Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Dog school: aulas para acabar com o estresse do cachorro

10 de dezembro de 2013 42

O Cléo Kuhn e o meu aplicativo de celular dizem que chove hoje em Porto Alegre (o Cléo diz que é chuvinha, o app do Weather Channel promete tempestades). Apesar de estar escrevendo vendo um solão lá fora, não me arrisquei: ontem à noite, acionei o EDE: Esquema Dunga de Emergência. Meu pobre dogão tem um pavor absurdo de chuvas e acionando o esquema eu garanto que tenha alguém em casa com ele na hora em que o bicho pega. O bicho, nesse caso, a chuva e o vento.

O fato é que, depois de oito meses com o Dunga morando aqui em casa, chegamos à conclusão que ele é um cachorro muito, muito, muito nervoso. Se chove, treme e se esconde atrás da porta do banheiro. Se está comendo e alguém fala mais alto ou faz um barulho (mesmo que longe dele), para o que está fazendo e se esconde. Se pegamos ele no colo para colocar em cima da cama ou se enrosca sem querer a pata na coleira, grita como se estivesse sendo torturado. E é um grito daqueles tão estridentes que quase te deixam surda. O mesmo grito que ele dá durante absolutamente todo o tempo do banho na pet shop (e olha que o pessoal é todo gentil com o rapaz).

O nervosismo extremo do Dunga pode ser fruto de abusos que sofreu antes de ser adotado pela gente (aqui tem a história de como o pequeno veio parar aqui), pode ser de nascença, mas o motivo  está em segundo plano. O que é necessário fazer agora é amenizar esse sofrimento. O calorão está vindo com tudo e não podemos tosar o Dunga. A veterinária da Cusco Amigo, onde ele “se consulta”, tem muito medo do que ele pode fazer ao ver a maquininha da tosa. Também tem dúvidas se vale a pena sedar o rapaz. Se ele fica nervoso normalmente, imagina estando meio bobo e vendo alguém vir para cima dele com a máquina. Pode ter até um ataque cardíaco (aí é avaliação mais minha do que da profissional).

Dunguinha já está tomando florais (se chama Anizen, é em spray e eu acho que dá resultado, sim), mas precisa de algumas dicas de comportamento. Melhor: eu e o Marcelo precisamos de dicas de comportamento. Como diz o Cesar Millan, o famoso treinador de cães dos programas de tevê…

Captura de Tela 2013-12-10 às 07.59.56

“Eu reabilito cachorros e treino pessoas”. Tóin!

Uma dica que o Gustavo, proprietário da pet shop, já me deu, é passar a fazer carinho com mais “vontade” no Dunga. Eu passo a mão nele bem de leve, acariciando o pelo. Daí ele entende que qualquer toque mais forte que isso é uma agressão. Ontem já afofei ele com mais vontade e finalmente entendi aquelas pessoas que dão uns abraços meio quebra costelas nos seus cachorros. Não entendia como os bichos podiam gostar tanto. Tá explicado.

Se César Millan é caro demais para a gente, vamos cotar quanto custa umas aulinhas de educação canina com outras pessoas. Li com atenção a matéria que a Ana Karina Giacomelli fez para o Donna sobre o Roberto Mayer, gaúcho que estudou com o César e dá cursinho para donos de cachorros. Dá dicas para acalmar o bicho, fazer obedecer comandos, todas aquelas coisas que a gente tenta fazer em casa e se dá mal. Bora mandar um e-mail (assessoria@robertomayer.com.br) para ele.

15890316

Ó o Cesar com o Roberto. Não deixa de ler a matéria que eu indiquei acima e postei link. O Roberto reabilitou uma das cadelas da Gisele Bündchen!

Também vou consultar o Maurício Mignot van der Lann. Peguei um folheto explicando o trabalho dele e achei a filosofia interessante. Dá “aulas” no apartamento da pessoa, em praças ou parques ou na rua. No tal folheto ele diz: “Através da psicologia animal e da prática de exercícios e técnicas simples, é possível reestabelecer a boa saúde do animal e a harmonia no convívio social, justificadas pela falta de conhecimento dos sinais e das necessidades dos animais por parte de seus donos”.  Verdade, verdade. Eu não entendo os sinais que o Dunga me dá. E-mail de orçamento saindo para ele: mauriciomignot@gmail.com.

I Am Not Sure

Dunga está achando que escola para cachorro é mais ou menos assim.

Também quero consultar um profissional indicado por uma querida leitora no último encontrinho de noivas. Vou catar telefone e e-mail dele na mensagem que ela me mandou no FB e postar aqui.

Já achei que era frescura, que era desnecessário, mas quem convive com meu Dunga sabe que o grau de ansiedade no qual ele vive é monstruoso. Tem todo nosso amor, todo nosso carinho, mas é acuado, nervoso. Pelo menos não mais com a gente, como era logo que chegou. Hoje, comigo e com o marido, é todo amor e fofura. Em 90% do tempo é o melhor cachorro do planeta. Mas como amamos muito o pequeno, queremos livrá-lo de seus 10% de sofrimento.

Uma grande ironia essa vida é. Adotei um cão como recomendação médica para reduzir o estresse. E peguei justamente um cachorro estressado.

chuva

Eu te ajudo e tu me ajuda, velho! Fechado?

:: Mais sobre pets:

Dicas para cachorros que têm medo de chuva

Outros posts sobre animais

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (42)

  • Marina diz: 10 de dezembro de 2013

    Que coisa mais querida tua história de amor com o Dunga! por muito menos, quantos ‘Dungas’ não são descartados e largados a própria sorte (ou azar)?!
    Nós temos 3 adoraveis SRD adotadas e, mesmo desconhecendo a história pregressa, imagina-se que sofreram maus-tratos devido ao excesso de medo e desconfiança, como o Dunga… a constância dos cuidados e do amor tem sido nosso maior aliado.
    Mas que o sofrimento desses queridos provoca muita comoção, ah, isso provoca!
    Sucesso na empreitada!

  • Carlos Eduardo diz: 10 de dezembro de 2013

    Sou veterinário, cinófilo desde criancinha e possuo um canil especializado em pugs. Uma amiga que lê seu blog contou-me sobre este seu post e fiquei curioso. O que faz de seu cão um animal problemático, traumatizado,não são lembranças de sua vida passada, por mais dolorosa que tenha sido. Afinal ele já vive sob seus cuidados a quase um ano…O que o está traumatizando é a vida que ele leva agora. O Dunga deve ficar muito tempo preso, sem companhia de pessoas, sem seu dono por perto. É um cão carente de afeto, só o tem em doses homeopáticas. Deve estar sendo mal alimentado. Não é estimulado a nada. Vc tenta resolver seu problema com a ajuda de terceiros, engano seu. Compre um aparelho de tosa e corte vc o pelo do Dunga! Dê banho nele. Passeie de carro com ele. Passeie com ele em parques todo o dia, usando um carrapaticida nele, principalnete nas solas das patinhas. Use em spray. Compre petiscos para o pobrezinho. Brinque com ele. Fale. Toque-o. Quem tem um cão como ajuda para seus problemas psicológicos não está preparado para tê-lo. Um cão não é uma muleta, é um parceiro para TODA hora.

  • Isa diz: 10 de dezembro de 2013

    Gabi, eu não sou veterinária, nem sou perita em comportamento canino. Porém, vou contar a minha experiência: adotei a Leka há 8 anos e quando ela chegou lá em casa não podia ver vassoura nem ouvir barulho de sacola plástica. E esse trauma durou uns dois anos, mesmo com todo o amor que ela recebeu e recebe sempre, mesmo entendendo que nós jamais iríamos agredir ela, nunca.
    Com o passar do tempo, depois de muita demonstração de segurança, ela passou a adorar o barulho de sacola de supermercado, porque significava que ela iria passear.
    Adotei meu outro cachorro, o Pingo, há um ano e meio. Como ele tinha apenas 40 dias ele não tinha trauma nenhum das ruas e não tem medo absolutamente de nada.
    Então, não venham me dizer doutores veterinários que cachorro não carrega os traumas de sua vida passada, porque carregam SIM.
    Meus dois cachorros receberam o mesmo amor, o mesmo tratamento quando chegaram lá em casa, só que a Leka viveu mais tempo na rua do que o Pingo, e por isso teve uma adaptação mais difícil quanto a perda dos medos.
    Contra fatos não há argumentos. Simples assim.
    Gabi, tu tá certíssima em procurar ajuda. Tu vai dar mais qualidade de vida para o Dunga ao buscar que ele perca os medos dele. Tu e ele vão ficar mais felizes, com certeza! Vai dar tudo certo e tu é uma ótima mãe de cusco! <3
    Beijo!

  • Carlos Eduardo diz: 10 de dezembro de 2013

    Lembre-se de que eu disse deve, pode-ser que, afinal eu tenho experiência com cães por toda a minha vida. Mas, vc refuta peremptoriamente o que eu expus. Muito bem! Se seu cãozinho, apesar da perfeita vida que leva junto a vcs, é tão infeliz e amedrontado, ele pode sofrer de um problema neurológico. Leve-o a um veterinário de primeira ( eu ñ posso me apresentar como tal, pois seria antiético), preferivelmente um com doutorado. Dunga pode ser um cão com algum transtorno mental e se for o caso, será assim para sempre caso não aja procedimento cirúrgico ou medicinal para saná-lo. Se for este o caso, sorte a dele em ter sido adotado por uma família tão dedicada e centrada em seu animalzinho de estimação. Isto é raríssimo!

  • Roberta Tolfo diz: 10 de dezembro de 2013

    Oi Gabi.. Tenho um pinscher, o “Duque”.. E ele é ansioso ao extremo, chega a ter taquicardia naquele pequeno coraçãozinho… rsrsrsr!!! Comprei na semana passada, por indicação da veterinária, o Anizen, e ontem mesmo já dei algumas borrifadas no potinho de água do Duque. Espero que realmente o acalme!! Se tiver mais dicas de como acalmar os nossos “filhos”, por favor, poste todas!!! Um super beijo e o seu blog é d+++!!

  • aline diz: 10 de dezembro de 2013

    Gabi, sou tua amiga e te dou um conselho. Tenhas calma nesta hora. Tu reagistes como se o veterinário tivesse razão no que disse. Ficastes muito arrepiada, guria. Na verdade a grande maioria dos cães de pessoas irritadas e nervozinhas ficam iguais aos donos. Se tu não quer que ninguém se meta na tua vida, não a tornes pública, né véia?

  • Fernanda diz: 10 de dezembro de 2013

    Gabi,
    Realmente, atente-se para o conselho do sábio doutor acima: cachorro não é muleta, viu!
    Mas forma de ganhar dinheiro com a reprodução, isso sim. =)
    Arrogância, a gente vê por aqui.

    P.S. Já que julgar sem conhecer foi permitido, bora lá!

  • Fer diz: 10 de dezembro de 2013

    Aii, Gabi, to rindo aqui pra não chorar (de pena, óbvio) desse ser que se diz veterinário…
    Deve ser um(a) fã, com amor não correspondido, só pode.
    E a coragem de larga essa:” É um cão carente de afeto, só o tem em doses homeopáticas. Deve estar sendo mal alimentado. Não é estimulado a nada.”

    aiii, sério…acho quem está precisando ser atendido por um veterinário é esse (cóf cóf) ~Carlos Eduardo~

    Tenho tanta pena dessa gente infeliz que vem descontar suas amarguras aqui… vão se tratar povo, vão comprar uma bolsa, sapato, maquiagem, ler um livro, ajudar uma instituição de caridade, correr, transar, pular de pára queda ou o raio que o parta que possa trazer uma emoção pra vida, mas parem de encher o saco de quem não tem nada a ver com suas frustações, ok???

    Bjos Gabi e Dunga

  • Arnildo Resmini diz: 10 de dezembro de 2013

    Gabi, eis que derrepente dando uma espiada na ZH, me depero com teu blog. Eu tinha uma curiosidade em conhecer como você era, aquela voz de sábado tão sexi, me chamou a atenção, e aí vendo tua foto não me decepcionei, gatonaaaaaaaaaaaaaa, lindaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!! (Com todo o respeito, mas nem tanto…)

  • Carmem Konzen diz: 10 de dezembro de 2013

    Dra. Suzana Nodari,veterinaria homeopata.Telefone: 81749621.

  • Julia diz: 10 de dezembro de 2013

    Gabi, sou SUPER FÃ do Cesar Millan, assistia religiosamente o programa dele quando tinha tempo. Uma coisa que ele sempre diz é que os cães não vivem no passado, mas eles tem memória, e associam sons, gestos e afins a experiências e sensações. Lendo teu texto, vejo tu dizendo que és estressada. Já viu o Cesar mostrando como segurar uma coleira, no momento do passeio? ENERGIA. Podemos começar pensando na tua insegurança quanto ao Dunga. Cães precisam ser cães, sem deixarem de ser amados e cuidados. Abrace forte, esmague as orelhas, vire de barriga pra cima. Não se assuste com gritos se tu tens consciência de que não é dor. NÃO DESISTA de fazê-lo entender que aquilo NÃO É RUIM. Tenho uma SRD em casa que sempre que a pegava no colo, ela urrava como se tivesse apanhando, sei o susto que a gente leva. Mas confie no processo de aprendizado. Não preveja o pânico da chuva, antecipe as coisas pra que ele veja que chuva nao muda NADA. Tente testar teus limites e características de “dona de cusco” e veja se ele corresponde. Cesar Millan está certíssimo! Comece treinando você mesma! E boa sorte!

  • Tássia diz: 10 de dezembro de 2013

    Oi gabiii, li nesse exato momento a esta reportagem… http://extra.globo.com/noticias/animais/caes-amigos-posam-para-fotos-superfofas-colecionam-fas-na-web-11021772.html
    achei muito linda as fotinhos dos cãesinhos amigos…uma graça!
    Ai depois de lembrei de ti, acho que se ainda não viu(o que deve ser dificil, pois vc é quase um oráculo que tu ve..hehehe) vale a pena ver!!
    beijos!

  • Daiane diz: 10 de dezembro de 2013

    Oiii Gabi!!!!
    Pois então… em primeiro lugar eu t admiro demais e jamais não iria conseguir mandar este senhor cuja o nome seria “Carlos Eduardo” para bem longe para não dizer outra coisa…
    Segundo, admiro demais o amor q vc sente pelo seu Dunga, só tem tem filhos peludos sabe o qto eles são importantes e o qto queremos os ver bem!
    Eu tenho um peluda, a Duda, uma york (eu digo q ela é uma yorklata). Vou te dizer q ela é o oposto dos yorks. Os yorks são normalmente cachorrinhos mais agitadinhos, latem por qqr coisinha, tem uma energia excessiva…. Já Dudinha é uma lady, não late, é toda educada, carinhosa, não sai do nosso lado num só momento, necessidades só na rua e necessariamente na grama… hehehe… se ficarmos na cama até o meio dia ela fica conosco sem problema nenhum… MAAAAASSSSS na hora do banho (nooooossa) ela surta, grita como se tivessem a matando, quem passa em frente ao pet deve pensar q maltratam os bichinhos, eu chego a ficar com vergonha, e sempreeeee foi assim, desde seu primeiro banho, e posso garantir q ela não sofreu trauma algum pq desde seu primeiro banho eu sempre assisti e acompanhei. Já conversei com veterinária q a cuida desde bebêzinha (Dra. Silvia Bello, excelente profissinal, confio nela de olhos fechados, sua especialidade é “oftalmo” caso um dia precise t indico) ela diz q Duda sente a minha anciedade já qdo saimos de casa para ir até a pet, pq querendo ou não, eu fico nervosa já antes de sair sabendo do escandalo q Duda irá fazer, então eu estou tentando trabalhar isso e diga-se de passagem já esta adiantando um pouco.
    Agora qto ao ANIZEN, funciona simmmm!!! Claro q é algo a longo prazo, tipo, só 3 meses usando consecutivamente q vc verá resultados mais precisos, o cãozinho de meu irmão toma, ele era completamente “louco” (hahahaha) agitado, latindo para moscas, mosquitos, não podia escutar um barulho e latia enlouquecidamente… agora tomando o ANIZEN já acalmou-se em 50%.
    Espero q consigas resolver esse pequeno probleminha desse peludo MARAVILHORO e MUSO q é o Dunga!!!!
    Beijosssssssss
    Daiane

  • aline MARIA diz: 10 de dezembro de 2013

    Tive que vir urgentemente a tua defesa… realmente, ele deveria ler mais o teu blog para saber que o Dunga é citado inúmeras vezes, e de uma forma tão carinhosa que é IMPOSSÍVEL não ter certeza absoluta quanto a forma especial com que ele é tratado por vc e todos que a cercam…
    Esse cara tentou dar uma de intelectual, sabidão e se deu mal… muito feio é, quando as pessoas acham que sabem demais e falam tantas bobagens… e a outra, que é minha chará e que disse coisas sobre você estar expondo sua vida, e ainda usa a gíria TERRIVEL DE “véia”, putz… teu blog já foi melhor frequentado… MAS… tens outras amigas generosas e fiéis como a FER… e como eu há algum tempo, para vir aqui mostrar para os novatos, quem são Gabi e Dunga… CRIATURAS NOTA DEZ. Sem mais…. não perca tempo respondendo mais esse cara… ele não vale o teu tempo.

  • Beatriz Tannos diz: 10 de dezembro de 2013

    Ficou provado ! Vc e o Dunga jamais terão a empatia da MK e do Bento. Desde que vc começou com esta idéia de trazer o Dunga para este blog eu avisei – ñ vai dar certo! O Dunga é um cão azarento, baixo astral e vc mente demais para sustentar tantas mentiras. Hoje vc escorregou legal! O veterinário disse poucas e boas e vc simplesmente surtou. Assinou embaixo tudo o que ele falou, tresloucadamente. Reagiu como quem é pega tentando trair a chefe! Vc reparou como nada mais repercute por aqui? Poucos comentários, um blog decadente e desmoralizado. Até as suas imbecis leitoras perceberam que vc é uma enganadora, querendo fazer algum sucesso encima delas! Fingiu que casou, finge viagens, finge que é o que não é. Uma deslumbrada ex-classe C! Não vai falar no blog de seus produtos Donna para a Panvel, Cruela Cruel? Está sentido o revertério? Isto de dizer que o Dunga é o ponto central da sua vida e a do seu companheiro pegou muito mal! Que vida é esta que vcs levam? Como vcs são hipócritas! Ah! Feliz Natal para vcs! Que novas perspectivas se abram na sua vidinha!

  • Luiza diz: 10 de dezembro de 2013

    Oi gabi…
    Entonces, eu adoraria ser “adestrada” por um expert pra poder lidar melhor com a minha pitoca. Sei que erro pra caramba!…Eu socializei ela muito mal quando filhote (não vou nem ficar dando as justificativas, só trazer os fatos) e agora pago um preço alto por isso: ela adora passear, mas morde facinho um cachorro ou pessoa que resolva colocar o focinho ou a mão nela. Chega a ser meio ridículo colocar focinheira num bichinho peludo e fofo de menos de 3kg, então acabo optando por passeios em horário de pouco movimento (caindo num ciclo vicioso de socializar ela ainda menos…).
    Agora ela está convivendo mais frequentemente com o cachorro de uma vizinha, que é um fooooofo….não morde, balança o rabinho pra todo mundo e passeia ao ladinho dela sem nem estar na coleira. Por outro lado, a Pandora (minha filhotona de 7 aninhos) comporta-se muito bem em casa msm qnd sozinha, é carinhosa comigo, não tem medo de chuva, trovão, foguetes…nada. Já o seu novo amiguinho sofre demais ao som do primeiro pingo de chuva, comporta-se muito mal em relação à comida e é beeem arteiro em casa. Uma dicotomia de comportamentos interessante, né?…
    Disse isso porque acredito que cada bichinho tem também seus limites. Espero mesmo que vc consiga diminuir a ansiedade do Dunga, porque ele parece sofrer muito com isso.
    No entanto, acho que vale pensar que se nós, supostamente (mais) “racionais” temos grandes limitações enquanto indivíduos, será que não é idealismo (ou arrogância?) pensar que cada cachorro não terá suas próprias limitações individuais?
    Sinceramente, acredito que todos os tutores devem procurar todas as formas de melhorar a saúde e bem estar do seu bichinho, mas também acredito que existe uma % que diz respeito ao temperamento do animal. Como tu mesma disseste, és estressada e arrumou um cãozinho estressado!…rs…
    Espero que consigas mitigar os efeitos que o stress trazem pro Dunga, mas não precisa arrancar os cabelos se ele não virar o cachorrinho mais calmo do mundo em dia de tempestade (o que nem parece ser o caso)…Saindo da “zona Marley de ser” já será de grande valia, né?…hehe…
    Boa sorte e depois divide com a gente as novidades!

  • Gislaine Piacentini diz: 11 de dezembro de 2013

    Gabi é por tudo isso e mais um pouco que eu te adoro! kkkkkkkk. E viva a Classe C e a viva fútil, inútil e falsa! E que tenhamos mais cachorros loucos para amarmos e ser o centro das nossas vidas, assim como o meu é pra mim e para o meu marido (ele tb é um cãozinho estressado e faz coisas erradas, mas acredito, assim como vc, que quem precisa mudar de comportamento, para ele ser um cachorro melhor, somos meu marido e eu). Beijo

  • Mara Oliveira diz: 11 de dezembro de 2013

    Gabi, o que esse ser tosco que se denomina Beatriz pensa que é?!?! Se somos leitoras IMBECIS, ela (e) se enquadra, pois pelo jeito te acompanha em todas as redes sociais.
    Ao invés de ficar te invejando TANTO, essa criatura poderia gastar o tempinho livre fazendo um MOBRAL, para aprender a escrever, tu não acha???
    Português básico URGENTE!
    Sai ser INVEJOSO!

  • Mariane Batista diz: 11 de dezembro de 2013

    Gabi!
    Te admiro cada vez mais!
    Acredito que se o Dunga é “diferente” ou não isso não importa, ele é tão muso e tão especial como o Bento!

    E mais uma vez fostes ótima com as palavras, sei que as vezes é necessário, mas tu sabes que eu penso que essa gentinha não merece que gastes energia respondendo…

    Tu és ótima no que faz e ponto final.

    Beijo prá ti e carinho pro Dunga!

  • Pinduca diz: 11 de dezembro de 2013

    Classe “A”? Não parece!

  • Allan Elly diz: 11 de dezembro de 2013

    Olá Gabi, eu não sou veterinário, mas sou “expert” em cães adotados, pois na minha família já tivemos muito mais de 40 desses pequenos e hoje temos 9.

    E sim, eles carregam o receio da vida anterior, alguns como já disse uma leitora tem medo de vassoura, saco, água, etc… outros ficam mais tristes…

    Talvez, para o Dunga esteja faltando um maninho, aqui em casa a Pretinha (que tem sarna genética) fica triste se está sozinha e começa a perder os pelos (principalmente quando temos que levar algum dos amiguinhos dela no vet).

    Grande abraço,
    Allan

  • aline MARIA diz: 11 de dezembro de 2013

    Eu até imaginava ver bate bocas no HOLO, pq lá é pra isso mesmo, fofocas e um outro nível de discussões, tão legal quanto este, MAS diferente…. aqui, jamais imaginei ver gente tão invejosa… dou minhas críticas quando não gosto mas seria incapaz de encaminhar a escritora e dona do blog, o menor que fosse de qualquer nível de aspereza, pombas, só quem é muito razo MESMO não consegue ver a sinceridade com que cada palavra é escrita… já falei e repito GABI… NAO DÁ BOLA PRA ESSE PESSOAL, pq o que eles querem é o bate boca…. é a implicância!!!! Tu nem precisa de nossos elogios e nossa proteção pq vc já é por si só protegida e inteligente o suficiente para saber que tem talento, INDEPENDENTE de a gente te elogiar ou não…. não te estressa…. e por favor…SIGA SIM COM SEUS INTERESSANTISSIMOS POSTS, que nos entrete, nos alegra, e nos acrescenta sempre com uma coisa ou outra… ESCREVO DE NOVO E DE NOVO, para dar mais e mais ibope, no melhor sentido que pudermos. Bjo no dunga, a minha Belinha que mandou!!! rs…

  • Fer diz: 11 de dezembro de 2013

    Para ~Beatriz~
    Andei pensando em fazer uma vaquinha com as outras leitoras do blog pra te dar um presente de Natal, pois deixas claramente explicito o que te falta na vida, assim acho que isso vai te fazer mais feliz e diminuir tua amargura, o que achas?? http://user.img.todaoferta.uol.com.br/K/P/LB/F2XN5H/bigPhoto_0.jpg

    Para Gabi
    Essa coitada se presta a esse papelão mesmo tu sabendo quem ela é, WHAT A SHAME!!!! Não gosto de sentir pena das pessoas, mas desse ser aí eu sinto mesmo, porque a infelicidade deve ser maior do que imaginamos… e o pior, tá na cara que ela queria ser Gabi Chanas… ui, chega a dar medo, parece aquelas psicopatas de filme que tem uma vidinha vazia e sem graça e querem “roubar” a vida alheia… Tadica…Acho que essa não tem mais conserto Gabi…ruim pra ela né?? Porque tem aquelas velhas frase que dizem que “ninguem chuta cachorro morto e ninguem inveja o fraco e o feio”, então sinta-se admirada e nem liga, isso é o ônus do teu sucesso, infelizmente…

    Beijos Gabi e Dunga :)

  • Camila Dal Prá diz: 11 de dezembro de 2013

    Nossa Gabi, fazia tempo que eu não passava aqui pelo Blog, mas tive que vir ler esse comentário tosco da Beatriz Tannos, que pessoa mais Recalcada, sem amor, sem carinho.
    Que o Papai Noel traga pra ela um saco recheado de coisas boas, com muitos sentimentos bons e mt mas mt amor, pq acredito que é isso que está faltando na vidinha dela.

    … e você sempre tirando de letra nas respostas!
    Eu ficaria enfurecida e com certeza passaria o dia com o humor negro!

    Mas o que importa é essa Pessoa que as “tuas fãs e leitoras do blog” sabem que você é… Uma Mulher Menina, que vive de Bom Humor, sempre encantando todos nós com sua simplicidade e energia positiva.
    TODOS os encontrinhos que fui do Blog SEMPRE foi uma Fofa, dando atenção a todas as meninas, madrinhas, mães e amigas! Deve ser isso que as pessoas lhe invejam, por ser Linda, entender de moda, beleza, fazer lindas viagens, ter uma família amada, ser muito bem casada e feliz.
    Que Papai do Céu lhe proteja sempre de pessoas más, Dona Gabrieli!

    Um Beijo

  • Fer diz: 11 de dezembro de 2013

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA ai, Gabi, desculpa, mas eu não resisti.. hahahahahahahaha

  • Bruna diz: 11 de dezembro de 2013

    Gabi,
    Tinha lido o post, mas ainda não tinha visto os comentários e simplesmente choquei!
    Acompanho o blog todos os dias, tanto o teu quanto o da Mariana Kalil, simplesmente adoro vocês!!! Porém não costumo comentar nada.
    Acompanho vocês no FB também…
    Essas pessoas devem ser muito infelizes pra ficarem fazendo esse comentários imbecis, com certeza nem tu nem a Mari merecem ler nada disso.
    Quem acompanha os posts percebe como vocês são… e percebe o amor que tu tens pelo Dunga.
    Parabéns pelo sucesso do blog, eu indico para todas as amigas, pra família.
    Não te abala com essas pessoas… tem mais gente que te ama e que torce muito por ti…
    Bjs

  • silvana pereira diz: 11 de dezembro de 2013

    Gabi,cheguei à conclusão que essa( o ) Beatriz é homem e te ama …mas como já és muito bem casada , não terá chance então te ataca … tadinho( a) o que a Fernanda disse q ela precisa ta mega certa !! são poucos gatos pingados q muito mal amados postam palavras muito desagradáveis , nossa vão se tratar ou como diz minha mãe amada ” ta stressada vai lavar um tanque de roupa”… amo mamãe..bjs na tua linda familia.

  • Cláudia Cunha diz: 11 de dezembro de 2013

    Gabi, tentei contato pelo face, mas acho que por aqui obtenho resposta (ja que la tentei duas vezes e nao consegui). Em q parque levas o dunga? Vi nas fotos q parece mais fechado. Tenho 2 caes adotados, tb sou jornalista e tenho medo de solta-los em praças e parques mais abertos… podes me dizer se é no Marinha? Bj

  • Gabriela diz: 11 de dezembro de 2013

    Gabi Chanas, a tua preocupação com o Dunga é justa. E mais que isso, deve ser importante pra tua vida. Assim como para vários leitores do seu blog. No entanto, a rede social faz com que tua intimidade seja pública. E aí, naturalmente, ser mal interpretada, ou bem interpretada, faz parte como consequência da publicação. Ainda, és uma pessoa que trabalha num canhão de informações. E pela função que exerces, se confunde com a imagem de uma empresa que diz expressar o que 90% da população nossa pensa e acha importante. Assim, às vezes pode parecer que a intimidade tua com o teu cachorro, ê puro exibicionismo de alguém com condições singulares de atingir os devices das redes sociais; pode parecer que tu sejas uma pessoa com o ego tão inflamado que posicione teu nariz de forma horizontal a ponto de não enxergares o drama de nossas sinaleiras; pode parecer que tu és tão ingênua, tão meiga e tão indefesa, que tua seriedade quando nos microfones da RBS faz parte apenas de um texto pré montado para tua voz; pode parecer também que as redes sociais realmente sejam buracos negros, vácuos profundos ou lixos sibernéticos digitais, ou que as pessoas assim o sejam. Na verdade, agradeço esse tema, porque faz a gente pensar…

Envie seu Comentário