Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vídeo: ONG faz ação fofa por cadelinha abandonada

27 de fevereiro de 2014 9

Estou meio ausente daqui por motivos que juro que um dia explico com calma e amor. Até porque a minha história pode acabar gerando identificação de outras pessoas, daí todo mundo se abraça e resolve seus problemas juntos. Mas não é nada trágico não, viu? Ao contrário: envolve finalmente estar conseguindo contornar um problema que me acompanhava há anos. Para manter a vitalidade do bloguinho, graças a Deus que temos a Bazinha, que segue postando todos os dias os casamentos enviados pelas noivas e me fazendo morrer de saudade daquele tempo.

Ando atrasada com posts, com leitura de e-mails. Hoje de manhã, no projeto “dá um jeito na vida, Gabrieli”, fui esvaziar a caixa de entrada do Facebook e encontrei um mail da Kelly Raquel. Eu vou desmembrar a mensagem dela como se estivesse respondendo para a moça ao vivo, certo?

“Gabi, tudo bem? Sei o que você deve pensar quando tem mensagem minha: “Lá vem mais alguma coisa chata.”

(Ah, Raquel, nem vem!)

“Desculpa… mas sou uma fã do seu trabalho e uma cachorreira de plantão.”

(Pessoas cachorreiras nunca são chatas, Raquel. Aliás, se me contam que alguém gosta de animais eu já coloco a pessoa na pastinha dos “esse é bom de coração”).

“Não sei se você já viu este vídeo, mas vale a pena assistir.”

(Eu não tinha visto e já vou falar dele. É sobre essa cadelinha aí da foto).

pat

“Desculpa novamente estar te incomodando. E continuarei te incomodando sempre que eu achar alguma coisa que eu queira te mostrar, tá? Pois só assim você vai saber da minha existência e que eu te admiro muito. Sei que ainda vou te conhecer pessoalmente e o Dunga também!”

(Gente chata incomoda. E como cachorreiros nunca são chatos, estás desclassificada da categoria. Adoro, adoro, adoro quando me mandam vídeos e notícias de dogs. E sobre conhecer eu e o Dunga, é só marcar. Que tal um encontro canino na Redenção? Cada um leva eu seu e a gente faz a festa. Se bem que é bom alertar: Dunga é metido a macho e causa o maior fuzuê quando encontra outro cachorro. De matar a gente de vergonha).

Mas o tal vídeo da Kelly, então. Gente, me partiu o coração. Eu tenho um adotado lá em casa que a gente acha que vai fazer 2 anos em abril. E a gente também acha várias coisas a respeito do passado do Dunga. Que foi maltratado, por exemplo. O medo que ele sente de pessoas aleatórias (que não fazem parte do círculo de convivência próxima dele) é de dar pena. Tem medo de chuva, de raio, do barulho que faz alguma coisa quando cai perto dele. Já superamos o medo da coleira e, graças aos anjos da guarda caninos, ele não demonstra mais nenhum medinho sequer do pessoal lá de casa. O nosso porteiro, o Seu Flávio, fica impressionado ao ver o Dunga sair para passear. Diz que parece ser um cachorro totalmente diferente agora. Só podia, né?Ganhou casa, comida, abrigo e, mais que tudo, amor.

Dito tudo isso e feito meu desabafo da manhã, o vídeo indicado pela Kelly. Mostra a ação de uma ONG em benefício de animais que levou uma cadelinha maltratada a vida toda para ganhar carinho, carinho e carinho. Um amor, gente.

Kelly, muito obrigada pela mensagem. Me “incomoda” sempre porque coisas assim merecem posts, reposts e muitos obrigadas.

:: Mais posts sobre pets

The following two tabs change content below.

Gabi Chanas

Ótima amiga, péssima cozinheira. Adoro cachorros (tenho um vira-lata charmoso chamado Dunga), Friends, casamentos, decoração. Além do bloguinho, dou dicas todos os domingos na revista Donna, do jornal Zero Hora, e nos sábados na Almanaque, do jornal Pioneiro. Curto muito fazer novos amigos virtuais, por isso recadinhos são sempre bem-vindos!

Latest posts by Gabi Chanas (see all)

Comments pelo FB

Comments pelo FB

Comentários (9)

  • Graci Mainardi diz: 27 de fevereiro de 2014

    Gabi!

    Não sou cachorreira, mas me emocionei com o vídeo e com a ação bacanérrima dessa ONG. Esperta, moderna e toca fundo até os mais duros corações.

    Tenho amigas aqui em Santa Maria q trabalham com animais abandonados. E cada vez q vejo coisas assim, me pergunto pq não ajudo mais, nem q seja apadrinhando um pouco de ração pros bichos.

    Obrigada por tocar meu duro coração. É hj q saio da letargia pra ajudar quem protege esses animais.

    bj

  • Bruna Wiebusch diz: 27 de fevereiro de 2014

    Simplesmente chorei litros. Emocionante. E sou como tu, Gabi. Se gosta de cachorro, já sei que é alguém com bom coração.
    Pra mim, gostar de cães é quesito indispensável pra um bom relacionamento comigo. Tenho meu filhão, Marvin, e quem doa amor e carinho pra ele ganha um lugarzinho especial no meu coração.
    Adoro teu blog.
    Amooo o Dunga!

    Um beijão pra vocês dois.

  • Shayenne diz: 27 de fevereiro de 2014

    Nossa, que lindo! Emocionante!

    Adotar é tudo de bom. Tenho dois aqui em casa adotados, o Tobi e a Kika, dois vira latas que amo muito.

    Cachorro é tudo de bom!

  • Isa diz: 27 de fevereiro de 2014

    Que lindo, Gabi! Eu chorei! E é só disso que eles precisam: de muito amor! E o amor que nós recebemos de volta deles, vale muito a pena! Todo o esforço que fazemos para que eles percam o medo dos seres humanos é pouco perto do amor que eles nos dão em troca..Quando resgatei a Leka das ruas eu abracei ela forte e disse: nunca mais, nunca mais ninguém vai poder te fazer mal. E a superação dela, o fato dela conseguir perdoar e voltar a amar uma raça que já maltratou ela é uma lição de vida para a minha vida. Não há nada nesse mundo que o amor e o carinho não curem de verdade. Bjo!

  • Maiara diz: 27 de fevereiro de 2014

    Gabi! Adoro de paixao ler teu blog, sigo desde 2009, encontrei quando uma amiga estava organizando o casamento (fui madrinha!) e tenho sentido a tua falta ultimamente, me identifico muito com os teus textos, gosto muito tambem das publicacoes da Barbara, mas como meu casamento sei la quando que vai acontecer, adoro ler teu textos pois nao abordam so casamentos… Menina nao fuja mais!

    Um abraco do tamanho do Rio Grande de uma gaucha que mora na Nova Zelandia :-)

    Beijao,

Envie seu Comentário