Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Bolos e doces"

Mais uma espiada no bolo divino do casamento de Kaley Cuoco

06 de janeiro de 2014 2

Ainda estou obcecada por este bolo. Por que eu não pensei nisso para o meu casamento? Pensando bem, ainda bem que tal maluquice não passou pela minha cabeça. Certamente não deve sair nada barato chegar na confeitaria e dizer: “moça, eu quero um bolo pendurado de cabeça para baixo”.

1

Que foi exatamente o que fez a atriz Kaley Cuoco, do seriado “The Big Bang Theory”. Aquele lustre lá atrás não é um lustre, amiga: é um bolo! Socorro! Alerta de amor master! (mais fotos do casório lindão dela aqui, ó)

O zumzum em torno do bolo foi tão grande (eu mesma mal consegui prestar atenção no vestido cor-de-rosa da noiva) que no dia seguinte ao casamento a noiva atendeu o pedido de hordas de Gabrielis da vida e postou uma foto mais de pertinho dele.

2

Não é divino? Não é?

As confeiteiras contaram que demoraram seis semanas para criar a estrutura do bolo. Cada camada recebeu reforços dignos de alicerce de casa para que não desmoronassem no meio da festa. E  era bolo mesmo, viu? Na primeira foto do post dá para ver que Kaley e o marido, o tenista Ryan Sweeting, cortaram pedaços e saíram comendo bem felizes. A-do-rei isso!

UPDATE: a atriz divulgou vídeo de bastidores do casamento!

Mais posts legais sobre bolos de casamento:

Na dúvida entre um sabor e outro, tenha vários!

Vídeo: como fazer o naked cake novo bolo queridinho dos casamentos

Mais naked cake: provei e amei!

Buffet de bolos: ideia para a sobremesa!

Bolo para comemorar o divórcio?

Ideias de bolos lindos para sua pastinha de inspirações

A linda festa de 80 anos da Dona Aracy

28 de outubro de 2013 5

IMG_3113

“Escrever sobre o que me motivou a organizar a festa em comemoração aos 80 anos da minha mãe é bem fácil: eu queria simplesmente agradecer a ela tudo, mas tudo mesmo que ela nos proporcionou nestes anos. E o melhor foi que ela entrou no clima da festa e “viveu” essa organização junto comigo e com minha irmã. Pensamos, trocamos ideias, rimos, relembramos tanta coisa que vivemos e o resultado foi de plena satisfação. Minha mãe adorou!

IMG_2979

Aracy Motta de Almeida nasceu em Carazinho em 8 de outubro de 1933. Casou com meu pai, Jocely Ferreira de Almeida, e juntos tiveram minha irmã. Vinte anos depois, engravidaram novamente e cá estou eu, contando um pouco desta história.

IMG_3264
Minha mãe sempre fez tudo na vida com muito amor, com muita vontade, com muita coragem. E pensei em trazer essa ideia para festa, e o tema foi: corações, onde eles representariam que tudo ela viveu nesses 80 anos foi com amor.
Minha sogra confeccionou 60 corações de tecido, que foram pendurados em forma de “móbile” no cortinado de voil do local da festa.

Minha amiga Natalie Bolzan, e sua mãe Estela, proprietárias da Elefante Fofuras exclusivas, confeccionaram as lembrancinhas, que foram sachês de coração. Coloquei eles dentro de um saquinho de voil com flores secas perfumadas.

IMG_3076

Alguns objetos que fizeram parte da história da minha mãe, como máquina de costura, bule de café e ferro de passar roupa vintage foram levados para a festa e ajudaram a dar o clima de lembranças. Minha mãe sempre costurava e isso marcou a minha infância.

IMG_3053

 

Um varal de fotos antigas foi montado e lá coloquei uma frase que também foi tema da festa: “Nunca tive outra idade, senão a do coração.”

IMG_3010
Alguns meses antes, nossa família fez um book familiar, comemorativo aos 80 anos da mãe, e confeccionamos um foto-livro para mensagens. Ela ficou muito emocionada com o resultado.

IMG_3189
A mesa de doces foi muito pensada: a maquete cheia de botões remeteu às costuras, e no topo do bolo, a sra. Aracy, rodeada de corações com os nomes de todos os integrantes da família. Foi uma maneira que encontrei de estarmos sempre perto dela.

IMG_2999
Propus um desafio ao uma parceira/fornecedora de doces, para fazer mini bolos no formato de corações. Ela aceitou e o resultado ficou lindo!! Também trouxe naked cakes para dar um ar mais moderno.

Nas mesas, usei mini arranjos com flores nos tons de rosa antigo, lilás, pink e amarelo e branco, misturados com astromelias, rosas e lisiantos.

IMG_3016
Reunimos um grupo pequeno de amigos e familiares para a celebração, que teve até valsa com os netos, genros e sobrinhos. E mais uma vez ficou emocionada com o vídeo que preparemos com muito carinho.

A sobremesa foi a favorita dela, ambrosia, que colocamos em mini vidrinhos, fechados com tecido na tampa. Também fez muito sucesso!

IMG_3105
Os marcadores de mesa foram nome de sentimentos, como: amor, felicidade, carinho, amizade e alegria.
Criei uma hashtag #80daAracy e confeccionei plaquinhas divertidas para fotos durante a festa. O pessoal gostou e se divertiu.

IMG_2923

Imagens: Eduardo Provin

Tivemos muitos outros detalhes, e tudo que vocês podem conferir nas fotos foi confeccionado por mim e pela minha família, que ajudou muito. Agora já estamos pensando nos 85, afinal minha mãe sabe que qualquer ano é motivo de comemoração.”

Luana Almeida (luana@lueventos.com.br)

Vídeo: Gastrô ensina a fazer naked cake, o bolo queridinho dos casamentos

09 de agosto de 2013 7

Olha só que bacana! O Gastrô, caderno e site de gastronomia do jornal Zero Hora, publicou hoje um vídeo ensinando a fazer o naked cake, bolo amado pelas noivas. O passo a passo do vídeo abaixo está bem completinho.

Madrinhas, esse bolinho é um amor para chá de panela. Vale juntar a mulherada para preparar um de surpresa para a noiva. Tirem várias fotos do processo de preparo e entreguem de presente para a amiga. Ela vai amar o bolo e saber que vocês se reuniram para fazer algo tão bacana para ela.

Imagem: Fernando Gomes, Zero Hora

:: Mais posts sobre bolos e doces


Finalmente, um naked cake para chamar de meu

04 de abril de 2013 4

Queria mostrar o bolinho lindo que ganhei ontem da Mariana Boll. Há tempos eu queria um naked cake para chamar de meu, confesso.

Naked cake é como a gente chama esses bolos sem cobertura. O estilo ficou famoso quando a atriz Hilary Duff escolheu um modelo assim para seu casamento (aqui tem mais fotos do casório).

O bolo da Hilary teve cobertura cremosa. O meu também, mas de frutas. A Mari colocou physalis (amo!), figo, morango, uva. Virou meu bolo preferido em todo o mundo! Eu sou uma fanática por salgados e troco qualquer barra de chocolate por batata frita, por isso esse bolinho assim, sem ser ultra doce, me ganhou. Fica a dica para quem também não é desesperado por doce.

Curtem o naked cake, meninas? Quando eu vi no casamento da Hilary fiquei furiosa por nunca ter pensado em fazer assim. Esse estilo é muito a minha cara! Separei mais uns modelos com frutas que me encantaram.

Tem algum bolo sobrando aí em casa? Olha só essa receita para reaproveitar. Vale para o bolo que sobrou do casamento também!

:: Mais sobre bolos e doces

Festa e bolo para comemorar o divórcio

08 de outubro de 2012 6

Veja só: a pessoa aqui, que fala de uniões felizes o tempo todo, foi convocada a fazer uma pauta sobre “festas de divórcio”. Já ouviu falar, né? As festinhas para comemorar a separação do marido são mania nos Estados Unidos e começam, mesmo que devagarinho, a encantar as brasileiras. O assunto, inclusive, vai tomar conta das rodinhas de conversa nos próximos dias, pois a próxima novela das nove, Salve Jorge, terá um festão de divórcio na sua terceira semana. Ela vai ser organizada pela personagem da Cléo Pires e deve abalar Bangu!

Mas, voltando à tal reportagem, que você pode ler na íntegra aqui neste link, olha só que máximo o desafio que fiz à Mariana Boll, confeiteira gaúcha de mão cheia que faz bolos de casamento po-de-ro-sos. Liguei para ela e pedi que criasse um bolo de divórcio para ilustrar a matéria. A Mari se surpreendeu, pois seria o primeiro desse tipo que faria. No dia combinado, o fotógrafo Jean Scharwz apareceu lá para fotografar. Quando as imagens chegaram na redação nós surtamos! Para nossa alegria, a Mari não fez um bolo triste, com marido esfaqueado ou sem cabeça. Ela conta:

- Pensei em uma mulher que, depois de muitos anos de casamento, acabou sem o marido. Mas ela na se abateu, não! Resolveu fazer uma festa e o bolo representa a sua nova fase. Ela está no alto, acima de tudo. O amarelo simboliza energia e vitalidade, disposição para uma nova vida. Abaixo as “amarras” que foram deixadas pra trás juntamente com os afazeres domésticos. Mais abaixo,  muitos pretendentes, afinal ela está muito bem! Os bonequinhos têm a mesma cor de roupa, pois como diz o velho ditado, “homem é tudo igual”. Minha personagem está com uma expressão pensativa, analisando o que a vida pode lhe proporcionar. Ao lado, uma mala de viagens e também flores, pois de repente pode surgir um novo relacionamento e até um casamento.

Imagens: Jean Scharwz /  Zero Hora

Não ficou o máximo, gurias? Adorei a interpretação bem humorada da Mari!

Vídeo: aprenda a comer cupcake sem se sujar

05 de outubro de 2012 4

A minha colega Fer Pandolfi me mandou este vídeo, daqueles que é pecado não passar para a frente. Sempre se melecou comendo cupcake e acabou com cobertura no nariz? Pois seus problemas acabaram!

PS: cupcakes são fotos e por isso são assunto recorrente aqui no blog. Abaixo, links para ideias bem legais que surgiram nos últimos tempos.

Faça seu próprio cupcake

Cupcakes metalizados

Cupcake de sorvete com bolacha recheada

Cupcake na caixinha

Cupcake salgado

Fim da mesa de doces: será que a moda pega?

30 de julho de 2012 17

Quem foi no workshop para noivas lá no Love Loft já me ouviu falar do assunto. Na palestrinha para noivas eu fui incumbida de apontar novidades que começam a pintar lá fora e que em breve aparecerão por aqui. Uma delas decreta o fim da mesa de doces como a gente conhece hoje. No lugar dela entra uma outra forma de oferecer as maravilhas para os convidados. A ideia é circular os doces em bandejas, num modelo meio coquetel.

Um dos motivos da nova moda estar agradando tanto é o fato de dar menos trabalho e envolver um investimento menor. Calcula comigo: para montar uma mesa de doces você precisa locar a mesa propriamente dita, uma toalha, os suportes, as forminhas, um belo arranjo de flores e, claro, os docinhos. No novo modelo, você se preocupa com doces e forminhas, já que as bandejas e os garçons você já têm à disposição.

Como funciona exatamente? Após servir o jantar e o pessoal começar a se jogar na pista de dança, os garços começam a circular com grandes bandejas de doces. Cada um traz um tipo. Ao mesmo tempo, o bolo já cortado pelos noivos também começa a ser servido.

No exterior, especialmente no Canadá, rola toda uma pompa para a entrada dos garçons. Eles entram enfileirados com as maravilhas nas bandejas, fazendo todo mundo dar gritinhos e se jogar. Curtiu? Eu confesso que achei bacana e fiquei bem curiosa para ir numa festa usando este modelo. Se fosse fazer no meu casamento, adotaria o modelinho de serviço abaixo, que é mais informal e eu acho um amor.

PS: mais sobre bolos e doces aqui!

Petit Comité na Casa Bonita: monte o seu cupcake

18 de julho de 2012 13

Tem docinho mais nova-iorquino que cupcake? Não tem, né? Quem já visitou a cidade sabe que se espalham pela cidade um monte de lojas que vendem exclusivamente os bolinhos. Sabendo disso, é claro que a gente tinha que incorporar a delícia no nosso encontrinho da próxima quinta lá na Casa Bonita, que terá NY e Paris como inspiração.

O espaço dos cups ficará por conta da talentosa Aline Selistre, da Cupcake & Cia. Além de levar modelinhos prontos para vocês espiarem, ela vai propor uma ação muito bacana: deixar que as noivas montem seus doces. A Aline vai levar alguns confeitos para mostrar às convidadas as possibilidades de customização do cupcake. A gente sabe que eles podem ganhar a cara do casamento mudando cores, coberturas e confeitos, então porque não testar na prática? Não é o máximo?

Para ir dando água na boca, montei uma galeria com delícias criadas pela Aline. De todas as belezinhas das imagens abaixo, minhas preferidas são as com flores de açúcar. Tão lindas e perfeitas que parecem de verdade!

Fondue de sorvete: dica para o chá de panela

11 de julho de 2012 6

Fondue tem cara de inverno e é um prato delícia para ser servido num chá de panela nesses meses de frio. Dá para derreter o chocolate previamente a colocar em panelinhas nas mesas das convidadas junto com espetinhos de frutas. Adoro! Para festinhas menores, o fondue de sorvete também é bacana. Conhece? O espírito é o mesmo, mas ao invés de frutinhas, a noiva serve para as convidadas pequenas bolinhas de sorvete de sabores variados.

A melhor parte desta dica é que dá para comprar tudo pronto. Alguém aí conhece a Arte Freddo, no bairro Rio Branco? A loja vende um kit com 25 bolinhas de sorvete em sabores variados (coco, dulce de leche, morango com espumante, gianduia e laranja,manga e gengibre). Elas são prontas para serem espetadas e mergulhadas no fondue de chocolate, que vem junto na caixa. Basta aquecer a mistura a 50°. O kit custa R$ 50.

A dica também vale para quem estiver planejando jantarzinho em casa neste fim de semana e de olho numa sobremesa bacana. A Arte Freddo fica na rua Giordano Bruno, 13, aqui em Porto Alegre.

PS: quem está morrendo pelo sorvete de dulce de leche levanta a mão!

Pães de mel como uma doce lembrancinha de casamento

05 de julho de 2012 7

Começo a quinta falando de docinho que é lembrancinha. Bem-casados e amêndoas são os mais tradicionais, mas vira e mexe surgem novidades como cupcakes, beneditos (uma espécie de biscoitinho recheado e coberto com chocolate que é absolutamente delicioso) e minibolos. Tudo vai embaladinho em caixinhas de papel ou acrílico, em saquinhos de papel ou de organza. Quem não ama ganhar um docinho no final da festa, né?

Quando a lembrança é doce, o correto é separar pelo menos uma unidade por convidado. Se a lembrancinha fosse um porta-retrato, por exemplo, que é um presente para a casa, poderia ser um por família. Sendo comida, seja boazinha e faça o cálculo com cuidado para não deixar ninguém ser o belisco.

Uma outra possibilidade além do bem-casado e cia, que citei lá em cima, é o pão de mel. Ele é bem tradicional (assim como um casamento), tem gostinho de infância e – a parte que eu acho mais fofa – carrega toda a conotação que o mel tem quando o assunto é amor. Há alguns dias eu conheci o trabalho da Dolci e fotografei alguns mimos para mostrar aqui. A Neiva Gomes faz os pãezinhos de mel com recheio escolhido pelo cliente e embala da forma que ele pedir. Minha preferida é a caixinha de acrílico (na foto, é aquela com fita amarelinha).

Para quem tem orçamento bem controladinho, fica uma dica: doces como lembrança costumam ser um mimo bem em conta. O valor varia de acordo com a embalagem que você escolher, mas nisso você pode dar um jeitinho investindo num projeto faça você mesma, customizando a caixa ou saquinho com a ajuda das amigas (passeie por várias ideias aqui).

Para as que curtiram o pãozinho de mel, deixo o contato da Dolci: (51) 9321.9896 / nelgomes@terra.com.br. Pedidos com pelo menos uma semana de antecedência, certo?