clicRBS
Nova busca - outros

fronteira

05 mai08:44

Novo horário de balsa passa a vigorar nesta segunda-feira

A partir desta segunda-feira, dia 7, o horário de travessia da balsa no rio Uruguai, entre Porto Mauá e Alba Posse, retorna à sua normalidade.

A balsa é a única alternativa de travessia no  noroeste gaúcho, uma vez que não há ponte para o acesso entre os lados argentino e brasileiro.

De segunda a sexta-feira, a travessia será realizada das 8h às 11h30min e das 14h às 17h30min. Aos sábados, domingo e feriados, a balsa opera das 8h30min às 11h30min e das 14h30min às 17h30min.

Foto: Vilson-Winkler, divulgação

Comente aqui
19 abr09:35

Operação da Polícia Federal chama atenção para segurança nas fronteiras

Juliana Gomes/juliana.gomes@zerohora.com.br

Policiais Federais distribuem hoje carta aberta sobre a segurança nos portos e aeroportos brasileiros. No Rio Grande do Sul, a operação se estende durante toda manhã, nos postos de fronteiras de Bagé, Chuí, Jaguarão, Livramento, Santo Ângelo (postos de Porto Xavier e Porto Mauá), São Borja e Uruguaiana.

Eles reivindicam melhores condições de trabalho, aumento no efetivo para controle das regiões de fronteira bem como um incentivo para que os agentes permaneçam nestes locais. Para a atividade, os policiais fazem uma verificação minuciosa de documentos de pessoas que ingressam ou deixam o país.

A Receita Federal atua na verificação de veículos e bagagens a fim de evitar tráfico de drogas e contrabando de armas. Por Porto Xavier, diariamente passam cerca de 100 veículos e 200 pessoas. Por Porto Mauá, são 500 pessoas. Em cada um desses locais, há dois servidores atuando na fiscalização.

Comente aqui
12 abr15:14

Caminhões carregados de cebola têm dificuldade para entrar em Porto Xavier

Foto: Lino Pauli, divulgação

Juliana Gomes/juliana.gomes@zerohora.com.br

Caminhões carregados com cebola com destino ao Brasil formam fila no lado Argentino da fronteira com Porto Xavier, São Borja e Dionísio Cerqueira (SC). De acordo com o secretário de desenvolvimento e turismo de Porto Xavier Lino Pauli, chega a 180 o número de carretas aguardando para sair de San Javier, divisa com o município gaúcho e ingressar no Brasil. Conforme o secretário, a intensa fiscalização do país vizinho está tornando lenta a liberação dos veículos.

_Ontem tínhamos uma fila de 250 caminhões. Normalmente, 80 deles entram no país por Porto Xavier, e agora, são bem menos os veículos a atravessarem a fronteira_ relata Pauli.

Pauli relata que em função da dificuldade de sair da Argentina menos caminhões estão sendo carregados com o produto. Segundo o

Lino Pauli, divulgação

empresário do ramo da exportação e transporte internacional Omar Steinbrenner, 80% das cargas de cebola entram no Brasil por Porto Xavier. Produzida no Sul da Argentina, na província de Buenos Aires, a cebola tem como destino os diversos estados brasileiros neste período de entressafra nacional.

De acordo com o cônsul adjunto da Argentina em Uruguaiana Alejandro Massucco, as filas formadas em San Tomé, na divisa com São Borja, e San Javier, divisa com Porto Xavier, são comuns nessa época do ano.

_ O tempo de espera é o necessário para fiscalização da mercadoria e verificação dos documentos_ explica_diz.

Inspetor-chefe da Receita Federal em Dionísio Cerqueira Arnaldo Borteze afirma que no período de safra da cebola de fevereiro a junho as filas de caminhões para deixar o país vizinho são comuns, em face do grande número de veículos que precisam ser fiscalizados.

Para Omar Steinbrenner que também é membro da Associação de Transportadores Internacionais, uma fila normal de caminhões nos portos seria de no máximo 60 caminhões.

_ Esse número seria para uma segunda-feira, depois de dois dias, sábado e domingo, em que aduana não é aberta. De quarta-feira em diante o normal é não ter fila_ comenta.

Lino Pauli, divulgação

Comente aqui
11 abr10:52

Baixo nível do rio leva à suspensão da travessia de balsa em Porto Vera Cruz

Vilson Winkler, divulgação/ Apesar de o rio estar 1,80m abaixo do nível, a travessia continua sendo realizada em Porto Mauá

A travessia de balsa foi suspensa temporariamente entre Porto Vera Cruz, no noroeste gaúcho, e Panambi, na Argentina. A medida provisória foi tomada em função do baixo nível do rio Uruguai, que está a cinco metros abaixo de sua normalidade. O noroeste é uma das regiões mais atingidas pela estiagem.

A última travessia entre Porto Vera Cruz e Panambi foi realizada às 16h30min de segunda-feira. Não há previsão de retorno do serviço.

Em Porto Mauá, mesmo com o nível do rio 1,80m abaixo do normal, a travessia continua sendo realizada.

Comente aqui
08 abr08:42

Horário especial da balsa vigora neste final de semana em Porto Mauá

Desde a quinta-feira, a travessia da balsa entre Porto Mauá, no Brasil, e Alba Posse, na Argentina é realizada em horário diferenciado, em função do feriadão.

Quem pretende ir para o lado argentino, ou retornar, neste domingo de Páscoa, deve fazê-lo das 8h30min às 11h30min e das 14h30min às 17h30min.

Comente aqui
29 mar09:40

Policiais reivindicam melhores condições de trabalho nas fronteiras

Juliana Gomes, Zero Hora

A fiscalização de veículos, documentos e mercadorias está sendo intensificada nesta quinta-feira nas cidades gaúchas de Porto Mauá, Porto Xavier, Uruguaiana, Santana do Livramento, São Borja, Jaguarão e Chuí. Agentes da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Receita Federal realizam hoje o “Dia Nacional de Mobilização em defesa das Fronteiras do País”.

_ A ideia é chamar atenção para vulnerabilidade das fronteiras, para o risco de crimes transfronteiriços, contrabando, descaminho, tráfico de armas, drogas e animais _explica policial rodoviário federal Vilmar Keske.

Há pelo menos dois anos, os órgãos federais denunciam a carência no efetivo, equipamentos e viaturas para atuar nas divisas com outros países. Em Porto Xavier, nas Missões, por exemplo, a operação conta hoje com quatro policiais rodoviários federais, seis policiais federais e três agentes da Receita Federal.

_ Com isso, queremos demonstrar como seria nosso trabalho nas fronteiras do Brasil, em condições ideais. Temos negociado com o governo estas melhorias, mas na prática, o que vemos é a redução da estrutura _ comenta o agente da Polícia Federal Fabiano Tomas.

Comente aqui
05 jan11:16

Fiscalização contra aftosa avança por, pelo menos, mais cinco municípios do Noroeste

Roberto Witter / roberto.witter@zerohora.com.br

No segundo dia de fiscalização em rodovias, pontos de atracação de balsas e propriedades rurais atrás de possíveis focos de febre aftosa, equipes da Secretaria da Agricultura, com apoio da Brigada Militar e do Ministério da Agricultura, avançam por, pelo menos, cinco diferentes municípios. Os fiscais atuam no noroeste do Estado, região que faz fronteira com a Argentina e que fica mais próxima do Paraguai, país onde um foco da doença foi descoberto esta semana.

De acordo com a divisão regional de Ijuí, as duas equipes volantes da unidade atuam em propriedades do interior do município de Crissiumal.

Fiscais de Santa Rosa atuam na fiscalização em rodovias e propriedades de Porto Lucena, Porto Vera Cruz e Alecrim.

Já a regional de São Luiz Gonzaga, que iniciou os trabalhos nesta quinta-feira, atua em estradas vicinais próximas do município de Garruchos.

Outras quatro barreiras fixas atuam desde quarta-feira em postos de atracação de balsas que transportam veículos e passageiros nos municípios de Porto Mauá, Porto Vera Cruz, Porto Xavier e Porto Soberbo, localidade no interior de Três Passos.

Propriedades que apresentaram grande movimento de gado, que são suspeitas de apresentarem falhas na vacinação, onde frigoríficos clandestinos foram fechados recentemente, ou que os donos possuem fazendas no Paraguai também serão priorizadas no cronograma de visitas das equipes volantes e das inspetorias veterinárias.

A fiscalização ocorrerá por tempo indeterminado no Estado.

Comente aqui
01 jan07:55

Aduana de Porto Mauá terá horário especial neste domingo e na segunda-feira

Um fluxo intensificado de veículos é aguardado na região fronteiriça com a Argentina. No noroeste é preciso ficar atento aos horários de balsa, uma vez que não há ponte internacional ou travessia terrestre entre os territórios brasileiro e argentino.

Como no final de semana não é possível fazer a travessia via Porto Vera Cruz, a aduana de Porto Mauá é a única a atender a demanda local.

Neste domingo, dia 1º, e na segunda-feira, dia 2, o horário de travessia será diferenciado. A balsa em Porto Mauá estará disponível entre as 9h e 12h e pela tarde, das 15h às 18h.

Documentos necessários

Para realizar a travessia e não enfrentar transtornos em território estrangeiro é preciso portar documento com foto – carteira de identidade ou passaporte.

Os menores de 18 anos desacompanhados dos pais devem portar Procuração Pública com a devida autorização. O documento do veículo deve estar no nome do condutor. Se não estiver deverá vir acompanhado de uma procuração ou autorização autenticada em cartório, pelo proprietário, dando poderes para conduzir em país estrangeiro.

Deverá portar ainda o “Seguro Internacional ou Seguro Mercosul”, ou seja, a chamada “Carta Verde”.

Limite de compras

A Receita Federal estabeleceu cota de compras em território estrangeiro. A cota atual é de 300 dólares. No entanto, se a quantidade de mercadorias configurar destinação comercial, mesmo atendendo à cota, os produtos serão apreendidos.

Em relação à bebida alcoólica são aceitos 12 litros por pessoa, com mais de 18 anos.

Comente aqui
28 dez12:01

Aduanas lotadas no final de ano

Com a proximidade da virada do ano e do período de férias, o fluxo nas aduanas de Porto Mauá e Porto Vera Cruz intensificou-se nesta semana. Como não há ponte internacional na região é preciso atentar-se aos horários de balsa e à documentação necessária para a travessia para a Argentina.

Nesta terça-feira, uma fila de 500m de extensão se formou na aduana de Porto Mauá. Muitos retornavam dos passeios no Natal e outros aproveitavam o período de férias escolares e de trabalho.

A proximidade com grandes centros comerciais argentinos e paraguaios também atrai turistas. As cidades paraguais Encarnacion e Ciudad Del Este, ficam distantes 160 e 280 quilômetros respectivamente. Já a distância até Oberá e Posadas, na Argentina, é de 58 e 160km.

Os brasileiros aproveitam a baixa cotação do peso argentino para fazer compras: a moeda, que no ano passado era comercializada por R$ 0,46, agora vale R$ 0,41.

Documentos em mãos

Para realizar a travessia e não enfrentar transtornos em território estrangeiro é preciso portar documento com foto – carteira de identidade ou passaporte.

Os menores de 18 anos desacompanhados dos pais devem portar Procuração Pública com a devida autorização. O documento do veículo deve estar no nome do condutor. Se não estiver deverá vir acompanhado de uma procuração ou autorização autenticada em cartório, pelo proprietário, dando poderes para conduzir em país estrangeiro.

Deverá portar ainda o “Seguro Internacional ou Seguro Mercosul”, ou seja, a chamada “Carta Verde”.

Horário de balsa

Porto Mauá

Segunda a sexta-feira – 8h30min às 12h/ 14h30min às 18h

Sábados, domingos e feriados – 9h às 12h e das 15 às 18 h

Porto Vera Cruz

Segunda a sexta-feira: 8h50min – 11h40min

14h50min – 17h40min

Comente aqui