Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Morte no MMA: o alerta para os eventos realizados no Brasil

27 de setembro de 2013 2

Foto-Arena-UFc-134-foto-divulgação-ufc-wander-roberto11 (1)

A morte do lutador de MMA Leandro Feijão, 26 anos na tarde dessa quinta-feira, momentos antes da pesagem do Shooto 43, vai servir como um alerta para eventos realizados no Brasil.

Com a impressionante e consolidada  popularização do MMA no País nos últimos anos, tendo o UFC como carro-chefe, um grande número de eventos nacionais vem surgindo.

Em um primeiro momento, tal fato é notoriamente positivo, pois proporciona não só um espetáculo para o público, como também garante o sustento de milhares de famílias de lutadores, professores e empresários.

Entretanto, torna-se necessária a profissionalização dos eventos e atletas ao redor do País. Isso passa não só por exames completos dos lutadores antes e depois das lutas (assim como já ocorre há anos nos Estados Unidos), mas também pela fiscalização de boas condições que a organização oferece aos atletas e ao público.

A popularização do MMA acontecerá mais e mais a cada ano. Contudo, o cenário no Brasil terá de passar por uma maior profissionalização, tendo o UFC como parâmetro de segurança (atletas e público), profissionalismo e prosperidade.

” Acompanhe também Caju Freitas sempre às quintas no jornal Zero Hora, aos sábados 20hs na Rádio Atlântida e com drops diários, às segundas no TVCom Esportes e aos sábados no RBS Esporte”.

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Alex diz: 27 de setembro de 2013

    Sinceramente, gosto de assistir os caras se quebrando, só isso. Não vejo isso como esporte. Isso aí é esporte??? O cara tem que perder peso absurdamente para praticar o esporte e no dia seguinte pode ganhar o peso de volta. Que esporte é esse??? Então o que faziam no Coliseu em época de gladiadores tb era esporte. Pq não fazemos isso hj tb??? Coloca uns 5 em uma arena, dá uma espada pra cada um, ou melhor, não dá nada, deixe eles lá até se matarem, até sobrar só um campeão. O esporte leva o corpo a um esgotamento normal dentro da sua atividade e preparo, mas o que esses caras fazem antes e depois da pesagem é algo de somente uma pessoa com sérios problemas psiquicos e mental tem. O pior de tudo isso é que jovens estão se inspirando nesses caras que a mídia e marketing os fazem atletas, lamentável! Acho que algumas pessoas deveriam rever o significado da palavra esporte e parar de ficar batendo a cabeça na parede querendo defender MMA como esporte, só pq é fanático por isso. Lamentável. é somente minha opinião.

  • diego diz: 28 de setembro de 2013

    popular como os gladiadores em Roma. Pão e Circo para população.

Envie seu Comentário