Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

UFC 208: Anderson Silva vence, mas não convence

12 de fevereiro de 2017 0

Foto: divulgalção ufc

Foto: divulgalção ufc

Anderson Silva fez a segunda luta mais importante do UFC 208, sábado, no Brooklyn, Nova York e quebrou um jejum de mais de quatro anos ao vencer o americano Derek Brunson por decisão unânime.  Com uma atuação sem brilho, o brasileiro fez somente o suficiente para administrar o triunfo sobre um oponente que desferiu raríssimos golpes efetivos. Aliás, bastava comparar com as últimas batalhas para concluir que o ex-campeão dos médios não estava na condição física ideal. Conhecido pelas geniais atuações no octógono, com fãs em todo o Planeta e com os recordes da organização, ainda assim, a partir de agora, o Spider vai ter de optar entre dois caminhos: o do foco nos treinos para compensar a idade (41 anos) ou consagrar adversários em ascensão no MMA.
 
A Nova campeã  
Na luta principal. a holandesa Germaine De Randamie venceu  Holly Holm por decisão unânime e conquistou o Cinturão inaugural da categoria feminina do peso pena (até 66kg). A maior envergadura e os chutes baixos foram os fatores determinantes para a merecida conquista.
Futuro: uma revanche já está sendo negociada.
 
Jacaré dá show
Ronaldo Jacaré precisou de pouco mais de três minutos para colocar o seu espetacular jiu-jitsu em ação e finalizar Tim Boetsch com uma posição chamada de “Kimura”. O êxito coloca o brasileiro como o próximo desafiante ao Cinturão dos médios, hoje nas mãos de Michael Bisping.
Projeção: Jacaré é um fenômeno e tem tudo para ser o novo campeão da categoria.
 
Brasil nos moscas
Com uma atuação de luxo, Wilson Reis mostrou talento e determinação ao superar o japonês Ulka Sasaki por decisão unânime. Com o triunfo, o brasileiro mostrou ser o único atleta capaz de desafiar o Cinturão dos moscas do campeão Demetrious Johnson.
 
Curiosidade: Dos 10 combates, 9 foram parar nas mãos dos jurados.

 

Bookmark and Share

Envie seu Comentário