Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

STRIKEFORCE - JAKE SHIELDS VENCE DAN HENDERSON EM NOITE DE SURPRESAS

18 de abril de 2010 3

Jake Schields montado em Dan Herderson é o campeão da categoria foto: reprodução mmaweekly.com

Aconteceu faz poucas horas, no Bridgestone Arena, Tennessee, Estados Unidos mais uma edição do Strikeforce.

O Strikerforce é uma organização americana e é atualmente o maior rival do UFC.

O evento contou com uma grande estrutura, com uma arena lotada e teve como árbitro o lendário Big John McCarthy.

Vale lembrar que três cinturões estavam em disputa.

A luta principal da noite foi entre os americanos Dan Henderson e Jake Shields e valia o cinturão até 84 kg do Strikeforce.

Aliás, Henderson trocou o UFC pelo Strikeforce, onde fez a sua estreia.

Jake Schields dominou completamente os cinco rounds do combate, colocando Henderson dezenas de vezes para baixo.

Jake passou a guarda de Henderson, foi para o 100 quilos e montou, desferiu vários socos, mas Henderson resistiu até o final do combate.

No final, Shields venceu o duelo por decisão unânime dos jurados.

Com o êxito, Schields é o campeão do peso médio do Strikeforce (manteve o seu título) e alcançou a sua 15ª vitória consecutiva na carreira.

Outro lutador que estava escalado para o evento foi o armênio Gegard Mousasi que enfrentou o americano Muhammed King Mo Lawal, valendo o título até 93 kg.

Total favorito, Mousasi foi supreendido pelo desempenho de King Mo que dominou amplamente os cinco assaltos, anulando a boa trocação de Mousasi.

King Mo obteve boas quedas e castigou o armêmio com golpes da guarda e da meia-guarda, demonstrando ser um atleta bastante completo. No final, Kingo Mo derrotou Mousasi por decisão unânime dos juízes.

Com a vitória, King Mo faturou o título dos meio pesados do Strikeforce e subiu vários degraus no MMA.

Ainda, Gilbert Melendez e Shinya Aoki mediram forças em busca do título dos leves.

Melendez foi melhor nos cinco assaltos, não tomando conhecimento do excelente jiu-jitsu do japonês, vencendo a batalha por decisão dos jurados.

Sendo assim, Melendez faturou o título da categoria dos leves do Strikeforce, surpreendendo Aoki que sempre brilhou no japão com o seu jogo de chão extremamente apurado.

Confira os resultados completos:

- Jake Shields venceu Dan Henderson por decisão unânime dos jurados;
– Muhammed “King Mo” Lawal venceu Gegard Musasi por decisão unânime dos juados;

- Gilbert Melendez venceu Shinya Aoki por decisão unânime dos jurados;
– Jason “Mayhem” Miller nocauteou Tim Stout o 1º round;

- Zach Underwood venceu Hunter Worsham por decisão unânime dos jurados;

Lutas Preliminares

- Cale Yarbrogh nocauteou Josh Schockman no 2º round;

- Dustin Ortiz finalizou Justin Pennington com um mata-leão no 1º round;

- Andrew Uhrich finalizou Dustin West com um mata-leão no 1º round;

- Ouvince St. reux nocauteou Chris Hawk no 1º round;

- Cody Floyd nocauteou Thomas Campbell no 3º round;

Bookmark and Share

Comentários (3)

  • Fabiano Gustavo diz: 18 de abril de 2010

    noite de surpresa mesmo pelo visto! :D

    caju, é verdade que Henderson trocou o UFC pelo Strikeforce porque ele não achou justo Vitor Belfot depois de anos parado e sem lutar, voltar ao UFC, no UFC 103, contra Rich Franklin, ganhar essa luta e já ir disputar o cinturão contra o Anderson Silva e se desentendeu com o Dana White? :P

    abraços, adoro o blog, parabéns! :*
    Resposta: Caro Fabiano. É verdade, ele achou que ele deveria disputar o cinturão e preferiu trocar o UFC pelo Strikeforce. Grande abraço.

  • João Roberto diz: 18 de abril de 2010

    (Comentário não relacionado com a matéria)
    Pessoal, o que vocês acharam da entrevista do Anderson Silva e do Demian Maia no Domingão do Faustão?
    Eu particularmente achei que o Spider perdeu uma grande chance de se desculpar perante ao seus fãs e ao público em geral.
    Um espaço desse tipo, raramente é dado na imprensa nacional, e o Anderson poderia ter colocado em prática a humildade que ele tanto prega, mas não anda seguindo ultimamente.
    Na minha visão, ele como ídolo teve uma oportunidade gigantesca de divulgar o esporte no cenário nacional, mas nos 10 minutos de espaço que teve só falou basicamente de si mesmo, dizendo que é o campeão e tal…
    Acho que isso renderia um bom post, cara…
    Forte Abraço!

  • Fabiano Gustavo diz: 19 de abril de 2010

    verdade mano!
    concordo com tudo o que você falou!

    e sei lá, vi que o Demian ficou todo errado em algumas horas e tal, durante a entrevista, e em nenhum momento, vi o Anderson pedindo desculpas não, vi foi ele pondo a humildade de lado, isso sim!

    acho que eles 2 não se entenderam ainda não!

Envie seu Comentário