Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O Show brasileiro no UFC 200

10 de julho de 2016 0

 

 

A brasileira Amanda Nunes comemorando a vitória foto inovafoto

A brasileira Amanda Nunes comemorando a vitória foto inovafoto

Show brasileiro no UFC 200

 

A brasileira Amanda Nunes fez a luta principal do UFC 200, sábado, em Las Vegas (EUA) e conquistou cinturão feminino do peso galo ao finalizar Miesha Tate com um mata-leão no assalto inaugural. O foco e o talento foram os fatores determinantes para a inédita conquista para o Brasil. Os puxados treinos na academia ATT garantiram o forte ritmo tanto na luta em pé como no solo, onde a tupiniquim deu uma verdadeira aula de jiu-jitsu.

Futuro: deverá ter Ronda Rousey na primeira defesa de título.

 

Aldo recupera título

José Aldo faturou o Cinturão Interino do peso pena ao vencer Frankie Edgar por decisão unânime, após total domínio durante os cinco rounds. Aldo utilizou a maior envergadura para acertar os melhores golpes, aplicando enorme pressão, não dando qualquer espaço para as tentativas de queda do americano.

Futuro: deverá unificar o Cinturão contra o irlandês Conor McGregor, real campeão.

Spider fez bonito

Visivelmente despreparado (foi chamado na véspera do evento para substituir Jon Jones, pego no antidoping), Anderson Silva até arriscou algumas sequências em pé, mas não foram suficientes para barrar as constantes e bem aplicadas quedas de Daniel Cormier que administrou a vitória por pontos, sem se arriscar na trocação.

Anderson fez bonito e deu um bom exemplo de profissionalismo ao arriscar sua saúde ao aceitar um combate sem ter a preparação adequada.  

 

Gigante atropela

 

O gigante Brock Lesnar venceu Mark Hunt por decisão Unânime ao aplicar inúmeras quedas durante todo o combate, anulando o perigoso jogo em pé do seu adversário.

 

Futuro: Lesnar precisará de mais uma vitória para entrar na briga para reconquistar o seu Cinturão dos pesos pesados.

 

O atropelo de Velasquez

Com uma atuação exuberante, o ex-campeão Cain Velasquez se colocou perto de disputar novamente o Cinturão dos pesados ao nocautear Travis Browne  no 1º round, mostrando um boxe alinhado, a tradicional precisão nas quedas e um ritmo eletrizante.

 

Bookmark and Share

Envie seu Comentário