clicRBS
Nova busca - outros
30 mai13:27

Chuva ainda não ameniza a seca na região

No noroeste do Estado, região mais atingida pela seca, o índice de chuva foi baixo para atingir a expectativa dos agricultores. O plantio do trigo está atrasado em função da falta de umidade. Em Cruz Alta, um dos municípios que mais produz o grão, a precipitação durante a madrugada ficou em torno dos 7 mm.

- No ano passado, nesta mesma época, entre 10% e 15% do trigo da região já estava na terra. Este ano, não temos números oficiais ainda, mas a estimativa que temos é de que o índice, no máximo chegue a 2%. O solo está muito seco para o cultivo e esta chuva não é suficiente – explica Ênio Coelho, técnico agrícola da Emater.

A chuva forte das últimas horas foi uma boa notícia para produtores dos vales do Rio Pardo e Taquari e centro do Estado. A umidade maior do solo deve possibilitar, principalmente, a recuperação de pastagens para o gado. No entanto, o problema da falta de chuva para o cultivo do trigo, que se concentra na região Noroeste, persiste.

Na região de Lajeado, a boa quantidade de chuva trouxe benefícios, principalmente, para as pastagens do gado de leite. Além disso, o cultivo de hortaliças e de árvores frutíferas também foi beneficiado.

- A única ressalva que se faz é devido à distribuição irregular. Temos municípios da região onde foi registrada precipitação de 70 mm. Em outros, 25 mm. Mas de maneira geral foi uma chuva muito boa para as culturas – afirma Martin Wanderer, engenheiro agrônomo da Emater regional de Lajeado.

Na região de Santa Maria, o índice de precipitação beirou os 100 mm, trazendo benefícios para as pastagens do gado de corte. Nas lavouras, ajuda no desenvolvimento das plantas de cobertura de solo, como aveia, ervilhaca e nabo forrageiro.

- Fora o benefício das pastagens e lavouras, a chuva serviu para recuperar o nível de açudes e de algumas vertentes de água usadas no consumo dos animais – aponta o assistente técnico de solos e cultura da Emater regional de Santa Maria, Luiz Antônio Barcellos.

Por

Comentários