Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

José Aldo e Renan Barão vencem e Cinturões seguem com o Brasil

02 de fevereiro de 2014 0
José Aldo (e), Dedé Pederneiras e Renan Barão foto Alexandre Loureiro inovafoto

José Aldo (e), Dedé Pederneiras e Renan Barão foto Alexandre Loureiro inovafoto

Aconteceu na madrugada desse domingo o UFC 169 diretamente do Prudential Center em Newark, Estados Unidos.

Caju Freitas fez, como de costume, uma cobertura ao vivo.

Siga no instagram com os bastidores do UFC: cajufreitas

Renan Barão vs. Urijah Faber

Na luta principal, o tupiniquim Renan Barão defendeu o seu título dos galos (até 61 kg) contra o americano Urijah Faber, em uma revanche. A primeira batalha se deu no UFC 149 no dia 21 de julho de 2012, onde o brazuca venceu por pontos.

No 1º round, Renan Barão vai com tudo para cima na trocação e acerta uma impressionante sequência que inicia com um cruzado e Faber desaba. Barão segue golpeando, mas o desafiante resiste bravamente. A trocação fica franca até que o campeão tupiniquim acerta um cruzado que faz novamente o desafiante cair. Barão segue golpeando até o árbitro Herb Dean interromper e decretar a vitória brasileira por nocaute. Barão alcançou a 22ª vitória consecutiva. Faber ainda reclamou da interrupção, alegando que ainda se defendia. Sem razão.

José Aldo vs. Ricardo Lamas

Na segunda luta mais importante, o brasileiro José Aldo defendeu o seu título dos penas (até 66 kg) pela sexta vez. O oponente foi norte-americano Ricardo Lamas.

No 1º round, José Aldo começa tomando o centro do octógono, estudando o oponente. O campeão acerta boas combinações, com jabs, direto e joelhadas. Vantagem brazuca.

No 2º round, Aldo segue e instrução do córner e acerta cerca de 10 chutes baixos durante as combinações. Mais uma etapa brasileira.

No 3º round,a luta fica mais equilibrada com combinações dos dois lados. Entretanto, Aldo tem melhores combinações com jabs e fica com leve vantagem no assalto.

No 4º round, o campeão dos penas segue administrando a batalha, defendendo bem as quedas. Aldo defendendo uma tentativa de queda, cai por cima, alcança a montada e as costas. Quase finaliza com um mata-leão. Vantagem do brasileiro na etapa.

No 5º round, José Aldo alcança uma boa queda logo no início do assalto, golpeando da guarda do desafiante. Lamas consegue inverter e agora fica por cima do brasileiro, tentando golpes. Aldo se defende muito bem por baixo e administra a vitória por pontos. No final, os jurados deram a vitória para José Aldo por unanimidade que acumulou o 17º êxito consecutivo no MMA.

Futuro:  Aldo deverá subir para a categoria dos leves (até 70kg) e enfrentar o campeão Anthony Pettis em data a ser definida em 2014.

Um duelo entre pesados prometia movimentação no card principal. Tratava-se do confronto do americano Frank Mir e do holandês Alistair Overeem. Overeem dominou completamente as ações nos três assaltos e foi declarado vencedor, decretando a quarta derrota consecutiva na carreira de Mir.

O Brasil ainda contou com John Lineker e Alan Patrick.

Destaque para a sensacional virado de  Abel Trujillo que nocauteou Jamie Varner no 2º round após se recuperar de um sufoco na luta em pé que quase determinou a sua derrota.

A grande curiosidade ficou com o card preliminar que teve todos os sete duelos decidos pelos jurados, mostrando grande equilíbrio.

Confira os resultados completos:

Renan Barão nocauteou Urijah Faber no 1º round (título galos);

José Aldo venceu Ricardo Lamas por decisão unânime (título penas);

- Alistair Overeem venceu Frank Mir por decisão unânime;

- Ali Bagautinov venceu John Lineker por decisão unânime;

- Abel Trujillo nocauteou Jamie Varner no 2º round;

Lutas Preliminares

- Alan Patrick venceu John Makdessi por decisão unânime;

- Chris Cariaso venceu Danny Martinez por decisão unânime;

- Nick Catone venceu Tom Watson por decisão dividida;

- Al Iaquinta venceu Kevin Lee por decisão unânime;

- Clint Hester venceu Andy Enz por decisão unânime;

- Rashid Magomedov venceu Tony Martin por decisão unânime;

- Neil Magny venceu Gasan Umalatov por decisão unânime.

“Acompanhe também Caju Freitas sempre às quintas no jornal Zero Hora, aos sábados 20hs na Rádio Atlântida e com drops diários, às segundas no TVCom Esportes e aos sábados no RBS Esporte”.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário