Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "Just Married (eu casei!)"

Just married: Rossana e Rodrigo

04 de abril de 2014 0

1826373F1A9255

“Lembro bem da primeira reunião que tive com o casal, entres outros detalhes eles reforçaram a intenção de procurarem nossa equipe por desejarem registros mais descontraídos.

Tal desejo foi piamente realizado, por todos os lados víamos pessoas sorrindo, dançando, se divertindo. Talvez o clima da praia tenha deixado todos em um sincero estado de ˜curtindo as férias˜, sem se preocupar com horários, muito menos com o fato de ter que voltar para a casa, pois pela distância das residências se fez necessário que boa parte dos convidados buscassem hospedagem em hotéis e casas da região, o que sinceramente fez com que o clima do casamento se ampliasse para todo o final de semana… Inegável a ansiedade ao arrumar as malas para um fim de semana na praia com os amigos.

Aos noivos, desejamos muitas felicidades nessa nova fase, e o mais profundo e sincero desejo de que assim que puderem nos visitem para relembrarmos os momentos bons vívidos… Mal e mal nos acostumamos com a presença e o contato deles, pois foram 3 ensaios realizados, mais algumas visitas para escolher fotos e definir detalhes”.

Ficha técnica:

Foto: Gustavo Veiga Fotografia | Local: Bali Hai – Xangri-la/RS | Fotografias: Gustavo Raffaelli Veiga, Leonardo Carneiro e Lucas Taffernaberri | Dj: Thiago Sabbah | Som e iluminação: Plug

Just married: Talita e Victor

21 de janeiro de 2014 2

15 - CasamentoVictoreTalita_Mini-344

“Eu e o Victor nos conhecemos há 1 ano e 1 mês no México, precisamente na Cocobongo nos arredores das cristalinas águas do mar de Cancun. Nós dois fomos a passeio nas nossas férias e o nosso primeiro encontro foi literalmente uma história um tanto quanto mexicana que ainda nos renderá um livro.  O que nos levou a escolher a praia do Rosa como local para cerimônia, a qual já tínhamos um carinho muito especial e que se fortaleceu  pela forma como nos conhecemos.

O vestido, como sou estilista, escolhi a partir de uma das perguntas que sempre faço às minhas clientes: o que quero destacar, o que gosto em mim. E a partir daí comecei a desenhar e desenvolver. Já sabia que queria algo romântico e ao mesmo tempo pratico para o ambiente praia. Então tudo o que escolhi foi pensando nisso, no romantismo que queríamos trazer para o casamento e que combinava comigo e o Victor, sem deixar de ter um ar praiano. Isso se refletiu na escolha do buquê e nos acessórios.  O casquete, acessório da cabeça que utilizei no lugar da coroa, também fui eu quem desenvolvi, pensando justamente nessa proposta delicada, por isso ele foi feito com pérolas e cristais, pois nada mais romântico que esses dois elementos.

A maquiagem foi feita por Andreza Dal Bó e o cabelo pela Valéria cabeleireira.

Como a ocasião seria toda na praia deixei os saltos de lado.  Para cerimônia religiosa escolhi fazer um adereço dourado, uma espécie de tornozeleira incrementada, e entrei literalmente de pés na areia, assim como todos os convidados e o noivo. Já para o momento “festa”, escolhi uma rasteira de guipír de bico fino da Zara, que me proporcionou muito conforto durante todo o evento.

Para o Victor nos dois acabamos escolhendo um terno de linho puro, feito pelo alfaiate Humberto Souza, na cor off White, acompanhado de uma camisa rosa também de linho, e um mocassim da Richards.

Na hora da escolha dos pajés, acabamos optando por algo diferente. Escolhemos o pai do Victor, meu sogro, para levar as alianças, já que gostaríamos de envolver nossos pais em toda cerimônia por sermos filhos únicos. A aliança foi levada em uma coroa de madre pérolas.

Por ser um casamento pequeno, para apenas 40 pessoas, acabamos não tendo padrinhos oficias para a cerimônia. E realizamos o civil junto com o religioso.

Pelo anseio de nos casarmos na pra do Rosa, acabamos procurando muita coisa pela internet, foi aonde conhecemos “as casamenteiras da praia do Rosa”, as quais compraram nosso sonho e captaram exatamente o que estava na nossa mente e tornaram realidade no grande dia.

A decoração também foi toda em estilo romântico, e com pérolas, não só na decoração do local da festa como também no portal da cerimônia religiosa. Já as flores foram indicada pela própria decoradora, Nisinha Venturella.

Acabei chegando de barquinho, já que o casamento foi realizado entre a praia e a lagoa, o que trouxe um charme especial a toda essa celebração. Utilizei uma sombrinha de guipír durante o trajeto, sendo a mesma, trocada depois pelo buquê, segurado pela minha mãe que me esperava no primeiro portal (tivemos 2 portais, um antes de começar o caminho até o altar e o portal que delimitava a mesa da cerimônia).

No final da cerimônia trocamos o famoso arroz por uma chuva de pétalas vermelhas. O que funcionou de forma excelente principalmente na filmagem e fotos.

O dia amanheceu chuvoso, o que trouxe para mim um grande nervosismo, já que o casamento seria ao ar livre, como mencionei anteriormente, na beira da praia, com uma lagoa ao lado. Confiando muito na fidelidade de Deus, e de que o grande dia seria corado pelo tempo bom, esperou-se até meio dia para se começar a montagem do evento, foi então que o tão esperado sol saiu. Lógico que as casamenteiras possuíam um plano B na manga, tão bom e bonito como o de casarmos na beira da praia, mas assim não era o nosso sonho. Então quando o sol saiu ficamos todos muito entusiasmados.

Como o casamento foi feito na praia, mas com todo o suporte da Pousada Fazenda Verde by Neco – sendo inclusive o lugar em que ficaram os nossos convidados – optamos por um de seus restaurantes à beira mar e em frente a pousada para realizar a recepção e festa.

A comida foi servida de forma volante, ou seja em pequenas porções individuais, o que além de ser moderno permitiu que os convidados interagissem mais, e curtissem melhor  a festa, sem ter a formalidade de se servir e sentar em uma mesa. Tudo foi feito pelo próprio chefe do lugar, o George, juntamente com sua equipe. O restaurante tem por nome Piratas do Rosa, e possui um deck que deu ainda mais charme a toda essa comemoração.

Ao invés do bolo, seguindo também a ideia de ser tudo volante, fizemos uma torre de cup cakes.

Durante todo o período da recepção e festa, contratamos o DJ Léo Mix para animar a noite. Sendo o repertório bem eclético, incluindo até músicas mexicanas, que nos remetiam ao nosso primeiro encontro. A festa rolou até as 2:15 da manhã e foi só ai que chuva voltou a aparecer.

Com certeza um fator indispensável foi a questão de termos uma cerimonialista, a Bartira, que não só nos ajudou anteriormente com toda a preparação para o casamento e escolha dos fornecedores, como também no dia. Sem contar a segurança que ela nos trouxe. Fomos acompanhados pela mesma até o fim da festa. Ela faz parte do time casamenteiras do rosa, e foi nosso anjo da guarda durante toda a realização do nosso sonho.

Desde o início, sempre tivemos em nossa mente que as fotos são as maiores lembranças que teríamos do nosso casamento, e queríamos alguém que fosse um excelente profissional e que também nos deixasse a vontade, pois não sou uma pessoa que ama pousar para fotos. Acabamos sendo unanimes na escolha. Nosso fotografo foi Hick Duarte, o qual fez nosso ensaio e capturou os melhores momentos do casório, com um olhar moderno como todo o restante do que fizemos. Sua dedicação começou na sexta-feira, dia anterior ao casamento, e só parou às 2:15 da manhã, quando todos já estavam indo embora.  O resultado foi além do esperado, seu olhar foi o melhor a cada clique.

Contratamos equipe de filmagem, tanto de todo evento como dos momentos anteriores, incluindo até um wedding film, espécie de trailler de todo o casamento. Falando em imagem temos que agradecer muito pelo câmera e editor Eduardo Rodrigues, que juntamente com sua equipe registraram tudo desde o amanhecer (4h da manhã), até o final da festa. Mas o resultado valeu muito a pena. A filmagem simplesmente faz nos querer voltar totalmente ao tempo.

Em resumo tudo foi muito impecável, e perfeito. Tivemos o privilégio de ter somente excelentes profissionais trabalhando conosco. Foram pessoas que tornaram palpável o nosso sonho, e fizeram com que o grande dia trouxesse somente ótimas lembranças e muitas saudades”.

 

Sessão de fotos + Just married: Pânila e João Paolo

05 de janeiro de 2014 3

Pan e João (10)

“Oi Bárbara!

Vim contar um pouquinho como foi o grande dia meu e do João.  Muito antes de começarmos a pensar no nosso casamento, eu já acompanhava o bloguinho. Adoro casamentos, adoro idéias novas! Quando o João marcou a data do nosso casamento, minhas visitas ao bloguinho passaram a ser diárias. E agora venho contar um pouco como foi nosso casamento e finalmente fazer parte da história do Noiva.com.

Eu e o João nem sabemos como nos conhecemos, somos da mesma cidade do interior e é como se a gente sempre tivesse feito parte da vida um do outro. É claro que na adolescência a gente ficou bem mais próximos, estudávamos no mesmo colégio, mas éramos só amigos mesmo. Muitos anos depois nos reencontramos, ao acaso, em Porto Alegre e daí nunca mais desgrudamos. Foram anos e anos de namoro, noivado e enfim o dia 13 de abril de 2013,  nosso grande dia.

Planejamos tudo com muita antecedência e nos preocupamos em fazer uma festa que tivesse a nossa cara. Foi em Cruz Alta, nossa terra natal e  onde nossos familiares moram. Mas os preparativos começaram muito antes disso:

Somos gremistas fanáticos de carteirinha, então pensamos em fazer o pré-wedding no Estádio Olímpico, seria uma linda lembrança da antiga casa do nosso clube do coração.  Aí elaboramos um pouco e pensamos, por que não casar no Olímpico?  E foi o que fizemos, casamos no civil dentro do memorial Hermínio Bittencourt, junto a todos os troféus e aproveitamos para fazer  fotos para nosso “Save The Date”, colocamos a data do casamento nas camisas. Foi uma cerimônia familiar, estavam nossos pais e irmãos, minha melhor amiga e nosso gato de estimação que se chama Renato Portaluppi, com esse nome ele não poderia faltar, não é mesmo?

Pan e João (3)

As fotos para o Save The Date  foram elaboradas como imã de geladeira e enviamos aos nossos convidados com 6 meses de antecedência do nosso casamento religioso, assim não corremos o risco de ninguém esquecer e com tempo suficiente para todos se organizarem, já que tínhamos convidados de todas as partes do Brasil e do exterior!

Pensamos em fazer um pré-wedding que não fosse um casamento. E começamos a pensar, “onde?”. Queríamos algo com nossa cara, gostamos de aventuras, esportes, cachoeiras, montanhas… Pesquisamos muitos lugares e achamos a Reserva da Família Lima incrível, justamente o que queríamos, muita natureza, muita cachoeira, passamos uma tarde lá fotografando, foi bem divertido!

O meu chá de lingerie foi todo organizado por mim e pela minha amigona e madrinha Camila. Fizemos toda a decoração juntas, tudo em tons de rosa e marrom que eu adoro! A Camila, junto com algumas amigas organizaram as brincadeiras e fizemos aquela bagunça divertida, o show da Cassandra Calabouço incrementou a animação!

Só faltava então, nosso grande dia. Foram muitos detalhes, cada coisa pensada com muito carinho. Nosso convite foi elaborado com papel semente, os convidados poderiam plantar o convite e transformá-lo em flores. Escolhemos todas as músicas da igreja executadas por um grupo de cordas, distribuímos lencinhos para secar as lágrimas de felicidade, junto ao arroz distribuído havia a história da chuva de arroz, os padrinhos ganharam a gravata e as madrinhas ganharam um corsage. Nosso carro foi um Ford 1928 lindíssimo.

Para a decoração, queríamos um estilo mais rústico, então muitos detalhes como anéis de guardanapo, almofada de alianças e detalhes dos vestidos da daminhas foram feitos artesanalmente em crochê pela minha mãe que começou a confecção com um ano de antecedência.

Colocamos itens de acervo pessoal das famílias na decoração, como pipas antigas de vinho, e um carroção antigo cheinho de flores na entrada do clube.  Distribuímos para as mulheres um kit conforto para que todas pudessem aproveitar a festa sem machucar os pés, as lembranças foram fotos tiradas na hora e entregues aos convidados, quem realizou isso foi a equipe da Photofolia (dica do bloguinho). O nosso vídeo “Love History” foi feito por nós mesmos e ainda ganhamos uma surpresa dos padrinhos que fizeram um vídeo com música personalizada contando nossa história de uma maneira muito criativa e cheio de fotos nossas, foi lindo!!

Nossa entrada no clube também foi diferente, entramos pelo palco cantando uma música muito significativa pra nós, o João tocou e cantou e eu cantei. Dançamos a Valsa do Imperador coreografada por nós mesmos e apesar de todo nervosismo típico do momento, tudo saiu perfeito como sempre sonhamos. Na saída, ao chegar nos carros, os convidados encontraram cartões de agradecimento no pára-brisas, um mino aos nossos convidados que vieram de tão longe para testemunhar nossa união.

Para as solteiras, minha mãe fez um Santo Antônio de pano e eu fiz um apoio com fitas e enquanto eu dançava, ia cortando as fitas, sem ver quem pegaria o Santo Antônio. Já para os solteiros, o João jogou uma sapa de pelúcia vestida de noiva. Foi bem divertido!!!

Na porta principal do clube, nossas famílias fizeram uma surpresa colocando um casal de pombinhos brancos junto a decoração, soltamos eles na natureza no dia seguinte. Por sinal o dia seguinte também teve muitas emoções, pois todas as flores da decoração foram transformadas em buquês e levadas até o asilo de nossa cidade a exemplo do projeto Flor Gentil de São Paulo, que também conheci aqui no bloguinho.

Foi um dia incrível. Não há forma de explicar. Só posso dizer que passou muito rápido e que queria tudo de novo. Envio algumas fotos para que possas tirar as próprias conclusões”!

Ficha técnica:

Igreja: Catedral do Divino Espírito Santo | Recepção: Clube Arranca | Cerimonial: Menegas Eventos de Cruz Alta | Decoração: Carmen Valentini de Ijuí | Locação de móveis: Bullé de Cruz Alta | Fotografia: Márcio Ferraz (Porto Alegre) | Som e luz: Rogério Cavalli da Evolution | Doces: Dedé Westphalen Doces Finos de Cruz Alta | Noivos de topo de bolo: Joelma Fernandes (Umuarama – PR) | Filmagem: Edu Ribas | Música da igreja: Grupo Allegro Vivace de Cruz Alta | Banda: Fernando e Motta de Ibirubá | Convites: Seed Paper  (Atibaia – SP) | Papelaria: Luciartti  (Cruz Alta) | Cabine fotográfica: Photofolia (Novo Hamburgo) | Lembranças: Pé de Noiva (Guarulhos – SP)

Trash the dress e just married: Wanessa e Carol

02 de janeiro de 2014 1

3 - 1393125_10200652445265569_174426090_n

“Olá meninas do Noiva.com , primeiramente gostaria de elogiar muuuito o trabalho de vocês, pois desde as primeiras escolhas do meu casamento eu sempre dava uma passada no blog atrás de inspiração e dicas, pois em toda minha vida fui em pouquíssimos casamentos e quando chegou a hora de organizar e escolher cada detalhe do meu, muitas vezes me sentia perdida e o que na maioria das vezes me deu um norte foi as dicas e escolhas de outras noivinhas do blog. Por isso gostaria de dividir com vocês minha história também pois sei que pode ajudar muitas noivas tão perdidas quanto eu.

Para cenário de nossas fotos pré casamento e clipe escolhemos a linda Praia da Pinheira em Santa Catarina e Santo Antonio de Lisboa em Florianópolis por seu lindo patrimônio histórico.

A começar pela escolha do salão, como o Carol é de Cachoeirinha, resolvemos buscar algo por ali e descobrimos um espaço para eventos maravilhoso na região metropolitana de Porto Alegre que é o Rosa dos Ventos, um salão novo, grande e com um espaço Kids  que fez toda a diferença na minha festa pois entre nossos convidados tínhamos muitas crianças também.

A Igreja eu já havia escolhido antes mesmo de conhecer o meu noivo, pois sempre dizia que se fosse para casar teria que ser na Igreja Nossa Senhora da Conceição em Porto Alegre, além de ser linda, sempre gostei muito de ir lá, fazer minhas orações e agradecimentos, sempre me senti acolhida e em paz nessa Igreja.

Nossa festa foi a nossa cara, ao invés da tradicional valsa dançamos um pagode que inicia com um funk ” A Gente Faz a Festa” do Thiaguinho com participação do Mc Catra e na hora de jogar o buquê dancei Show das Poderosas da Anitta com minhas amigas, a festa já estava rolando e do nada quando tocou a música fomos nos organizando e fizemos a coreografia… foi perfeito!

E assim deixo para vocês um pouquinho do que foi nosso ensaio e casamento”!

Ficha técnica:

Fotos : Frederico Mombach | Maquiagem: Claudia Schonhofen – Mirage Padre Chagas | Cabelo: Vagner Pogere – Mirage Padre Chagas | Vestidos : Tallentu’s Noivas | Arranjo de cabelo: D. Cantidio | Decoração e cerimonial: Decooprisma | Doces: Andréa Doces

Just married: Isabela e Helyfas

28 de dezembro de 2013 0

3 - 02

“Garibaldi foi o cenário escolhido por mim e pelo meu noivo para celebrar a nossa união. A cerimônia religiosa aconteceu na Igreja Matriz São Pedro, a qual foi toda decorada com mosquitinhos. Nos bancos haviam cascatas de mosquitinhos, que deixaram a Igreja ainda mais linda e elegante.

Durante a cerimônia, tivemos vários momentos emocionantes, mas o principal deles foi o convite para que as nossas duas avós subissem no altar ao nosso lado para a benção das alianças. Foi um momento muito lindo e emocionante, ainda mais por ser surpresa para todos, inclusive para elas.

A harmonização musical ficou por conta do tenor Rafael Lumi e sua equipe, os quais executaram músicas clássicas e românticas escolhidas especialmente para a ocasião. Subi ao altar com uma vestido de criação exclusiva de Inês Noivas Eternity, elaborado com rendas francesas e bordados em pérolas e cristais swarovski. Usei véu e grinalda de Inês Noivas Eternity, que enriqueceram o figurino. Não posso deixar de falar do meu buquê, o qual foi elaborado pelo florista Fernando Weber, o qual utilizou peônias em tons de rosa claro, o resultado foi perfeito. O noivo vestiu uma composição de Hugo Boss.

A recepção se realizou na Vinícola Peterlongo, em uma ambientação ao ar livre em mais de 500m² de tenda, montadas no pátio da Vinícola, onde a arquitetura de castelo serviu se cenário, em uma noite de céu estrelado e temperatura agradável.

A confraternização contou com equilibristas na recepção, vestidos de Pierrô e Colombina. A decoração abordou temas rústico e clássicos, com presença de móveis de demolição e tons florais e dourados, o planejamento visual levou a assinatura da Wedding Planner Sandra Rigo, a qual cuidou de cada detalhe com muito carinho.

Os arranjos da noite foram desenvolvidos pelo florista Fernando Weber, no qual apresentou composição de mosquitinhos, bocas-de-leão, rosas, astromélias e lírios. Os convidados foram presenteados com bem casados by Conceição Bem Casados e o encantamento em estilo rústico de vasinhos de barro com mudas de alfazema, as quais representam a felicidade, e sapatilhas para as meninas.

A mesa de doces foi uma criação de Adriana Silveira e a animação da noite ficou por conta do Dj Danna.  As imagens foram eternizadas pelo fotógrafo Zignani, o qual não perdeu um detalhe da noite.

A lua de mel será nas belas praias da Colômbia, Cartagena e San Andres.

Então Barbara, esse foi o resuminho do meu casamento. A alegria da noite é indescritível. É muito bom organizar um casamento, estou apaixonada”.

Just married: Carol e Heitor

25 de dezembro de 2013 0

23 - CAROL_HEITOR_0892

“Olá! Acompanho a Gabi desde antes de ficar noiva e o casamento dela foi uma verdadeira inspiração, um dos mais lindos que já vi. Acabei de completar um ano e cinco meses de casada, mas senti vontade de enviar minhas fotos afinal esse blog me ajudou tanto.

Sou de Niterói – RJ e a minha fotógrafa foi a super talentosa Fabrícia Soares. Foi um dia lindo e de muita emoção. Até hoje as pessoas vem me dizer que foi o casamento mais emocionante a que já foram.

Fico muito feliz de ouvir isso porque afinal é isso mesmo que importa, o amor e o carinho ali presentes. Deus foi tão bom pra gente que o dia do nosso casamento foi a maior lua cheia dos últimos 18 anos. Um mimo, não??? Fora o dia incrível que fez! Espero servir de inspiração pra outras noivinhas, que assim como eu, me inspirei várias coisinhas no blog!”

Just married: Glacielia e Luis

21 de dezembro de 2013 1

Just (11)

“Olá Meninas! Eu não tenho como descrever a emoção de ver minhas fotos aqui pois desde que fui pedida em casamento olho o blog todo dia.

Vocês me ajudaram em tudo, principalmente na escolha do vestido pois foi aqui que eu li sobre os vestidos da China.

Queria muito dar meu depoimento já que sempre olhei os casamento aqui e achava que NUNCA teria dinheiro para bancar uma festa, comecei então a planejar todo o casamento e fazer os milhões de orçamentos. Queríamos uma igreja com um layout simples e romântico e a igreja Mont serrat responde a estes quesitos. Na decoração usamos mosquitinhos e fita de cetim tudo feito pelas madrinhas 45 minutos antes da cerimônia. A festa foi feita no espaço Palatu’s onde a comida é simplesmente divina e o espaço lindo e aberto.

TODA  a nossa decoração foi feita por mim e minhas madrinhas e família, um dia antes minha madrinha Jaque foi conosco na Seasa onde compramos todas as flores o que fez a gente economizar muito e no dia da festa passamos a tarde arrumando tudo e vou falar para vocês… Durante o processo eu via as noivas falarem “é loucura arrumar tudo pois de noite você está morta” meninas é MENTIRA!!! É mágico ver cada detalhe de perto e mais mágico ainda saber que tu participou de perto.

Agradeço de coração a todos que nos ajudaram a tornar este sonho uma realidade, quem tem amigos e uma família linda como a nossa pode SIM casar sem gastar fortunas. Espero que meu depoimento ajude todas as noivinhas que assim como eu tinham dúvidas sobre a questão financeira e se precisarem de dicas podem falar comigo. Meu abraço especial para minha cerimonialista Mahara Souza que foi o anjo em minha vida e meu fotógrafo Ricaro Fabrello que foi um profissional incrível e querido, e é claro ao meu marido Luis que me ajudou e me apoiou sempre!

Um agradecimento especial a empresa Personalissimo convites que é aqui da nossa cidade e tiveram a maior paciência em fazer toda papelaria da nossa festa”.

Just married: Renata e Henrique

13 de dezembro de 2013 2

Just (12)

“Casei em 07/09/2013 com meu amor e grande amigo Henrique, com que estou há 12 anos. Sempre pensamos em fazer um casamento bem personalizado, simples e com a nossa cara.

Sempre gostamos de verde, de sítio, e por isso buscamos fazer nosso casamento ao ar livre, durante o dia. Escolhemos o Sítio da Figueira, na zona sul. A cerimônia começou as 17h, ainda dia para aproveitar a luz do sol, embaixo da figueira. A decoração da cerimônia foi com lanternas japonesas no deck utilizado como altar, flores do campo ao longo do caminho que levava ao deck e fitas coloridas nas cadeiras de palhinha. A cerimônia foi civil, com a fala de um amigo muito próximo, nosso celebrante.Também trocamos votos. Foi muito emocionante falar sobre os meus sentimentos para o Henrique e ouvir a declaração de amor dele para mim. Lágrimas de felicidade e amor entre nós e entre os convidados. O Marcelo Selau, videomaker, captou muito bem este momento.

A recepção foi no salão do sítio, com estrutura de madeira do telhado que reforçou o clima simples e rústico que esperávamos. A decoração interna também foi feita com lanternas japonesas, que iluminaram as mesas. Tinham ainda 3 tipos de vasinhos com flores.

Para sinalizar a mesa de cada convidado, utilizamos corações coloridos ao invés de números. Os convidados consultavam o seu nome em um quadro na entrada do salão, cada mesa com sua cor. Foi divertido! Para este quadro, usei um bastidos de bordado e bordei um coração sobre tecido floral.

Sobre a mesa de doces, fizemos uma cascata com as lanternas japonesas e uma cortina de fitas coloridas que serviu também como fundo para as fotos com os convidados. Sobre o bolo artesanal, utilizamos noivinhos de madeira pintados a mão (comprei pelo etsy e pintei eu mesma, por horaaaas). O bolo era decorado ainda com flores comestíveis.

A papelaria do casamento foi feita por nós. Minha mãe costurou os envelopes de papel kraft com linha amarela. É ótimo ter a participação da família na organização!

Além de todas estas questões de organização, posso dizer que foi o dia mais feliz das nossas vidas, não só pela nossa emoção, mas pela empolgação dos nossos amigos e familiares e por todo o amor e positividade que dava para sentir. Me senti muito especial no meu vestido e amei demais o cabelo com o assessório de pérolas e prata com toque vintage. Casei de Melissa, personalizada com as iniciais dos nossos nomes.

Para todas as meninas que pensam em casar e tem dúvidas eu digo: casem! É demais! E para tornar tudo especial, façam com a cara de vocês, e se gostarem do ‘faça você mesmo’, coloque a mão na massa, porque fica lindo”!

Ficha técnica:

Local: Sítio da Figueira | Cabelo e make: Thippos Leo Zamper (cabelo Paullo Czar e make Pâmela Nunes) | Cerimônia: Juíza do bairro Belém Novo e amigo Augusto como celebrante | Fotografia: Vivian Fensterseifer | Vídeo: Marcelo Selau | Buffet: Arte dos Temperos | Doces: Madame Antonieta e Andrea Doces | Som: Company Sound | Flores: Roda Flores | Locações: Mobel e Mesas e Louças

Just married: Andressa e Clovis

04 de dezembro de 2013 3

Just (2)

“Oi, meninas! Vim mostrar meu casamento que foi realizado em Canela/RS, no dia 25/10/2013 em uma cerimônia simples e ao ar livre. O total de convidados, já contando com a equipe de foto e vídeo, era de 16 pessoas. Mas foi de uma beleza sem igual, e de extrema importância para nós, pois estar diante dos olhos de Deus e sentir a presença dele, e receber a sua benção em nossa união foi fundamental.

Já casados no civil há 3 anos, no ano passado passamos por um momento de muita turbulência, chegando a separação, onde ambos acreditavam não mais ter volta. Tivemos nossa vida de solteiros festas e “amigos”, mas não era o que queríamos para a nossas vidas. Somos uma família e temos dois filhos, um fruto do nosso relacionamento e o outro meu filho de outro relacionamento, mas tratado igualmente.

Foi então que entreguei minha vida nas mãos de Deus e pedi a ele que guiasse e me desse discernimento para entender a vontade Dele para a minha vida e a vida da minha família. Foi aí que começaram os dias em que Deus passou a nos guiar. Voltamos a ver a luz. Meu marido já desgastado de tentar não via a luz e eu passei a orar por nós, e guiá-lo. As bênçãos começaram a surgir em nossas vidas como chuvas e após passarmos por este momento, sentimos que era o momento e eu o pedi em casamento, o deixando sem palavras, embora ele ainda estivesse com receio.

Solicitei um dia com o pastor Mauro dos Santos, para realizarmos a cerimônia. Contatei o parque do Caracol/RS que, para a minha surpresa, além de nos ceder o espaço, ainda nos estendeu tapete vermelho! Um colega de infância que já fotografou os primeiros aninhos dos meus dois filhos foi quem registrou esse nosso momento. A decoração ficou por conta minha e da minha cunhada Jaqueline Bedinott, mas ao chegar no parque uma moça junto com sua família de férias ao me ver ali toda desastrada me ofereceu auxílio e me disse que era florista e que poderia me ajudar. Eu sorri e deixei tudo com ela, Carla Schimitt Zimmermann.

Tudo lapidado por Deus! Cada detalhe: desde as pessoas que Deus colocou no meu caminho até o dia que de fato foi escolhido por Deus, depois de uma semana inteira chuvosa, aquele dia não choveu, e no outro retornou a chover”.

 

Just married: Fernanda e Marcelo

03 de dezembro de 2013 6

14 - fernanda e marcelo-796

“Oi, Bárbara!

O meu casamento é o exemplo vivo de que o casamento dos nossos sonhos pode ser tornar realidade gastando pouco.

Minha mãe, eu e três madrinhas fomos responsáveis por 90% da decoração. Minha mãe fez todas as peças em tecido: jogos americanos para a mesa da família, passarinhos para os arranjos, caixas de madeira para a farmacinha dos banheiros, toalhas de lavabo para os banheiros, caixas de madeira que presenteamos os padrinhos com chocolate e espumante dentro, o porta alianças com um ninho de passarinho de verdade, porta retratos com o número das mesas e uma caixinha de madeira com diversos retalhos de tecido onde os convidados deixavam mensagens e hoje minha mãe costurou uma manta com eles.

Sobre as flores, no início a idéia era usarmos lavanda, como ficaria muito caro, uma amiga me apresentou a estatística, que é uma florzinha linda, com aparência de seca,na cor da lavanda e que dura aproximadamente 2 meses. Eu e meu marido subimos a serra vários domingos, para buscar essa florzinha. Uma senhora muito querida colhia todo final de semana e nos esperava com vários buquês.

Eu e minhas madrinhas, Joana, Keli e Letícia nos reuníamos nos domingos para montar arranjos, pintamos caixas de frutas de branco e escrevemos palavras bonitas, mini buquês, que foram um destaque nas mesas: fizemos mini buquês com o nome de cada convidado e posicionamos sobre o guardanapo na mesa.Todos ficaram encantados com a surpresa e o mimo que levaram para casa de recordação. A maioria dos arranjos das mesas nós montamos com latas de leite em pó (eu mobilizei todos os amigos e familiares para conseguir um grande número de latas) forradas de tecido e finalizadas com fita,o restante foi completado com garrafas de vidro reciclado.

Um amigo meu “roubou” do sogro um pedaço do sítio dele, uma tábua de madeira de demolição para fazermos a placa que indicava “casamento”.

O casamento foi em uma manhã de domingo, na beira do rio Guaíba.

A paisagem estava maravilhosa, ouvíamos o som do rio, dos pássaros e de violinos enquanto a cerimônia acontecia.

Eu entrei ao som da nossa música: The Cientist do Coldplay tocada no violino.

Minha afilhada mais velha entrou largando flores antes de mim, meus dois afilhadinhos entraram com placas feitas por nós.

Mas o momento mais emocionante foi a hora dos votos, eu e meu marido escrevemos votos um ao outro. Na hora do meu marido falar, ele começou a tremer e chorar, tive que segurar as mãos dele para encorajá-lo a seguir em frente. Todos os convidados usaram os lencinhos que havíamos deixado sobre as cadeiras e se emocionaram muito com as palavras dele.

Eu pedi que as madrinhas usassem lilás, elas podiam escolher o tom e o modelo, eu só queria que a cor fosse a mesma, quis respeitar o jeitinho de cada uma, e o resultado foi lindo.

Em cada detalhe da decoração eu via um pouco das pessoas queridas que me ajudaram a tornar meu sonho realidade. O salão parecia mais a sala da minha casa do que um salão de festas, tudo estava muito aconchegante e a nossa cara.

Para completar, queria encorajar as noivas a comprarem seus vestidos da China, afinal, comigo deu muito certo, eu comprei o vestido crente de que eu iria ter que vende-lo, mas o vestido me surpreendeu, chegou nas medidas certas e lindo como eu sonhava que fosse.

Estamos prestes a completar bodas de Papel, mas os momentos estão frescos como se o casamento tivesse sido ontem. Foi mágico, inesquecível.

O momento mais feliz das nossas vidas”.

Ficha técnica:

Fotos: Claudionor Martinez | Cerimonialista: Cíntia Armelin | Local: Ipanema Sports | Aluguel de móveis, cadeiras: Locare | Flores: Floricultura Armelin | Buffet: Confeitaria Armelin e Coinsultório Culinário | Topo de bolo: Wedding Shop