clicRBS
Nova busca - outros
09 abr10:26

Inter vence São Luiz por 3 a 0 e confirma a melhor campanha da Taça Farroupilha

Nabor Goulart, Agência Freelancer

Alexandre Ernst/alexandre.ernst@zerohora.com.br

Com um time misto, o Inter de Dorival Júnior venceu o São Luiz, em Ijuí, e garantiu a melhor campanha da fase classificatória da Taça Farroupilha. Com gols de João Paulo, Dátolo e Gilberto, o colorado venceu por 3 a 0 no Estádio 19 de Outubro. Sem atuar pela Libertadores, o Inter tem a semana inteira para trabalhar a fim de encarar o Cerâmica, sábado, no Beira-Rio.

Primeiro tempo

Classificado para a segunda fase da Taça Farroupilha, o técnico Dorival Júnior lançou mão de Índio, Tinga e Leandro Damião para a partida no 19 de Outubro. Na defesa, Bolívar estava ao lado de Rodrigo Moledo. Jájá atuava ora como meia ora como segundo atacante. Gilberto era a referência colorada na área.

A movimentação ao longo da partida foi fraca. Os primeiros 15 minutos apenas o São Luiz procurava atacar. O Inter sentia o calor de Ijuí, a falta de entrosamento e o gramado irregular do Estádio 19 de Outubro. Sharlei e Xaro exploravam o lado direito da defesa colorada, sempre às costas de Bolívar, para tentar vencer Muriel.

O atacante do São Luiz venceu o defensor colorado e obrigou o arqueiro colorado a trabalhar logo no primeiro minuto. Aos 14, mais perigo: Sharlei cabeçeou forte, para baixo, e a bola passa ao lado do gol de Muriel.

O Inter começou a levar perigo ao time do São Luiz aos 17 minutos, quando Gilberto errou um gol feito. Jajá cruzou da esquerda, rasteiro e, na hora da conclusão, o atacante do Inter empurrou para fora. Um minuto depois, Nei mostrou que está em grande fase colmo cobrador de faltas, obrigando o goleiro Vanderlei a fazer ótima defesa em uma bola que tinha como endereço o ângulo direito. A bola ainda tocou a trave antes de ser afastada em definitivo.

Apesar de o Inter atacar com mais veemência, o São Luiz não se apequenou. Continuou buscando o ataque e o gol de Muriel, em jogadas sempre pela lateral esquerda, com Xaro. Aos 21 minutos, o meia Quim caiu pelo setor e fez um cruzamento na medida para Danilo. O atacante do São Luiz pegou de primeira, mas chutou por sobre o gol de Muriel.

João Paulo e Dátolo

O primeiro gol do Inter veio em uma jogada de bola parada. Em uma falta pela esquerda, aos 29 mintus, João Paulo cobrou, a bola tocou no zagueiro do São Luiz e para morrer no fundo da rede. O guri vibrou muito com os companheiros no banco de reservas. Ainda no final da primeira etapa, uma jogada de velocidade originou o segundo gol colorado. Dátolo, que havia errado um pênalti aos 37 minutos, recebeu um belo passe em profundidade de Jajá e, inclinando o corpo, apenas deslocou Vanderlei.

Segundo tempo

A morosidade do primeiro tempo só aumentou na etapa final. O São Luiz mostrava porquê salvou-se do rebaixamento apenas nas últimas rodadas da Taça Farroupilha: apesar de chegar ao ataque, mostrava-se um time desorganizado e com pouca qualidade individual. Assim, o time de Gelson Conte rodava, rodava e rodava a bola sem ser efetivo e complicar Muriel.

A partida estava tão tranquila para o Inter que Dorival promoveu a entrada de Bolatti na zaga e Fabrício na esquerda, para que Moledo e Kleber descansassem da excessiva carga de jogos dos últimos meses. A melhor jogada do segundo tempo resultou em gol do Inter. Nei, pela direita, fez um cruzamento na cabeça de Gilberto, na pequena área.

>> Clique aqui para ler mais em zerohora.com

Por

Comentários