Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vanessa Martini: aplicativos para monitorar a gravidez

25 de julho de 2013 4

:: Leia minhas outras colunas

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (4)

  • Carol X. diz: 25 de julho de 2013

    Adorei!
    Ainda não baixei nenhum, na verdade nem sei ‘”por onde começar”, mas acho que vou começar a testar…afinal já estou com 12 semanas e 2 dias!
    bj

  • Carina diz: 25 de julho de 2013

    Uma amiga me indicou o baby center, é muito legal… além de tirar muitas dúvidas que vão surgindo e que teríamos que esperar até a próxima consulta para esclarecer com o médico.

  • Amanda diz: 25 de julho de 2013

    Os apps até são legais pra acompanhar a gravidez, mas o fato de contarem quanto tempo falta pro bebê nascer só deixa a mãe ansiosa, já que o bebê pode nascer das 38 as 42 semanas.
    O do aleitamento também não é muito bom, já que a anos a sociedade brasileira de pediatria e a OMS orientam que não se deve cronometrar tempo da mamada, que ela deve ser em livre demanda, quando o bebê pedir e por quanto tempo ele quiser.
    Vou dar algumas dicas de livros otimos pra se ler nessa época:
    -a maternidade e o encontro com a propria sombra – laura gutman
    - quando o corpo consente – Marie Bertherat
    -parto ativo – janet balaskas
    - parto com amor – luciana benatti (com fotos lindissimas)
    -besame mucho – carlos gonzales
    -o livro da maternagem – dra relva

  • Carol diz: 25 de julho de 2013

    O babycenter me ajudou MUITO MUITO durante toda a gestação. Outras leituras devem ser procuradas, mas ajuda bastante. Do aleitamento também, afinal, na prática seguimos o que o pediatra recomenda um bom tempo até ter confiança e afinidade com a prática. :)

Envie seu Comentário