Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Os salários dos lutadores do Strikeforce

21 de maio de 2012 0

Aconteceu na madrugada do último domingo mais uma edição do Strikeforce, segundo maior do MMA, comprado pelo UFC em 2011.

O evento foi realizado no HP Pavilion em San Jose, Estados Unidos e teve a disputa de dois títulos.

Siga no twitter @cajufreitas

Na luta principal da noite, os americanos Josh Barnet e Daniel Cormier lutaram na grande final do torneio dos pesados (acima de 93 kg) e Cormier levou a melhor, faturando o título.

Na segunda luta mais importante, o americano Gilbert Melendez defendeu com sucesso o seu cinturão dos leves (até 70kg) ao vencer o seu compatriota Josh Thomson por decisão dividida.

O Brasil estava representado por Rafael Feijão, Guto Inocente, Gesias Cavalcante e Yuri Villeforte.

A organização do Strikeforce divulgou a importância que cada atleta recebeu para lutar no evento, lembrando que os atletas podem faturar ainda mais com valores de patrocinadores, bem como, em alguns casos, levar participação no PPV (pay-per-view) comercializado pelo UFC.

Confira o valor das bolsas (salientando que os valores abaixo são expressos em dólares):

- Daniel Cormier: $100,000.

- Josh Barnett: $200,000.

- Gilbert Melendez: $175,000.

- Josh Thomson: $90,000.

- Rafael “Feijão: $66,000.

- Mike Kyle: $25,000.

- Chris Spang: $12,000.

- Nah-Shon Burrell: $7,000.

- Isaac Vallie-Flagg: $6,000.

- Gesias Cavalcante: $18,000.

- Guto Inocente: $4,000.

- Virgil Zwicker: $3,000.

- Gian Villante: $24,000.

- Derrick Mehman: $3,000.

- Quinn Mulhern: $12,000.

- Yuri Villefort: $2,500.

- Bobby Green: $12,000.

-  James Terry: $9,000.

Relembre a cobertura completa aqui.

” Acompanhe também Caju Freitas sempre às quintas na Zero Hora, aos sábados 20hs na Rádio Atlântida e com drops diários, às terças no TVCom Esportes e aos sábados no RBS Esporte”.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário