Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Música"

Spice Girls para tocar na cerimônia de casamento: pode?

26 de novembro de 2013 2

Já pensou em usar Wannabe, das Spice Girls, entre as músicas da cerimônia de casamento?

wa

“Yo, I’ll say you what I want, what I really really want / So tell me what you want, what you really really want / I’ll tell you what I want, what I really really want…”

Provavelmente não, né? Mas agora eu vou te fazer mudar de ideia. Fecha os olhos, respira, tenta esquecer a versão original e aperta o play abaixo (tá bem, aperta o play e depois fecha os olhos). Geri Halliwell, a Spice ruiva, fez algo inimaginável com a música. E não é que ficou digna de tocar até no casório?

Não ficou lindo? Nossa, eu tinha esquecido que a Geri cantava bem. O som das Spice era mais gritado, menos melódico. Ela não só está linda como cantando como nunca. Arrasou!

É incrível como uma mesma música, dependendo do arranjo e de quem canta, pode ficar bacana ou absolutamente intolerável. Cof cof.

Músicas para nunca esquecer: Diane Lane cantando "Nowhere Fast"

16 de outubro de 2013 15

Para que vocês possam entender o momento de êxtase que nos acomete neste instante, três breves informações:

1. Eu sou viúva dos anos 80. Eu amo a música, os filmes, os seriados e até uma coisinha ou outra da moda (os cropped tops que a gente tanto ama nasceram no finalzinho dos anos 80, amigas).

2. A revista Donna, onde eu trabalho, está passando por um momento de expansão e de muitas novidades. Para que possamos nos concentrar nessa nova fase, saímos de dentro da redação e trabalhamos todas juntas dentro de uma salinha separada em outro prédio.

3. A Patrícia Lima, repórter da revista (olha o blog dela), é tão ou até mais fascinada por anos 80 quanto eu. Vivemos cantando. A diferença é que ela canta bem. Já eu espanto os gatos e cachorros da região.

Dito isso, vamos falar da Diane Lane.

infidelidade

Vocês devem lembrar dela daquele filme bapho, “Infidelidade”, onde ela trai o Richard Gere com o Olivier Martinez.

diane

Ou do romance “Sob o sol da Toscana”, que vale mais pelas paisagens do que pela história. 

Mas antes de tudo isso, nos anos 80, Diane Lane foi roqueira num filme clássico, de 1984. Se chama Ruas de Fogo. Conta a história de uma cantora de rock chamada Ellen Aim (a Diane Lane) que é sequestrada por uma gangue.

dianel

Olha que coisa mais linda essa mulher!

O filme todo se desenrola contando as tentativas de salvar a moça. Entre uma cena de ação de outra, muita música. A mais famosa da trilha é Nowhere Fast, que é o que nos traz de volta às canções dos anos 80, à nossa salinha e à minha colega Pati Lima.

Streets of Fire1

Ontem a gente estava escolhendo uma música para a cantoria da tarde e lembrou dessa. Hoje, apresentamos para o Felipe, editor online nascido nos anos 90, a maravilha que é Nowhere Fast. Tem uma das batidas mais contagiantes que já ouvi e era daquelas que sempre tocava em aulas de aeróbica. Eu  e a Pati não conseguimos cantar sem sair dançando.

tumblr_lq8wucaFHw1qlvlaxo1_500

Tipo a Monica naquele episódio que relembra os tempos de colégio do pessoal de Friends.

Explicando para o baby Felipe como essa música é magnânima, descobrimos que não é a Diane Lane que canta no filme. Contrataram uma cantora nada famosa e a Diane só dublou. O que não tira o brilho de Nowhere Fast, é bom dizer. Será para a vida uma das minhas preferidas da década de 80 e daquelas que os mais novinhos precisam conhecer. Se der, quem sabe catar numa locadora e assistir ao filme.

Antes de dar tchau, querida mandar um beijo para as minhas colegas da turma 84 do Colégio Dom Feliciano, de Gravataí. Não pensem que eu esqueci que nos apresentamos na escola usando roupas de aeróbica ao som dessa música. Eu juro que tentei apagar a memória da minha cabeça (arghs, que roupas horrorosas), mas nunca consegui. Pelo menos a trilha era ótima.

heidi-montag-aerobics-instructor-06

Dan Germano no The Voice: tiro meu chapéu e viro minha cadeira pra ti

04 de outubro de 2013 76

Eita, noite triste foi a de quinta. Primeiro, meu time perdeu de novo no Brasileiro. Depois, vem a estreia da segunda temporada do The Voice e a eliminação inexplicável do Daniel Germano.

danielç

Já que tem muita casamenteira por aqui, mostro o Dan numa foto do casamento dele com a Angie. Os dois são uns amores e têm vozes de anjo. Conheci a dupla em 2009, quando chegou às minhas mãos (ou à minha caixa de e-mails) um vídeo que eles tinham feito para passar na festa de casório. Na gravação, os dois apareciam cantando, no que era para ser uma brincadeira inspirada em “O Fantasma da Ópera”. O vídeo terminava com uma aparição hilária do cachorrinho do casal. Relembra aí no play abaixo.

Amei, postei no blog na hora e fez o maior sucesso. Depois de casados, os dois, que eram conhecidos como Noivos Cantores,  começaram a cantar em casamentos por aí. Eu mesma chamei a dupla para cantar no meu, pois era encantadíssima com a voz deles. Eu e o Marcelo jamais vamos esquecer as audições para definir as músicas que tocariam na cerimônia e como nos arrepiávamos com a voz do Daniel.

Mantivemos uma amizade depois do casamento, pois quem conhece o casalzinho sabe que são doces, queridos demais. Em 2011, no dia do meu aníver, o Daniel me surpreendeu gravando uma das músicas que eu mais amava no momento de presente. Taí.

Também a pedidos, quando Adele estourou e todo mundo cantava Someone Like You no chuveiro, Dan e Angie postaram uma versão linda da música. É uma das minhas interpretações preferidas deles.

Mas voltemos ao The Voice. O Dan foi selecionado aqui em Porto Alegre para se apresentar na noite de estreia do programa. Cantou lindamente, mas nenhum dos jurados virou a cadeira para ele.

dan

Aí ele cantando, observado pela Angie, fã número um. A audição completa pode ser vista neste link.

Existem vários motivos para um jurado não escolher um candidato, eu sei. Pode ser que não gostem, pode ser que já estejam com o time quase cheio (para quem não assiste: há um limite de candidatos que um jurado pode escolher), pode ser uma péssima sorte. Não entrarei nos méritos do que fez o Dan não entrar, mas estou com o coração apertado, apesar dele ter recebido montes de elogios dos jurados. É um talento aqui da nossa terra, uma pessoa adorável, um paizão recente e, mais do que tudo, um cara que tem uma voz de anjo. Merece tudo de bom.

Dani, minha cadeira não vale nada, mas estará sempre virada pra ti, tá? Amei tua audição e me arrepiei com a tua música. Lulu, Cláudia, Daniel e Carlinhos, vocês não sabem o que perderam! Se até o cachorro da casa canta, isso só pode ser sinal de que essa família tem muito talento.

PS: noivas, acessem o site dos Noivos Cantores. É bem legal. Além de ter o contato do Dan e da Angie, tem listas de músicas que eles tocam em cada casamento. Uma boa inspiração para quem está indeciso.

PS2: clica aqui para ver as opiniões que o pessoal está deixando no meu Facebook.

No clima de Rock in Rio, é de Justin Timberlake a música queridinha dos casamentos

16 de setembro de 2013 6

Como vocês sabem, a minha irmã organiza casamentos, e por isso sabe cerimônias de trás para frente. Vocês não têm ideia do quanto é divertido ir em casamentos com ela (a Claudya como convidada, no caso). Ela sabe quanto tempo o padre costuma falar, por qual porta vai entrar a daminha e até o momento exato em que o pessoal vai se emocionar e começar a chorar. Num casamento no ano passado, eu e ela sentadinhas lado a lado, os noivos se preparavam para trocar alianças. Cochichei no ouvido da Claudya:

“Aposto que vai tocar I’m Yours, do Jason Mraz”. 

Ela, bem sabichona, me deu nos dedos:

“Nada a ver. Agora é outra a queridinha do momento da troca de alianças.”

Bam! E era mesmo. Os noivos fizeram o juramento com Lucky, da Colbie Caillat, conforme a mana tinha cantado a pedra.

Me lembrei dessa história porque ontem pisou no palco do Rock in Rio o dono da música mais amada do momento por quem vai casar.

image

Mãozinha para cima e cantem “Mirrors” comigo, pessoal!

Justiça seja feita: a música é bem romântica e tem tudo, tudo, tudo a ver com casórios. Deixo aqui o link para espiar letra e tradução. Fica bacana na troca de alianças, mas deve ser fantástica na saída dos noivos da igreja. Vamos ter Justin Timberlindo cantando ela ontem:

Curto muito a música original, mas sou a-pai-xo-na-da pela versão que a banda Boyce Avenue fez com as meninas do Fifth Harmony (aquelas do The X Factor).

Bacana, né? Fica como dica para quem está selecionando as musiquinhas para sua cerimônia religiosa. E sobre o assunto, sempre vale o lembrete:

:: Antes de sair contando com Justin Timberlake na playlist, consulte sua igreja sobre a possibilidade de usar músicas contemporâneas. Alguns locais permitem apenas músicas clássicas, que os noivos podem escolher a partir de uma listinha (a São José, aqui de Porto Alegre, é uma delas).

:: Gosta de uma música, mas acha animadinha demais para usar na igreja? Encomende um arranjo clássico, amiga! Eu saí da igreja com “I’ll be there for you”, da abertura do seriado Friends, mas ao som de instrumentos clássicos da Cia. Acústica e a voz calminha e doce do Daniel Germano. Na época, fiz um post contando como foi transformar pop e rock em músicas que não arrepiariam os cabelos do padre.

image (1)

Agora, caso o orçamento seja gordo e esteja sobrando grana, contrata o próprio Justin para trocar “Mirrors” ao violão. E me convida para esse casamento, poooooor favor!

PS: buquê, bolo, decoração e o vestido da noiva: passa aqui para relembrar o casamento do Justin Timberlindo com a Jessica Timberlinda

Playlist de sexta: Colbie e Common no vídeo do casal

20 de abril de 2012 2

Quase todo casal adora montar vídeos com fotos para mostrar na recepção, né? Aquele formato dos dois pequenininhos, depois maiores e mais tarde namorando é velho, mas no fim das contas todo mundo se emociona vendo. É o momento da recepção em que os amigos dão gritinhos vendo fotos da faculdade, que a tia chora vendo foto da sobrinha bebê. Confesso: não me canso e acho bem fofo.

Para ficar uma produção bacana (montagem desleixada não dá, né?) é legal contratar uma empresa para fazer uma montagem ágil, pontuada por uma música legal. O videomaker que você vai chamar para filmar o casamento pode executar o trabalho e mostrar ideias de outros vídeos que fez.

Como eu amo músicas românticas e acho que a trilha do vídeo é super importante, indico uma fofa da Colbie Caillat para entrar na lista de possibilidades. A letra é bem querida e a participação do Common dá uma energia extra. Dê play, feche os olhos e vá imaginando no seu vídeo.

Vídeo: uma ajudinha para a escolha da playlist da cerimônia

18 de abril de 2012 3

O Marcelo Fabro mandou para o blog uma espécie de portfólio do seu trabalho como pianista e certamente as dicas dele serão a maior mão na roda para muitos noivos. No vídeo abaixo ele mostra uma série de sugestões de músicas para cada momento da cerimônia. Tem desde a Canção da América para a entrada dos padrinhos até a Ave Maria, para a bênção das alianças. Bem bacana para se inspirar!

Para quem quiser falar com o Marcelo (que é noivo da Fran) ficam os contatos:  (54) 8118-1288 / marcelo_mojo@hotmail.com.

A nova do Paul McCartney é para dançar no casamento

16 de abril de 2012 5

A nova música do Paul McCartney tem toda carinha de casamento. Se alguém aí estiver escolhendo qual dançar com o amado, considere esta coisa linda. Meu trecho preferido:

O vídeo tem Natalie Portman e Johnny Depp. Enjoy!

A voz de anjo da Raquel Carneiro

02 de abril de 2012 6

Sábado passado eu descobri que uma dica perfeita para casamentos estava há anos bem pertinho de mim e eu não sabia.

Como vocês sabem, eu sou apresentadora da Rádio Gaúcha, aqui em Porto Alegre.  No fim de semana passado eu o Fernando Zanuzo (outro apresentador) resolvemos sacanear alguns colegas e colocar no ar gravações deles cantando. Tem um monte de gente por aqui que toca e canta nas folgas. Alguns fazem de brincadeira, outros começam a trilhar os rumos profissionais. Eu sabia do talento de vários, mas no meio da brincadeirinha descobri que uma das produtoras do meu programa tem uma voz de anjo. Gente, eu surtei com a voz da Raquel Carneiro! Trabalho com ela há anos e até sabia que ela cantava, mas nem de longe sonhava que tinha este talento todo.

Eis que hoje procurei a Raquel na redação para dar os parabéns e contar que estou de boca aberta com a voz dela. Para minha surpresa descubro que ela canta em casamentos e eu também não sabia (casa de ferreiro, espeto de pau, hein?). Como ela ama bossa nova, disse que as noivas adoram contratá-la para cantar na festa, enquanto os convidados chegam. Deve ser mesmo uma delícia esse sonzinho de voz e violão no começo da recepção.

O vídeo abaixo mostra um pouquinho do largo talento da Raquel. A gravação traz ela e um músico tocando em uma feira. Não tem a melhor das qualidades, mas vocês vão entender porque eu fiquei tão impressionada.

PS: o e-mail de contato da Raquel (que eu insisti para ela nos passar) é raquel.gomes.carneiro@gmail.com. Raquel, está intimada a cantar num encontro de noivas!

Trilha sonora bem brasileira para a cerimônia religiosa

17 de fevereiro de 2012 18

Imagem: Jorge Scherer

A Paola, que casa em abril, escreveu para o blog pedindo ajuda para montar uma playlist bembrasileira para seu casamento. Eu fui pedir socorro para a Angie Miron, que junto do marido DanielGermano forma uma dupla que canta lindamente em casamentos. Ela passa para as noivas uma listinha com sugestões para cada momento da cerimônia e para cada estilo de casal. Uma anjinha, né?

:: Entrada dos padrinhos

Tradicional:  Canção da América (Milton Nascimento)

Popular: A estrada (Cidade Negra)

Descolada:  Só hoje (Jota Quest)

:: Entrada do noivo

Tradicional: Wave (Tom Jobim)

Popular:  Tem que ser você (Vitor e Léo)

Descolada: Por você (Barão Vermelho)

:: Entrada da noiva

Tradicional:  Eu sei que vou te amar (Tom Jobim)

Popular: Velha infância (Tribalistas)

Descolada: Amor, I love you (Mariza Monte)

Emocionante: Dia branco (Geraldo Azevedo)

Mais uma opção: Você é linda (Caetano Veloso)

E outra opção (aposta da Angie): As coisas lindas tão mais lindas (versão da Cássia Eller)

:: Entrada das daminhas e pajens

Mais tradicional: Aquarela (Toquinho)

Popular: Fico assim sem você (versão da Adriana Calcanhoto)

Descolada:  Amanhã colorido (Cidadão Quem)

:: Benção das alianças

Mais tradicional: Ave Maria

Popular: Pra você (Paula Fernandes)

Descolada: Pra você guardei o amor (Nando Reis)

::Assinaturas

Tradicional: Como é grande o meu amor por você (Roberto Carlos)

Popular: Completo (Ivete Sangalo)

Descolada : Sorte (Caetano Veloso)

:: Saída

Tradicional: Pela luz dos olhos teus (Tom Jobim e Vinícius de Moraes)

Popular:  O que é o que é (Gonzaguinha)

Descolada: Shimbalaiê (Maria Gadu)

Playlist de sexta: três versões de "Oh Darling"

10 de fevereiro de 2012 0

Tem dias que a gente amanhece cantando uma música e não tira ela da cabeça com o passar das horas. O meu chiclete musical desta sexta é Oh Darling, dos Beatles. Cheguei na redação e fui procurar no You Tube para ficar ouvindo non stop e acabei encontrando duas versões fofíssimas. Por que estou dividindo? Ora, dona noiva: Oh Darling é uma música per-fei-ta para dançar no casamento bem abraçada com o marido. Bem melhor que a valsa, né?

Abaixo a versão da Sara Bareilles, da banda Florence and the Machine e, claro, a original.