Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "NICK DIAZ"

Georges St. Pierre defende título no final do ano

10 de fevereiro de 2012 0



St. Pierre se recupera de lesão foto: divulgação UFC

St. Pierre se recupera de lesão foto: divulgação UFC


O canadense Georges St. Pierre deverá defender o seu título dos meio-médios (até 77kg) somente no final do ano e contra o norte-americano Carlos Condit.

St. Pierre se recupera de lesão em seu joelho e não teve condições de lutar em duas ocasiões (UFC 137 e UFC 143), razão pela qual foi aberta a disputa de um título interino.

Neste rumo, Carlos Condit venceu o seu compatriota Nick Diaz por decisão unânime no UFC 143 no dia 04 de fevereiro de 2012, sagrando-se campeão.

O UFC chegou aaté a cogitar uma revanche entre Diaz e Condit, mas o ex-campeão do Strikeforce acabou sendo flagrado no antidoping do UFC 143 e deverá ficar suspenso por um ano.

De mais a mais, a disputa entre GSP e Condit deverá ficar para o final de 2012, possivelmente em novembro no Canadá.

St. Pierre foi eleito pelo terceiro ano consecutivo como sendo o melhor atleta do seu País, possuindo 22 vitórias e apenas duas derrotas na sua carreira no MMA e tentará a décima vitória consecutiva (a última derrota aconteceu no UFC 69 no dia 07 de abril de 2007, onde acabou sendo nocauteado pelo americano Matt Serra).

Georges St. Pierre é um verdadeiro exemplo de atleta, mostrando humildade e talento a cada luta.


Bookmark and Share

Nick Diaz é flagrado no antidoping do UFC 143

09 de fevereiro de 2012 3

O UFC 143 aconteceu no último final de semana no Mandalay Bay em Las Vegas, Estados Unidos.

A luta principal foi a disputa do título interino dos meio-médios (até 77kg), onde o norte-americano Carlos Condit venceu o seu compatriota Nick Diaz por decisão unânime e se tornou o campeão.

Uma revanche estava sendo agendada, tendo em vista que  o real campeão canadense Georges St. Pierre estará 100% recuperado somente no final do ano, onde defenderá a unificação do seu cinturão.

Contudo, tudo mudou nesta quinta-feira quando a Comissão Atlética Americana de Nevada anunciou que o lutador Nick Diaz foi pego no antidoping por uso de maconha, conforme mmajunkie.

Com a notícia, Diaz deverá ficar suspenso por um ano ou até mesmo excluído do esporte, frustrando qualquer revanche em 2012.

Aliás, o lutador é reincidente, uma vez que já havia sido pego no exame após o Pride 33 no dia 24 de fevereiro de 2007, quando finalizou o japonês Takanori Gomi, mas o resultado foi alterado para N/c (sem resultado).

Ora, tal fato só demonstra a total seriedade do MMA e a razão do sucesso em todo o mundo, não admitindo qualquer tipo de droga.



Bookmark and Share

Nick Diaz vs. Carlos Condit em revanche pelo título

08 de fevereiro de 2012 2


O norte-americano Carlos Condit venceu o seu compatriota Nick Diaz por decisão unânime na luta principal do UFC 143 no último final de semana, sagrando-se campeão interino dos meio-médios (até 77kg) do UFC.

O resultado foi tão polêmico que o UFC deverá anunciar oficialmente uma revanche, sendo que o vencedor desafiará o canadense Georges St. Pierre que é o real campeão da categoria e está se recuperando de lesão no joelho.

Diga-se de passagem que St. Pierre não teve condições de lutar em duas ocasiões (UFC 137 e UFC 143), razão pela qual foi aberta a disputa de um título interino.

Deste modo, Condit e Diaz deverão se enfrentar em maio ou junho e o vencedor disputará a unificação do título com o real campeão que é St. Pierre, possivelmente em novembro.

Agora é só aguardar o pronunciamente oficial do UFC sobre a revanche entre Condit e Diaz.

Siga no twitter @cajufreitas

Bookmark and Share

Confira os salários do UFC 143

06 de fevereiro de 2012 0

O UFC 143 aconteceu na madrugada de domingo no Mandalay Bay em Las Vegas, Estados Unidos.

Essa coluna fez, como sempre, uma cobertura ao vivo do UFC.

>>> siga também no  twitter  <<<

O Brasil estava representado por Fabricio Werdum, Renan Barão e Rafael Sapo Natal.

O evento foi marcado por boas lutas, salientando que os ingressos estavam esgotados, garantindo uma arena completamente lotada.

O UFC demonstra que o MMA possivelmente já é o segundo esporte mais popular no Planeta.

A luta principal foi a disputa do título interino dos meio-médios (até 77kg), onde o norte-americano Carlos Condit venceu o seu compatriota Nick Diaz por decisão unânime e se tornou o campeão. Ainda em 2012, Condit irá lutar com o real campeão canadense Georges St. Pierre pela unificação do cinturão.

A organização do UFC divulgou a importância que cada atleta recebeu para lutar no evento, lembrando que os atletas podem faturar ainda mais com valores de patrocinadores, bem como, em alguns casos, levar participação no PPV (pay-per-view) comercializado pelo UFC.

Confira o valor das bolsas (salientando que os valores abaixo são expressos em dólares):

- Carlos Condit: $110,000.

- Nick Diaz: $200,000.

– Fabricio Werdum: $165,000 (incluindo $65,000 pela luta da noite).

- Roy Nelson: $85,000 (incluindo $65,000 pela luta da noite).

- Josh Koscheck: $146,000.

- Mike Pierce: $20,000

– Renan Barão: $22,000.

- Scott Jorgensen: $20,500.

-  Ed Herman: $62,000.

- Clifford Starks: $8,000.

- Dustin Poirier: $89,000 (incluindo $65,000 pela finalização da noite).

- Max Holloway: $6,000.

- Edwin Figueroa: $16,000.

- Alex Caceres: $8,000.

- Matt Brown: $30,000.

- Chris Cope: $8,000.

- Matt Riddle: $30,000.

- Henry Martinez: $6,000.

- Rafael Sapo Natal: $20,000.

- Michael Kuiper: $6,000.

- Stephen Thompson: $77,000 (incluindo $65,000 pelo nocaute da noite).

- Dan Stittgen: $5,000.

Relembre a cobertura completa aqui.

Bookmark and Share

As fotos do UFC 143 com show dos brasileiros

06 de fevereiro de 2012 0

O UFC 143 aconteceu na madrugada de domingo no Mandalay Bay em Las Vegas, Estados Unidos.

Essa coluna fez, como sempre, uma cobertura ao vivo do UFC.

>>> siga também no  twitter  <<<

O Brasil estava representado por Fabricio Werdum, Renan Barão e Rafael Sapo Natal.

O evento foi marcado por boas lutas, salientando que os ingressos estavam esgotados, garantindo uma arena completamente lotada.

O UFC demonstra que o MMA possivelmente já é o segundo esporte mais popular no Planeta.

A luta principal foi a disputa do título interino dos meio-médios (até 77kg), onde o norte-americano Carlos Condit venceu o seu compatriota Nick Diaz por decisão unânime e se tornou o campeão. Ainda em 2012, Condit irá lutar com o real campeão canadense Georges St. Pierre pela unificação do cinturão.

Relembre a cobertura completa aqui.

Confira a espetacular galeria de fotos do UFC:


Bookmark and Share

Fabricio Werdum fatura a melhor luta do UFC 143

05 de fevereiro de 2012 0


O UFC 143 aconteceu na madrugada deste domingo no Mandalay Bay em Las Vegas, Estados Unidos.

Essa coluna fez, como sempre, uma cobertura ao vivo do UFC.

>>> siga também no  twitter  <<<

O Brasil estava representado por Fabricio Werdum, Renan Barão e Rafael Sapo Natal.

O evento foi marcado por boas lutas, salientando que os ingressos estavam esgotados, garantindo uma arena completamente lotada.

O UFC demonstra que o MMA possivelmente já é o segundo esporte mais popular no Planeta.

A luta principal foi a disputa do título interino dos meio-médios (até 77kg), onde o norte-americano Carlos Condit venceu o seu compatriota Nick Diaz por decisão unânime e se tornou o campeão. Ainda em 2012, Condit irá lutar com o real campeão canadense Georges St. Pierre pela unificação do cinturão da categoria.

De mais a mais, Dana White não descartou também uma revanche entre Diaz e Condit, tendo em vista a polêmica que o resultado ocasionou, eis que muitos (inclusive Caju Freitas) entenderam que Nick Diaz venceu o duelo.

Como de costume, a organização americana premiou a melhor luta,  a melhor finalização e o melhor nocaute do evento.

O bônus foi de 65 mil dólares para cada atleta eleito.

Cada lutador escolhido, além do cheque do referido bônus, leva para casa também o valor da bolsa (importância que o atleta recebe por lutar, uma espécie de salário).

Confira os eleitos:

Melhor luta

- Fabricio Werdum vs. Roy Nelson.

Melhor nocaute

- Stephen Thompson sobre Dan Stittgen com um chute alto.

Melhor finalização

- Dustin Poirier sobre Max Holloway  com um arm-lock do triângulo na montada no 1º round;

Relembre a cobertura completa aqui.

Vídeo com a previsão do UFC 143.

Bookmark and Share

UFC 143: Fabricio Werdum e Renan Barão vencem

05 de fevereiro de 2012 0

O UFC 143 aconteceu na madrugada deste domingo diretamente do Mandalay Bay em Las Vegas, Estados Unidos.

Essa coluna fez, como sempre, uma cobertura ao vivo do UFC.

>>> siga também no  twitter  <<<

O Brasil estava representado por Fabricio Werdum, Renan Barão e Rafael Sapo Natal.

O evento foi marcado por boas lutas, salientando que os ingressos estavam esgotados, garantindo uma arena completamente lotada.

O UFC demonstra que o MMA possivelmente já é o segundo esporte mais popular no Planeta.

Os principais duelos se deram da seguinte forma:

Nick Diaz vs. Carlos Condit

A luta principal foi a disputa do título interino dos meio-médios (até 77kg), onde os norte-americanos Nick Diaz e Carlos Condit mediram forças, em uma divisão de peso em que o real campeão é Georges St. Pierre que se recupera de uma lesão no seu joelho.

Os dois lutadores entraram tranquilos e confiantes sob os aplausos da multidão que lotava a tradicional arena em Las Vegas que contava com o campeão St. Pierre na plateia.

No 1º round, Nick Diaz toma a iniciativa da luta, acertando rápidos jabs para tirar a distância de Condit. Condit tenta chutar para confundir o perigoso boxe de Diaz. Diaz mostra que é um dos melhores boxeadores em atividade no MMA, com suas rápidas combinações e esquivas. Diaz baixa a guarda e manda o seu oponente bater. Diaz acerta os melhores golpes e vence o assalto inaugural, com  torcida gritando o seu nome.

No 2º round, Condit tenta chutes que são bem defendidos por Diaz que mantém a tática do round inaugural. Diaz baixa novamente a guarda e chama Condit para acertar golpes, com o delírio dos espectadores. Nick Diaz fica mais agressivo e arrisca boas combinações de socos. Diaz acerta a linha de cintura de Condit. Nick Diaz só adminitra a vantagem da luta em mais uma etapa de seus total domínio.

No 3º round, Diaz começa o assalto minando a linha de cintura de Condit. Nick Diaz confia na sua trocação, não sofrendo qualquer perigo até agora na luta. Nick Diaz provoca o seu oponente.  Condit tenta uma joelhada voadora. Assalto sem muita movimentação.

No 4º round, a luta se repete, com Diaz dominando o centro do octógono, acertando os melhores socos em uma luta toda em pé. Nick Diaz agora tenta levar a luta para o chão em uma queda bem defendida por Condit. Condit telegrafa os socos rodados. O público começa a vaiar a luta. Condit acerta uma boa combinação que termina com um chute que acerta Diaz. Round com vantagem de Condit.

No 5º e último round, Condit fica mais agressivo, pois sabe que tem que vencer o assalto de qualquer forma. Nick Diaz consegue encurtar e consegue uma queda, onde já vai para as costas, coloca os ganchos, fecha o cadeado nas costas e tenta o mata-leão. Condit escapa e o round acaba. No final, Carlos Condit vence em uma polêmica decisão unânime e é o campeão interino dos meio-médios  e irá enfrentar Georges St. Pierre pela unificação no final do ano.

Fabricio Werdum vs. Roy Nelson

Na segunda luta mais importante da noite, o brasileiro Fabricio Werdum lutou com o norte-americano Roy  Nelson, em um duelo de pesos- pesados (acima de 93 kg), categoria dominada por Junior Cigano.

Werdum entra com sua competente equipe com Rafael Cordeiro, Renato Babalu, Lucas Pires ao som de Michel Teló com ” ai se eu te pego”.

No 1º round, Werdum tenta um chute baixo, mas Nelson defende. Werdum acerta uma boa sequencia. Nelson tenta um cruzado, mas escorrega e Werdum vai para suas costas. Nelson volta para cima e Werdum acerta duras joelhadas. A luta fica nas grades com troca de pegadas. Werdum acerta duas boas joelhadas e Roy Nelson sente a pressão. A luta permanece nas grades. O árbitro manda a luta voltar no centro do octógono. Roy Nelson acerta um direto de encontro e tenta golpear da guarda de Werdum que tenta aplicar um arm-lock. Werdum tenta um chute rodado e o assalto acaba. Assalto com vantagem brasileira.

No 2º round, Werdum acerta uma joelhda em Nelson que sente. Nelson tenta um chute baixo, bem defendido por Werdum. Fabricio acerta um chute baixo. Roy Nelson toma o centro do octógono. Werdum tenta encurtar para dar novas joelhadas. A luta fica mais estudada. Roy Nelson acerta um cruzado e Werdum sente. O round é parelho.

No 3 º round, Werdum tenta colocar para baixo e Roy Nelson tenta uma guilhotina, muito bem defendida pelo brasileiro. Nelson vai para cima e a luta fica com troca de pegadas nas grades. Werdum sai bem e acerta um cruzado em Nelson que acusa o golpe. Werdum acerta um chute reto em Nelson. Werdum acerta outra joelhada em Nelson. Werdum domina a luta em pé no combate, confundindo o jogo do americano. A luta acaba, em um round com vantagem brasileira. O trabalho do técnico Rafael Cordeiro é visível, tamanha a evolução da luta em pé do brazuca. No final, Fabrício Werdum vence por decisão unânime e volta com tudo para o UFC.

Renan Barão vs. Scott Jorgensen

Renan Barão mediu forçar com o norte-americano Scott Jorgensen, em um combate válido pelo peso galo (até 61kg), onde o americano Dominick Cruz é o atual campeão.

No 1º round, Renan começa com a iniciativa, acertando um chute alto. Renan tira bem a distância para evitar ser derrubado. Renan trabalha bem os chutes baixos e jabs. Renan tenta um chute rodado e o americano tenta colocar a luta para o solo, sem sucesso. Barão varia golpes na linha de cintura. Renan Barão se sente bem em pé, chutando muito bem por baixo, por dentro da perna do americano. Assalto com total vantagem do brasileiro.

No 2º round,  Renan continua tomando a iniciativa e anulando todas as tentativas de quedas do americano. Barão vai minando a perna esquerda do seu oponente, com os poderosos chutes baixos de direita. Renan defende a queda, raspa o americano e cai na meia-guarda e por cima, onde trabalha o seu aifado jiu-jitsu. Renan golpeia da meia-guarda, quando o americano repõe a guarda. Scott consegue sair e ficar em pé. Renan tenta bons cruzados de esquerda, mas passam no vazio. Mais um round com domínio brasileiro.

No 3º round, Renan Brão segue tomando a iniciativa, girando muito bem no octógono. Scott tenta um gancho de direita que passa no vazio. Renana responde com uma joelhada voadora que passa perto. Renna Barão é pura confiança e determinação, arriscando até chutes rodados. mais um round com domínio brasileiro. No final, Renan Barão vence por decisão unânime e segue firme rumo ao cinturão.

Em um dos combates preliminares, Rafael “Sapo” Natal representou as cores do Brasil contra o invicto holandês Michael Kuiper, em um combate válido pela divisão dos médios (até 84kg), onde Anderson Silva é o atual campeão.

No 1º round, o brasileiro é melhor, conseguindo boas quedas e quase encaixa um arm-lock no final da etapa.

No 2º round, o holandês consegue se recuperar e dita o ritmo da luta, aproveitando sinais de cansaço do brazuca.

No 3º round, o holandês segue superior, conseguindo um boa queda, onde fica golpeando da guarda de Rafael Sapo. O brasileiro consegue inverter a posição, sair de baixo e aplica uma boa queda. Na sequência, Rafael passa a guarda de Kuiper e fica golpeando dos 100 kg, consegue a montada e tenta um katagatame, mas o holandês não desiste e o round acaba. No final, em uma luta muito disputada, Rafael leva a vitória por decisão unânime dos jurados.

Confira os resultados completos:

- Carlos Condit venceu Nick Diaz por decisão unânime (pelo título interino dos méio-médios);

- Fabricio Werdum venceu Roy Nelson por decisão unânime;

- Josh Koscheck venceu Mike Pierce por decisão dividida;

Renan Barão venceu Scott Jorgensen por decisão unânime;

- Ed Herman finalizou Clifford Starks com uma mata-leão no 2º round;

Lutas preliminares

- Dustin Poirier finaliza Max Holloway  com um arm-lock do triângulo na montada no 1º round;

– Edwin Figueroa venceu Alex Caceres por decisão dividida;

- Matt Brown nocauteou Chris Cope com um cruzado de esquerda no 2º round;

- Matt Riddle venceu  Henry Martinez por decisão dividida;

Rafael Sapo Natal venceu Michael Kuiper por decisão unânime;

- Stephen Thompson nocauteou Dan Stittgen com um chute alto no 1º round.

Bookmark and Share

AO VIVO: Werdum e Renan Barão vencem no UFC 143

04 de fevereiro de 2012 0

O UFC 143 aconteceu na madrugada deste domingo diretamente do Mandalay Bay em Las Vegas, Estados Unidos.

Essa coluna fez, como sempre, uma cobertura ao vivo das lutas do UFC.

>>> siga também no  twitter  <<<

O Brasil estava representado por Fabricio Werdum, Renan Barão e Rafael Sapo Natal.

O evento foi marcado por boas lutas, salientando que os ingressos estavam esgotados, garantindo uma arena completamente lotada.

O UFC demonstra que o MMA possivelmente já é o segundo esporte mais popular no Planeta.

Os principais duelos se deram da seguinte forma:

Nick Diaz vs. Carlos Condit

A luta principal foi a disputa do título interino dos meio-médios (até 77kg), onde os norte-americanos Nick Diaz e Carlos Condit mediram forças, em uma divisão de peso em que o real campeão é Georges St. Pierre que se recupera de uma lesão no seu joelho.

Os dois lutadores entraram tranquilos e confiantes sob os aplausos da multidão que lotava a tradicional arena em Las Vegas que contava com o campeão St. Pierre na plateia.

No 1º round, Nick Diaz toma a iniciativa da luta, acertando rápidos jabs pra tirar a distância de Condit. Condit tenta chutar para confundir o perigoso boxe de Diaz. Diaz mostra que é um dos melhores boxeadores em atividade no MMA, com suas rápidas combinações e esquivas. Diaz baixa a guarda e manda o seu oponente bater. Diaz acerta os melhores golpes e vence o assalto inaugural, com  torcida gritando o seu nome.

No 2º round, Condit tenta chutes que são bem defendidos por DIaz que mantém a tética do round inaugural. Diaz baixa novamente a guarda e chama Condit para acertar golpes, com o delírio dos espectadores. Nick Diaz fica mais agressivo e arrisca boas combinações de socos. Diaz acerta a linha de cintura de Condit. Nick Diaz só adminitra a vantagem da luta m mais uma etapa de seus total domínio.

No 3º round, Diaz começa o assalto minando a linha de cintura de Condit. Nick Diaz confia na sua trocação, não sofrendo qualquer perigo até agora na luta. Nick Diaz provoca o seu oponente.  Condit tenta uma joelhada voadora.

No 4º round, a luta se repete, com Diaz dominando o centro do octógono, acertando os melhroes socos em uma luta toda em pé. Nick Diaz agora tenta levar a luta para o chão em uma queda bem defendida por Condit. Condit telegrafa os socos rodados. O público começa a vaiar a luta. Condit acerta uma boa combinação que termina com um chute que acerta Diaz. Round com vantagem de Condit.

No 5º e último round, Condir fica mais agressivo, pois sabe que tem que vencer o assalto de qualquer forma. Nick Diaz consegue encurtar e consegue uma queda, onde já vai para as costas, coloca os ganchos, fecha o cadeado nas costas e tenta o mata-leão. Condit escapa e o round acaba. No final, Carlos Condit vence em uma polêmica decisão unânime e é o campeão interino dos meio-médios  e irá enfrentar Georges St. Pierre pela unificação no final do ano.

Fabricio Werdum vs. Roy Nelson

Na segunda mais importante da noite, o brasileiro Fabricio Werdum lutou com o norte-americano Roy  Nelson, em um duelo de pesos- pesados (acima de 93 kg), categoria dominada por Junior Cigano.

Werdum entra com sua competente equipe com Rafael Cordeiro, Renato Babalu, Lucas Pires ao som de Michel Teló com ” ai se eu te pego”.

No 1º round, Werdum tenta um chute baixo, mas Nelson defende. Werdum acerta uma boa sequencia. Nelson tenta um cruzado, mas escorrega e Werdum vai para suas costas. Nelson volta para cima e Werdum acerta duras joelhadas. A luta fica nas grades com trioca de pegadas. Werdum acerta duas boas joelhadas e Roy Nelson sente a pressão. A luta permanece nas grades. O árbitro manda a luta voltar no centro do octógono. Roy Nelson acerta um direto de encontro e tenta golpear da guarda de Werdum que tenta aplicar um arm-lock. Werdum tenta um chute rodado e o assalto acaba.

No 2º round, Werdum acerta uma joelhda em Nelson que sente. Nelson tenta um chute baixo, bem defendido por Werdum. Fabricio acerta um chute baixo. Roy Nelson toma o centro do octógono. Werdum tenta encurtar para dar novas joelhadas. A luta fica mais estudada. Roy Nelson acerta um cruzado e Werdum sente. O round é parelho.

No 3 º round, Werdum tenta colocar para baixo e Roy Nelson tenta uma guilhotina, muito bem defendida pelo brasileiro. Nelson vai para cima e a luta fica com troca de pegadas nas grades. Werdum sai bem e acerta um cruzado em Nelson que acusa o golpe. Werdum acerta um chute reto em Nelson. Werdum acerta outra joelhada em Nelson. Werdum domina a luta em pé no combate, confundindo o jogo do americano. A luta acaba, em um round com vantagem brasileira. O trabalho do técnico Rafael Cordeiro é visível, tamanha a evolução da luta em pé do brazuca. No final, Fabrício Werdum vence por decisão unânime e volta com tudo para o UFC.

Renan Barão vs. Scott Jorgensen

Renan Barão mediu forçar com o norte-americano Scott Jorgensen, em um combate válido pelo peso galo (até 61kg), onde o americano Dominick Cruz é o atual campeão.

No 1º round, Renan começa com a iniciativa, acertando um chute alto. Renan tira bem a distância para evitar ser derrubado. Renan trabalha bem os chutes baixos e jabs. Renan tenta um chute rodado e o americano tenta colocar a luta para o solo, sem sucesso. Barão varia golpes na linha de cintura. Renan Barão se sente bem em pé, chutando muito bem por baixo, por dentro da perna do americano. Assalto com total vantagem do brasileiro.

No 2º round,  Renan continua tomando a iniciativa e anulando todas as tentativas de quedas do americano. Barão vai minando a perna esquerda do seu oponente, com os poderosos chutes baixos de direita. Renan defende a queda, raspa o americano e cai na meia-guarda e por cima, onde trabalha o seu aifado jiu-jitsu. Renan golpeia da meia-guarda, quando o americano repõe a guarda. Scott consegue sair e ficar em pé. Renan tenta bons cruzados de esquerda, mas passam no vazio. Mais um round com domínio brasileiro.

No 3º round, Renan Brão segue tomando a iniciativa, girando muito bem no octógono. Scott tenta um gancho de direita que passa no vazio. Renana responde com uma joelhada voadora que passa perto. Renna Barão é pura confiança e determinação, arriscando até chutes rodados. mais um round com domínio brasileiro. No final, Renan Barão vence por decisão unânime e segue firme rumo ao cinturão.

Em um dos combates preliminares, Rafael “Sapo” Natal representou as cores do Brasil contra o invicto holandês Michael Kuiper, em um combate válido pela divisão dos médios (até 84kg), onde Anderson Silva é o atual campeão.

No 1º round, o brasileiro é melhor, conseguindo boas quedas e quase encaixa um arm-lock no final da etapa.

No 2º round, o holandês consegue se recuperar e dita o ritmo da luta, aproveitando sinais de cansaço do brazuca.

No 3º round, o holandês segue superior, conseguindo um boa queda, onde fica golpeando da guarda de Rafael Sapo. O brasileiro consegue inverter a posição, sair de baixo e aplica uma boa queda. Na sequência, Rafael passa a guarda de Kuiper e fica golpeando dos 100 kg, consegue a montada e tenta um katagatame, mas o holandês não desiste e o round acaba. No final, em uma luta muito disputada, Rafael leva a vitória por decisão unânime dos jurados.

Confira os resultados completos:

- Carlos Condit venceu Nick Diaz por decisão unânime (pelo título interino dos méio-médios);

- Fabricio Werdum venceu Roy Nelson por decisão unânime;

- Josh Koscheck venceu Mike Pierce por decisão dividida;

Renan Barão venceu Scott Jorgensen por decisão unânime;

- Ed Herman finalizou Clifford Starks com uma mata-leão no 2º round;

Lutas preliminares

- Dustin Poirier finaliza Max Holloway  com um arm-lock do triângulo na montada no 1º round;

- Edwin Figueroa venceu Alex Caceres por decisão dividida;

– Matt Brown nocauteou Chris Cope com um cruzado de esquerda no 2º round;

- Matt Riddle venceu  Henry Martinez por decisão dividida;

Rafael Sapo Natal venceu Michael Kuiper por decisão unânime;

- Stephen Thompson nocauteou Dan Stittgen com um chute alto no 1º round.

Bookmark and Share

UFC 143 hoje com brasileiros e disputa de título

04 de fevereiro de 2012 0

O UFC 143 acontecerá hoje, por volta das 21:00hs (horário de Brasília), diretamente do Mandalay Bay em Las Vegas, Estados Unidos.

Essa coluna fará novamente uma cobertura ao vivo do UFC.

Clique aqui para acompanhar os resultados em tempo real a partir das 21:00hs.

>>> siga também no  twitter  <<<

O Brasil estará representado por Fabricio Werdum, Renan Barão e Rafael Sapo Natal.

A luta principal será a disputa do título interino dos meio-médios (até 77kg), onde os norte-americanos Nick Diaz e Carlos Condit medirão forças, em uma divisão de peso em que o real campeão é Georges St. Pierre que se recupera de uma lesão no seu joelho.

Carlos Condit ostenta 27 triunfos e 5 fracassos, vindo de nocaute com uma poderosa joelhada sobre o coreano Dong Hyun Kim no UFC 132 no dia 02 de julho de 2011.

No outro canto está o talentoso, mas polêmico Nick Diaz que apresenta 26 vitórias, 7 derrotas e um No Contest (sem resultado), vindo de êxito por decisão unânime sobre o havaiano B.J. Pen no UFC 137 no dia 29 de outubro de 2011.

Na segunda mais importante da noite, o brasileiro Fabricio Werdum irá medir forças com o norte-americano Roy  Nelson, em um duelo de pesos- pesados (acima de 93 kg), categoria dominada por Junior Cigano.

Werdum fazia parte do Strikeforce (é o segundo maior evento do mundo e foi comprado pelo UFC em 2011) e leva um respeitável cartel com  14 triunfos, 5 derrotas e um empate na carreira, vindo de revés por decisão unânime para o holandês Alistair Overeem no Strikeforce do dia 18 de junho de 2011.

Já Roy Nelson leva 16 vitórias e 6 derrotas, vindo de nocaute sobre o croata Mirko Cro Cop no UFC 137 no dia 29 de outubro de 2011.

O brasileiro fenômeno Renan Barão irá medir forçar com o norte-americano Scott Jorgensen, em um combate válido pelo peso galo (até 61kg), onde o americano Dominick Cruz é o atual campeão.

Renan Barão é uma promessa de título para o Brasil, ostentando 27 vitórias, uma derrota e um n/c (sem resultado), vindo de finalização sobre o inglês Brad Pickett no UFC 138 no dia 05 de novembro de 2011.

Em verdade, Renan Barão buscará a 18ª vitória consecutiva no MMA, salientando que a sua única derrota se deu na sua estreia no MMA.

Por curiosidade, o duelo que acabou sem resultado aconteceu no dia 12 de dezembro de 2007, onde Barão lutou com Claudemir Souza no Black Bull Vale Tudo e um golpe ilegal foi aplicado.

Scottt Jorgensen, por sua vez, agora tentará a terceira vitória consecutiva no UFC, tendo 13 êxitos e 4 derrotas na carreira. No seu último compromisso acabou superando o seu patrício Jeff  Curran por decisão unânime no UFC 137 no dia 29 de outubro de 2011.

Em um dos combates preliminares, Rafael “Sapo” Natal representará as cores do Brasil contra o invicto holandês Michael Kuiper, em um combate válido pela divisão dos médios (até 84kg), onde Anderson Silva é o atual campeão.

O brazuca leva um cartel com 13 vitórias, 3 derrotas e um empate, vindo de triunfo por decisão unânime sobre o norte-americano Paul Bradley no UFC 133 no dia 06 de agosto de 2011.

Michael Kuiper, por sua vez, agora terá a grande chance da carreira e fará a sua estreia no UFC, trazendo 11 vitórias, em sua invicta carreira. No seu último combate, acabou nocauteando o italiano Morris Cilfoni no evento MITC no dia 07 de maio de 2011.

Vídeo da análise dos combates aqui.

Veja a análise dos combates aqui e aqui.

Countdown do UFC aqui.

Os bastidores do UFC pelo vídeo blog do Presidente do UFC aqui

Pesagem oficial do UFC aqui.
Acompanhe também pelo twitter aqui.

Confira o card do evento, sujeito a alterações:

- Carlos Condit vs. Nick Diaz (pelo título interino dos méio-médios);

– Roy Nelson vs. Fabricio Werdum;

– Josh Koscheck vs. Mike Pierce;

Renan Barão vs. Scott Jorgensen;

– Ed Herman vs. Clifford Starks;

Lutas preliminares

– Max Holloway vs. Dustin Poirier;

Matt Riddle def. via Henry Martinez;

– Alex Caceres vs. Edwin Figueroa;

– Matt Brown vs. Chris Cope;

– Dan Stittgen vs. Stephen Thompson;

Rafael Sapo Natal vs. Michael Kuiper.

Bookmark and Share

AO VIVO: a pesagem do UFC 143 deste sábado

03 de fevereiro de 2012 0

O UFC 143 está agendado para sábado no Mandalay Bay em Las Vegas, Estados Unidos.

>>> siga também no  twitter  <<<

O Brasil estará representado por Fabricio Werdum, Renan Barão e Rafael Sapo Natal.

A luta principal será a disputa do título interino dos meio-médios (até 77kg), onde os norte-americanos Nick Diaz e Carlos Condit medirão forças, em uma divisão de peso em que o real campeão é Georges St. Pierre que se recupera de uma lesão no seu joelho.

Todos os detalhes do UFC 143 aqui.

Confira a pesagem oficial do evento (por volta das 22hs):


Na hipótese de não conseguir no link acima:  

Bookmark and Share