clicRBS
Nova busca - outros
14 mai15:30

Confira as vagas de emprego disponibilizadas pela Integra

Auxiliar Administrativo

Auxiliar de Armazenagem

Doméstica

Vendedor interno e externo

Babá

Garçom

Serrador

Pintor

Financeiro

Servente de Obras

Programador e controlador de manutenção

Engenharia de Alimentos

Eletricista Industrial

Cozinheira

Secretária (conhecimento em aço)

Diversas vagas no setor metal mecânico

As vagas são para atuação em Santa Rosa e/ou região. Os interessados devem entrar em contato através do telefone (55) 3512 1311, ou pelo e-mail contato@integrapessoas.com.br.

A taxa para o cadastro de currículo é de R$ 15 e as informações permanecem no banco de dados da empresa por 6 meses.

Comente aqui
14 mai14:52

Colisão entre carros, carreta e caminhão mata homem em Cruz Alta

Trânsito ficou em meia pista após a colisão. Foto: Roberto Witter / Agência RBS

Uma colisão entre dois carros, uma carreta e um caminhão no final da manhã desta segunda-feira matou um homem em Cruz Alta, no Noroeste. O acidente ocorreu no km 212 da rodovia Cruz Alta — Tupanciretã (BR-158).

A vítima fatal foi identificada como Luis Carlos Quinhones da Silva, 58 anos, que era passageiro de um dos carros.

O trânsito ficou em meia pista após a colisão.

Comente aqui
14 mai11:28

Confira as vagas de emprego disponibilizadas pela Ellos

- Auxiliar de Produção de Peças

- Auxiliar de Produção em Pintura

- Auxiliar de PCP

- Auxiliar de produção – Jato

- Auxiliar de Laser

- Auxiliar de Solda

- Auxiliar de Expedição

- Analista de Custos

- Auxiliar de Depósito

- Auxiliar de Escritório (sexo masculino)

- Auxiliar administrativo (sexo feminino, com habilitação categoria B)

- Atendente (sexo feminino)

- Babá, para meio turno

- Babá, para o dia todo e que saiba cozinhar

- Borracheiro

- Caixa (sexo feminino)

- Consultora de vendas de cosméticos (Santa Rosa)

- Consultora de vendas de cosméticos (com residência em Giruá)

- Coordenador de vendas (sexo masculino com disponibilidade de viajar)

- Diarista (para residências e empresas)

- Domésticas

- Eletricista Industrial

- Estoquista

- Motorista (Habilitação categorias C e D)

- Operador Centro de Usinagem

- Operador de Torno CNC

- Operador de Máquina no Torno Convencional

- Operador de Serra

- Operador Corte Laser

- Operador de Dobradeira

- Operadora de Caixa para Mercado

- Pintor (Metalúrgica)

- Serralheiro

- Supervisora de revendedoras

- Técnico em Informática

- Vendedoras Comércio

- Vendedores Comércio

- Vendedor (a) interno e externo

Interessados enviar o currículo para e-mail: ellos_psicologia@hotmail.com, ou entrar em contato através do telefone (55) 3511-2099.

A Ellos está localizada em novo endereço: Rua Buenos Aires 749  sala 302 – Edifício Allaor Terra, em Santa Rosa.

Comente aqui
14 mai11:18

São Nicolau realiza 9º Café de Cambona

O tradicional café feito na cambona de lata fumegando em fogo de chão, acompanhado do bolo frito coberto de açúcar e outras iguarias do período do campeirismo são alguns dos atrativos do 9º Café de Cambona, festa típica realizada em São Nicolau.

O evento ocorre no dia 27 na Praça Roque Gonzales. A partir das 9h, o café e o bolo serão aditivos para as diversas atrações programadas. Além dos galpões com feira artesanal, estão previstas apresentações artísticas – entre elas, se destaca o show com Os Serranos.

Também será oferecida uma premiação para o melhor café servido ao visitante .

1 comentário
14 mai11:08

A rotina dos policiais das Missões enviados para a Região Metropolitana

Alvorada, 1h de sábado, 12 de maio. Na cidade com a mais alta taxa de homicídios deste ano no Rio Grande do Sul – 14 assassinatos por 100 mil habitantes –, uma garoa recai sobre o corpo do rapaz estendido no asfalto.

Cristiano Schütz, o Tiano, está deitado como morreu, com os braços para cima, tentando proteger o rosto, olhos vidrados fitando o céu enevoado. Ao lado, sobre uma pilastra de cimento, uma lata de cerveja que ele não conseguiu terminar de beber.

Integrante do pelotão de São Miguel, soldado Márcio Monteiro não estava habituado com a escopeta calibre 12 que carregava.

Foto: Jean Schwarz / Agencia RBS

O sargento PM João Maria Moura, 48 anos, observa de perto a cena, olhos atentos. Não é algo a que esteja acostumado. Ele é integrante de um pelotão de policiais militares de São Miguel das Missões, cidade com 8 mil habitantes situada no noroeste do Estado e conhecida por ter as mais imponentes ruínas jesuíticas do Brasil.

Em 25 anos de Brigada Militar, esta é a primeira noite de Moura patrulhando uma cidade de 195 mil habitantes, Alvorada – lugar que ele nunca tinha pisado, até dois dias atrás. É a primeira vez que vem a serviço à Grande Porto Alegre. Foi deslocado do Interior para atuar na força-tarefa com 200 policiais militares que tenta conter o avanço dos homicídios – os assassinatos deram um salto no primeiro trimestre deste ano, especialmente na Região Metropolitana.

Logo Moura e o seu chefe, o tenente Luís Carlos Lemes – também integrante da guarnição de São Miguel –, e outro veterano, com 30 anos de serviço, assistem a uma cena incomum na região de onde eles vêm. Uma loira bonita e bem vestida chega correndo, aos gritos.

— O que vocês fizeram com ele? O quê??? — pergunta a jovem, empurrando os PMs.

O capitão Fábio Kuhn, chefe dos policiais que isolam o local, avisa logo.

— Não fomos nós, dona.

Inconformada, a jovem tenta furar o bloqueio, mas é contida por amigas e pelos PMs.

— Leva ele para o hospital, ainda dá tempo — grita a garota, sem notar que o corpo de Tiano já está rígido, sem vida, em decorrência de mais de sete tiros.

Atentos, como alunos aplicados

Bandos de jovens adolescentes, tênis caros e casacos com capuz, começam a se juntar perto do corpo, sussurrando “vamos pegar esses caras”. São impedidos de chegar mais perto por um cordão plástico estendido pelos policiais ao redor do cadáver. É preciso preservar o local, juncado de cápsulas de pistola, para a perícia fazer seu serviço. Não que os motivos do crime sejam surpreendentes: Tiano, segundo os agentes do serviço reservado da PM, tem antecedentes por tráfico e responde a inquéritos por homicídio. É figura conhecida na Vila Americana, onde morreu, um dos lugares marcados pelas guerras do tráfico em Alvorada.

Moura e Lemes observam tudo, atentos. Apesar das quase três décadas de BM, portam-se como alunos aplicados. Tudo é novidade. Homicídio, em São Miguel, é raridade, menos de um por ano. Via de regra, crime passional ou briga de bar, pondera o tenente Lemes. Assalto, com bandido de arma na mão, idem, coisa de filme.

— Tráfico também quase não se vê. Não com gente armada, pelo menos — compara o oficial, ressaltando que a maior parte do serviço diz respeito a arrombamentos.

Ah, e abigeato. Esse, sim, é o grande problema em São Miguel. Há cerca de um mês, Lemos ajudou a Polícia Civil a prender uma quadrilha com 10 ladrões de gado. Foram pegos no Interior, em ranchos no campo.

— Outro planeta, se comparado com as favelas e edifícios daqui — comenta o tenente.

Não que prender ladrões de gado seja atividade imune a sobressaltos. Na hora de uma dessas prisões recentes aconteceu tiroteio. Ninguém se feriu, os ladrões atiraram para tentar fugir, mas se deram mal. Disparar arma é algo incomum, muito incomum, em São Miguel das Missões.

Tanto que o sargento Moura, o outro veterano desta força-tarefa deslocada para Alvorada, usa apenas um revólver. Faz as abordagens usando essa arma concebida há cerca de 150 anos, que dispara tiro a tiro. Um risco na Região Metropolitana, onde a maioria das quadrilhas usa pistolas. Algumas, até fuzis.

Uma letalidade que não intimidou Moura, que sacou do velho “trezoitão” (o Taurus calibre .38) mais de uma dúzia de vezes nas primeiras oito horas de patrulhamento.

— Homem por homem, a gente também é — avisa Moura.

Patrulha diferente, com uma escopeta

Apesar da firmeza, há preocupação em não posar de herói. Com outros 50 colegas das Missões, Moura recebeu aulas de Direitos Humanos e controle de distúrbios na Academia da PM, em Porto Alegre. Além disso, todos fizeram um “city tour” por Alvorada, de ônibus, na sexta-feira. O veículo circulou pelas principais vilas: Americana, Regina, Umbu e outras menores, também perigosas.

A cada duas quadras, os PMs localizavam alvos suspeitos: bares cheios, danceterias, grupos de jovens fumando e bebendo nas esquinas. Como é de praxe, puseram todo mundo de frente para a parede, mãos na cabeça, bolsos esvaziados. Nas abordagens presenciadas por ZH, ninguém reclamou, é procedimento de rotina na noite alvoradense.

E assim se passaram oito horas: suspeitos de tráfico revistados. Jovens flagrados com droga, detidos. Supostos assaltantes, igualmente detidos. Carros velhos e com documentação irregular, apreendidos. Os veículos foram guinchados. As pessoas, conduzidas a uma delegacia da Polícia Civil, para identificação e possível autuação. Só em Alvorada, mais de 15 ficaram presos, todos com pequenas quantias de drogas ou em posse de veículos roubados.

E como os PMs das Missões conseguiam se locomover por uma cidade onde nunca estiveram? Cada viatura tinha como motorista um policial do 24º Batalhão de Polícia Militar, o que patrulha Alvorada. Não tem beco por ali que o soldado Naelson César de Mesquita, por exemplo, não conheça. Ele serviu de motorista na viatura do sargento Moura. E também de alerta para malandragens dos suspeitos.

— E essa maconha? — questionou Naelson, ao ver um jovem jogar um pacotinho no chão.

O rapaz disse que não era dele.

— Então é minha? Que é isso, rapaz, querendo enganar quem? — retrucou o PM.

E o adolescente foi levado no camburão.

Naelson sorriu ao ver que os PMs interioranos reclamavam do peso do colete à prova de balas. Afinal, em São Miguel não há a proteção para todos e nem sempre se usa. Naelson não tira o seu.

— Há duas semanas, na Vila Americana, fomos abordar uns caras numa moto. Eles viraram e dispararam com pistola. Foi quase… — recorda, evitando usar a palavra “morte”.

Naelson e os colegas alcançaram a dupla da moto. O veículo tinha 6 mil multas, conta.

— 6 mil? — questiona o repórter.

— Sim, 6 mil. Há anos ela é revendida entre malandros, que sequer têm carteira. É a chamada “moto de estouro”, com prestações acumuladas e multas vencidas. O pessoal usa para fazer assaltos — diz Naelson.

Mais uma para a lista de novidades dessa noite interminável para Moura e Lemes. Um terceiro integrante do pelotão de São Miguel, o soldado Márcio Monteiro, foi na janela da caminhonete com a escopeta calibre 12. Uma patrulha bem diferente da que está acostumado, em que espingardas de repetição não são usadas.

Lemes diz que esses dois meses na Grande Porto Alegre (prazo estimado para a força-tarefa contra homicídios atuar) devem ser os últimos da carreira dele. Só lamenta não deixar herdeiro na profissão.

— Tentei convencer meu guri a ser policial. Não quis. Ganha mais como advogado —sorri Lemes.

A noite terminou com mais um homicídio em Alvorada. Uma mulher foi morta em casa, em circunstâncias misteriosas. Emoções mais do que suficientes para uma primeira madrugada, das muitas que virão.

Comente aqui
13 mai18:35

Homem morre após caminhão tombar em Tenente Portela

Um homem morreu depois que o caminhão que ele conduzia tombou na rodovia Tenente Portela – Palmitinho (ERS-472), em Tenente Portela, no noroeste do Estado.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o acidente aconteceu por volta das 9h30min deste domingo. Anderson Luis Rauch, 32 anos, chegou a ser encaminhado ao hospital, mas morreu por volta das 14h. Ele havia ficado preso nas ferragens.

O caminhão estava carregado com farinha.

Comente aqui
13 mai13:38

Confira as vagas de emprego disponibilizadas pela Vital Gestão Humana

A Vital Gestão Humana seleciona candidatos para as seguintes vagas de emprego:

  • Gerente de Loja (para Frederico Westphalen);
  • 2 vagas de Gerente de Loja Trainee (para região Norte, Noroeste e Centro);
  • Montador de Móveis;
  • Caixa para Loja (com experiência);
  • Auxiliar Administrativo (para Horizontina);
  • Coordenador Administrativo/Comercial (salário de R$ 1,8 mil);
  • Assistente de Vendas (sexo masculino; CNH D);
  • 6 vagas de Telemarketing (residir em Horizontina ou região);
  • Supervisor Comercial (formação em Agronomia);
  • 3 vagas para Soldador;
  • Mecânico (com experiência);
  • Mecânico Eletricista (com experiência);
  • Auxiliar de Mecânico;
  • Engenheiro de Produção;
  • Engenheiro/a de Alimentos;
  • Eletricista Industrial;
  • Coordenador de Vendas (experiência em varejo alimentar);
  • Profissional de Pré-impressão (experiência no segmento de embalagens de papel cartão e promocional);
  • Departamento Comercial (sexo masculino, para Tuparendi);
  • Naturóloga;
  • Açougueiro;
  • 2 vagas para Costureira.

Interessados entrar em contato através do telefone: 3512-6693.

Comente aqui
13 mai12:24

IJUÍ: Operação Balada Segura flagra cinco motoristas embriagados

Cinco motoristas foram flagrados dirigindo embriagados na madrugada deste domingo, em Ijuí. Eles foram pegos durante a segunda edição da blitz Balada Segura.

As abordagens começaram às 00h30min e encerraram por volta das 3h30min e ocorreram próximo dos trilhos da Viação Férrea, na Rua do Comércio.

Dos cinco condutores flagrados alcoolizados, quatro pagaram fiança e foram liberados e um deles foi preso. Ao todo, 52 veículos foram abordados.

Comente aqui
13 mai12:04

Futsal: Asaf vence AGE e lidera a chave

A Asaf venceu a AGE por 4 a 2, na noite deste sábado, e garantiu a liderança isolada da Chave 2 do Estadual Série Prata. Jogando em Guaporé, a equipe chegou aos 13 pontos. Os gols foram marcados Gugu e Tiaguinho – cada um marcou duas vezes.

O time volta à quadra no próximo sábado, jogando no Ginásio Marcelo Mioso, em Santo Ângelo. O adversário será o Milan, de Lagoa Vermelha.

Comente aqui
13 mai11:48

Santo Ângelo estreia com vitória na segunda fase da Segundona

Roberto Witter / roberto.witter@zerohora.com.br

A estrela do artilheiro Eder Machado voltou a brilhar e o Santo Ângelo iniciou com vitória sua jornada na segunda fase da Segundona 2012, neste sábado. O atacante fez o primeiro gol da equipe missioneira nos 2 a 0 sobre o Guarany, de Camaquã. O zagueiro Saulo, de cabeça, completou o placar.

O frio reduziu o ímpeto das equipes logo no início do jogo. Além disso, a cautela para evitar uma derrota logo na primeira partida da segunda fase contribuiu para que as chances de gol fossem escassas. Com a disputa centrada no meio de campo, a jogada preferencial do Santo Ângelo nos 30 primeiros minutos de jogo foi a bola aérea buscando Sharlei. Quando tentou jogar pelo chão e partir em triangulações, os erros de passe e a marcação ajustada do Guarany impediam a entrada na área.

O primeiro gol só saiu aos 45 minutos e foi um prêmio à insistência dos donos da casa e à atuação de Eder Machado, de longe o melhor em campo na primeira etapa. O camisa 11 recebeu passe de Sharlei na pequena área e empurrou a bola para as redes. A bola cruzou a linha lentamente. Gol chorado.

Domínio no segundo tempo e placar ampliado

Com o 1 a 0 no marcador, o Santo Ângelo tomou as rédeas do segundo tempo, se adonou da bola e ficou alojado no campo de ataque durante boa parte da partida. Em uma destas jogadas, Sharlei partiu para cima de dois marcadores e foi derrubado ao lado da área. A falta foi cobrada com força, a bola encontrou o zagueiro Saulo, que testou firme para o fundo do gol: 2 a 0 e prosa encerrada no Estádio da Zona Sul.

Agora o Santo Ângelo viaja até Vacaria, onde enfrenta o Glória, no próximo domingo, às 15h30min. A equipe da Serra perdeu para o Farroupilha, também neste sábado, por 1 a 0.

Os outros resultados da rodada:

Brasil-FAR 1×1 Riograndense
Gols: Hiantony (Brasil); Kelson (Riograndense)

Farroupilha 1×0 Glória
Gol: Fabio Alemão

União 2×0 Brasil-FA
Gols: Ganzer e Douglas Rinaldi

São Paulo 1×1 Passo Fundo
Gols: Maicon Sapucaia (S); Jean Paulo (P)

Inter-SM 1×3 Esportivo
Gols: Lucas Campos (I); Ediglê e Mauro – duas vezes (E)

Comente aqui