clicRBS
Nova busca - outros

Sem categoria

05 jul15:01

BARBÁRIE EM PANAMBI

Roberto Witter / roberto.witter@zerohora.com.br

Uma barbárie chocou o município de Panambi esta semana. Pai e filho foram assassinados enquanto pescavam na margem do Rio Fiúza, que corta a cidade. O pai foi encontrado com o rosto desfigurado. O filho, degolado e com as mãos amarradas para trás.

Carro da vítima foi encontrado carbonizado, próximo de onde estava o corpo de Roberto Weber. Foto: Panambiline.com

Investigação mobiliza todo o efetivo da Polícia Civil

Desde a manhã de terça-feira, quando o corpo de Roberto Weber, 39 anos, foi encontrado, todo o efetivo da Polícia Civil disponível na cidade trabalha no caso. Os detalhes da investigação são mantidos em sigilo, no entanto, a principal hipótese levantada é de latrocínio, já que alguns pertences das vítimas foram levados.

Weber foi encontrado a poucos metros de seu Del Rey, que estava carbonizado.

_ O Beto (como Roberto era conhecido pela família) tinha avisado um amigo que estava indo na segunda-feira pra lá pescar. Esse amigo morava ali perto e disse que iria descer pra tomar chimarrão com ele na terça-feira. Quando chegou lá, encontrou ele morto, com o corpo desfigurado e o carro queimado _ conta Lane Weber, 35 anos, cunhada da vítima.

A partir daí, a Polícia passou a buscar o filho de Roberto, Robertson Guilherme Weber, 17 anos. O corpo do adolescente foi localizado somente na quarta-feira, por volta das 10h da manhã. Robinho, como o adolescente era chamado pela família, foi degolado e estava com as mãos amarradas para trás, a cerca de 600 metros do local onde o pai foi encontrado.

_ O meu padrasto disse que ouviu uma gritaria, mas como é comum o pessoal ir pescar lá embaixo (muitos, sem autorização), não deu bola. Achou que era bagunça normal de acampamento _ lembra Paulo Schmidt, 26 anos, que é enteado do amigo que encontrou o corpo de Roberto.

A violência do crime causou revolta entre os familiares e amigos da família. Para o delegado Carlos Belter, a brutalidade é o que chama mais a atenção.

_ É uma barbárie sem precedentes, por isso mobilizamos todo o efetivo desde que descobrimos o caso. Já temos suspeitos e a investigação está em um ritmo apressado. Ouvimos diversas pessoas na cidade _ afirma Belter.

Até o final da noite de ontem ninguém havia sido preso.

Pescaria era o principal lazer de pai e filho

Vigilante afastado do trabalho devido a problemas de depressão, Roberto Weber tinha a    pescaria como terapia. O filho era o principal parceiro nos acampamentos, que também eram  feitos na companhia de amigos e outros familiares.

_ Era a única diversão que eles tinham. Não podia ter acontecido isso _ desabafa Marcia  Sinnemann, cunhada de Roberto e tia de Robertson.

O adolescente tinha ainda dois irmãos: uma menina de 15 anos e um irmão de 3 anos.

_ A mãe dele achou que ele tinha conseguido fugir dos bandidos, porque não tinha sido encontrado. Quando ela recebeu a notícia de que o Robinho tinha sido encontrado morto, ficou desesperada. Está inconsolável _ conta Marcia.

Na tarde de ontem, dezenas de amigos e familiares estiveram no velório dos dois. O sepultamento ocorreu no início da noite, no Cemitério Municipal de Panambi.

A cronologia do crime

- Na tarde de segunda-feira, Roberto Weber, 39 anos, e o filho Robertson Guilherme Weber, 17 anos, saíram para pescar no Rio Fiúza, na localidade de Linha Pavão, distante 4 km do centro de Panambi. Roberto avisou a um amigo, que mora próximo do local do crime, que estava indo acampar. O amigo prometeu ir até o local na manhã de terça-feira, para conversar e tomar chimarrão.

- Na terça-feira pela manhã, o amigo de Roberto foi até o local e encontrou o corpo dele a cerca de 10 metros do carro, que estava carbonizado.

- Robertson ficou desaparecido até as 10h de quarta-feira, quando o corpo dele foi encontrado por moradores, a 600 metros de onde o pai estava. O adolescente foi degolado e estava com as mãos amarradas para trás.

Comente aqui
01 jun18:49

Inscrições para o concurso de docentes da URI encerram na segunda

Encerram na próxima segunda-feira, 4, as inscrições para o processo de seleção de docentes da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI). São mais de 70 vagas, distribuídas em várias áreas de atuação. Já as provas serão realizadas entre 2 a 4 de julho, e será composta de prova escrita, prova didática, prova de títulos e entrevista.

Já no campus de Santo Ângelo, são nove vagas, nas áreas de Ciências Exatas e da Terra e Engenharias e Ciências da Computação. As inscrições devem ser feitas no Setor de Recursos Humanos da unidade correspondente da universidade, por intermédio de procurador ou via correio.

Mais informações através do telefone (55) 3313-7900 ou pelo site www.santoangelo.uri.br. O edital completo está disponível no site www.reitoria.uri.br.

Comente aqui
22 nov18:17

Abertas inscrições para uso do transporte escolar em Tuparendi

Estudantes que pretendem ser beneficiados com o transporte escolar em Tuparendi podem inscrever-se na Prefeitura.

O benefício é concedido a alunos que precisam se deslocar para outros municípios a fim de estudar em um curso superior, técnico ou EJA, sendo que o subsídio é concedido conforme a distância percorrido pelo aluno.

Atualmente mais de 250 alunos são beneficiados pela lei criada pelo prefeito Olavo Pawlak no início de 2010, com um investimento anual de aproximadamente R$ 45 mil por parte da Prefeitura.

Para receberem o benefício neste segundo semestre de 2011, os estudantes deverão entregar o comprovante de matrícula referente a este período, na Secretaria Municipal de Educação até o final do mês de novembro. Os estudantes que ainda não receberam o subsídio referente ao primeiro semestre, também deverão comparecer na Prefeitura a fim de regularizar a situação.

Como é feito o pagamento do benefício

O subsídio criado pela Prefeitura Municipal de Tuparendi em 2010, como forma de incentivar o aprendizado na comunidade, é concedido de acordo com a distância percorrida pelos estudantes, sendo que serão beneficiados estudantes que precisarem se deslocar no máximo 15 km para frequentar aulas do EJA, 40 km para cursos profissionalizantes e 75 km para quem cursar uma faculdade. Veja a tabela com a previsão dos pagamentos:

DESTINO VALOR R$
Tuparendi para Santa Rosa 60,00
Tuparendi para Três de Maio 150,00
Tuparendi para Horizontina 150,00
Tuparendi para Santo Ângelo 200,00

Informações: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Tuparendi

Comente aqui