Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Kate e William decidem não saber o sexo do bebê

20 de junho de 2013 55

Ao mesmo tempo que acho a decisão deles muito bacana, tenho vontade de ligar para o casal e perguntar: como é que vocês conseguem controlar a curiosidade?

A BBC reportou que o casal real decidiu que não quer saber se é menino ou menina o baby que a Kate está esperando. Vão descobrir só na hora do parto, quando o médico anunciar o famoso it’s a boy ou it’s a girl.

Em tempos de ultrassonografias em 3D, onde além do sexo dá até para espiar o rostinho, é uma decisão bem inusitada. Na minha família e entre as minhas amigas, todo mundo quis saber o sexo antes. Eu mesma, quando engravidar, não vou segurar a curiosidade.

Essas ultrassonografias estão tão modernas que mesmo antes de nascer já dá para saber se o bebê é a cara da mãe ou a cara do pai.

Mães que estão por aí, me contem: alguém também optou por não saber o sexo apenas no parto? A decisão deles foi bem fora do comum ou, ao contrário do que acontece no meu círculo de conhecidas, acontece mais do que a gente pensa?

Fiquei pensando em como eram as coisas há alguns anos, quando as ultrassonografias não eram tão modernas como hoje. Até dei uma ligadinha para Dona Nelma, minha mãe, para saber como foram as coisas quando ela estava grávida da minha mana (que tem 44 anos – desculpa por revelar, Claudya) e de mim (eu tenho 35). Em ambas gestações a mãe só soube que éramos gurias no momento do parto. Todas as roupinhas e decoração dos quartos foram feitas em amarelo e verde clarinho para encaixar com menino ou menina.

Estava quase dando tchau para a mãe quando ela me passou uma informação que mudou meu dia:

“Mas tu eu tinha certeza que seria guri. O médico ficou apavorado com o tamanho da minha barriga. Disse que certo que era um guri enorme, de mais de quatro quilos”.

Valeu, mãe!

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (55)

  • Daiane Colnaghi diz: 20 de junho de 2013

    Eu quis muito saber o sexo, sim. Eu criei toda uma expectativa, estava super ansiosa. Descobri com 16 semanas de gestação que era um menino fofo.

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Daiane, estou contigo. Acho que já no primeiro dia de gestação estarei roendo os dedos de curiosidade! Beijos!

  • Melissa Aguirre diz: 20 de junho de 2013

    Eu sempre quis saber cedo o sexo dos meus… com 15 ou 16 semanas já sabia dos dois, com a Pietra foi muito engraçado, pois depois da Eco fiquei tao feliz que seria uma menina que eu peguei o T1 p ir trabalhar, trabalhava em um banco na Protásio, quando eu vi estava lá no Iguatemi… nas nuvens… kkkk tive que pegar outro ônibus de volta e cheguei super atrasada….

  • Josiane Castro diz: 20 de junho de 2013

    Duvido que eles não saibam. Eles só não querem divulgar pra imprensa. Mães que não querem saber o sexo, na maioria das vezes , só tem medo de decepcionarem se por não ser o que desejam, melhor dizer que não querem saber. Falo pq sou obstetra e conheço o perfil.

  • Lorraine Furriel diz: 20 de junho de 2013

    Gabi estou gravida de 20 semanas e estava louca para saber o sexo do bebe!!
    Meu esposo queria saber só na hora do parto,mas eu tava morta de ansiedade e curiosidade!!
    Com 17semanas e 2 dias descobrimos que está vindo uma princesinha!!

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Sério, Josi? Nossa, essa eu nem imaginava. Beijos!

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Hahahahahaah! Ri muito, Melissa!

  • Maressa diz: 20 de junho de 2013

    Gabi.. estou na minha segunda gestação e estou com 09 semanas… louca para saber se vem uma menininha por aí, já que sou mãe de um menino. Desde o primeiro dia já fiquei super curiosa, até porque eu acho horrível ficar chamando seu filho só de bebê… qdo se sabe o sexo vc escolhe o nome e vai se familiarizando com esse ser maravilhoso que está por vir!!! bjos querida e seu blog é muito legal!!!!

  • Julia diz: 20 de junho de 2013

    Oi Gabi, eu descobri minha gravidez quando estava com 5 meses, por esse inusitado motivo, nem tive o tempo da curiosidade. Descobri gravidez e sexo do meu baby praticamente no mesmo momento. E hj minha linda Laura está com 5 anos. Beijos

  • Paola Macchi diz: 20 de junho de 2013

    Eu não me contive e pedi pra saber antes do tempo… com 13 semanas já deram um chute de ser menina, e realmente veio a Rafa!

    Mas concordo com a Josi, pelo simples fato que eles devem sofrer com a pressão da sucessão do trono!

  • Fabiana Hilario diz: 20 de junho de 2013

    OI, Gabi!

    Olha, da minha primeira filha, hoje com 21anos, eu optei por não fazer a eco, para saber o sexo, fiquei sabendo na hora. Já da minha outra , hoje com 4anos, fiz para saber tudo, menina, tive que fazer varias para descobri o sexo, a danada não deixava ahahahha…mas essa 3D, eu não quis , acho que ai tira o encanto de saber na hora o rostinho e bla bla bla…Mas já vou te adiantando, a personalidade dela, desde as ecos, é a mesma, sempre foi resistente e colocava a mãozinha no rosto, parecia que queria q parássemos na hora…ela é bem assim…mega geniosa, personalidade forte de ferro! Beijos

  • Melanie diz: 20 de junho de 2013

    É engraçado porque existem mulheres que não querem saber o sexo do bebê. Minha mãe, por exemplo, teve 9 (isso, NOVE!) filhos! Todos bem criados, muito bem de saúde e todos os que tem idade, na faculdade, formados, e alguns com mestrado!
    Bom, a questão é que meu irmão mais velho tem 28 e o mais novo tem 8. E de nenhum dos filhos ela quis saber o sexo! Meus pais preferiam saber quando nascesse!!

    Já eu, quando tiver, não sei não se vou aguentar…

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Aaaaaaauuuuuuuunnnn, que amor, Fabiana! Nossa, vou reparar no comportamento do meu na barriga. Que doce isso!

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Paola, tô pensando que é isso também. Imagina a pressão!

  • Jeane diz: 20 de junho de 2013

    Aqui em SP da pra saber o sexo do baby com 8 semanas de gravidez, através de um exame de sangue chamado sexagem fetal (geralmente é com 12 semanas que aparece o sexo no ultrassom). Meio caro: era por volta de 800 reais no ano passado.

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Julia! Com 5 meses? Me conta mais sobre isso!!!

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Maressa, muito obrigada pelo elogio! Fiquei toda boba! Beijos e boa sorte na gravidez!

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Lorraine, que tudo! Meninas são mesmo tudo de bom! Eu já tenho meus nomes escolhidos para umas 4 gurias e para 2 guris. Só não conta pro meu marido! Hahahahaha!

  • Camila Gaik diz: 20 de junho de 2013

    Na minha primeira gravidez não consegui saber antes do nascimento,foi total surpresa,mas meu instinto de mãe não falhou, sempre senti que era uma menina(inclusive já tinha escolhido o nome Nicoly)e nasceu a minha filhota perfeitinha como eu imaginava,depois na minha segunda gravidez com 4 meses e meio confirmei que teria o meu príncipe o Caio,acho as duas experiencias bem emocionantes,mas confesso que foi bem melhor saber,pois podemos nos organizar(até financeiramente)melhor!!!

  • Gisele Bonalume diz: 20 de junho de 2013

    Eu já sou ansiosa por natureza e quando engravidei contei as semanas para fazer a eco e descobrir e por coincidência na semana que poderia saber a minha obstetra tirou férias e tive que esperar uma semana a mais para poder pegar a requisição e fazer a eco. Outra curiosidade é que toda a minha família opinou dizendo que seria um menino, fizeram simpatias e crenças antigas e tudo apontava para ser um menino, somente o pai dizia que seria uma menina…quando fizemos a eco descobrimos que seria a nossa menina linda Isabella que hoje está com 1 ano e meio…aprontando muito e enchendo nossas vidas de alegrias.

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Ai, que musa a minha madrinha Jeane deixando recado. Mas Je, como tá caro isso! Um beijo com muita saudade!

  • Cristina Pujol diz: 20 de junho de 2013

    Gabi Chanas, eu optei por não saber o sexo do meu bebê quando fiz a ecografia. Decidi que independente do que fosse, seria filho único e eu não tinha preferência e queria ter a moda antiga, queria ter a surpresa de ter um bebê! E não me arrependí, acho que se depois tivesse decidido ter mais filhos, também optaria pela surpresa, é muito emocionante! Tenho a eco até hoje…olho…olho e não tem como descobrir pelas imagens o que era…e era uma menina, minha filha Roberta!

  • Caroline diz: 20 de junho de 2013

    Seguindo a lógica da Josi e da Paola… o bebê deve ser menina!

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Nossa, Cristina! Estava doida pra ler o depoimento de alguém que optou por descobrir só na hora do parto. Por mais curiosa que eu seja, admito que deve ser uma emoção e tanto saber na hora!

  • Hortelino Trocaletra diz: 20 de junho de 2013

    Óia, pelas datas em que tua irmã e vc nasceram, nem tinha como saber o sexo da criança, pois o parto ainda era em casa por parteira. Para saber o sexo, naquela época da carruagem, só por adivinhação ou palpite da comadre da Dona Dilma, epa, desculpe a maldade, da Dona Neuma, que, pela prole, é uma muié bonita. Valeu mãe!

  • Sheila Sampaio diz: 20 de junho de 2013

    Gabi, estou numa situação parecida com a tua. A cada mal estar o povo grita: tá grávida! Mas, pra alegria de todos e futuro da nação, estamos planejando um baby pro póximo ano. Vou saber o sexo do bebê. Não, não é escolha minha. Meu marido nem quis discutir a alternativa, quer porque quer saber. E acho difícil resistir ao sorriso do médico, com o ultrassom e gel na barriga, perguntando: “vocês querem saber o que é?”. Haja força de vontade!

  • Chris Artico diz: 20 de junho de 2013

    Gabi!! Eu tbm achei que seria assim como tu, uma vez que sou uma cuuuuuriosa sem limites! Hehehehehehe
    Mas, a curiosidade a respeito do sexo do bebê passou desde que soube que estava grávida.
    Acredito que o desejo de que venha com saúde, de que esteja tudo bem, foi muito maior que a curiosidade!
    Todas as pessoas me perguntavam sobre o que eu achava que era, e diziam “a mãe sempre sente e sabe”!
    Pois essa mãe aqui não! Afinal, não tinha nenhuma preferência… A vida que estava gerando já estava se formando no sexo que teria, e seria bem-vindo o que viesse…
    Claro que optamos por saber o sexo, e afinal foi às 20 semanas, para podermos preparar o quarto e providenciar as coisinhas todas condizentes…
    Mas se não fosse por esse motivo, aguentaria tranquila até o final!!!
    Muito engraçado isso…
    Acabei me descobrindo com uma paciência e tranquilidade que achei que nunca teria!
    Estou com quase 37 semanas e muito tranquila, tbm, em relação a “ver a carinha” dele…
    Já conversamos e soubemos, os dois, que a hora que ele decidir vir ao mundo é a hora certa, e não estou nem um pouco ansiosa, mas confiante que tudo quando chegar a hora!!!
    Deve ser a loucura dos hormônios!! Hehehehehe!!!
    Já o pai, esse sim, desde o início disse que era o Ugo Lorenzo que estava a caminho!!!
    Beijos querida!!!!!

  • Tessa diz: 20 de junho de 2013

    Oi, Gabi,
    De noiva.com, agora sou mamãe,com… hehehehe
    Quase morri de curiosidade até as 16 semanas de gravidez, quando descobri que esperava um gurizão (que agora tem 8 meses)!
    Na eco de 12 semanas, a médica até arriscou um palpite, mas nada de certeza :(
    A ansiedade era tanta que fazia tudo o que me ensinavam para descobrir o sexo, tabela chinesa (que acertou!!!), mostrar as mãos e etc…
    Não consigo imaginar como uma mãe consegue segurar a ansiedade… Como iria pensar em nome, decoração do quartinho, enxoval e chá de fraldas se não soubesse que era um gurizinho!
    Beijão (adoro teu blog)

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Tessa, como é essa tabela chinesa? Me joguei no Google NOW!

  • michelle diz: 20 de junho de 2013

    Gabi, quando descobri que estava gravida, eu ja sabia que era menina, serio mesmo.Uma intuiçao sei la…rsrsr eu lembro que eu falava pra todo mundo que era menina e meu marido ficava bravo comigo e dizia..Espera o ultrassom, e se for menino..ai eu dizia nao..e menina e vai se chamar Alice…no dia do ultrasson tava la…a Alice ..ai eu disse pra ele..nao falei que era a Alice rsrssr…foi muito engracado…bj

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Sheila, estamos juntas. Eu não posso espirrar que já dizem que é baby!

  • Mayara Sartori Urnau diz: 20 de junho de 2013

    Gabi, nas minhas duas gestações eu já sabia o que era….feeling! Da primeira gestação foi menino, o Pedro Henriqueque esta com 10 anos e da segunda gestação da Ana júlia agora com 10 meses…quando fui fazer o exame do rastreamento do primeiro trimestre eu falei pro médico…só confirma que é guria, pode ser? Ele deu uma risadinha e disse que era menina! Puleiiii de felicidade, Isso com 12 semanas, mas eu estava tão ansiosa que com 8 semanas eu queria muito fazer o exame de sexagem fetal. Foram as semanas mais tensas, claro que por conta da expectativa de ser guria e pelo enxoval.

  • Renata diz: 20 de junho de 2013

    Olá Gabi, acho que o que a obstetra falou é certo, quem hj em dia não quer saber o sexo do bebê, até em função do enxoval. Quando fiquei sabendo que estava grávida logo quis saber o sexo, mas a minha pequena deu trabalho, pois estava sempre de perna cruzada, ou numa posição que não dava para ver, só na terceira eco fiquei sabendo que era uma menina, pior que neste meio tempo fiz uma viagem, e como não sabia ainda o sexo, deixei de comprar uns vestidos lindos e outras coisas de menina por não saber o sexo. mas tem histórias engraçadas, numa revista de decoração de quartos de bebês, uma decoradora de SP, conta que fez um quarto lindo todo rosa, pois segundo a eco era uma menina, mas quando nasceu era um menino, no caso, ela teve que refazer toda a decoração do quarto em 48 horas, tempo que a mãe ficou no hospital. Imagina.
    Beijos
    Renata

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    My God, Renata! Imagina a surpresa da mulher com o sexo errado!!!!

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Mayara, que bênção ter um casal. Meu sonho!
    Besos!

  • Thábata Hermes diz: 20 de junho de 2013

    Tamanha a minha ansiedade, com 10 semanas de gestação eu fiz o teste americano “INTELLIGENDER” e a cor do teste deu verde, significando BOY. Com 12 semanas de gestação nós confirmamos com ecografia. Tenho um menino lindo de 29 dias. Beijos

  • Julia diz: 20 de junho de 2013

    Pois é Gabi, com 5 meses. Eu tenho 27 anos, e minha princesa completará 6 anos em agosto. Na verdade, vivia aquele lema de “nunca vai acontecer comigo”, eu namorava o pai da Laura (meu atual noivo) à uns 2 anos na época. Eu tinha 21 anos, e era totalmente independente, morava em PoA com meu irmão, trabalhava, me sustentava, essas coisas. E minha “idéia” era ser mãe depois dos 30. Meu corpo mudou um pouco, tinha algumas sensações diferentes, fui na minha médica na época duas vezes, fui examinada, fiz alguns exames, mas ela não achou nada de “alteração” que significasse gravidez. Ok, acreditei que não era e me apeguei nisso, talvez por ser nova, e ter medo de todas mudanças que viriam pela frente, me “convenci” que não estava grávida. Alguns meses depois ( e com alguns quilinhos a mais tbm ), comecei a ter alguns indícios , e dessa vez, decidi que iria encarar a realidade, caso ela, fosse um filho. Voltei a médica, e após ela me examinar e dizer que tudo estava normal insistira que algo estava diferente, no segundo exame, ela tão assustada quanto eu, me confirmou com a seguinte frase: “tu está sozinha aqui? “, após a minha afirmação, ela disse: “tu está grávida”….!! Confesso que no momento “meu mundo caiu”…entrei em pânico. Imaginei como daria a notícia a todos, como ficariam nossas vidas, enfim, quase surtei. Tive o apoio de todo mundo, família amigos, e após o susto, vejo o quanto essa “supresa” chamada Laura, foi boa na minha vida. O Dia que fui fazer a primeira Eco (descobri a gravidez na sexta – feira e fiz a eco na segunda seguinte) foi uma cena que guardarei pra sempre, estávamos eu e mais umas 10 amigas no Moinhos, quando saí e dei a notícia que era uma menina veio aquela onde de “aiiiiiinnnnn” que só mulheres sabem como fazer.
    Ter filho cedo, embora nunca tenha sido um plano meu, pois sempre pensei em estudar, ter dinheiro, minha casa, é muito bom, criamos o filho mais aberto pro mundo, conseguimos acompanhar seu ritmo, tenho a impressão que temos menos medos quando somos mais novos, que encaramos a coisa com mais firmeza, que passamos mais facilmente nossos aprendizados pra eles. A Laura é muito amada, tenho amigos incríveis que estiveram sempre do meu lado, e uma família que sempre me apoiou, ela foi a primeira criança da turma, e depois delas, vários apareceram.
    Agora, voltei a morar na minha cidade de origem (Barra do Ribeiro), moro com meus pais, minhas decisões não são baseadas somente do que eu quero,comecei a faculdade, não sou mais tão independente.Mas em compensação, tenho sempre um anjinho do meu lado pra dizer um “te amo mamãe” quando eu mais preciso. Crio-a correndo na calçada, andando a cavalo, skate, patins, correndo de pé no chão, brincando com barro, como fui criada (coisas de “interior”).
    E descobri que ser mãe é a sensação mais surreal do mundo, é muito amor, muita responsabilidade, é cheiro, toque, saudade apertada, é chorar junto, é querer sentir a dor de alguém, é muitas vezes se sentir impotente, enfim, é realmente, ver e sentir o mundo com outros olhos. Os olhos de mão.
    Obs: Ahh, se rolar alguma duvida sobre barriga e menstruação eu explico, tenho 1,76m e sempre fui magra, a barriga demorou a ser notada, mas um dia depois que eu soube da gravidez, ela já estava gigante (hehehehe)…sobre a segunda, fiquei os 3 primeiros meses com um sangramento, mesmo que de menor intensidade. Acho que é isso.
    Acabei me estendendo muito Gabi, sorry!! Nem precisa publica esse “comentário texto” no teu blog, escrevi pra ti mesmo. A verdade é que sempre me empolgo escrevendo sobre a minha Laura.
    Beijão de uma leitora assídua.

  • Brenda Furstenau diz: 20 de junho de 2013

    Tenho um casal de amigos que conseguiu segurar a curiosidade e descobriu o meninão só no parto. Estou grávida de 17 semanas e com 15 semanas descobri que meu marido e eu teremos uma menina. Nunca tivemos preferência por menino ou menina, mas estamos felizes com nossa gatinha, que é saudável e isso é o mais importante. :)

  • Gabrieli Chanas diz: 20 de junho de 2013

    Julia, esse comentário tem que ir para o ar, afinal tem um monte de mensagens legais para quem é mãe ou para as Gabis da vida, que estão planejando seus babies. Estou super na pilha de ter o meu!
    Um beijo, querida! E um outro para a Laurinha!

  • Julia diz: 20 de junho de 2013

    Gente, não reparem os “errinhos” ortográficos. Beijão em todas mamães e futuras mamães e outro especial pra ti Gabi.

  • Júlia diz: 20 de junho de 2013

    Acho que tudo, mas TUDO, nesta família, é feito com vistas a causar a maior e/ou melhor impressão possível nos súditos. Nada, nadica de nada ali acontece sem intenção, é tudo calculado friamente, a fim de perpetrar o reinado deles. Sendo assim, ela saber ou não, ou melhor, divulgar ou não, é só mais um pouquinho de circo pro povo, pq pão… tá difícil!!

  • Patricia diz: 20 de junho de 2013

    Gabi, na Inglaterra isso é super comum. Meu Marido é inglês e a irmã dele também não quis saber o sexo antes do nascimento. Tenho varias amigas lá que também já ganharam bebê e que também não quiseram saber o sexo antes.
    Beijão

  • Gilce Gonçalves diz: 20 de junho de 2013

    Oi Gabi Chamas, qdo fiquei gravida á 13 anos atrás eu e meu marido entramos em um acordo ñ sabermos os sexo do bebê, o importante era vim com saúde , e o nome da menina seria ele que escoleria e menino eu, a minha obstreta tbm queria saber e ficamos sabendo só na hora do nascimento e foi uma festa no bloco cirurgico pois ninguem sabia que era um lindo menino de 52 cm e 4,225. O meu lindo Odilon.

  • Andrea diz: 20 de junho de 2013

    Oi Gabi,

    Eu descobri a minha gravidez com dois meses por acaso, curiosamente buscando um acompanhamento para emagrecer, pq a balança não se mexia mais. Demorei para descobrir o sexo (com 21 quase 22 semanas, no dia 29 de dezembro) e eu já estava muito curiosa, até pq, hoje, quase não existe coisas neutras.
    O meu marido achava que era menino (acredito que por influência da minha sogra, que dizia que a barriga era de menino) e eu brincava que estava tão lesada e chorona que deveria estar grávida de uma menina, pois só podia ser excesso de hormônio feminino. Quem acertou fui eu. Então descobri no sábado de manhã e a tarde já estava entrando no mundo cor-de-rosa.
    Te digo que a maioria das simpatias (adoram fazer para descobrirem o sexo), tabela chinesa e questionários deram errados pra mim – quase todos apontavam menino.
    Faz um pouco mais de um mês que a Alice nasceu, e mesmo tendo feito a eco 4D, a emoção de ver pessoalmente é algo sem palavras. No meu caso, a eco serviu para dar um certo alívio, pois estávamos todos torcendo para ela ter o meu nariz e não o do pai hehehehe
    Bom… já escrevi demais. Tu querias saber de alguém que não quis saber o sexo, né? Tem a Luíza que escreve o http://potencialgestante.com.br/. Na segunda gravidez, ela optou em não saber, tem tudo detalhado (até o parto) no blog.
    Bjos

  • Elis Cunha diz: 20 de junho de 2013

    eu não quis saber o sexo do meu bebê, mas já tinha a certeza de era um menino

  • susi rauber diz: 20 de junho de 2013

    Bom ,eu sou mãe de uma linda menina de 2 anos ..como ela mesma diz -Luiza e muito bonita…kkk.
    E eu ja sabia que seria linda,pq eu fiz tudo que tinha direito..descobri o sexo logo ,comprei lindos vestidos, laços de cabelo e o brinco …
    Fiz eco em 3D e foi emocionante sentir ela se mecher e ao mesmo tempo saber o que ela estava fazendo..e com certeza isso que els estão fazendo e marketing..

  • Tessa diz: 20 de junho de 2013

    A tabela chinesa não falha! hehehehe (pelo menos não falhou pra mim e minhas amigas)
    No google tem diversas versões… Ela leva me consideração a idade da mãe e o mês da concepção!
    Pra quem quiser “planejar” o sexo do bebê não custa tentar… hehehehe
    Quem sabe não dou uma espiada na tabela quando resolver ter o segundo filho, e arrisco uma meninha :D
    Beijão

  • susi rauber diz: 20 de junho de 2013

    Bom eu tenho uma linda filha de 2 anos..como ela mesma diz -Luiza e muito bunita kkk.
    E eu sabia que seria linda pq eu fiz tudo que tinha direito,eu descobri logo o sexo comprei lindos vestidos,laços de cabelos e os brincos indispensaveis.
    Fiz uma ecografia em 3D,e foi muito emocionante sentir ela mecher e ao mesmo tempo saber o que ela estava fazendo..faria tudo de novo…

  • Sabrina diz: 20 de junho de 2013

    Eu estou com 13 semanas e amanhã vou fazer uma eco, nem sei se vou conseguir dormir de tão ansiosa com a possibilidade de saber o sexo, haha! Mas sei que não será com 100% de certeza!!

  • Mariane diz: 20 de junho de 2013

    Tenho um menino e uma menina de 5 e 4 anos respectivamente e desde o primeiro dia quis saber o sexo. Ele eu descobri com 12 semanas e ela só com 18 semanas. No caso dela não aguentava mais comprar roupinhas brancas, verdes e amarelas.

  • cláudia diz: 20 de junho de 2013

    Oi, Gabi!
    Acho que a Dra. Josiane tem razão. Os pais devem saber e até os cachorros da Rainha. Mas, aquele povo sabe ser discreto.

  • Renata Angeloni diz: 21 de junho de 2013

    Eu sempre gostei da surpresa, da expectativa das pessoas em descobrir o que seria na hora da parto, em vez de apenas dizer, nasceu, ah bacana. Aquele friozinho pros pais de saber o que virá. Bem quando engravidei meu marido já tinha uma menina e sonhava com um menino. Para mim tanto fazia. Mas ele não se aguentou de curiosidade e queria saber o que era. O que combinamos? A gente fazia o ultra – e já tinha 3D lá em 2006 hehehe, mas optamos pelo tradicional porque era mega caríssimo também e ele achava as imagens feias – , o pai saberia pelo médico na sala ao lado e se contasse para alguém ou deixasse escapar para mim dava separação. Minha mãe foi junto e tivemos que contar os planos. Ela também optou por não saber. Resumo, a mãe nunca deixou ninguém saber que o pai sabia o sexo e o marido nunca deixou escapar um comentário sequer. Sem ninguém saber que alguém sabia não houve pressão para contar o segredo. A cor do enxoval? Laranja de ursinhos e algumas coisas amarelas. Tive sonhos com partos e o mais forte foi quando tive um menino e sentia que era. Mas evitei pensar para não criar expectativas. Desde que nos conhecemos eu dizia que ia ter a Rafinha, pelo meu nome começar com R e achar Rafaela forte. Ele disse então que a dupla era o Fabinho, por ser Fernando. Então desta primeira vez tinha nome para qualquer um que nascesse. Ah, no primeiro ultrassom por minha mãe ser gêmea a preocupação era saber se eram dois. Confirmando um o alívio, porque acho que o trabalho seria muito grande apesar de fofos. Então na hora do parto, normal, vindo dia 12 de agosto, antes do dia 21 que era o prazo final nasceu o….Fabinho!!!Daí contamos que ele sabia e todo mundo quis morrer de ódio que não escapou. A curiosidade entre todos era enorme até então. Para o segundo ficou combinado que eu escolheria, seria a ou o Rafinha, eu faria o exame 3D mas esta vez ele com um casal não teria acesso novamente ao sexo, e enxoval verde hehehe. Porém acho que na vida corrida de jornalista e radialista vamos ficar com um, ele já tem mais uma e não será filho único heheh. Beijos

  • Chris diz: 21 de junho de 2013

    Oi Gabi!!
    Somos curiosas por natureza, imagina esperar 9 meses para saber o sexo de um filho? Eu não conseguiria…..com 14 semanas me deram 80% de chance de serem 2 meninas e 1 menino….e eu quase enlouqueci pois não tinha nome para 2 meninas, sempre gostei de Laura e Pedro, meu marido queria Rafael, então tinhamos escolhido Laura, Rafael e ??????? foi uma escolha complicada, eram todos dando palpite e eu sem gostar de nenhum, acabou ganhando Gabriela, quando estava tudo certo com os nomes fiz outra eco que garantiu com 100% de certeza que estava grávida de 2 meninos e 1 menina, a Gabriela virou Pedro……sabe intuição de mãe?? no fundo devia saber que eram 2 meninos e 1 menina…. e cada um tem a carinha do nome escolhido, antes que vc pergunte, na minha barriga sabia exatamente onde o Pedro e o Rafa estavam!!

  • Miriam diz: 23 de junho de 2013

    Gabi, eu estou gravida de cinco meses e meio (22 semanas) e descobri que teria uma menina com quase quatro meses de gestação (15 semanas). Sempre quis muito saber! Qdo a medica deu a notícia, parecia música para meus ouvidos, já que eu sempre achei que seria uma guriazinha mesmo! Mas no caso do casal real eu entendo que eles não queiram saber, tenho várias amigas que moram fora do Brasil e a cultura deles, em geral, na Europa, EUA, Austrália, é de não saberem mesmo o sexo. Uma dessas minhas amigas mora em Sidney e é casada com um australiano, em abril nasceu o Thomas e ela só soube o que era menino na hora do parto. Por isso entendo William e Kate, mas qdo eu descobri que em outubro quem chega é a Manuela, fiquei radiante de felicidade!!!
    Bjão pra ti, Gabi!

  • Kate terá um carrinho de bebê digno de príncipe | Gabi Chanas diz: 13 de julho de 2013

    [...] preto, para pais que, como William e Kate, não querem saber o sexo do bebê antes do [...]

Envie seu Comentário