pelas noivas, vocês já viram por aqui. Agora eu apresento a querida Juliana Palma, jornalista que nos últimos tempos virou uma referência em boa forma aqui no jornal.

A Ju conseguiu aquilo que todas nós cobiçamos: mudou a alimentação, deu um chega pra lá na preguiça e, aos pouquinhos, perdeu peso e ficou ainda mais bonita. De tempos em tempos ela vai passar aqui no bloguinho para contar o que deu certo, as receitas que prepara em casa, como se vira para resistir ao pão de queijo da redação.

Eu vivo às voltas com dietas e morro de raiva de dicas de revistas, que sugerem ingredientes ou estilos de vida impossíveis para quem tem vida corrida ou conta bancária controlada. Estando aqui do ladinho da Ju, vi como é possível ficar saudável sem pirar e sem estourar o cartão de crédito. Vou amar essa coluninha!

Vai, Ju! Conta para as gurias como a tua vida mudou!

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (22)

  • piell rouse diz: 27 de maio de 2013

    Adorei,
    estou precisando fazer exercícios e ler histórias como essa para incentivar !!
    o meu problema é o doce e o pior trabalho diretamente com isso!!
    mas vamos lá força na peruca que não é impossível!!
    beijos
    adorei a cara do blog!!

  • Jéssica Scherer diz: 27 de maio de 2013

    Muito legal Juliana!
    Estou no mesmo processo! Me alimentei muito mal nos primeiros anos da faculdade agora com uns 12kg a mais do que na época do vestibular e me encaminhando para o TCC estou buscando melhor minha qualidade de vida, antes de enlouquecer e passar mal do estômago!
    Estou buscando me alimentar melhor e na medida do possível me movimentar! Estou sentindo um ótimo resultado, e agora com a sua coluna no blog tenho uma motivação a mais!
    bjo

  • Larissa Damian Trevisan diz: 27 de maio de 2013

    O bloguinho está cada dia mais bacana! Parabéns meninas! Juliana Palma, você incluiu na sua alimentação a “famosa” tapioca, que não tem glúten e muitas meninas estão inserindo? Penso nessa hipótese, já que há um ano e meio emagreci 10 quilos também somente com força de vontade e agora gosto de inserir na minha alimentação, alimentos que venham a somar! Porém, como moro no oeste de Santa Catarina, aqui nem todos os alimentos diferenciados é possível encontrar e a tal da goma hidratada não encontro e ainda tenho poucas informações sobre a tapioca. Se tiver alguma informação sobre isso, acho que seria interessante! Beijos!

  • Sabrina Steiner diz: 27 de maio de 2013

    A Ju está de parabéns pois ficou linda!!! Adorei o depoimento e realmente Ju como a rotina corrida deixa a gente ansiosa e acabamos nos passando do limite nas nossas alimentações, e vc provou que com determinação e uma vontade enorme de alcançar o objetivo a gente encontra aquele tempinho para se cuidar e praticar algum exercício físico para liberar a tensão do dia-a-dia e organizar um cardápio bem bacana sem se privar de muitos alimentos e ter uma qualidade de vida melhor :)
    bjs

  • Vick diz: 27 de maio de 2013

    Quando se tem hábitos alimentares ruins e mudamos para uma alimentação saudável é fácil emagrecer (no sentido de que é o resultado natural, não que seja fácil aprender a comer direito e abrir mão de doces e massas e industrializados). Mas e quando a pessoa já come super saudável, é ativa e mesmo assim não consegue emagrecer??? Alguém passando por isso?

  • Gabrieli Chanas diz: 27 de maio de 2013

    Quem me dera, Vick. Meu desafio é mudar os meus hábitos. Consigo de tempos em tempos, mas não mantenho. Até rolou uma bela manutenção no ano passado, mas entrei 2013 enfiando o pé na jaca.

  • nina maria flor diz: 27 de maio de 2013

    Adorei. Vou seguir sempre essa coluna!!
    Quanto tempo tu caminhava na esteira. Eu deteeeeeeeeeeeeesto academia, e já melhorei muuuuuuito a minha alimentação mas emagreci só 3 kg. O negócio é partir pro exercício, mas me dá uma depressão só de pensar em fazer…..

  • Vick diz: 27 de maio de 2013

    Pois é, nada é facil… Eu consegui mudar meus hábitos (de quem não comia salada pra alguém que não vive sem), mas emagrecer mesmo que é bom, nada… Ok, não posso dizer que estou gorda, aquela coisa, quem me vê na rua não apontaria dizendo “olha aquela gorda”, mas sempre fui magra e bem… ainda que seja em pontos localizados, não me sinto mais à vontade com meu corpo. E não tenho grana pra uma lipo…
    Ainda assim, algumas coisas que incluí na minha dieta e que agora eu AMO, e são super saudáveis e light, queria dividir aqui. Eu moro na Espanha e talvez algumas coisas não sejam tão fáceis (ou baratas) encontrar no Brasil. Mas aqui tem a tal dieta mediterrânea. Ok, só que chega uma hora que mesmo um não gaúcho cansa de comer peixe (imagina eu q sempre amei um churrasco). O que comecei a comer então foram mais legumes (beringela, alcachofra, abobrinha, aspargos, todos se pode fazer de mil maneiras),hummus (é uma delicia), grão de bico, feijão branco, couscous (calorias quase zero e alto poder saciante), e abacate, mas como salgado, em saladas, sanduiches, aqui eles usam muito e no começo parece estranho mas depois vicia!!!
    Como disse, não emagreci muito mas noto que tenho mais vitalidade, cabelo e pele mais bonitos, e realmente são coisas gostosas pra quem quer sair do esquema dieta carne-salada-sopa!

    Espero ter contribuido com algo!

  • Juliana Palma diz: 27 de maio de 2013

    Oi Larissa! Já ouvi falar dessa tapioca, mas não provei ainda. Vou dar uma pesquisada e passar para vocês!

    Vick, nunca passei por isso, emagreci naturalmente com a alimentação. Será que não seria melhor procurar um médico para ver se está tudo certinho com teu organismo?

    Ai, Nina, confesso que no início também achava um saco fazer esteira essas coisas. Costumava caminhar 60 minutos (tapava o visor da esteira com uma toalha pra não ver os segundos se arrastarem) e agora já estou até correndo. E adoro!

    Beijo, gurias!

  • Melissa Maciel diz: 27 de maio de 2013

    Juliana,

    Adorei a sua estréia.. vou te acompanhar. Se puderes incluir as futuras mamães nas tuas dicas de alimentação.. sou a mais nova mãe do pedaço…heheh

    Bjs e sucesso.

  • MAUREN BRANDT diz: 27 de maio de 2013

    Que legal! Isso que é uma verdadeira injeção de motivação! Comecei a Dieta Dukan há um mes e meio e já perdi 6,5Kg sem esforço algum. Mentira! Tive que abandonar o chocolate, a pizza e a cerveja… mas não passei fome um dia sequer. Tô me sentindo super bem com uma reeducação alimentar só com comidinhas saudáveis e light, longe do açúcar, gorduras e sal. Em breve voltarei a incluir o carboidrato nas refeirções, mas só em pequenas quantidades….. Força na peruca, gurias!

  • MAUREN BRANDT diz: 27 de maio de 2013

    Que legal! Isso que é uma verdadeira injeção de motivação! Comecei a Dieta Dukan há um mes e meio e já perdi 6,5Kg sem esforço algum. Mentira! Tive que abandonar o chocolate, a pizza e a cerveja… mas não passei fome um dia sequer. Tô me sentindo super bem com uma reeducação alimentar só com comidinhas saudáveis e light, longe do açúcar, gorduras e sal. Em breve voltarei a incluir o carboidrato nas refeições, mas só em pequenas quantidades….. Força na peruca, gurias!

  • Bárbara Pustai diz: 27 de maio de 2013

    Que orgulho dessa minha amiga linda <3

  • Cintia Schneider diz: 27 de maio de 2013

    querida maravilhosos mas como poderei receber pelo stagran ?

  • Gabriela diz: 27 de maio de 2013

    Mais uma musa inspiradora! Também perdi 10kg, de setembro pra cá, mas pq descobri que tenho hérnia de hiato, que causa uma queimação desgraçada no estômago e refluxo. Com isso, tive que cortar um monte de coisa (boa) do meu cardápio – frituras, chocolate, chima, chás, café, molhos, condimentos, frutas ácidas, doces – ufa!! Comecei a caminhar pelo menos 30min por dia e ir pra odiada academia (já estou me acostumando, antes não me passava pela cabeça que um dia teria ânimo para malhar). Precisei de ajuda de uma nutri para controlar a dieta, mas o resultado está sendo ótimo! Corpo e mente (e estômago) já estão bem melhores!!!

  • Camila Dal Pra diz: 27 de maio de 2013

    Gabiii..
    Adoreiiiii!!
    Pra qm está sempre brigando com a balança é ótimo saber um pouco mais sobre receitas reais e não as loucuras das revistas de 5 Kg em 10 dias hehe
    To louca para saber a receita do suco verde!
    Um beijo Meninas

  • Juliana de Paula diz: 28 de maio de 2013

    Parabéns!! Realmente dá uma felicidade quando vemos que além de emagrecermos, ficamos com uma disposição incrível pra tudo.
    A minha saída foi começar a correr.
    Pra te ser bem sincera, não curto o perfil da Pugliesi, quando ela começa com aquelas coisas chatas de “não vai jogar fora o brigadeiro que você comeu?” blá,blá,blá… sinceramente pra mim isso não é vida! heheeheheheh
    Gosto mais dos perfis como da Sophia Alckmin que faz atividade física, curte um esporte ao ar livre e mesmo assim toma o seu viozinho com uma massa aos finais de semana!
    Bjs!

  • Carol X. diz: 28 de maio de 2013

    PRECISO me policiar e mudar meus hábitos tb!!!!!! Quero engravidar e depois que casei, estou muito acima do meu peso ideal, mas como isso é complicado, nossa!!!!!
    bj

  • Débora diz: 28 de maio de 2013

    Estou adorando o blog, essa coluna só veio a somar! Também passei por uma transformação grande na minha alimentação quando descobri que sou celíaca (alérgica ao glúten), tive que cortar pães, massas, bolos, bolachas, chocolates, enfim, todos os alimentos que tem essa bendita proteína. Embora a restrição seja chata, isso me trouxe uma alimentação muito mais rica e saudável, que eu já tentava seguir por ser vegetariana. Como praticamente tudo que tem glúten é industrializado, passei a comer mais frutas, legumes, a preparar meus próprios lanches em casa e lá se foram 15 kg facilmente. Ainda falta inserir o exercício físico na minha rotina, para melhorar a qualidade de vida, já que o quilinhos já se foram. Espero tomar coragem!
    Ah, sobre tapioca: é uma maravilha! Como toda a semana com recheio de frutas. Dá pra fazer com polvilho doce e água, não precisa ser necessariamente com goma, Larissa Damian Trevisan! Ela tem menos calorias que um pão francês e é MUITO nutritiva.

  • Vinícius Fragoso diz: 31 de maio de 2013

    Ju,
    tu sabes que eu sei o quanto esta luta é árdua! Espero que o blog seja mais um estímulo para seguir em frente, conseguir e manter teu objetivo de uma vida mais saudável.
    tô aqui em Floripa te acompanhando pelo blog e pela vida!
    Beijo enorme pra ti e parabéns!

  • olga diz: 3 de junho de 2013

    sempre que possivel também acompanho teu trabalho sempre torcendo por ti bj

  • Amanda Alves diz: 23 de outubro de 2013

    Oi Ju! Sabe que quando decidi mudar minha alimentação, meus habitos, enfim. Fui pesquisar , me informar. Além da Gabi Puglesi, descobri uma menina que mexeu muito comigo, a Camila do Pensando Magro. Nossa aquilo foi, sem dúvida, um baita incentivo. Eu comecei meu processo de reeducação alimentar, emagrecimento etc. No fim de 2012. Entrei Janeiro pesando 75 Kg medindo 1,60, imagina. Eu era enorme , não me reconhecia mais, nada cabia, do 38 fui pro 44 num pulo. Do sutiã 44 fui pro 48 assim, num passe de mágica e o pior: eu nem me dava conta. Um dia ,passeando no shopping olhei pra trás etinha um espelhão. Sabe aquele choque? Nossa não era eu. Me perguntei como me permitir ficar assim. Descidi mudar e de um modo saudável, que não fosse midiatico, tão pouco imediato. Eu sabia que dietas da moda não iriam adiantar. Fui pra nutri, segui a risca tudo. Passei a andar de bike, caminhar e , posteriormente , correr. Estamos em outubro e com muito orgulho de mim mesma hoje cheguie no 56 Kg. Nem acredito. Tenho 22 anos , aquelas roupas dos 16, 17 servem de novo. o velho jeans 38 cabe e sobra. Tô ainda firme e forte. Mas o que mais me orgulha é saber que consegui mudar meu pensamento, minha relação com a comida. Certamente, daqui pra frente, terei uma vida muito melhor em todos os sentidos. Dicas como as tuas, depoimentos verdadeiros, enfim, ajudam de um modo muito significativo, mesmo!!

    Abração!!

Envie seu Comentário