clicRBS
Nova busca - outros
02 mai15:46

Caminhos para o desenvolvimento do Noroeste em debate na Fenasoja

Juliana Gomes, Zero Hora

Vinte e duas micro e pequenas empresas do Noroeste apresentam hoje produtos e marcas a grandes compradores do Rio de Janeiro, São Paulo e de outras regiões do Estado. Esta é a Rodada Internacional de Negócios, que pretende contribuir com a indústria da região, em crescimento nos últimos anos. A iniciativa está na programação da Fenasoja, que vai até domingo em Santa Rosa. Amanhã, o debate será sobre as formas de melhorar a produção de milho no Estado. O tema estará em pauta no 5º Encontro Estadual de Produtores de Milho.

Hoje, empresas vendedoras de vários setores da indústria, em sua maioria do ramo metal-mecânico do Noroeste, estreitam relações comerciais com oito empresas de médio e grande porte na Rodada Internacional de Negócios. O trabalho integra um projeto de qualificação da gestão e dos processos empresariais coordenado pelo Sebrae.

_ Subsidiamos a vinda de médias e grandes empresas a fim de divulgar nossa indústria e contribuir para que a região se desenvolva. A expectativa é de que hoje tenhamos pelo menos 40 negociações, além, é claro, do início de relações comercias que podem resultar em negócios futuros _ diz Marcelo Ribas, gestor de negócios do Sebrae.

Na última edição da Fenasoja, por meio do projeto, foram R$1,5 milhão em negociações consolidadas a médio e longo prazo. A expectativa deste ano é superar esse resultado. O evento vai até às 17h no Salão de Eventos da RBSTV.

Amanhã, a feira sedia o 5º Encontro Estadual de Produtores de Milho. Agricultores de pelo menos 25 municípios gaúchos são aguardados para discutir formas de melhorar a produção do grão no Estado. Os produtores debatem questões como a necessidade de novos projetos de irrigação e seguro sobre a receita da agricultura, para o caso de perdas, como aconteceu com a seca da última safra. Além disso, formas de possibilitar a estabilidade de preço na hora da colheita e as alternativas para melhorar a qualidade do solo estarão em debate no Auditório do Parque da Fenasoja das 9h às 17h.

_ Queremos discutir maneiras de contribuir para que o produtor tenha mais rentabilidade na hora da colheita_ explica Cláudio de Jesus, presidente da Associação de Produtores de Milho do Rio Grande do Sul (Apromilho).

Por

Comentários