clicRBS
Nova busca - outros
30 nov14:41

Marcha da Coluna Prestes é tradição nas Missões

Claudio Reinke, leitor-repórter

Moradores das Missões revivem a histórica caminhada de Luiz Carlos Prestes quando do período de construção da linha férrea Santo Ângelo/Santa Rosa. De mochilas nas costas e admiração no peito, os caminhantes percorreram e se emocionaram no último final de semana durante a chamada ‘Marcha da Coluna Prestes’.

Luis Carlos Prestes trabalhava no Batalhão Ferroviário no período de 1922 quando estourou a revolução que originou a Coluna.

A caminhada deste ano iniciou no sábado, dia 26, em frente ao Memorial Coluna Prestes . Durante o roteiro, momentos emocionantes como a presença do Sr. Delton Lucca, que ainda recuperando-se de problemas de saúde, fez questão de estar na Fonte do Batalhão Ferroviário no meio da mata para explanar sobre o local e fatos relacionados à Coluna Prestes. Também o Sr. Manoel Cavalheiro de 95 anos, que conheceu pessoalmente o revolucionário conhecido como Cavaleiro da Esperança, esteve no Balneário Porto Cristal para falar sobre  Prestes.

No domingo, o grupo seguiu em direção à “Ponte do Prestes”. No trajeto, uma paisagem exuberante e áreas de mata que cercam a ferrovia. Em alguns quilômetros os caminhantes alcançaram a ponte férrea sobre o Rio Comandaí, construída pelo Batalhão Ferroviário em 1923 sob comando de Luiz Carlos Prestes.

Na sequencia os caminhantes visitaram a Cascata do Comandaí onde puderam aproveitar e banhar-se nesse belo cartão postal de Santo Ângelo. Para finalizar com chave de ouro os integrantes da caminhada foi recebido por Oswaldino Lucca, familiares e amigos no Sítio do Segredo, onde um farto banquete foi servido e regado por boa música de Claudino de Lucca e Ernani Meotti.

>> Você perdeu o roteiro? Nos dias 7 e 8 de janeiro ocorrerá uma nova edição da Marcha da Coluna Prestes. Informações complementares podem ser obtidas pelo e-mail claudio@caminhodasmissoes.com.br

Por

Comentários