Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Jon Jones finaliza Vitor Belfort e mantém cinturão

22 de setembro de 2012 4

Aconteceu na madrugada deste domingo o UFC 152, diretamente do Air Canada Centre em Toronto, Canada. A arena estava completamente lotada, com mais de 20 mil espectadores, com um tremendo sucesso em solo canadense.

Caju Freitas fez, como de costume, uma cobertura ao vivo do UFC.

>>> Siga também no twitter <<<

A edição foi marcada por excelentes combates, com uma estrutura impressionante, com uma impecável organização. O UFC demonstra novamente que o MMA é o segundo esporte no Planeta.

O Brasil estava representado por Vitor Belfort, Charles Oliveira e Vinny Magalhães.

Vitor Belfort vs. Jon Jones

Na luta principal da noite,  Vitor Belfort foi o desafiante ao cinturão dos meio-pesados (até 93 kg), onde enfrentou o campeão Jon Jones. Foi um duelo entre os dois mais jovens campeões da história do UFC.

Vitor Belfort é o primeiro a ser chamado e entra com sonoros aplausos e gritos dos fãs que lotam a arena. Zé Mario Sperry – grande nome do jiu-jitsu – entra com Belfort. Logo depois, as luzes se apagam e Jon Jones aparece sob vaias, ao som de Bob Marley. Greg Jackson – um dos maiores treinadores de MMA – dá as últimas instruções ao campeão. Os lutadores aparentam tranquilidade. 

Bruce Buffer anuncia a luta e o público vai ao delírio com o seu tradicional grito: ” iiiiiiiiiiiiiit’s Time”. O árbitro é o lendário John MC Carthy.

No 1º round, Jones começa se abaixando e Vitor chuta. A torcida grita o nome do brasileiro. Jones consegue um “single leg” e a luta vai para o solo. Vitor tenta e encaixa um sensacional arm-lock, com o braço do americano “no pau”. Jones escapa e fica na guarda do brazuca acertando cotoveladas.

No 2º round, Vitor tenta um chute alto que é bem defendido. Vitor toma a iniciativa com chutes. Belfort tenta encurtar. Jones responde com chutes. Jones consegue levar par ao solo e fica novamente por cima na guarda de Belfort. Vitor ainda tenta um triângulo, mas a etapa acaba.

No 3º round, Jones vai com a iniciativa e acerta um chute rodado na linha de cintura do brasileiro que sente o golpe e cai. Jones vai para cima e agora está novamente na guarda do brasileiro. O árbitro manda a luta voltar em pé. Vitor chama Jones para a sua guarda. Jones passa a guarda, mas Vitor repõe.

No 4º round, Jon Jones coloca no solo, passa a guarda e finaliza com uma americana. Jon Jones defende com sucesso pela quarta vez o seu reinado no UFC.

Joseph Benavidez vs. Demetrious Johnson

A segunda luta mais relevante foi a final do torneio do peso mosca (até 57 kg), em um embate eletrizante entre os americanos Joseph Benavidez Demetrious Johnson. Aliás, a divisão dos moscas foi inaugurada em 2012.

O primeiro a ingressar é Demetrious que parece focado e vem escutando a orientação de sua equipe. Logo em seguida, as luzes se apagam e Joseph Benavizes é anunciado. Entra com um rock pesado e parece muito calmo. O árbitro será Yves Lavigne.

No 1º round, Benavidez tenta encurtar e busca o “double leg” para tentar levar a luta para o solo. Demetrious defende-se. A luta é muito movimentada em pé. Benavidez consegue boa queda, tenta uma chave de pé enquanto sofre socos do seu oponente. O Round acaba.

No 2º round, o duelo segue com muita movimentação, mas sem muitos golpes efetivos. Demetrious tenta chutes baixos que parecem perturbar o seu adversário. Benavidez acerta um cruzado de esquerda. Demetrious não acusa o golpe. Fim do segundo assalto.

No 3º round, a luta segue morna e sem golpes efetivos, quando o público começa a vaiar. Muita movimentação, sem nenhum soco ou chute contundente. Agora Benavidez tenta uma queda, bem defendida pelo seu adversário. Demetrious acerta um jab e Benavidez acusa o golpes e recua. Demetrious tenta impôr o ritmo da luta, mas já é tarde e o rounda acaba.

No 4º round, Benavidez acerta uma sensacional sequência de cruzados, Demetrious cai. No solo, Benavidez monta e tenta uma guilhotina, mas Demetrious escapa e quase pega uma chave de calcanhar. Benavidez segue por cima, agora nos 100 quilos. A luta volta em pé. Demetrious consegue boa queda e a etapa termina.

No 5º round, Demetrious vem disposto a reverter a luta. Consegue uma queda logo no princípio. Benavidez consegue se levantar. A luta é morna e sem efetividade, causando novas vaias dos espectadores. Demetrious tenta levar para o solo e a luta acaba. No final, Demetrious Johnson vence em uma polêmica por decisão dividida e é o primeiro campeão do peso mosca do UFC.

Destaque para o embate de médios entre o inglês Michael Bisping e o americano Brian Stann. Em uma luta muito bem casada, Bisping mostrou grande evolução no seu boxe, levando, ainda, grande vantagem nas quedas. Após três rounds, Michael Bisping foi declarado vencedor e agora pode ser anunciado como o próximo desafiante ao título.

Charles “do Bronx” Oliveira mediu forças com o americano Cub Swanson, em um embate de penas (até 66 kg), divisão dominada por José Aldo. Cub impôs a sua potente trocação e acertou um cruzado (swing) de direita e nocauteou o brasileiro no 1º round.

No card preliminar, Vinny “Pezão” Magalhães mostrou um jiu-jitsu impecável e finalizou o croata Igor Pokrajac com um amr-lock no 2º round, em um duelo de meio-pesados.

Confira os resultados completos:

- Jon Jones finalizou Vitor Belfort com uma americana no 4º round;

- Demetrious Johnson venceu Joseph Benavidez por decisão dividida;

- Michael Bisping venceu Brian Stann por decisão unânime;

- Matt Hamill venceu Roger Hollett por decisão unânime;

- Cub Swanson nocauteou Charles Oliveira no 1º round;

Lutas Preliminares

Vinny Magalhães finalizou Igor Pokrajac com um arm-lock  no 2º round;

- T.J. Grant venceu Evan Dunham por decisão unânime;

- Sean Pierson venceu Lance Benoist por decisão unânime;

- Marcus Brimage venceu Jim Hettes por decisão unânime;

- Seth Baczynski nocauteou Simeon Thoresen no 1 º round;

- Mitch Gagnon finalizou Walel Watson com um mata-leão no 1º round;

- Kyle Noke nocauteou Charlie Brenneman no 1º round;

” Acompanhe também Caju Freitas sempre às quintas na Zero Hora, aos sábados 20hs na Rádio Atlântida e com drops diários, às terças no TVCom Esportes e aos sábados no RBS Esporte”.

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • João Paulo Gusmão dos Santos diz: 22 de setembro de 2012

    quero ver a luta

  • Carmen diz: 23 de setembro de 2012

    Muito sujo este americano! quase quebrou o braço do Vitor.O cara é extremamente violento e, como todo americano que se preze, acha q é o melhor do mundo.Claro abaixo de golpes sujos qualquer um ganha.

  • Valter diz: 23 de setembro de 2012

    Cara, o único brasileiro para quem eu não torço é o Vitor, muito mascarado, está tentando ser campeão de qualquer jeito, mas parece que o tempo dele já passou, apanhou igual cachorro, o que foi aquele chute no plexo?

Envie seu Comentário