clicRBS
Nova busca - outros

Argentina

03 fev10:18

Avança projeto para construir ponte entre Brasil e Argentina

Juliana Gomes, Zero Hora

A longa espera dos gaúchos pela construção de uma nova ponte entre Brasil e Argentina pode estar perto do fim. Está marcada para as 15h de hoje, em Foz do Iguaçu (PR), a assinatura do contrato que formaliza o início do estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental da obra sobre o Rio Uruguai, no noroeste gaúcho.

O documento será assinado por representantes da comissão binacional Brasil-Argentina e o Consórcio Iatasa, Atec, Grimaux e Ballcons, responsável pelo trabalho.

A ponte é uma reivindicação feita há cinco décadas pelos moradores da fronteira do Estado. Porto Mauá-Alba Posse, na região Noroeste, Porto Xavier-San Javier, nas Missões, e Itaqui-Alvear, na Fronteira Oeste, são as cidades que podem ser contempladas com a construção.

Nessas áreas, a ligação entre os países é feita via balsa. Há pontes para a Argentina apenas em São Borja e em Uruguaiana.

Segundo o consultor Carlos Lopes, da Ballcons, no prazo de 230 dias será sugerido um termo de referência, a partir do qual será definido um modelo para a execução da obra. O trabalho levará em conta a realidade das comunidades envolvidas no Brasil e na Argentina. A partir daí, será definido o local de construção da ponte.

– O estudo permitirá definir as diretrizes estratégicas que servirão de marco integral para estruturar um programa de investimentos para os próximos anos, propondo a execução de projetos tanto nas passagens fronteiriças já priorizadas como também naquelas cujo potencial seja definido a partir do estudo – afirma Lopes.

Vencida essa etapa, outras duas licitações devem ser realizadas. A primeira, para a elaboração do projeto executivo da obra. A segunda, para a contratação da empresa para sua execução.

Obra trará benefícios comerciais e turísticos

Para o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Mercosul de Porto Xavier, Lino Pauli, a construção da ponte internacional facilitará o comércio entre os dois países, além de contribuir para o circuito turístico das Missões. Outro benefício seria o fim das restrições impostas pelos horários das balsas e a facilidade de trânsito para o país vizinho.

– Estamos na torcida para que a ponte, finalmente, saia do papel e vá para cima do rio, onde é o lugar dela– comenta Pauli.

2 comentários
01 jan07:55

Aduana de Porto Mauá terá horário especial neste domingo e na segunda-feira

Um fluxo intensificado de veículos é aguardado na região fronteiriça com a Argentina. No noroeste é preciso ficar atento aos horários de balsa, uma vez que não há ponte internacional ou travessia terrestre entre os territórios brasileiro e argentino.

Como no final de semana não é possível fazer a travessia via Porto Vera Cruz, a aduana de Porto Mauá é a única a atender a demanda local.

Neste domingo, dia 1º, e na segunda-feira, dia 2, o horário de travessia será diferenciado. A balsa em Porto Mauá estará disponível entre as 9h e 12h e pela tarde, das 15h às 18h.

Documentos necessários

Para realizar a travessia e não enfrentar transtornos em território estrangeiro é preciso portar documento com foto – carteira de identidade ou passaporte.

Os menores de 18 anos desacompanhados dos pais devem portar Procuração Pública com a devida autorização. O documento do veículo deve estar no nome do condutor. Se não estiver deverá vir acompanhado de uma procuração ou autorização autenticada em cartório, pelo proprietário, dando poderes para conduzir em país estrangeiro.

Deverá portar ainda o “Seguro Internacional ou Seguro Mercosul”, ou seja, a chamada “Carta Verde”.

Limite de compras

A Receita Federal estabeleceu cota de compras em território estrangeiro. A cota atual é de 300 dólares. No entanto, se a quantidade de mercadorias configurar destinação comercial, mesmo atendendo à cota, os produtos serão apreendidos.

Em relação à bebida alcoólica são aceitos 12 litros por pessoa, com mais de 18 anos.

Comente aqui