Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Insônia, documentário sobre felicidade e o horário maldito

03 de julho de 2013 23

Acordei às duas da madrugada hoje. Virei para um lado, virei para o outro e nada do sono voltar. Às 3h me dei por vencida e fui para a sala ver tevê e responder e-mails (a situação está cada vez mais feia). Já estava preparada para cultivar aquele humorzinho horroroso que me bate nas noites de insônia quando um programa me chamou atenção. Zapeando entre canais, parei no GNT e caí no comecinho da reprise do documentário As Emoções Humanas – Felicidade. Foram meus anjinhos que me acordaram na madrugada, tenho certeza. Ao invés de estar com humor de cão, estou faceira, renovada (apesar das olheiras). Tirei tanta coisa boa do programa que hoje nada me tira a paz.

Não acordando às 3:33 sempre é lucro.*

No documentário, o psicólogo Dan Gilbert, que se dedica a estudar o que faz as pessoas serem felizes ou não, investiga uma série de teorias que envolvem o tema. Fala com gurus de autoajuda, com terapeutas, com cientistas, com celebridades endinheiradas, com gente que se diz feliz e com gente se considera vivendo num inferno constante. Com tantos perfis diferentes, achei que seria impossível o documentário chegar ao fim com uma conclusão no estilo senso comum, mas me enganei: todo mundo concordou que são os nossos pensamentos que nos levam a um estado de maior ou menor felicidade. Mais que isso: os estudiosos, mesmo os cientistas, admitem que quando nos condicionamos a pensar positivo, nosso cérebro responde com impulsos de prazer. É a tal felicidade.

Hummm, faz sentido. Quando o documentário terminou, decidi que não ficaria emburrada – como sempre – por ter tido insônia. Decidi que meu dia seria bacana apesar de ter dormido duas horas. Decidi que não chegaria na reunião das 9h despejando ódio nos colegas. Agradeci o universo por ter encontrado algo tão bacana na tevê e agradeci de novo quando terminou o documentário e começou a reprise da nova temporada de Keeping Up With The Kardashians no E!. Cheguei ao meio-dia sem esganar ninguém e acabei de renovar meu compromisso de felicidade para o resto dessa quarta.

Se estiver zapeando e cair nesse documentário, para tudo e assiste. Muito, muito bacana mesmo!

* Sobre o lance das 3:33. Vi um filme, acho que era “O Exorcismo de Emily Rose”, que dizia que esse horário era demoníaco. Depois disso, quando acordo na madrugada, vou espiar o relógio tremendo as perninhas. Teve um dia que abri o olho certinho às 3:33 e cheguei a puxar as cobertas até a cabeça de medo. É o que dá deixar criança ver filme de terror. Só eu tenho esse pavor?

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (23)

  • Andressa diz: 3 de julho de 2013

    Ainda não tenho medo, pois não assisti o filme, ehehehe. Abraço Gabi, adoro os teus textos. :)

  • Aline Tartare diz: 3 de julho de 2013

    Hahahaha, Gabi, eu também sempre olho o relógio quando acordo de madrugada!!! Este filme foi o último que assisti do gênero. Pessoas que se impressionam fácil não podem assistir esse tipo de coisa!

    Agora, sobre o pensamento posivito, é tudo o que há de melhor! Só temos que ser vigilantes para deixar na nossa cabecinha somente os pensamentos bons.

    Beijao

  • Gabrieli Chanas diz: 3 de julho de 2013

    Querida Andressa, muito obrigada!

  • Gabrieli Chanas diz: 3 de julho de 2013

    Aline, beijo e que tu nunca acorde às 3:33!

  • Juliana diz: 3 de julho de 2013

    Oi Gabi!! Viciei no teu blog… Acompanho todos os dias!!! Sobre o tal horário 3:33, também assisti ao filme e esse nº me persegue nas noites de insônia ( sim, também sofro desse mal) e no filme explica o significado, porque Cristo faleceu às 3:33 da tarde e a as 12 horas contrárias deste horário,, ou seja, 3:33 da manhã seria a hora da Besta! Ui, que medo!!! Mas quando olho no relógio e vejo que são 3:33 faço de conta que são 3:38 e por estar meio dormindo, nem dou bola pro n.º final, hehehe…. Sobre o documentário, estou curiosa pra ver, vou pesquisar na NET as reprises.. Bj no coração de uma gaúcha que escolheu as areias do Rio de Janeiro para viver!!!

  • Patricia diz: 3 de julho de 2013

    Fiquei super curiosa para ver esse documentário!
    Mesmo sem ainda ver, vou começar a usar essa técnica e mentalizar só a felicidade. Que assim seja!!

  • Graziela diz: 3 de julho de 2013

    Adorei o texto- me identifiquei pq quando tenho insônia tbm ‘costumo’ ficar de mau humor; quero assistir o documentário; sempre olho no relógio quando acordo de madrugada, tbm por causa deste filme. Beijos

  • Emanuele diz: 3 de julho de 2013

    Gabi,pra mim não foi o documentário, mas uma música, que me trouxe esse sentimento. Eu andava numa fase meio ruim, com tendência a enxergar sempre o copo meio vazio, e um dia escutei uma música do Marcelo Jeneci que diz “felicidade é só questão de ser”. A partir de então parei de pensar que minha felicidade dependa dos outros ou de acontecimentos banais. Claro que não consigo me manter 100% fiel ao mantra, mas ajudou demais a mudar o foco pra observar a vida e a me sentir bem melhor comigo mesma.
    Que bom que esteja tendo um dia feliz. Que estes sejam sempre em maior número na tua vida!

    P.S.: a música é essa aqui http://www.youtube.com/watch?v=s2IAZHAsoLI

  • Patricia Lazzarotto diz: 3 de julho de 2013

    Gabiii eu me borro de medo simmm e não é so nesse filme que falam isso, aquele Contatos de 4 grau tb os extraterrestres atacam a mulher sempre esse horário na noite, e eu fico cuidando o relógio na insonia pra não me pegarem desprevenida hahahha as if…

  • Carla – Blumenau Sc diz: 3 de julho de 2013

    Oi Gabi,
    Não, não é só vc que tem esse pensamento de terror quado acorda no meio da noite e descobre que são 3:00 da manhã.. Sempre lembro do filme! E depois que assisti ao filme “Contatos Imediatos de 4. Grau”, sempre olho para fora com medo de ver uma coruja me olhando.. kkkk!!
    Eu acredito que a felicidade é um estado de espirito e que pode sim ser inspirado por bons pensamentos.

  • Fernanda diz: 3 de julho de 2013

    Oi Gabi! Pensamento positivo é tudo, e relacionado a isto, li ontem na internet sobre o príncipio 90/10? Tu conheçe? Genial!! Diz que 10% das coisas que acontecem na sua vida vc não tem controle, os outros 90 dependende da sua reação, com o seguinte exemplo:
    “você está tomando o café da manhã com sua família. Sua filha, ao pegar a xícara, deixa o café cair na sua camisa branca de trabalho. Você não tem controle sobre isto. O que acontecerá em seguida será determinado por sua reação.
    Então, você se irrita. Repreende severamente sua filha e ela começa a chorar. Você censura sua esposa por ter colocado a xícara muito na beirada da mesa. E tem prosseguimento uma batalha verbal. Contrariado e resmungando, você vai mudar de camisa.
    Quando volta, encontra sua filha chorando mais ainda e ela acaba perdendo o ônibus para a escola. Sua esposa vai pro trabalho,também contrariada.
    Você tem de levar sua filha, de carro, pra escola. Como está atrasado, dirige em alta velocidade e é multado. Depois de 15 minutos de atraso, uma discussão com o guarda de trânsito e uma multa, vocês chegam à escola, onde sua filha entra, sem se despedir de você.
    Ao chegar atrasado ao escritório, você percebe que esqueceu sua maleta. Seu dia começou mal eparece que ficará pior. Você fica ansioso pro dia acabar e quando chega em casa, sua esposa e filha estão de cara fechada, em silêncio e frias com você.
    Por quê? Por causa de sua reação ao acontecido no café da manhã. Pense: por que seu dia foi péssimo?
    A) por causa do café?
    B) por causa de sua filha?
    C) por causa de sua esposa?
    D) por causa da multa de trânsito?
    E) por sua causa?

    A resposta correta é a E. Você não teve controle sobre o que aconteceu com o café, mas o modo como você reagiu naqueles 5 minutos foi o que deixou seu dia ruim.
    O café cai na sua camisa. Sua filha começa a chorar. Então, você diz a ela,gentilmente:”está bem, querida, você só precisa ter mais cuidado.”
    Depois de pegar outra camisa e a pasta executiva, você volta, olha pela janela e vê sua filha pegando o ônibus. Dá um sorriso e ela retribui, dando adeus com a mão.
    Notou a diferença? Duas situações iguais, que terminam muito diferente. Por que? Porque os outros 90% são determinados por sua reação.
    Aqui temos um exemplo de como aplicar o Princípio 90/10. Se alguém diz algo negativo sobre você, não leve a sério, não deixe que os comentários negativos o afetem. Reaja apropriadamente e seu dia não ficará arruinado.
    Como reagir a alguém que o atrapalha no trânsito? Você fica transtornado? Golpeia o volante? Xinga? Sua pressão sobe? O que acontece se você perder o emprego? Por que perder o sono e ficar tão chateado?
    Isto não funcionará. Use a energia da preocupação para procurar outro trabalho. Seu vôo está atrasado, vai atrapalhar a sua programação do dia.
    Por que manifestar frustração com o funcionário do aeroporto? Ele não pode fazer nada. Use seu tempo para estudar, conhecer os outros passageiros. Estressar-se só piora as coisas.
    Agora que você já conhece o Princípio 90/10, que tal utilizá-lo? Você pode se diminuir seu estresse e se sentir bem.”

    Estou adorando o novo formato do Blog! Beijos

  • Gabrieli Chanas diz: 3 de julho de 2013

    Fernanda do céu! Eu vou adotar isso para a vida! Não conhecia essa teoria e estou apaixonada! Obrigada por compartilhar!
    Beijos!

  • Lúcia diz: 3 de julho de 2013

    Nossa Gabi tadinha, insonia?! Menina eu tenho muito sono, mas muito sono, mas MUITO sono mesmo… você não tá entendendo!!! Segunda-feira próxima estou indo num médico até ver isso, porque já tô achando que isso não é normal. Juro por Deus que se tivesse uma maneira de dividir o sono eu dividiria o meu contigo… :-/

  • Gabrieli Chanas diz: 3 de julho de 2013

    Lúcia, me dá um pouco? Tenho insônia direto. Durmo duas horas e ploft, acordo. :(

  • Salete diz: 3 de julho de 2013

    Oi, Gabi! Fiquei curiosa pra ver este documentário. Também penso que utilizar o pensamento positivo é tri importante. Estou passando por um momento difícil e pensar positivo, apesar dos momentos de deprê, tem me ajudado muito! O princípio do 90/10 que a Fernanda falou eu já conhecia. Foi meu pai que me falou e ele adota sempre! Tenho tentado utilizar! Muitas vezes tudo está tão bem e num piscar de olhos o momento se transforma. Não podemos mudar os fatos e o que aconteceu. Mas podemos mudar o que ainda está por acontecer, e isso depende da atitude que tomamos frente às situações que a vida nos apresenta. Somente 10% do que acontece em nossas vidas são fatos que não podemos mudar. Os outros 90% de tudo o que acontece conosco depende da atitude que tomamos frente às situações. Tudo depende da reação que temos diante da situação. Não é fácil estar alegre e contente sempre, mas buscar isso é nosso dever! ;)

  • Andressa diz: 4 de julho de 2013

    Nossa adorei esse post da Fernanda, muito legal esse principio 90/10!!!!!
    Mas Gabi, como assim voce so dorme 2h e ploft acorda, não consegue mais durmi ate de manha, não fica cansada no resto do dia, como voce sobrevive??? Eu tenho durmido 6h por dia e fico mega cansada, dependendo do dia fico só a base de café…

    Ah, e eu não vejo mais filme de terror/suspense por causa dessas paranoias, muitooo medo.

    Beijooooooos

  • Andresa Aliardi diz: 4 de julho de 2013

    Oi Gabi e meninas com problemas de insônia, vcs já tentaram algum fitoterápico?
    E florais? São as energias das flores que nos ajudam e muito, vale a pena ver, pois medicamentos mtas vezes causam dependência e efeitos colaterais.
    Eu sou a favor de sempre de buscamos alternativas naturais, não excluindo claro os medicamentos quando realmente necessários.
    Beijãoooo

  • Gabrieli Chanas diz: 4 de julho de 2013

    Andresa, estou bem tentada a ir atrás de algo assim. Me falaram muito bem de florais de St Germain (é assim?). Alguém tentou?
    Beijos!

  • Andresa Aliardi diz: 4 de julho de 2013

    Olha Gabi, eu sou suspeita para falar de florais pois utilizo eles a mais de 2/3 anos acho, já nem lembro, e sempre me trouxeram resultados mto positivos, e de tanto me encantar pelos florais, acabei me tornando terapeuta floral, do sistema Saint Germain. OS florais hoje são usados muito como coadjuvantes em diversas doenças, auxiliando nos fatores emocionais, inclusive com pacientes oncológicos. Como eu disse, sou suspeita, pois procuro sempre recursos naturais para o equilíbrio das emoções e do físico, e acredito que a mãe natureza nos oferece muitos recursos, para nossa saúde e bem estar, sem precisar nos intoxicar com produtos químicos. Claro, ressalto que não sou contra os medicamentos, pois eles são necessários em mtos casos. Beijãoooo

  • Gabrieli Chanas diz: 4 de julho de 2013

    Andresa, adorei! Vou te mandar e-mail, tá?
    Beijos!

  • Silvia diz: 4 de julho de 2013

    Apenas um toque prá Lucia a Sonolenta: dê uma olhada se não tem nada a ver com diabetes. Além da imensa fome, a gente fica muuuuuuuuuuuuuuuuito cansada e sonolenta. Entre outros sintomas né? Mas vale a pena verificar.

  • Andresa Aliardi diz: 4 de julho de 2013

    Gabi, pode me mandar sim. Bjosss

  • Silmara diz: 22 de julho de 2013

    Nossa fiquei impressionada agora,me acordo direto à noite,não sei mais o que fazer. Tomara que nunca seja nesse horário que mencionou. Ainda bem que muitas vezes levanto e vou ao banheiro e olho a hora no relógio de parede que tem ponteiros e a gente sempre acaba arrendondando a hora.

Envie seu Comentário