Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 29 abril 2011

UFC 129 - ANÁLISE DAS LUTAS DESTE SÁBADO

29 de abril de 2011 1


O campeão Georges St. Pierre (esquerda) foto: divulgação UFC



foto: divulgação UFC



Lyoto Machida (direita) foto: divulgação UFC



O campeão José Aldo (esquerda) foto: divulgação UFC



O UFC 129 se dará neste sábado no Rogers Centre, em Toronto, Canadá, com mais de 60 mil espectadores e uma audiência recorde em todo o Planeta, marcando o maior evento de MMA já realizado na história.

Essa coluna fará novamente uma cobertura em tempo real das lutas do UFC, salientando que os duelos preliminares deverão começar por volta das 21:00hs (horário de Brasília).

Clique aqui para acompanhar também pelo twitter.

Na luta principal do evento, o canadense Georges St. Pierre lutará em casa e irá defender o seu título dos meio-médios (até 77 kg) contra o desafiante americano Jake Shields.

No mesmo evento, o brasileiro José Aldo defenderá o seu cinturão do peso pena (até 66kg) contra o canadense Mark Hominick e o brazuca Lyoto Machida lutará contra americano Randy Couture.

Acompanhe a análise dos principais combates:

Georges St. Pierre vs. Jake Shields

Em um duelo que valerá o título dos meio-médios do UFC.

Será efetivamente uma luta muito interessante de ser ver, mas com vantagem canadense.

De um lado estará o estrategista St. Pierre que tentará mais uma vez colocar em prática a sua bem-acabada tática de ensaiar a sua afiada trocação, colocar para baixo e trabalhar os golpes da meia-guarda, definindo a luta por decisão dos jurados.

Desde a última derrota sofrida que aconteceu no UFC 69 no dia 07 de abril de 2007 , onde acabou sendo nocauteado pelo americano Matt Serra, St. Pierre preferiu não arriscar mais e aplicar um estratagema sem correr muitos riscos.

Georges venceu os seus últimos três duelos por decisão unânime dos jurados, respectivamente: Thiago Pitbull (UFC 100), Dan Hardy (UFC 111) e Josh Koscheck (UFC124).

St. Pierre é um lutador completo, com um excelente trocação (que evoluiu muito nos últimos anos), um jiu-jitsu de primeira, além do seu conhecido wresting de invejar os mais hábeis no esporte.

Por outro lado, Jake Shields é uma verdadeira pedreira, sendo ums dos maiores desafios da carreira de St. Pierre (no mesmo nível de Matt Hughes e B.J. Penn).

Shields é proveniente do Strikeforce, onde era total destaque na categoria dos médios (até 84kg).

No seu último duelo, o norte-americano fez a sua estreia no UFC, onde venceu, mas (não convenceu) o duríssimo e talentoso dinamarquês Martin Kampmann por decisão dividida dos jurados no UFC 121 no dia 23 de outubro de 2010.

Shields possui a luta olímpica como seu ponto forte, além de um jiu-jitsu superior ao do canadense (ao menos na teoria).

A tática de Shields deverá ser colocar para baixo o combate, com suas refinadas quedas e trabalhar, por cima, o seu jiu-jitsu de alto nível.

A tarefa de Shields não é fácil e a luta será entre dois ícones do MMA, com favoritismo para o atual detentor do cinturão que deverá levar a batalha através da decisão dos jurados.

José Aldo vs. Mark Hominick

Em um combate que valerá o título do peso pena do UFC.

O brasileiro José Aldo é o total favorito na luta.

Aldo é um dos melhores lutadores da atualidade e é completo.

O brazuca assusta seus oponente com sua afiada trocação, com mãos rápidas e chutes contundentes.

José Aldo  reina absoluto em sua categoria, tendo recebido, recentemente, o Cinturão da recém-criada categoria do peso pena do UFC, eis que incorporou a antiga organização denominada WEC (que o brasileiro fazia parte e já era o Campeão).

Aldo ostenta um impecável cartel com 17 vitórias e apenas uma derrota, vindo de nocaute sobre o armênio Manny Gamburyan no WEC 51 no dia 30 de setembro de 2010.

Já Mark é um bom lutador, com uma boa trocação e conhecimento de chão, mas não está no mesmo nível do brasileiro.

O favorito é o brasileiro no duelo e deverá vencer por nocaute.

Lyoto Machida vs. Randy Couture

Em um duelo pela divisão dos meio-pesados (até 93kg), onde o norte-americano Jon Jones é o atual campeão.

Talvez a luta mais aguardada da noite, pois poderá marcar a aposentadoria do lendário Couture.

Lyoto Machida é o favorito.

Se o representante do Brasil aplicar o seu vitorioso, mas criticado jogo de contra-ataque deverá levar a batalha.

Lyoto é um atleta talentoso e focado no MMA, também servindo de grande exemplo tanto dentro quanto fora do octogon do UFC, com um cartel no MMA com 16 triunfos e duas derrotas, vindo de uma polêmica perda por decisão dividida dos jurados para o americano Quinton Rampage Jackson no UFC 123 no dia 20 de novembro de 2010.

Lyoto vem de duas derrotas consecutivas (para o brasileiro Mauricio Shogun, onde perdeu o seu título no UFC 113 e para Quinton Jackson já referida anteriomente) e precisa da vitória de qualquer modo.

Lyoto é um atleta completo, mas irá enfrentar uma verdadeira lenda do esporte.

Couture, por sua vez, tem uma trocação muito eficiente e um wresting de nível olímpico, um dos melhores do MMA.

De um lado Couture irá querer encurtar a distância para colocar para baixo e aplicar o seu famoso ground-and-pound e do outro, Lyoto deverá jogar seu eficiente contra-ataque que nocauteia com extrema precisão.

Sendo assim, acredito que Lyoto leva vantagem e deverá vencer por nocaute.

Jason Brilz vs. Vladimir Matyushenko

Em um combate válido pela categoria dos meio-pesados, onde Jon Jones é o detentor do cinturão.

O bielorusso Vladimir Matyushenko é favorito na batalha, ostentando 25 triunfos e 5 derrotas no MMA.

Vladimir é muito experiente e um excelente trocador, já tendo duelado com nomes do calibre de Tito Ortiz, Jon Jones, Rogério Minotouro, Pedro Rizzo, Carlão Barreto, Alexandre Cacareco e Andrei Arlovski.

Já o norte-americano Jason Brillz tem 18 vitórias, 3 derrotas e um empate na carreira, vindo de derrota por decisão dividida para o brasileiro Rogério Minotouro no UFC 114 no dia 29 de maio de 2010.

Ora, Brilz está parado faz quase um ano e tal fator poderá ser decisivo na luta, por faltar ritmo ao atleta.

Com a exceção de Minotouro, nenhum outro renomado atleta cruzou no caminho de Brilz.

O americano tem uma razoável trocação e um bom jiu-jitsu, com uma guilhotina muito poderosa.

Neste cenário, deverá ser vitória por nocaute de Matyushenko, salientando, talvez, para uma finalização de Brilz.

Mark Bocek vs. Ben Henderson

Em uma batalha válida pela divisão dos leves (até 70 kg), onde o americano Frankie Edgar é o atual campeão.

O americano Ben Henderson é um lutador completo e levemente favorito na peleja, tendo  12 êxito e duas derrotas na carreira.

Henderson possui um jiu-jitsu incrível, sendo que oito das suas doze vitórias se deram por finalização.

Noutro turno, o canadense Mark Bocek também apresenta o talente na luta de solo, salientando que das suas 9 vitórias da carreira, sete foram por finalização.

O canadense possui um cartel no MMA com 9 triunfos e 3 derotas, vindo de finalização com um triângulo sobre o americano e também bom de jiu-jitsu Dustin Hazelett no UFC 124 no dia 11 de dezembro de 2010. 

Confira o card do evento, sujeito a alterações:

- Georges St. Pierre vs. Jake Shields (pelo título dos meio-médios);

- José Aldo vs. Mark Hominick (pelo título do peso pena);

- Randy Couture vs. Lyoto Machida;

- Mark Bocek vs. Ben Henderson;

- Jason Brilz vs. Vladimir Matyushenko;

Lutas Preliminares

- Nate Diaz vs. Rory MacDonald;

- Jake Ellenberger vs. Sean Pierson;

- Pablo Garza vs. Yves Jabouin;

- Claude Patrick vs. Daniel Roberts;

- Ivan Menjivar vs. Charlie Valencia;

- Jason MacDonald vs. Ryan Jensen;

- John Makdessi vs. Kyle Watson.

SIGA NO TWITTER

Bookmark and Share