Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Lash Domination: o rímel que valeu a peregrinação na Sephora

24 de agosto de 2013 4

Se tem coisa que eu detesto com todas as forças é vendedor abrindo provador para ver como ficou minha roupa, gente me puxando para dentro de loja. Odeio, odeio. No meu mundo, não é assim que cliente deve ser abordado. Me sinto intimidada e até paro de ir em lugares que fazem isso comigo. E hoje isso aconteceu aqui em Paris de todas as formas possíveis na Sephora da Champs Élysées.

A loja é enorme, tem todos os produtinhos de beleza que a gente cobiça e ali eu sempre encontro tudo o que preciso ainda dou cabo da lista de encomendas das amigas. Mas hoje o pessoal estava inspirado. Primeiro teve a galera que vai borrifando perfume no teu rosto para te vender a fragrância. Até aí tudo bem, é normal, mas depois começou uma sessão de “compre Batom, compre Batom” (lembram do comercial?) que só vendo.

Logo na entrada, uma moça me puxou pelo braço quando viu que me aproximei do estande da Benefit. Eu expliquei que só queria um Bathina (produtinho maravilha para deixar as pernas lustrosas e com aspecto saudável), mas ela não se deu por vencida e foi me socando iluminador no rosto sem cerimônia. Demorei uns minutos para explicar que não, obrigado, eu não gosto de iluminador rosa na bochecha. Tarde demais. Pintada como uma boneca Emília, segui loja adentro.

Mais para frente, um cara loiro de uns dois metros de altura decidiu que meu cabelo era o fio perfeito para o óleo de ojon (o novo óleo de argan). Eu até queria comprar ojon, mas agora estou com raiva dele. O vendedor começou a me explicar como eu deveria passar condicionador e mexia no meu cabelo incansavelmente sem nem ter me pedido permissão ou perguntar se eu queria saber. Me deixou toda escabelada e ignorou meus pedidos de clemência para sair dali. Com bochecha pintada e cabelo espigado, saí meio cambaleando pela loja.

Foi aí que a tia da Bare Minerals me viu. Tentei fugir, mas não deu tempo. Em segundos ela já estava enfiando um tal de Lash Domination nos meus cílios. É sério, eu nem me lembro como cheguei na cadeira de maquiagem dela, de tão rápido que foi a coisa. Só recordo de ter dito que já estava de máscara e ter ouvido a sequência “não tem problema, seu casaco é lindo, que sotaque maravilhoso, esse rímel é algo, te olha no espelho”.

E uau! Ao contrário do iluminador rosa chiclete e do óleo maluco, aquele rímel valeu mesmo a atucanação. Tanto que coloquei dois na sacola (mana, estou te levando um, não chora). Os cílios ficam re-al-men-te mais longos e sem aspecto empelotado. Sinceramente, o melhor rímel que já usei com esse objetivo de deixar mais longo o fio.
Lash-Domination-Mascara-

O pincel parece torcidinho, o que ajuda a não deixar o cílio pesado. Custou 20 euros. Dei uma pesquisada no site da Sephora brasileira e não encontrei, mas em breve deve estar chegando por aí.

Captura de Tela 2013-08-24 às 13.18.05

Agora são quase 19h por aqui e eu vou usar o tal Lash Domination para sair com o marido. Até ele, que nunca vê mudança em nada relacionado a make, percebeu que meus cílios estavam enormes.

Marcelo agradece a abordagem ao consumidor da Sephora francesa. Por causa dessa atucanação toda, entrei e saí de lá em 15 minutinhos. Tonta, descabelada e fantasiada, mas pelo menos com cílios lindos!

PS: o Bathina tem para vender na Sephora do Brasil (inclusive pela internet). Em Paris, 32 euros (R$ 100 reais). Na Sephora no Brasil, R$ 149. Clica aqui para espiar o produto.

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (4)

  • Edson diz: 25 de agosto de 2013

    Eu também fico irritado com vendedores que querem empurrar os produtos na marra.
    O máximo que eles deveriam fazer é perguntar se queremos ajuda.
    Mas outro dia li em um jornal que uma cliente de uma loja ficou reclamado, que ela ficou sozinha olhando os produtos e nenhum vendedor apareceu para empurrar nenhum produto para ela.
    Vai ver que ela tinha cara de pobre, sei lá.
    De qualquer forma é difícil agradar a todos.
    Faça o que fizer, sempre alguém vai reclamar.

  • Vaginophagus diz: 25 de agosto de 2013

    Eu, pelo menos, jamais abriria o provador para ver como ficou a tua roupa.Por mim, você estaria sempre pelada.

  • Mariane Batista diz: 26 de agosto de 2013

    Eu ri muito… Gabi tu és ótima em tudo que escreve.

    E ainda perde tempo dando explicação para uma gente mal amada as vezes…. ahhhhh… manda longe!

    Aproveita aí e narra tudo pra nós, estamos nos divertindo diariamente!

  • Gio diz: 26 de agosto de 2013

    Sofri também na Sephora de Paris… Mas a melhor foi em Portugal que a moça da Benefit me puxou para me aplicar uma base. Na hora ela tascou que a minha pele estava horrível e que eu precisava de mais uma meia-dúzia de produtos e blá, blá, blá. Vi nas tuas comprinhas que tu comprou a Naked Basics… Foi uma luta achar as Naked’s maiores nas Sephoras daí agora em julho. Consegui uma filha única da 1 em Madrid. Depois diz se a pequeninha vale o investimento! Boa viagem

Envie seu Comentário