clicRBS
Nova busca - outros
02 jan10:44

Chiapetta sofre com falta de chuva há dois meses

Enquanto a chuva trouxe alívio aos outros 19 municípios gaúchos que decretaram situação de emergência neste final de semana, em Chiapetta não há volumes significativos há dois meses.

Os prejuízos nas lavouras e na produção leiteria levaram o município da região Celeiro a decretar situação de emergência no dia 28 de dezembro. De acordo com o levantamento do Conselho Agropecuário da Secretaria Municipal de Agricultura, 80% das lavouras de milho e 20% da produção de soja foram prejudicadas.

Além disso, houve uma queda de 30%  na produção de leite, em função da falta de pastagem.

_A situação se torna ainda mais preocupante porque a próxima chuva prevista para o nosso município é para o dia 14 de janeiro. Até lá, os prejuízos serão ainda maiores_afirma o Secretário de Agricultura Jaldyr Cabral da Silva.

Na região, também decretaram situação de emergência, Coronel Bicaco e Crissiumal.

No município de Coronel Bicaco, as lavouras de milho já apresentam perdas acima dos 80%, ou seja, cerca de 3,500 hectares. Nas lavouras de soja, a falta de chuva já prejudicou 10% do total plantado. A produção de leite registrou queda de 40%, em virtude da falta de pastagens. O feijão, também com cerca de 300 hectares perdidos, aponta perdas de 70%.

Em Crissiumal, o acumulado de chuva em todo o mês de dezembro foi de 45,5mm. Neste final de semana, a precipitação de 0,9mm é considerada insuficiente para impedir o agravamento dos danos na agricultura.

Por

Comentários