clicRBS
Nova busca - outros
25 mai13:43

Vacinação contra febre aftosa é prorrogada no Rio Grande do Sul

A primeira etapa de vacinação contra febre aftosa no Rio Grande do Sul, prevista para ocorrer durante o mês de maio, será prorrogada até 8 de junho. A decisão foi anunciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nesta quinta, dia 24, em atendimento a uma solicitação da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Rio Grande do Sul (Seapa/RS).

Foto: Vilmar da Rosa, divulgação.

O pleito solicitava o aumento de prazo em razão dos atrasos na vacinação em propriedades que utilizam vacinas doadas pelo governo estadual, que alegou problemas na licitação para aquisição e entrega do insumo pelo fornecedor. Apesar de não recomendar a prática, o Departamento de Sanidade Animal (DSA) acatou o pedido considerando que o impasse poderia prejudicar os produtores rurais na execução da imunização dos animais e comprometer os índices de vacinação do Estado. O Rio Grande do Sul deverá vacinar todo o seu rebanho de bovinos e bubalinos – composto por mais de 14 milhões de cabeças – nesta fase.

Segundo o Departamento de Saúde Animal (DSA) do Mapa, a prática de doação de vacinas a produtores pelo serviço veterinário oficial é desaconselhada. A legislação define que a execução do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) baseia-se no compartilhamento de responsabilidades entre os setores públicos e privados, sendo a aquisição das vacinas uma obrigação dos produtores.

Por

Comentários