clicRBS
Nova busca - outros
01 dez17:22

Fábrica de sabão pode ser instalada no albergue de Santo Ângelo

O projeto para implantação de fábrica de sabão no Albergue de Santo Ângelo recebe apoio do curso de Administração do IESA, juntamente com a Susepe, o Deman, Restaurante Arena Grill e Mekal Materiais de Limpeza.

A ideia do projeto Sabão Ecológico Solidário pleiteia o patrocínio da Eletrosul para implantação de uma fábrica de sabão ecológico naárea externa do estabelecimento penal.

O projeto prevê atender no ano de 2012 a média de 2.020 apenados recolhidos na 3º Região Penitenciária, localizada nas Missões.

As principais ações previstas para primeiro semestre são a construção do galpão de trabalho; aquisição dos equipamentos; autorizações legais para funcionamento da fábrica.

Para o segundo semestre, está prevista a inserção da comunidade local na coleta domiciliar do resíduo de óleo usado; produção para atender a demanda regional; inserção da comunidade acadêmica no desenvolvimento do plano de negócio para geração de trabalho e renda aos apenados recolhidos no AESA.

A concepção do projeto

No IESA a iniciativa envolveu um trabalho interdisciplinar envolvendo as disciplinas de Gestão Ambiental e Responsabilidade Social e Gestão de Pequenas e Médias Empresas, com alunos do 8º período de Administração: linha de formação em Agronegócio e a disciplina de Gestão de Pequenas e Médias Empresas, com alunos do 7º período da linha de Comércio Exterior.

Os trabalhos, orientados pela professora Leila Regina de Oliveira Batista foram apresentados em Seminário realizado na última semana no Auditório Vermelho.

Inicialmente os acadêmicos desenvolveram um plano de negócio para a implantação da fábrica. A professora explica que o objetivo inicial foi verificar a viabilidade financeira para a implantação de uma fábrica de sabão no Albergue Municipal de Santo Ângelo.

Na sequência o projeto foi cadastrado junto à Eletrosul, com a intenção de levantar recursos para a construção do espaço físico e a compra de equipamentos da fábrica.

_A ideia é possibilitar um entrelaçamento das disciplinas ao passo que a fabricação do sabão se dará de forma ecologicamente responsável com a utilização de óleo de cozinha. Essa atitude deve contribuir para o não lançamento desse resíduo ao meio ambiente e para a realização de uma atividade profissionalizante junto ao Albergue_afirma a professora.

Informações: Assessoria de Imprensa do IESA

Por

Comentários