clicRBS
Nova busca - outros

eventos

27 abr13:33

Com mais de 2 mil peças de museu, história da agricultura familiar é contada na Fenasoja

A Mostra “Caminhos da Agricultura Familiar e da Soja”, uma das atrações da 19ª Feira Nacional da Soja (Fenasoja) – que começou nesta sexta-feira, em Santa Rosa – apresenta em 33 cenários e 2 mil peças de museu a história da agricultura no noroeste gaúcho.

Já na entrada da Mostra pode ser observada uma trilhadeira, utilizada na década de 40, quando figuram entre as culturas mais populares da região, o milho, o trigo e a mandioca. O maquinário era um importante instrumento da agricultura e estava presente em grande parte das propriedades. Ao lado da trilhadeira, está uma carroça, emplacada com a data de 1953. Na época, era fundamental no meio rural e precisava receber emplacamento anualmente.

Paralelamente à evolução das culturas e da economia, modificavam-se os cenários da cidades, os hábitos e os costumes das famílias de agricultores. Fogão à lenha, armários artesanais, caixas de lenha, ferro à brasa, prensa de torresmo, máquina de fazer polvilho, moedor de macarrão, tábua de madeira para lavar roupa e cangas de bois são algumas das peças que revelam a evolução histórica da agricultura familiar.

_São peças de cinco museus e cedidas por agricultores que ajudam a contar a história da nossa região_ afirma o presidente da Comissão Soja e Derivados e extensionista da Emater/RS-Ascar, Jorge João Lunardi.

A evolução da soja

Da chegada a Santa Rosa até sua popularização foram necessárias quase quatro décadas. Quando o pastor Albert Lehenbauer, trouxe, em 1923, dos Estados Unidos uma garrafa com as primeiras sementes de soja, a produção ainda era limitada.

_ Cada fiel recebeu cinco sementes. Em dois anos, cada agricultor conseguiu colher em médio dois sacos. No início a soja era usada para alimentação humana, e mais tarde, para a criação de suínos_ explica a extensionista rural Lisete Primaz.

A partir daí, a prosperidade do grão de ouro passou a chamar atenção e assumir papel importante na economia da região. A soja, de acordo com o técnico em agropecuária da Emater/RS-Ascar, Gilson Antônio Grando, passou a popularizar-se a partir da década de 60. A primeira Fenasoja foi realizada justamente nesta época, em 1966.

Os cenários revelam também o foco de produção e econômico da agricultura em diferentes épocas:

1918 a 1945 – Época de muitas matas e prática da caça e pesca. Sem uso de defensivos e produtos químicos, a água era de boa qualidade e os rios e vertentes límpidos. Início da colonização, os agricultores precisavam abrir picadas e usavam carroças e cavalos para o transporte. Os equipamentos utilizados na agricultura eram essencialmente a enxada e o arado.

Neste período, a agricultura era baseada na criação de porcos (para produção de carne e banha), e cultivo de feijão, mandioca, milho ebatata doce. Também eram produzidos charque e mel.

1946 a 1970 –Período de diminuição das matas, água ainda boa, introdução do boi para tração animal, início da erosão e adubação química. Também nesta época, começa a mecanização das lavouras. Agricultores apostavam na criação de suínos e produção de porco, fumo, milho, nata, algodão, manteiga e ovos.

1971 a 2001 – É fortalecida a produção de soja e milho. O leite também figura entre os protagonista da economia. Os agricultores tornam-se dependentes de crédito e preço. Neste período, intensificou-se o desmatamento e a mecanização das lavouras. Com o uso demasiado de defensivos, rios ficaram poluídos e as águas pouco potáveis.

Os mais de 200 mil visitantes aguardados durante a Fenasoja podem conferir também a mostra das agroindústrias, artesanato e turismo rural, alternativas de renda que se fortalecem na região.

Entre os 33 cenários, recebe destaque ainda, o resgate de um dos principais eventos esportivos do meio rural. São 30 anos de integração , por meio do Jogos Rurais Sol a Sol, que integram mais de 20mil atletas nas 50 modalidades esportivas.

A programação da 19ª Fenasoja – que ocorre de 27 de abril a 6 de maio, no Parque de Exposições Alfredo Leandro Carlson – contempla ainda shows, pecuária, agronegócio, palestras e mais de 600 expositores de diferentes setores.

Comente aqui
27 abr10:46

Feira de Oportunidades Senac oferece atividades gratuitas em Santa Rosa e Santo Ângelo

Palestras e atendimentos gratuitos à comunidade serão oferecidos nos dias 3 e 4 de maio, durante a 7ª Feira de Oportunidades Senac. O evento ocorrerá concomitantemente em Santa Rosa, Santo Ângelo, Santo Cristo, Tuparendi e Giruá.

Na região de Santa Rosa foram preparadas palestras sobre Projeto de Vida com diferentes profissionais. Também integra a programação, atendimentos gratuitos à comunidade, como corte de cabelo, manicure e massagem. As atividades serão realizadas das 13h30min às 17h, na Praça da Bandeira, em Santa Rosa.

Em Santo Ângelo, as atividades também serão regidas pelo tema central “Qual o seu projeto de vida? – Educação, trabalho e felicidade”. As atividades serão oferecidas de forma gratuita na Praça do Brique e no Teatro Antônio Sepp. O evento conta ainda com ação especial nas escolas Onofre Pires e Getúlio Vargas, de Santo Ângelo.

Palestras virtuais gratuitas também serão oferecidas durante o evento, em todos os municípios. Interessados em participar podem fazer a inscrição no site. Entre os títulos oferecidos estão: O mercado e a segurança de alimentos: desafios e oportunidades; Empreendedorismo e gestão de carreira e Opções de investimento para alcançar seu projeto de vida. As atividades serão oferecidas pelo Senac Educação a Distância (EAD).

O objetivo da Feira é orientar e capacitar a comunidade de todo o Estado, além de debater cases de sucesso. Com programação nos mais de 60 pontos de atendimento do Senac no Rio Grande do Sul, a expectativa é que mais de 80 mil pessoas sejam beneficiadas pelo projeto.

As atividades geram um certificado de participação que pode ser retirado após o evento. Mais informações e a programação completa de todas as unidades envolvidas estão disponíveis através do site www.senacrs.com.br/feiradeoportunidades.

Programação Senac Santa Rosa

Palestra “Qual o seu projeto de vida?”

Data: 3 de maio

Local: Centro de Cultura – Rua 25 de julho, 133 em Santo Cristo / RS

Horário: 9h

Palestrante: Renato Miranda

Local: Centro Cultural – Avenida Tucunduva, 2667 em Tuparendi / RS

Horário: 9h

Palestrante: Márcia Regina Pinto

Data: 4 de maio

Local: Centro Cívico Cultural Antonio Carlos Borges – Rua Buenos Aires, 945 em Santa Rosa / RS

Horário: 9h

Palestrante: Giezi Schneider

Local: Auditório SEST/SENAT- RS 344, KM 38 – nº 350 em Santa Rosa / RS

Horário: 14h30min

Palestrante: Renato Miranda

Programação Santo Ângelo

Local: Praça do Brique – Rua Marechal Floriano , centro.

Ação: Cortes de Cabelo; Verificação de pressão arterial; Quick Massagens e Confecção de cartão Sesc/Senac para os comerciários.

Horário: 13h às 17h30.

Local: Teatro Antônio Sepp – Rua 3 de outubro, 800.

Palestra: “Projeto de Vida: Legado, emoção, bem-estar, felicidade e significado para os profissionais do Século XXI”.

Horário: 20h

Palestrante: Márcio Mâncio

Comente aqui
27 abr08:53

Clube Gaúcho promove jantar de posse da nova diretoria e homenagem às mães

No próximo dia 5 de maio, o Clube Gaúcho realizará jantar festivo para posse da nova diretoria e em homenagem às mães. A recepção será a partir das 20h30min.

O jantar será servido às 21h, na sede social do Clube. O traje será esporte.

A animação da festa ficará por conta de Jonas Demeneghi e Kerly Mess. Cartões à venda na Secretaria do Clube ou com membros da Diretoria.

Comente aqui
26 abr17:39

Ministro Mendes Ribeiro e Governador Tarso estarão na abertura oficial da 19ª Fenasoja

A abertura da 19ª Feira Nacional da Soja (Fenasoja) em Santa Rosa contará com a presença de diversas autoridades. Entre elas, o Governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro e o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Mendes Ribeiro Filho.

Ambos devem chegar a Santa Rosa por volta das 11h30min, onde, após o almoço, participarão da abertura oficial da feira.

A cerimônia de abertura ocorrerá nesta sexta-feira, 27, às 14h, no auditório do Centro Administrativo, no Parque de Exposições Alfredo Leandro Carlson.

Comente aqui
26 abr15:14

Lasier Martins mediará debate sobre irrigação e manejo do solo durante a Fenasoja

A irrigação e o manejo do solo formam o tema do debate, mediado por Lasier Martins, integrado à programação da 19ª Fenasoja. O assunto, pertinente em épocas de seca, será debatido a partir das 15h do dia 1º de maio, no Centro Administrativo do Parque de Exposições de Santa Rosa.

Participarão do evento, os seguintes debatedores:

- Secretaria de Agricultura, representada pelo secretário-adjunto, engenheiro agrônomo Claudio Fioreze, que também é o coordenador do Programa Mais Água, Mais Renda

- Emater Regional, representada pelo engenheiro agrônomo Amauri Coracini

- Representante da Fepam de Porto Alegre

- Unijuí, representada pelo engenheiro agrônomo Roberto Carbonera, coordenador do Curso de Agronomia da Universidade.

- 19ª Fenasoja, AENORGS (Associação dos Engenheiros do Noroeste do RS) e a Agência de Desenvolvimento de Santa Rosa, engenheiro agrônomo Sérgio Schneider.

Ao findar o debate será redigido um documento que será entregue aos participantes com as ações e demandas acordadas, o material será utilizado para acompanhamento em reportagens sobre o tema.

Serviço

01/05

Local: Centro Administrativo do Parque Municipal de Exposições Leandro Alfredo Carlson

Horário: 15h

Tema: Irrigação e manejo correto do solo

Comente aqui
26 abr13:53

Feira Nacional da Soja começa amanhã em Santa Rosa

A 19ª Feira Nacional da Soja (FENASOJA) começa apenas amanhã, mas o Parque Municipal de Exposições de Santa Rosa já está movimentado. A chuva mansa que caiu sobre a cidade nesta manhã não inibiu os mais de 600 expositores, que realizam os últimos ajustes para receber os visitantes durante os dez dias de evento.

Para preparar a estrutura da feira, o parque está fechado à visitação pública desde o início de abril. As novidades apresentadas contemplam diversos setores. As potencialidades da pecuária e do agronegócio do noroeste gaúcho, além de estandes comerciais, manifestações culturais e shows, poderão ser conferidos nos 47 hectares do Parque.

Shows, rodadas de negócios, expositores, Exporural, pecuária, concursos morfológicos, palestras e encontros técnicos são os pontos centrais da programação que deve atrair, segundo a Comissão Organizadora, em torno de 200 mil visitantes, de 27 de abril a 6 de maio.

Exporural

Além da soja, o agronegócio figura entre os protagonistas da feira. No espaço da Exporural serão apresentadas alternativas de cultura e manejo, além da realização de palestras e encontros técnicos.

Uma das novidades que será demonstrada na prática durante a Fenasoja é a aplicação do sistema silvipastoril. Em uma mesma área estão conciliadas a silvicultura – exploração econômica de madeira (neste caso, eucalipto) – , produção de pastagens e criação de gado. Um dos principais benefícios deste sistema, segundo o presidente da Exporural, Gabriel Augusto Weber, é o bem-estar animal, uma vez que as árvores protegerão os animais durante o pastoreio. Também é interessante pela otimização da renda, uma vez que é possível investir em três alternativas em uma mesma área.

História da Agricultura Familiar contada em 33 cenários

Nos “Caminhos da Agricultura Familiar e da Soja”, a Emater/RS-Ascar apresentará um espaço com 33 diferentes cenários para contar a história da agricultura familiar e da soja na região de Santa Rosa. Estarão expostas fotografias e mais de duas mil peças de museus para o resgate e valorização dos hábitos, costumes e tradições das organizações familiares e comunitárias.

Pecuária

Participarão da Fenasoja, as principais cabanhas gaúchas na disputa de prêmios para os melhores animais das raças Jersey e Holandês, nos concursos morfológico e leiteiro. O 2º Leite Show premiará a produtividade e a Casa do Leite será palco de eventos do setor.

A suinocultura também terá espaço, com exposição de empresas, eventos técnicos e degustação de carne suína.

Shows

Oito atrações compõem a grade de shows da Fenasoja: Luis Carlos Borges e Careca (27/04); Chimarruts (28/04); Paulinho Cardoso (29/04) ; Latino (30/04) ; Grupo Tholl (01/05); Guilherme e Santiago (02/05); Claus e Vanessa (04/05) e Raimundos (05/05).

Ingressos

No primeiro dia da feira, quando ocorrerá o show de Luís Carlos Borges e Careca, a entrada ao parque será franca. Nos demais dias, o ingresso será de R$ 5,00, com direito a acesso aos shows, com excessão da quarta-feira, dia 2 de maio, quando será promovido o show de Guilherme e Santiago. Nesta data, o ingresso será de R$ 5,00 até às 14h, e a partir deste horário, R$ 25,00. Também haverá venda de ingressos antecipados, a R$ 15,00.

Pela primeira vez, a Feira Nacional da Soja contará também com a comercialização de ingressos permanentes. Essa modalidade de ingresso, com custo de R$ 50, permitirá acesso nos dez dias de evento.

Comente aqui
25 abr11:56

Votação do concurso "Eu na Fenasoja" encerra amanhã

Até às 10h desta quinta-feira, 26, os internautas podem votar em sua fotografia com frase favorita sobre o tema “Soja-Riquezas e Potencialidades”.

Os três primeiros colocados na enquete do concurso cultural “Eu na Fenasoja” receberão um ingresso permanente, cada. Essa modalidade de ingresso garante acesso livre durante os dez dias da Feira Nacional da Soja, que ocorrerá de 27 de abril a 6 de maio, em Santa Rosa.

Os vencedores serão anunciados a partir das 10h de amanhã, no clicRBS Noroeste Missões.

Comente aqui
25 abr11:30

Dupla Guilherme e Santiago visitará Hospital Vida e Saúde

Uma das atrações mais aguardadas da 19ª Fenasoja, a dupla Guilherme e Santiago deve chegar a Santa Rosa já na tarde da próxima quarta-feira, 2. Em sua agenda, a dupla pretende visitar o Hospital Vida e Saúde de Santa Rosa.

De acordo com nota enviada pela assessoria de imprensa do hospital, “a partir das 14h, toda a comunidade está convidada para comparecer em frente ao Vida & Saúde e recepcionar a dupla. Os fãs poderão tirar fotos e pedir autógrafos para Guilherme & Santiago que também farão uma visita pelas dependências doa Instituição”.

À noite, Guilherme e Santiago sobem ao palco da 19ª Fenasoja, no Parque de Exposições de Santa Rosa.

Comente aqui
24 abr12:59

Vítor Ramil se apresenta em Santa Rosa nesta quarta-feira

Em solo santa-rosense desde a manhã desta terça-feira, o cantor e compositor Vítor Ramil apresenta no Sesc uas tradicionais milongas, além de canções de seu mais recente songbook lançado na Europa.

O espetáculo voz e violão, que ocorrerá nesta quarta-feira, também brindará o público com músicas gravadas por artistas nacionais e que foram temas de novela e de filmes.

Restam apenas 20 ingressos para o show do cantor, que será às 20h, no Teatro do Sesc Santa Rosa (Rua Concórdia, 114).

Os ingressos, que são limitados, podem ser adquiridos antecipadamente no Sesc, das 8h às 19h30min por R$ 5,00 para comerciários com Cartão Sesc, R$ 15,00 empresários do comércio e R$ 20,00 usuários. Outras informações no Sesc, pelo fone (55) 3512-6044.

Comente aqui
23 abr08:58

Centro Cultural da Etnia Polonesa será inaugurado na Fenasoja

Foto: Assessoria de Imprensa da 19ª Fenasoja, divulgação

Uma das novidades que poderá ser conferida durante a 19ª Feira Nacional da Soja (Fenasoja) será o Centro Cultural Brasileiro-Polonês. A casa étnica polonesa, idealizada pela Representação Central da Comunidade Brasileiro-Polonesa do Brasil (Braspol), começou a ser construída logo após o encerramento da 18ª Fenasoja, que ocorreu em 2010, e foi finalizado no mês de março deste ano. A estrutura integra a Praça das Nações, no Parque Municipal de Exposições Alfredo Leandro Carlson de Santa Rosa.

Durante os 10 dias de Fenasoja a comunidade poderá visitar as instalações, e conhecer mais sobre a história, cultura e gastronomia polonesa. A Braspol irá servir durante todos os dias almoço e jantar, com comidas típicas da etnia. Ainda, o público poderá prestigiar apresentações artísticas e culturais, com dança e música polonesa.

O Centro, que teve um investimento de R$ 500 mil, possui uma pista de dança, salão para eventos, cozinha, banheiros, copa, sala de reuniões, biblioteca e museu. Os recursos para a construção do Centro foram disponibilizados pelo Governo Polonês – autorizado pelo Senado da Polônia através da ONG Stowarzyszenie Wspólnota Polska-, Ministério do Turismo, Prefeitura de Santa Rosa, recursos próprios da Braspol e colaborações da comunidade polonesa.

A Braspol já planeja para os próximos meses a ampliação da estrutura, que contemplará uma churrasqueira, aumento da copa, palco para apresentações, depósito e alojamentos. As obras de ampliação contam com recursos do Ministério do Turismo e do Município. A direção da Braspol planeja um ato de inauguração oficial da estrutura para os próximos meses.

>> Com informações da Assessoria de Imprensa da 19ª Fenasoja

Comente aqui