clicRBS
Nova busca - outros
26 mar17:23

Grupo busca redução de peso em Horizontina

Quarenta e seis pessoas, divididos em dois grupos, se reúnem semanalmente em Horizontina com um objetivo em comum: a redução de peso. As atividades começaram neste mês de março e são incentivadas pela Secretaria Municipal da Saúde.

Para além da estética, a meta é saúde e qualidade de vida. O acompanhamento profissional ajuda as pessoas acima do peso a evitar complicações de saúde ocasionados pela obesidade.

Nos encontros, psicóloga e nutricionista, compartilham orientações sobre alimentação, problemas enfrentados, causas e consequências da doença, entre outros. A nutricionista Clarice Konradt conta que os temas abordados são diversos, iniciando com os grupos alimentares, os tipos de refeições, bem como a avaliação do IMC – índice de massa corporal – que avalia o nível de gordura da pessoa através do peso e altura.

_Tratamos esses pacientes com a proposta da reeducação alimentar, que é algo para toda a vida, é um trabalho contínuo, e não na base de dietas que tem início, meio e fim, e normalmente as pessoas voltam a engordar o que emagreceram depois de um tempo, além de não seguir uma alimentação saudável_ destaca Clarice, acrescentando que sempre se fala em reduzir quantidades, e nunca em excluir algum tipo de alimento do cardápio.

De acordo com a avaliação feita com os 46 participantes, dois estão em sobrepeso, 18 tem obesidade grau 1; 15 com obesidade grau 2, e 10 estão no grau 3, considerada obesidade mórbida.

Os participantes também recebem acompanhamento psicológico, com o trabalho da psicóloga da Secretaria de Saúde, Fernanda Carpes.

Danusa Widz, divulgação

_A parte psicológica influencia na obesidade, pois a doença pode causar ou ser consequência de ansiedade, depressão, entre outros. Ajudamos os participantes a tentar perceber o que está a levando a comer demais, pois normalmente a pessoa acima do peso usa a comida no lugar de outra coisa, como angústia, nervosismo, tristeza e até alegria. Muita gente diz ‘tenho fome, mas não sei o que quero comer’, e isso pode ser qualquer coisa, mas fome não é. Então, procuramos identificar essa causa e a partir disso, ter o controle sobre esses desejos_reforça a psicóloga.

O participante Eltoir José Schardong, que em 15 dias de atividades no grupo emagreceu dois quilos, conta que decidiu participar porque não estava se sentindo bem em relação ao excesso de peso:

_Eu tinha dor na coluna e nas pernas e falta de ar, e já percebi 50% de melhora. Perdi peso e não tenho mais tantas dores, nem falta de ar quando caminho_ relata.

As atividades do grupo de redução de peso são realizadas no CASC – Centro de Atenção à Saúde Coletiva.

>> Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Horizontina

Por

Comentários