Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Cigano nocauteia e mantém Cinturão no UFC 146

27 de maio de 2012 0

Aconteceu na madrugada deste domingo o UFC 146, diretamente do MGM Grand Garden Arena em Las Vegas, Estados Unidos.

Essa coluna fez, como de costume, uma cobertura ao vivo do UFC.

>>> siga também no  twitter  <<<

A arena estava completamente lotada, com fãs de toda a parte do mundo, com cerca de 20 mil espectadores.

A grandeza do UFC realmente impressiona, com impecável organização e com combates muito bem casados, garantindo emoção em todas as batalhas.

O UFC 146 foi o primeiro da história a ter somente embates de pesados no card principal.

Na luta principal do evento, o catarinense Junior Cigano colocou pela primeira vez o seu cinturão dos pesos pesados em disputa contra o americano Frank Mir.

O desafiante é o primeiro a entrar na arena e recebe aplausos e vaias. Em seguida, Cigano surge com uma mistura de aplausos e vaias também. Luiz Carlos Dórea, treinador de boxe de Cigano aparece logo atrás do campeão, dando as últimas instruções para o seu atleta. Bruce Buffer anuncia a luta a arena vai ao delírio.

No 1º round, Mir encurta e tenta levar a luta para o solo. Cigano trabalha os jabs. A torcida grita o nome do brasileiro. Cigano acerta um cruzado na guarda de Mir. O brazuca acerta um jab na linha de cintura. Luta estudada. O campeão solta a mão de trás nas sequências. Cigano acerta bons golpes e Mir sente. O brasileiro acerta uma sequência de cruzados e Mir quase desaba. O round acaba.

No 2 round, Cigano acerta um cruzado e Mir cai. Cigano manda o oponente se levantar. O brasileiro administra o combate. Cigano acerta um direto, Mir cai e o brasileiro golpeia até o árbitro Herb Dean interromper o combate e decretar o nocaute para Junior Cigano. Com a vitória, Cigano defendeu pela primeira vez o seu título.

O UFC 146 também contou com brasileiros Antônio Pezão, Edson Barboza, Glover Teixeira e Diego Brandão.

Na segunda mais importante, Antônio Pezão duelou com o americano e ex-campeão Cain Velasquez, em outro combate válido pela categoria dos pesados.

O primeiro a ingressar é Pezão que parece focado e entra ao som de Eminem. Logo depois, Velasquez aparece na arena ao som de música típica mexicana para o delírio do público.

No 1º round, Pezão chuta e leva um direto de encontro. A luta vai para o solo com Velasquez por cima. O americano acerta dezenas de socos e cotoveladas. A luta é interrompida para o atendimento de Pezão. A luta recomeça de onde parou. Velasquez segue golpeando da meia-guarda. Pezão dá as costas e  Velasquez segue golpeando até o juiz interromper e decretar a vitória de Velasquez por nocaute.

Em uma das lutas preliminares, abrindo a participação do Brasil no evento, Glover Teixeira precisou de apenas dois minutos para acertar um gancho, derrubar e finalizar Kyle Kingsbury com um katagatame. Glover fez uma estreia impecável no UFC e é uma grande promessa na categoria dos meio-pesados (até 93 kg).

O segundo tupiniquim a subir no octógono foi Edson Barboza que duelou com americano Jamie Varner, em um combate da divisão dos leves (até 70kg), onde o americano Ben Henderson  é o atual campeão.

O combate começa e Barboza tenta um chute, mas é surpreendido com uma precisa queda do americano. No solo, Varner trabalha nos 100 quilos e Barboza consegue ficar em pé.  A trocação fica mais aberta e o americano acerta um direto de direita que derruba o brazuca que é golpeado até o árbitro interromper e decretar a vitória de Jamie Varner por nocaute.

Fechando o card preliminar, o tupiniquim e vencedor da 14ª temporada do reality show “the Ultimate Fighter” Diego Brandão lutou com o americano Darren Elkins,  pela categoria dos penas (até 66kg), onde José Aldo detém o cinturão.

Brandão domina completamente o 1º round com joelhadas e boas sequência, além de trabalhar bons golpes no solo. No 2º round, o americano se recupera e bota a batalha para o solo, onde domina completamente o brazuca com golpes da guarda, 100 quilos e da montada. No 3º round, o americano repete a boa atuação da etapa anterior e logo alcança uma boa queda. No chão, Darren acerta socos na meia-guarda e da montada. Contudo, no último minuto, Diego se recupera e agora bate da guarda. No final, Darren Elkins vence por decisão unânime.

Destaque para o americano Roy Nelson que nocauteou o seu compatriota Dave Herman em menos de um minuto de luta, mostrando incrível talento.

Confira os resultados completos:

- Junior Cigano dos Santos nocauteou Frank Mir no 2º round;

- Cain Velasquez nocauteou Antonio Pezão Silva no 1º round;

- Roy Nelson nocauteou Dave Herman com um swing de direita no 1º round;

- Stipe Miocic nocauteou Shane Del Rosario no 2º round;

-  Stefan Struve finalizou Lavar Johnson com um arm-lock no 1º round;

Lutas Preliminares

- Darren Elkins venceu Diego Brandão por decisão unânime;

- Jamie Varner nocauteou  Edson Barboza no 1º round;

- C.B. Dollaway venceu Jason Miller por decisão unânime;

- Dan Hardy nocauteou Duane Ludwig no 1º round;

- Paul Sass finalizou Jacob Volkmann com um triângulo no 1º round;

- Glover Teixeira finalizou Kyle Kingsbury com um katagatame no 1º round;

- Mike Brown venceu Daniel Pineda por decisão unânime.

” Acompanhe também Caju Freitas sempre às quintas na Zero Hora, aos sábados 20hs na Rádio Atlântida e com drops diários, às terças no TVCom Esportes e aos sábados no RBS Esporte”.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário