Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dan Henderson nocauteia Fedor Emelianenko em luta história do Strikeforce

31 de julho de 2011 0





Aconteceu na madrugada deste domingo no Sears Centre Arena em Hoffman Estates, Illinois, Estados Unidos mais uma edição do Strikeforce.

A edição foi marcada por excelentes lutas, em uma arena completamente lotada, com mais de 10 mil pessoas.

O evento demonstra novamente que o MMA é o esporte que mais cresce no Planeta.

Lembre-se que o UFC adquiriu o Strikeforce, sendo que os eventos permanecem indepententes até agora ( o Presidente do Strikeforce é Scott Coker e o do UFC é Dana White), mas com a supervisão e auxílio do UFC.

Siga no twitter

Na luta principal da noite,  o russo Fedor Emelianenko e o norte-americano Dan Henderson mediram forças, em um combate de duas lendas vivas do MMA, válido pela divisão dos pesos pesados (acima de 93 kg).

No 1º round, a luta começa com trocação franca, quando Fedor acerta um potente cruzado de direita que derruba Henderson. No solo, o russo tenta acertar golpes, quando Henderson consegue, por milagre, esgrimar e ir para as costas do russo, de onde acerta um gancho de direita que decreta o nocaute para o americano. Dan Henderson nocauteia Fedor e é mais um lutador a vencer a lenda viva do esporte.

Fedor sofreu a terceira derrota consecutiva  e poderá anunciar a sua aposentadoria, muito embora após a luta tenha afirmado que deverá seguir firme no Strikeforce.

Dan Henderson figura entre os Tops desde os tempos do Pride (extinto evento de MMA japonês, comprado pelo UFC em 2007), sendo o atual campeão dos meio-pesados (até 93kg) do Strikeforce.

Henderson também duelou na divisão dos médios (até 84kg) e dos pesos-pesados (acima de 93kg), todas com extremo sucesso, sendo campeão ou disputado título em todas as organizações em que passou.

Henderson agora tem 28 êxitos e 8 derrotas na carreira, sem nunca ter sofrido um nocaute sequer.

Curiosamente, “Hendo” é um dos raros atletas que saiu do UFC por vontade própria, pois após o seu devastador nocaute sobre o inglês Michael Bisping no UFC 100 no dia 11 de julho de 2009, Henderson não renovou o seu contrato e acabou migrando para o Strikeforce.

Destaque para a norte-americana Miesha Tate que finalizou a holandesa Marloes Coenen com um katagatame no 4º round e faturou o título de MMA feminino do Strikeforce, em um luta com emoção do primeiro ao último minuto.

O Brasil contou com dois representantes que figuraram no card preliminar.

O primeiro a subir no octogon foi Eduardo Palplona que acabou sendo nocauteado pelo duríssimo americano Tyler Stinson com apenas 15 seundos de luta.

Logo depois foi a vez de Gesias Cavalcante que venceu o norte-americano Bobby Green por decisão dividida dos jurados, após um combate bastante equilibrado.

Confira os resultados completos:

- Dan Henderson nocauteou Fedor Emelianenko no 1º round;

- Miesha Tate finalizou Marloes Coenen com um katagatame no 4º round;

- Tim Kennedy venceu Robbie Lawler por decisão unânime dos jurados;

–  Tyron Woodley venceu Paul Daley por decisão unÇanime dos jurados;

- Tarec Saffiedine venceu Scott Smith por decisão unânime dos jurados;

Lutas Preliminares

-  Gesias Cavalcante venceu Bobby Green por decisão dividida dos jurados;

- Tyler Stinson nocauteou Eduardo Pamplona no 1º round;

- Alexis Davis venceu Julie Kedzie por decisão unânime dos jurados;

- Derek Brunson finalizou Lumumba Sayers com um mata-leão no 1º round;

- Gabriel Salinas-Jones finalizou Bryan Humes com um triângulo de mão no 3º round.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário