Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

José Aldo vence Chad Mendes e mantém o Cinturão no UFC 179

25 de outubro de 2014 6

Jose Aldo (e) e Chad Mendes foto Alexandre Loureiro - Inovafoto                              José Aldo (e) e Chad Mendes foto: Alexandre Loureiro – Inovafoto

Aconteceu na madrugada desse Domingo o UFC 179, diretamente do Maracanãzinho no Rio de Janeiro, marcando a quinta edição  Carioca, com um ginásio completamente lotado, com cerca de 14 mil pessoas.

Caju Freitas fez, como de costume, uma cobertura ao vivo.

Siga também no Instagram e Twitter: cajufreitas

Na luta principal, o campeão dos penas José Aldo defendeu o seu título pela sétima vez em uma revanche contra o norte-americano Chad Mendes. No primeiro encontro no UFC 142 em janeiro de 2012, Aldo venceu por nocaute.

O brasileiro entra e é ovacionado pelo público que lota a Arena, gritando o nome do campeão que entra completamente focado, com a sua tradicional equipe da Nova União, liderada por Dedé Pederneiras e Pedro Rizzo.

No 1º round, a luta começa em ritmo frenético com troca de golpes dos dois lados. Aldo acerta bons chutes baixos, enquanto Mendes trabalha golpes curtos com muita velocidade. Aldo acerta boa joelhada, com uma forte sequência e Mendes sente e cai. O brasileiro vai para cima, passa a guarda, monta e acerta golpes. O assalto acaba e Aldo acerta um jab e um direto mesmo assim e o americano quase é nocauteado.  10×9 Aldo.

No 2º round, Mendes troca a tática e agora tenta levar a luta para baixo. O Campeão mantém a distância na luta em pé, com bons jabs que afastam as investidas do desafiante.

No 3º round, a luta volta a ficar franca com golpes dos dois lados, com Aldo acertando bons chutes baixos. Mendes acerta dois bons ganchos. Assalto parelho.

No 4º round, o desafiante volta melhor, com boa movimentação, acertando bons cruzados que abrem um corte no olho esquerdo de Aldo. Mendes caminha dos maestria no octógono, apesar de estar perdendo o combate. Round de Chad Mendes.

No 5º round, Mendes encurta e consegue uma queda. O campeão consegue se levantar e a luta volta em pé. Aldo acerta uma joelhada e Mendes vai para trás, com o brasileiro tentando colocar os ganchos. O embate segue em pé. A trocação é franca e aberta. Que luta sensacional. Uma das melhores do ano ! Aldo administra a luta. No final, os jurados deram a vitória para José Aldo que Mantém o Cinturão dos penas do UFC pela sétima vez.

Na segunda luta mais importante, o  brasileiro Glover Teixeira mediu forças com o norte-americano Phil Davis. O combate valeu pelos meio-pesados (até 93 kg), divisão liderada por Jon Jones.

No 1º round, Glover acerta boas combinações com jabs e cruzados. Davis tenta quedas que são bem defendidas pelo brasileiro. O americano insiste e alcalça uma boa queda e domina a luta nas costas de Glover que se defende como pode. Round com vantagem de Davis.

No 2º round, Davis logo consegue uma queda. Glover consegue ficar em pé, tenta uma sequência, mas é levado novamente para o solo (mesmo tentando encaixar uma guilhotina). O brazuca tenta aumentar o ritmo para tentar o nocaute, mas leva nova queda. Mais um round de Davis.

No 3º round, Phil Davis segue com a estratégia de encurtar e levar par ao solo, conseguindo com sucesso levar o combate para o chão, repetindo os assaltos anteriores. No final, Phil Davis é declarado como vencedor por unanimidade.

No card preliminar, Gilbert Durinho deu uma verdadeira aula de jiu-jitsu e acabou finalizando Christos Giagos com um arm-lock no assalto inaugural. Valeu pelos leves. O brasileiro contou com Vitor Belfort no seu córner.

Ainda, Yan Cabral mostrou estar na ponta dos cascos ao imprimir um forte ritmo tanto na trocação como no solo até encaixar um justo mata-leão que obrigou o japonês Naoyuki Kotani a desistir no 2º round

.O card está recheado de brasileiros, assinalados abaixo.

Confira os resultados completos:

- José Aldo venceu Chad Mendes por decisão unânime (Título Penas);
- Phil Davis venceu Glover Teixeira por decisão unânime;
- Fabio Maldonado nocauteou Hans Stringer no 2º round;

- Darren Elkins venceu Lucas Mineiro Martins por decisão dividida;

- Beneil Dariush venceu Carlos Diego Ferreira por decisão unânime;

Lutas Preliminares

- Neil Magny nocauteou William Patolino no 3º round;
- Yan Cabral finalizou Naoyuki Kotani com um mata-leão no 2º round;

- Wilson Reis finalizou Scott Jorgensen com um katagatame no 1º round;

- Andre Fili venceu Felipe Sertanejo por decisão unânime;

- Gilbert Durinho Burns finalizou Christos Giagos com um arm-lock no 1º round;

- Tony Martin finalizou Fabricio Morango Camões com uma kimura no 1º round.

Bookmark and Share

Comentários (6)

  • leonel dos santos bezerra diz: 25 de outubro de 2014

    essa é uma das lutas mais esperadas dos ultimos tempos.
    vai ser de arrepia!

  • mv diz: 26 de outubro de 2014

    “Arrepia” é foda! Sem comentários….

  • Wagner diz: 26 de outubro de 2014

    Qual a expectativa para aluta principal? José Aldo Ganha fácil ou teremos uma luta intensa?

  • Tomás diz: 26 de outubro de 2014

    Que luta! Uma das melhores dos ultimos tempos. Zé Aldo imbatível.

  • xbox diz: 26 de outubro de 2014

    Arrepiarrrrrrrrr, pelo amor!!!!

  • José Batista de Oliveira diz: 26 de outubro de 2014

    eu adoro as lutas e gosto de acompanha as lutas de José Aldo eu acho que ele esta muito bem, e representando bem o Brasil lá fora!!!!

Envie seu Comentário